Your SlideShare is downloading. ×
Linhas de fomento para empresas inovadoras 2014
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Linhas de fomento para empresas inovadoras 2014

546
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
546
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Linhas de Fomento para Empresas Inovadoras
  • 2. PROGRAMA PIPE FAPESP Objetivos Apoiar a pesquisa em ciência e tecnologia como instrumento para promover a inovação tecnológica; possibilitar que micro ou pequenas empresas se associem a pesquisadores do ambiente acadêmico em projetos de pesquisa visando à inovação tecnológica.
  • 3. PIPE FAPESP Características do Programa • PIPE I: Análise de Viabilidade Técnico - Científica; • PIPE II: Desenvolvimento da Proposta de Pesquisa; • PIPE III: Aplicação dos resultados visando a comercialização do produto.
  • 4. PIPE FAPESP PIPE I • Prazo: 9(nove) meses; • Valor do financiamento: R$ 200.000,00; • Desenvolver internamente 2/3 das atividades;  
  • 5. PIPE FAPESP PIPE II • Prazo: 24 (vinte e quatro) meses; • Valor do financiamento: R$ 1.000.000,00; • Desenvolver internamente 50% das atividades; • PIPE II direto: justificar a não necessidade do PIPE I.
  • 6. PIPE FAPESP Requisitos • Entrega:03/02, 28/04, 21/07,13/10 (2014); • Prazo para análise: 120 dias; • Pesquisador: vínculo empregatício ou associação formal com a empresa (40 horas/semana); • Requisitos da micro ou pequena empresa: até 250 empregados, sede no ESP, constituída após aprovação, condições adequadas, capacidade de mobilizar recursos.
  • 7. PIPE FAPESP Itens Financiáveis • Material de Consumo; • Material Permanente – máquinas e equipamentos (propriedade FAPESP, cedidos com Termo de Cessão de Uso); • Serviços de Terceiros (especializados); • Despesas de Transporte e Diárias; • Participação em Reuniões Científicas; • Bolsas de Pesquisa: ao Pesquisador Responsável e bolsas de Capacitação Técnica (TT).
  • 8. PIPE FAPESP Proposta – PIPE I • Formulário de Inscrição e Cadastro do Pesquisador Responsável; • Projeto de Pesquisa; • Súmulas Curriculares (pesquisador e equipe); • Trabalhos de Pesquisa; • Planilhas de Orçamento; • Resumo do Projeto e da equipe; • Cronograma Físico – Financeiro; • Bolsas de Treinamento Técnico; • Contrato Social e Balanço Patrimonial; • Acordo de Propriedade Intelectual.
  • 9. PIPE FAPESP Proposta PIPE II – Direta • Itens PIPE I; • Justificar o apoio direto da FAPESP para o PIPE II; • Plano de Comercialização (Plano de Negócios). Proposta PIPE II – Pós PIPE I • Itens FASE I; • Relatório Técnico da FASE I; • Plano de Comercialização (Plano de Negócios).
  • 10. PIPE FAPESP Critério de análise (avaliação por pares) • Projeto de pesquisa: objetivos bem definidos, e compatíveis com o prazo proposto; metodologia bem descrita e adequada aos objetivos; inovação tecnológica com impacto comercial e social; • Pesquisador e equipe: experiência e competência suficientes para a viabilidade do projeto; • Orçamento justificado.
  • 11. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq Objetivo Apoio financeiro a projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação no País, por meio da inserção de mestres ou doutores, em empresas privadas, de micro, pequeno, médio e grande porte.
  • 12. Áreas Estratégicas Tecnologias de Informação e Comunicação; Nanotecnologia; Biotecnologia; Defesa; Energia Nuclear; Saúde; Automotivo; Bens de Capital; Naval; Têxtil e Confecções; Couro, Calçados e Artefatos; Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos; Madeira e Móveis; Plásticos; Biodiesel; Agroindústria; Construção Civil; Serviços; Bioetanol; Petróleo, Gás e Petroquímica; Aeronáutico; Mineração; Siderurgia; Celulose e Carnes. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq
  • 13. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq Características • Três rodadas: 20.12.13, 02.05.14, 03.10.14; • Projetos Iniciais: 24 meses– R$ 150 000,00; • Projetos em andamento:36 m–R$ 400 000,00; • Itens Financiáveis: Bolsas; • Parcerias: setores públicos, privados (não obrigatório); • Contrapartida (mínimo de 20%): recursos financeiros e não financeiros (salários, bens e serviços).
  • 14. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq • Bolsas SET para mestre ou doutor (obrigatória); • Bolsas DTI para todos os níveis; • Duração das bolsas: 24 / 36 meses; • Somente o perfil do bolsista; • Currículos da equipe (não bolsistas) do projeto cadastrados e atualizados na Plataforma Lattes do CNPq. Bolsas
  • 15. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq Proponente • O proponente será obrigatoriamente o coordenador do projeto e deverá ter vínculo formal com a empresa (CV lattes – atuação profissional); • O coordenador técnico (sócio ou funcionário); • O coordenador do projeto e técnico podem ser a mesma pessoa; não recebem bolsa; • Demonstrar condições materiais para execução do projeto com recursos próprios de contrapartida ou recursos captados de outras fontes de financiamento.
  • 16. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq Detalhamento do Projeto • Dados gerais do projeto e da empresa; • Setor predominante do projeto; • Informações da empresa: histórico, infra- estrutura, produtos desenvolvidos; • Descrição do Projeto: objetivos, relevância, metodologia, cronograma, gestão do projeto, viabilidade técnica e mercadológica, patente, equipe executora, recursos de contrapartida, bolsas solicitadas. • Requisitos legais; • Perspectivas.
  • 17. RHAE – Pesquisador na Empresa/CNPq Critério de análise • Clareza, objetividade, relevância para as áreas contempladas; • Grau de inovação e impacto tecnológico; • Perfil da equipe e das bolsas solicitadas; • Parcerias com outras instituições; • Viabilidade técnica, mercadológica e econômica.
  • 18. INVESTIMENTOS PÚBLICOS Investimento não reembolsável • www.fapesp.br (PIPE) • www.cnpq.br (Pesquisador na Empresa) • www.finep.gov.br (Subvenção Econômica) • www.bndes.gov.br (Funtec) Financiamento com juros “baixos” . www.desenvolvimento.sp.gov.br/cti/funcet • www.finep.gov.br • http://www.bndes.gov.br........./Inovacao/
  • 19. OBRIGADO ! Isac Wajc wajc@rederesiduo.com.br C + 55 11 99729.0909 Skype i04w48