Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Modelo de Auto-avaliação da BE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Modelo de Auto-avaliação da BE

  • 835 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
835
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares Problemáticas e conceitos implicados
  • 2. “Measuring success is not an end in itself; it is a tool for improvement” Scott, Elspeth (2002). How good is your school library resource centre? An introduction to performance measurement. 68th IFLA Council and General Conference August 18-24, 2002
  • 3. Metodologia do Modelo de Auto-avaliação das BE Metodologia
  • 4. A - Apoio ao C. Projectos, Parcerias e Desenvolvimento Curricular Actividades Livres e de • Articulação Curricular da BE com as Abertura à Comunidade Estruturas de Coordenação Educativa e • Apoio a actividades livres, Supervisão Pedagógica e os Docentes extra-curriculares e de • Promoção das Literacias da enriquecimento curricular Selecção do Domínio Informação, Tecnológica e Digital • Projectos e parcerias D. Gestão da Biblioteca Escolar B. Leitura e Literacia • Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE • Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços • Gestão da colecção/da informação
  • 5. Cada domínio compreende: Indicadores Recolha de Temáticos Evidências Factores Críticos Perfis de de Sucesso Desempenho
  • 6. Recolha de Evidências - Instrumentos de recolha de dados (exemplos) Recolha de Evidências
  • 7. Recolha de Evidências - Instrumentos de recolha de dados (exemplos) Recolha de Evidências
  • 8. Recolha de Evidências - Instrumentos de recolha de dados (exemplos) Recolha de Evidências
  • 9. Recolha de Evidências – amostras mínimas para aplicação dos questionários Recolha de Evidências 20% do 10% do nº total n.º total de de alunos docentes (representativos da (representativos da diversidade dos diversidade de alunos da escola) docentes da escola) 10% dos pais/encarregados de educação (só EB)
  • 10. O Relatório de Auto-avaliação deve: - deve ser o resultado de uma - proporcionar uma visão análise colectiva e de reflexão holística do funcionamento no agrupamento: da BE; - assumir-se como instru- - descrever os resultados da Relatório de Auto-avaliação mento de sistematização e auto-avaliação; de difusão de resultados (a - identificar os pontos fortes e ser apresentado junto dos pontos fracos do funcionamento órgãos de gestão e de decisão da BE; pedagógica); - originar a implementação de - originar uma súmula a in- corporar no relatório de medidas adequadas aos resul- auto-avaliação da escola; tados obtidos; - orientar o professor biblio- - delinear o conjunto de acções a tecário na entrevista a rea- ter em conta no planeamento de lizar pela Inspecção-Geral actuações futuras a desenvolver; de Educação.
  • 11. Perfis de Desempenho Nível 4 - A BE é muito forte neste domínio. O trabalho desenvolvido é de grande Perfis de Desempenho qualidade e com um impacto muito positivo. Nível 3 - A BE é muito forte neste domínio, mas ainda é possível melhorar alguns aspectos. Nível 2 - A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio, sendo necessário melhorar o seu desempenho para que o impacto seja mais efectivo. Nível 1 - A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste domínio, o seu impacto é bastante reduzido, sendo necessário intervir com urgência.
  • 12. O relatório encon- • Resumo que forneça uma visão global tra-se estruturado (quadro síntese dos em três secções: resultados obtidos e das Secção acções a implementar). C Relatório de Auto-avaliação Secção B • Perfil de desempenho da BE nos domínios que fo- ram objecto de avaliação Secção nesse ano lectivo. A • Apresentação da avalia- ção do domínio que foi objecto de avaliação no ano lectivo em causa.
  • 13. Exem- plo: Secção A
  • 14. (cont.) Secção A
  • 15. Secção B
  • 16. Secção C
  • 17. Síntese - Aplicação do Modelo de Auto-avaliação da BE (Modelo de Auto-avaliação da Biblioteca Escolar, p. 75) • Seleccionar o domínio Planear a Avaliação • Verificar aspectos implicados • Identificar as evidências mais relevantes para o Recolher Evidências domínio a avaliar • Organizar e produzir instrumentos • Fazer apreciações e retirar ilações Analisar os Dados • Confrontar os dados com os factores críticos de sucesso e os perfis de desempenho Elaborar o Relatório • Preencher o Modelo de Relatório Final e comunicar • Comunicar os resultados ao Agrupamento e a outros interlocutores (Incluir resumo de resultados no Relatório de Auto- resultados avaliação da Escola) Preparar e • Identificar objectivos e metas a atingir • Planificar e implementar as acções para a melhoria implementar um • Monitorizar o processo de implementação das Plano de Acção acções para a melhoria
  • 18. Bibliografia consultada Rede de Bibliotecas Escolares. Modelo de Auto- Avaliação da Biblioteca Escolar (2009) Texto da sessão, disponibilizado na plataforma SCOTT,Elspeth(2002)“Howgoodisyourschoollibraryresource centre?Anintroductiontoperformancemeasurement”.68thIFLA CouncilandGeneralConferenceAugust <http://www.ifla.org/IV/ifla68/papers/028-097e.pdf> [14/10/2009] MCNICOL,Sarah(2004)Incorporatinglibraryprovisioninschoolself- evaluation.EducationalReview,56(3),287-296.(Disponívelna plataforma) JOHNSON,Doug(2005)“GettingtheMostfromYourSchool LibraryMediaProgram”, Principal.Jan/Feb2005<http://www.doug- johnson.com/dougwri/getting-the-most-from-your-school-library- media-program-1.html>[14/10/2009] (clicar 2 vezes para abrir) Aurora de Jesus Pereira Monteiro Novembro 2009