Your SlideShare is downloading. ×
Nota da EditoraA sexta edição de Cartas paraMadame Austen já chegou!Espero que gostem!Madame AustenMAIO/2013 EDIÇÃO 06Cart...
A sexta edição traz as respostas de trêspersonagens bem diferentes entre si: AnneElliot, Kitty Bennet e Jane Benent!Creio ...
Querida Madame Austen,Sou divorciada e tenho 38 anos. Desde que meseparei (com 30 anos) só tive um namorado epor 4 meses. ...
Querida Cath,F r a n c a m e n t eapenas um namorado! Ouso dizer que vocêestá um pouco “encalhada”!Tenho pouquíssima exper...
Madame Austen, estou apaixonada pelo meuirmão de intercâmbio. Ele não vive na minharesidência, mas sempre atencioso aparec...
Querida Madame Austen,Fico feliz em poder me abrir com você sobre asquestões do meu pobre coração. Na últimaprimavera, ini...
Cartas Para Madame AustenEspaço para tirar suas dúvidas, lamentações e Diversão!A coluna semanal “Cartas para Madame Auste...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cartas para madame austen edição 06 maio de 2013

455

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
455
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Cartas para madame austen edição 06 maio de 2013"

  1. 1. Nota da EditoraA sexta edição de Cartas paraMadame Austen já chegou!Espero que gostem!Madame AustenMAIO/2013 EDIÇÃO 06Cartas Para Madame AustenCartas Para Madame AustenCartas Para Madame AustenCartas Para Madame Austenwww.janeaustenbrasil.com.brHá sempre algo a dizer para consolar uma donzela desesperadaou uma senhora de respeito!
  2. 2. A sexta edição traz as respostas de trêspersonagens bem diferentes entre si: AnneElliot, Kitty Bennet e Jane Benent!Creio que podemos dizer que conhecemosmelhor a personalidade de Anne e Jane,porém, Kitty veio com tudo nessa edição!Suas respostas espantaram pessoas queaté convivem muito com a Kitty, como Janee Elizabeth Bennet. Nem posso dizer oquanto fiquei preocupada dessa menina irno mesmo caminho que Lydia. Agora sóposso rezar para que essa menina veja osbons exemplos de conduta que tem em suafamília e não estragar seu future com de-cisões tolas.Até a próxima!Madame AustenEDITORIAL
  3. 3. Querida Madame Austen,Sou divorciada e tenho 38 anos. Desde que meseparei (com 30 anos) só tive um namorado epor 4 meses. Não sou feia, não sou gorda, nãosou pobre. Tenho trabalho, casa própria e carro.Acho um absurdo na minha idade dividir contaou ter que pegar o cara em casa. Salvo aconteçaalgo, também não sou radical a esse ponto...e o que está acontecendo? Eu me recuso a""ficar"" com qualquer um só para não ficarsozinha. Sou exigente demais ou os cavalheirosrealmente sumiram?Grande beijo, Catherine Susan Morland***Prezada Catherine, sua pergunta requer umaboa dose de responsabilidade para respondê-la.Porém, resolvi deixar a respostas nas mãos deduas personagens bastantes diferentes entre si!Achei melhor não ser tendenciosa, portanto,coloquei dois extremos, assim a balança nãopesa para um dos lados e a nossa resposta ficatendenciosa demais.Abraço, Madame AustenPrezada Catherine Susan,Realmente os cavalheiros de antigamente sãopreciosidades nos dias de hoje! Quem os tem,não abrem mão tão facilmente, e os que sobramnão se comparam!Mas nos dias de hoje, com essa coisa deigualdade entre os sexos, essa coisa de dividirconta ,dar carona, dividir tarefas domésticas,setornou algo muito comum, você não acha?Tudo bem que existe aqueles “espertos” comatitudes nada cavalheirescas, que resolvem seaproveitar da situação, e abusar da boa vontadede nobres damas, realmente se for esse o casoantes só do que mal acompanhada!Agora acho também que pode ser possívelencontrar um cavalheiro legal, e quando issoacontecer, você perceberá que esse negócio dequem pegou quem em casa ou se todas asvezes vocês dividiram a conta, não importa, poisno fundo você saberá que ele é o “cara” e oresto é o resto! Outro detalhe, pare com essamania de “na minha idade”, 38 é apenas umnúmero, ele não diz quem você é, nunca é tardepara nada!“A idade não nos protege contra o amor. Mas oamor, até certo ponto, protege-nos contra aidade.”(Jeanne Moreau)Assinado,Anne Elliot (nunca é tarde para ser encontrar oamor)... Continua na próxima página...EM DÚVIDASOBRE O FUTURO
  4. 4. Querida Cath,F r a n c a m e n t eapenas um namorado! Ouso dizer que vocêestá um pouco “encalhada”!Tenho pouquíssima experiência, mas possoafirmar com certeza que você está procurandopor esses “ cavalheiros” nos lugares errados,essa coisa de “bancar” não tá com nada, quemdirá buscar em casa!Você tem que arrumar um que faça isso porvocê, não o contrário!Acho que você tem que mudar os lugares quefrequenta, mude os ares, viaje para lugares quevocê saiba que tenha pessoas interessantes,pesquise sobre cavalheiros em potencial, quepossam se tornar bons pretendentes, aí sim,com posse de boas informações, invista, usetodo seu poder de sedução!Vá atrás querida, mas atrás de coisas boas quevão te trazer algum benefício, não só no planoamoroso, mas também que lhe garanta um bomfuturo!A minha irmã Lydia mesmo,foi atrás dos oficiaise acabou se casando com um! Queria ter tido amesma sorte, masmeu pai não deixou que eu fosse com ela...E cá entre nós, as minhas duas irmãs mais velhasJane e Lizzie, convenhamos, também se derammuito bem mesmo, juntaram o útil ao agradável,não achas?Então pare de ficar se lamentando, e enquantonão encontra o homem certo, vá se divertindocom os errados mesmo, mas sem bancar a boba,ok?Assinado,Kitty Bennet (pareço santinha, mas sou doidapara ser como a Lydia)… CONTINUAÇÃO
  5. 5. Madame Austen, estou apaixonada pelo meuirmão de intercâmbio. Ele não vive na minharesidência, mas sempre atencioso aparece todosos dias para me ajudar a me adaptar emLondres, onde agora vivo.Meus pais são doces e minhas irmãs são muitoanimadas e trabalhadoras, e sempre antenadasperceberam que me derreto quando ele está porperto. Elas dizem que ele gosta de mim, peloque demonstra.Eu não sei, e receio pelos meuspais. Não sei se aprovariam, apesar degostarem muito de mim. O que faço?Eve Elizabeth Grant***Estimada Eve,Fala sério?! Querida isso não é incesto nenhummeu bem, se você tá afim, resta saber se elerealmente está interessado, se tiver caí dentro, jáimaginou você já junta o útil ao agradável, arrumaum Lord inglês e ainda garante um vistopermanente no país!Enquanto aos pais, pense que eles irão virar seussogros, aí a coisa muda já muda de figura! Nãotem amor que resista, depois que você passa ater alguma coisa com o filho deles!Então se você está interessada, vá a luta, sabe selá quando terá uma oportunidade dessasnovamente! Aproveite as chances que a vida lhedá, viva o hoje, sem medo de ser feliz!Se joga!!!Assinado,Kitty Bennet (Como diz uma música de sucessoai do século XX de um tal de Rick Martin: livin lavida loca)FUI PARA O INTERCÂMBIO E ME APAIXONEI
  6. 6. Querida Madame Austen,Fico feliz em poder me abrir com você sobre asquestões do meu pobre coração. Na últimaprimavera, iniciei uma forte amizade com umrapaz, um cavalheiro alto, educado e de ótimaaparência, Mr. Tristan Smith. Nossa amizadefluiu muito facilmente, havia sempre tantascoisas em comum, amor a música, a arte, aliteratura. Mesmo tímida como sou, ele sempreme faz sentir muito a vontade. Nas últimassemanas, tive a impressão de que sua opiniãosobre mim mudou, ele me elogia, me mandaflores, recita poemas, mas não tomou nenhumainiciativa ainda para algo mais sério. Será queele deseja algo mais sério mesmo? Como eupoderia ajudá-lo a se sentir mais confortávelpara poder se declarar? Ajude-me MadameAusten, diversas dúvidas estão em minha mentee não acho solução para elas.Sua amiga, Jane Forster***Caríssima Jane,É uma situaçãodeveras complicada a sua, me vejo um pouconela, pois como você sou também muito timída,então é muito difícil para nós, conseguirdemonstrar tais sentimentos e até nos fazerentender! Mas ouça a voz da experiência: criecoragem e demonstre seu interesse por ele, digacomo aprecia sua companhia, como se sente avontade quando está com ele, que não se senteassim com nenhum outro rapaz, que quando eleestá longe, você sente saudades, enfim, mostrecomo ele se tornou importante para você.Se realmente ele quiser algo mais além de suaamizade, que é o que aparenta, acho que eleconseguirá perceber que você está aberta a umpróximo passo nesse relacionamento!Agora se nem assim ele se declarar abertamente,minha amiga, nos dias de hoje, quem quer fazacontecer! Crie situações que vocês possam ficarsozinhos e criar um “clima” , como um belopiquenique num lugar afastado, um jantar numlugar romântico, mande você mensagenscarinhosas e insperadas para ele!Boa sorte nessa sua empreitada de conquistar umcavalheiro um pouco lento, espero que tenhasucesso na sua jornada, e se possível me escrevacontando qual foi o desfeicho dessa história !Assinado,Jane Bennet (não espere demais)SERÁ QUE É AMOR?
  7. 7. Cartas Para Madame AustenEspaço para tirar suas dúvidas, lamentações e Diversão!A coluna semanal “Cartas para Madame Austen” tem o prazer de ler suasdúvidas e responder com o maior carinho possível! Sejam todos bem vindos!Por trás de toda essa brincadeira estão: Lady Sophie e Lady Emily.Envie suas perguntas paraMadame AustenVisite o blog e veja como participar:WWW.JANEAUSTENBRASILCOM.BRou envie um e-mail para:adriana@jasbra.com.brEste obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil..

×