Your SlideShare is downloading. ×
O Computador
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O Computador

3,693

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,693
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
248
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Computador É uma máquina capaz de transformar dados de entrada em informações de saída, bem como armazená-los para posteriores consultas. 23/01/2010 1
  • 2. 23/01/2010 2
  • 3. Hardware É a parte física do computador. Componentes básicos de um computador:  Gabinete: Torre, Mini-torre e Desktop.  Fonte: AT e ATX  Placa mãe: Gerencia toda a transação de dados entre a CPU e os periféricos.  Microprocessador: É o cérebro do computador  CPU: Unidade Central de Processamento  Memórias: RAM, CACHE, ROM.  Discos: rígidos ( HD ), flexível ( disquetes ), CD-Rom...  Placas de expansão: Placa de som, de vídeo...  Periféricos: de entrada, de saída e mistos.  BIOS: Responsável por “acordar” o computador... CHIPSET: gerenciam praticamente todo o funcionamento da 23/01/2010 3 placa-mãe.
  • 4. Gabinete  Contêm a fonte, placa mãe, dispositivos de armazenamento, placas de expansão, memórias, CPU, ... 23/01/2010 4
  • 5. Placa Mãe A placa mãe (motherboard), é possivelmente a parte mais importante do computador. Ela gerencia toda a transação de dados entre a CPU e os periféricos. Ela define a arquitetura do seu computador. Componentes da Placa Mãe: Chipset, BIOS, Slots, Barramentos (Caminhos que permitem o transporte de dados entre os vários elementos: CPU, memória, placas de expansão, sistema de entrada e saída, ... ) 23/01/2010 5 Exemplo de Placa Mãe para processador AMD
  • 6. Microprocessadores O termo microprocessador não é o mesmo que CPU, mas atualmente os dois estão integrados. Processadores: Pentium III, Pentium 4 (Socket 423), Pentium 4 (Socket 478) e Athlon 23/01/2010 6
  • 7. CPU Unidade Central de Processamento ( CPU ) - Componente vital do sistema de computação; - Responsável pela realização das operações de processamento (cálculos matemáticos, cálculos lógicos, ... ) e de controle, durante a execução de um programa . 23/01/2010 7
  • 8. Memórias • As memórias são importantes para o funcionamento e performance do computador. • Elas estão intimamente ligadas ao processador, Chipset e a placa mãe. • Pode variar em tipos, capacidades e velocidades. 23/01/2010 8
  • 9. Os Discos de dados. Compõem os meios de armazenamento Para que os dados não se percam, precisam ser gravados num dispositivo de armazenamento chamado memória auxiliar ou secundária; esta, armazena as informações que estão na memória principal (RAM). Existem vários tipos de memória auxiliar como: discos flexíveis ( disquetes ), discos rígidos (HD), discos ópticos (CD-ROM e DVD-ROM), entre outros. Disco rígido, disco duro, no Brasil popularmente chamado também de HD ou winchester (em desuso), é a "memória permanente“. É composto por metais e recobertos por material magnético, também revestido externamente por uma proteção metálica que é presa ao gabinete do computador por parafusos. A capacidade de um disco rígido atualmente disponível no mercado para uso doméstico/comercial varia de 10 a 2000 GB, assim como aqueles disponíveis para empresas, de até 2 TB ou 23/01/2010 9 mais.
  • 10. HD Disco Rígido instalado em um computador padrão. Disquete é um disco de mídia magnética removível, para armazenamento de dados. O termo equivalente em inglês é floppy- disk, significando disco flexível. O mais comum atualmente tem uma capacidade de 1,44 MB. 23/01/2010 10
  • 11. CD é a abreviação de Compact Disc, (em inglês) em português, Disco Compacto. Capacidade 703 MB / 80 Minutos. Foi inventado em 1979, e comercializado a partir de 1982. É ainda um dos mais populares meios de armazenamento de dados digitais, principalmente de música comercializada e software de computador, caso em que o CD recebe o nome de CD-ROM. A tecnologia utilizada nos CDs é semelhante à dos DVDs. 23/01/2010 11
  • 12. DVD (abreviação de Digital Video Disc ou Digital Versatile Disc, em português, Disco Digital de Vídeo ou Disco Digital Versátil). Contém informações digitais, tendo uma maior capacidade de armazenamento que o CD, devido a uma tecnologia óptica superior, além de padrões melhorados de compressão de dados. O DVD foi criado no ano de 1995. O mais comum tem uma capacidade de 4.7 GB. 23/01/2010 12
  • 13. Como a Informação é Representada BIT Os computadores trabalham com as informações em forma de códigos, os quais são constituídos de apenas dois elementos que denominam-se CÓDIGOS BINÁRIOS e podem ser representados, utilizando-se os dígitos 0 e 1. Cada um desses dígitos é chamado BIT (Binary Digit), dígito binário e representa a menor unidade de informação do computador. BYTE Os microcomputadores geralmente operam com grupos de bits. Um grupo de oito bits é denominado BYTE. Este pode ser usado na representação de caracteres como uma letra (A-Z), um número (0-9) ou outro símbolo qualquer (#, %, *, ?, @), entre outros. Podemos medir a capacidade que um microcomputador tem para armazenar informações. Para efetuarmos essa medida é usado o BYTE como padrão e os seus múltiplos: 8 Bits = 1 BYTE (1 caractere ) 1 Kilobyte (KB) = 1024 BYTES ( milhares) 1 Megabyte (MB) = 1024 KB ( milhões ) 1 Gigabyte (GB) = 1024 MB ( bilhões ) 23/01/2010 1 Terabyte (TB) = 1024 GB ( trilhões ) 13
  • 14. Periféricos Os periféricos ou Dispositivos são todos os componentes que permitem que os usuários possam interagir com o computador e também possa se comunicar com o exterior. Podemos classificá- los como: •Dispositivos de entrada - Para fornecer dados ao computador. •Dispositivos de saída - Para obter dados do computador. Dispositivos de entrada e saída - Para fornecer e obter dados. 23/01/2010 14
  • 15. As Fases do Processamento são: Entrada de Dados (Informações iniciais) Processamento (Instruções) Saída de Dados (Resultados) Vamos supor que você solicitou ao computador somar 2 + 2. Os dados entram no computador através do teclado, a Unidade Central de Processamento ( CPU ), os processa e envia o resultado para o vídeo. 23/01/2010 15
  • 16. BIOS  O BIOS é um pequeno programa armazenado em um chip de memória ROM da placa de CPU. Ele é responsável por “acordar” o computador.  Quando o computador é ligado o BIOS começa suas atividades, contar e verificar a memória RAM, inicializar dispositivos, sendo isso o processo de boot.  Boot é a operação de passagem do sistema operacional do disco para a memória RAM. 23/01/2010 16
  • 17. CHIPSET  São os circuitos de apoio ao computador que gerenciam praticamente todo o funcionamento da placa-mãe. 23/01/2010 17
  • 18. Softwares São os programas ou instruções lógicas relacionadas ao computador. 23/01/2010 18
  • 19. Peoplewares São os usuários ou pessoas que utilizam o computador, que dá as ordens para ele. 23/01/2010 19
  • 20. Sistema Operacional Sistema Operacional é o programa que gerencia o computador inteiro, desde que é ligado até ser desligado. Os programas e aplicativos que rodam "sobre" o sistema operacional são gravados em um disco chamado HD. Exemplos de Sistemas Operacionais mais conhecidos: Linux, Windows, Mac. 23/01/2010 20
  • 21. SISTEMA OPERACIONAL LINUX Dentre os softwares livres, apresentaremos o LINUX, que é um sistema operacional gratuito, isento da necessidade de aquisição de registro. O LINUX EDUCACIONAL é projetado especialmente para ambientes educacionais. 23/01/2010 21
  • 22. O Ministério da Educação e Cultura - MEC, criou o Linux Educacional - KDE que é um projeto com base no sistema Operacional Muriqui Linux. O Linux Educacional é uma ferramenta elaborada em prol da educação pública brasileira. 23/01/2010 22
  • 23. SOFTWARE LIVRE Uma das alternativas criadas para combater a pirataria foi a elaboração de programas chamados de Softwares Livres. Estes estão disponíveis gratuitamente na internet. Software livre, segundo a definição criada pela Fundação do Software Livre é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem nenhuma restrição. 23/01/2010 23
  • 24. 23/01/2010 24
  • 25. Ligando o Computador Para ligar o computador, antes de tudo verifique se o estabilizador está ligado na tomada . Feito isto:  1) ligue o estabilizador;  2) Pressione o botão Power ( botão maior ) que fica no gabinete do micro;  3) Ligue o monitor, pressionando o botão próprio;  4) Vamos fazer o login ? Para podermos utilizar o computador do seu laboratório, precisamos entrar com um login. Entramos (digitando) o nome do usuário e a senha. Após digitar, demorará algum tempo para que o Sistema Operacional seja carregado para a máquina. 23/01/2010 25
  • 26. 23/01/2010 26
  • 27. O KDE é um ambiente gráfico (isso inclui um gerenciador de janelas) e uma plataforma de desenvolvimento livre e de código aberto. A maior característica desse ambiente de trabalho é o conjunto de programas e aplicativos do sistema operacional. Vamos conhecer alguns componentes do KDE: •Área de trabalho; •Ícones; •Barra de tarefas; •Relógio... 23/01/2010 27
  • 28. MOUSE Tipos: com esfera, ópticos e à laser Botão de Rolagem ( scroll ) Botão Esquerdo Botão Direito 23/01/2010 28
  • 29. Abrir o Botão Iniciar com o Mouse Você leva a Seta do Mouse para cima do Botão Iniciar e clica com o Botão Esquerdo do Mouse. Ao abrir o Menu Iniciar, você vai levando o mouse e só clica novamente no Arquivo, Aplicativo ou Programa que quer abrir. Observação: 1. Botão Esquerdo: pressionado pelo dedo indicador; 2. Botão Direito: pressionado pelo dedo anular; 3. Botão de Rolagem ( scroll )( depende do tipo do mouse ): girado pelo dedo médio. 23/01/2010 29
  • 30. Teclado A ilustração seguinte mostra a disposição destas teclas num teclado típico. A disposição do seu teclado pode ser diferente. 23/01/2010 30
  • 31. Abrir o Botão Iniciar com o Teclado 1. CTRL+ ESC ( Segura no CTRL e dá um toque em ESC ); 2. ALT + I (Segura no ALT e dá um toque em I, se o botão iniciar estiver ativo ); 3. Aperte a Barra de Espaço ( com o botão iniciar ativo ); 4. Aperte a Tecla Enter ( com o botão iniciar ativo ). Observações: 1. as teclas ESC e ALT retira o Menu Iniciar, ficando apenas o Botão Iniciar; 2. Com as Setas de Navegação você se desloca no Menu Iniciar, ao encontrar o aplicativo ou programa que deseja, é só apertar Enter para abri-lo. 23/01/2010 31
  • 32. Desligando o Computador Depois de ter terminado o seu trabalho, siga os seguintes procedimentos para desligar o computador:  1) Para fechar o Linux Educacional, clique no botão Iniciar, da barra de tarefas, escolha a opção Sair ou Fechar sessão;  2) Aparecerá as opções para você clicar;  3) É só clicar em Desligar o Computador; Os computadores atuais, após clicar em Desligar o Computador, o Botão POWER que fica no Gabinete automaticamente será desligado pelo sistema. Você não precisa apertar esse botão para desligar. Resta-lhe então somente 2 passos:  1) desligar o monitor;  2) desligar o estabilizador. 23/01/2010 32
  • 33. Foram abordados os seguintes tópicos:  Conceitos e Componentes básicos de um computador;  Como a informação é representada. As fases de processamento;  Principais tipos de Sistema Operacionais;  Ligando o computador;  Área do Linux Educacional;  Mouse - Tipos - Botões – Abrir o Botão Iniciar;  Teclado - Grupos de Teclas – Abrir o Botão Iniciar;  Desligando o computador. 23/01/2010 33
  • 34. Referências:  Apresentacao_de_slides_uab_ufpb LINUX EDUCACIONAL: Instrutor(a) Curso Linux Educacional Pólo UAB/UFPB: Nilcéa Lima UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA – UFSC CURSO DE BIBLIOTECONOMIA - Ministrado por : Andrenizia Aquino Eluan  ALMEIDA, Marcus. Fundamentos de Informática. Rio de Janeiro: Brasport, 2002.  FEDELI, Ricardo Daniel; POLLONI, Enrico G. F.; PERES, Fernando E. Introdução à Ciência da Computação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.  FREIRE, Fernanda Maria Pereira, PRADO, Maria Elisabette Brisola Brito. O computador em sala de aula: articulando saberes. Campinas: Unicamp/Nied, 2000.  NORTON, Peter. Introdução à informática. São Paulo: Makron Books, 1997.  ROBREDO, Jaime. Documentação de hoje e de amanhã: uma abordagem revisitada e contemporânea da ciência da informação e de suas aplicações biblioteconômicas, documentárias, arquivísticas e museológicas. 4ed. revista e ampliada. Brasília, DF: Edição de autor, 2005. 409 p.  Apostilha Windows  Internet: Algumas Imagens 23/01/2010 34 Form.: Auxiliadora

×