• Like
Terramoto No Paquistao E Na India
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • GENERIC MESSAGE

    Congratulations for your work ! Thank you for sharing....

    For information, your presentation has been referenced in some of my 34 groups...

    PS : Feel free to visit my 34 groups and you join us. (If not already). I'm sure some will grab your interest... You're welcome. If you wish, you can view a list of all our groups here: http://www.slideshare.net/Bern7/list-of-all-our-groups-slideshare
    Are you sure you want to
    Your message goes here
  • - GREAT CAUSES and JUST CAUSES - http://www.slideshare.net/group/great-causes-and-just-causes
    - FOR A BETTER WORLD - http://www.slideshare.net/group/for-a-better-world
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
812
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
4
Comments
2
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Terramoto no Paquistão e na índia 8/10/2005
  • 2. Acontecimento
    • No dia 8 de Outubro de 2005, às 8:50h da manhã (hora local), um sismo de magnitude de 7.6 (escala de Richter) atingiu o norte da Índia, Paquistão e Afeganistão.
    • As regiões mais afectadas foram a Província da fronteira Norte/Oeste, no Paquistão e a Caxemira, que é administrada pelo Paquistão e pela Índia. A zona mais afectada nessas regiões foi a do alto das montanhas.
  • 3.
    • O epicentro ocorreu a cerca de 19 km a nordeste da cidade de Muzaffarabad (Paquistão) e a 100 km a nor-nordeste da capital Islamabad (Paquistão). O hipocentro localizou-se a uma profundidade de 26 km.
    • Nesse mesmo dia registou-se 147 réplicas, uma delas tendo atingido o valor de 6.2 ( escala de Richter).
    • Essa actividade sísmica deveu-se à colisão das placas Euro-asiática e Índica.
  • 4. Fig1. Zona afectada pelo sismo.
  • 5. Fig2. Epicentro
  • 6. Deslocação da população
    • Muitas pessoas fugiram das regiões montanhosas para as cidades mais próximas.
    • O Paquistão e a Índia montaram acampamentos de ajuda na linha de controle que separa estes dois países na Caxemira. Esses acampamentos foram abertos depois do Paquistão e da Índia concordarem em abrir a linha de controle para ajudar as vítimas. As organizações de ajuda podiam cruzar a fronteira e as famílias podiam atravessá-la a pé. Os veículos não podiam cruzar a fronteira.
  • 7. O impacto demográfico nos países afectados
    • O sismo causou mais de 87 mil mortos, cerca de 138 mil feridos e mais de 3 milhões e meio de desalojados.
    • Cerca de 19 mil crianças morreram, na sua maioria devido ao desabamento de edifícios escolares e quase 20 mil terão ficado com deficiências físicas devido aos ferimentos ou às amputações.
  • 8.
    • Devido ao mês de Outubro ser o mês do Ramadão e por isso a maioria das pessoas se encontrarem em casa a descansar, depois da refeição tomada de madrugada, e da área afectada ter uma grande densidade populacional, contribuíram muito para o elevado número de vítimas.
    • As vítimas do terramoto foram principalmente mulheres, crianças e jovens, porque muitos homens encontravam-se a trabalhar noutras regiões.
  • 9.
    • O sismo afectou mais de 500 mil famílias.
    • O número elevado de mortes teve um impacto demográfico negativo nos países que foram atingidos pelo terramoto, principalmente nas regiões mais afectadas.
    • O número de mortes fez com que aumentasse a taxa de mortalidade e diminuísse a população absoluta e a densidade populacional.
  • 10. Fig.3 Salvamento
  • 11. Fig.4 Ajuda médica no Paquistão
  • 12. Fig.5 Sobreviventes em Muzzaffarabad
  • 13. Fig.6 Equipas de resgate
  • 14. Fig.7 Pai carrega o filho depois de o ter salvo
  • 15. O impacto económico nos países afectados
    • As regiões atingidas pelo sismo foram muito afectadas.
    • Várias aldeias e vilas foram destruídas e algumas cidades ficaram quase totalmente destruídas.
    • Pensa-se que mais de 780 mil edifícios tenham sido destruídos e um número superior se tenha tornado inabitável por um grande período de tempo. Muitos desses edifícios eram escolas e hospitais.
  • 16.
    • Muitas estradas e auto-estradas foram cortadas devido a movimentos de terras e queda de pontes.
    • Houve falta de electricidade, água e telecomunicações durante semanas, em algumas localidades.
    • Milhões de pessoas ficaram desalojadas.
    • Cerca de 250 mil cabeças de gado morreram, devido à destruição de estruturas agrícolas e mais de 500 mil ficaram sem abrigo.
  • 17.
    • O governo Paquistanês pediu ajuda internacional urgente, porque o seu país não tinha condições humanas, técnicas e económicas para resgatar e dar assistência às vítimas do terramoto.
    • Pediu também à ONU que coordenasse a ajuda internacional.
    • Vários países do mundo ofereceram ajuda enviando o que tinha sido pedido pelo Paquistão, como: equipas de resgate e médica, alimentos, água, dinheiro, helicópteros, medicamentos, etc.
  • 18.
    • O grau de destruição teve um impacto económico negativo para os países afectados, principalmente para o Paquistão, que foi o país mais atingido pelo sismo.
    • O custo da reconstrução do país foi calculado em cerca de US$ 12 biliões, uma quantia muito elevada, que causa graves problemas económicos ao país afectado, principalmente quando é um país subdesenvolvido, como é o caso do Paquistão.
  • 19. Fig.8 Desabamento de prédios
  • 20. Fig.9 Cidade de Balakof foi quase totalmente destruída
  • 21. Slogan
    • Ajude as vítimas do terramoto, um pouco de si é muito para quem não tem nada.
  • 22.
    • Nomes
    • Bernardo Carvalho nº4
    • Tomás Graça nº23 8ºA