20110823 assesproi seminariocapitalhumano

383
-1

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
383
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

20110823 assesproi seminariocapitalhumano

  1. 1. I Seminário Assespro sobre Capital Humano em TICs Conteúdo e Conclusões 23 de agosto de 2011 Auditório da CNI Brasília - DF
  2. 2. Agenda <ul><li>Sobre a Assespro </li></ul><ul><li>Contextualização </li></ul><ul><li>Metodologia do Seminário </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul><ul><li>Encaminhamentos </li></ul>
  3. 3. A Assespro
  4. 4. A Assespro Nacional <ul><li>Fundada em 1976 </li></ul><ul><ul><li>A mais antiga do setor de TI no Brasil </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Entre as mais antigas do mundo </li></ul></ul></ul><ul><li>Mais de 1400 empresas associadas voluntariamente </li></ul><ul><ul><li>15 Regionais Estaduais </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>AL, BA, CE, DF, ES, MG, PB, PE, PR, RJ, RN, RS, SC, SE e SP </li></ul></ul></ul><ul><li>Filiada na ALETI </li></ul><ul><ul><li>Federação Ibero-Americana </li></ul></ul><ul><li>Filiada na WITSA </li></ul><ul><ul><li>Federação global </li></ul></ul><ul><li>Nenhum outro setor da economia se organiza desta forma a nível global </li></ul>
  5. 5. Valores <ul><li>Voluntariado </li></ul><ul><ul><li>Liderança é exercida por empresários voluntários </li></ul></ul><ul><li>Democracia </li></ul><ul><ul><li>Associados das regionais elegem lideranças locais </li></ul></ul><ul><ul><li>Lideranças locais elegem a diretoria nacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Votações sempre abertas </li></ul></ul><ul><li>Renovação obrigatória de quadros </li></ul><ul><ul><li>Estatuto determina mandatos de dois anos, com no máximo UMA reeleição </li></ul></ul><ul><li>Ética e governança corporativa </li></ul>
  6. 6. Os papéis da Assespro (I) <ul><li>COM O ASSOCIADO </li></ul><ul><ul><li>Promover e defender interesses coletivos das empresas perante a sociedade brasileira, buscando a inovação tecnológica e o crescimento contínuo e sustentável; </li></ul></ul><ul><ul><li>Manter uma base de conhecimento específica sobre o setor de TI: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>P.ex. sobre melhores práticas, censo dos associados, indicadores, modelo de negócios, etc. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Promover as redes de relacionamento e a cultura de cadeia produtiva como uma forma de induzir novos negócios; </li></ul></ul><ul><ul><li>Gerar diferenciais competitivos para os associados, de forma que maximizem a produtividade e a visibilidade de seus negócios </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>P.ex. com certidões de exclusividade de software, convênios especiais, treinamentos específicos em grupos, programas de certificação, etc. </li></ul></ul></ul>
  7. 7. Os papéis da Assespro (II) <ul><li>NA SOCIEDADE </li></ul><ul><ul><li>Ser protagonista no desenvolvimento tecnológico do país, tornando-o mais eficiente e moderno; </li></ul></ul><ul><ul><li>Incentivar a utilização de tecnologia operadas por empresas locais, que geram emprego, renda e qualidade de vida no país respeitando a livre iniciativa e concorrência; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dar visibilidade das oportunidades e dos benefícios que o setor promove na sociedade de forma transversal nos diferentes setores econômicos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estabelecer alianças com associações e federações de outros setores da economia; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ser a entidade agregadora de todas as representações visando a união e a integração em prol dos interesses comuns do setor. </li></ul></ul><ul><li>NO ESTADO </li></ul><ul><ul><li>Cooperar ativamente nas decisões de políticas públicas na área de TI com vistas ao crescimento da indústria e do mercado nacional; </li></ul></ul><ul><ul><li>Contribuir para a eficiência do Estado no uso de TI, objetivando a melhoria dos serviços aos cidadãos. </li></ul></ul>
  8. 8. Estrutura da Assespro
  9. 9. A Capilaridade da Assespro Cada Regional possui autonomia para constituir sub-sedes da forma mais conveniente em cada Estado Natal Sorocaba São Paulo Rio de Janeiro Florianópolis Porto Alegre Novo Hamburgo Uberlândia Belo Horizonte Viçosa Vitória Brasilia Salvador Aracaju Maceió Recife Belém (em implantação Curitiba Londrina Maringá Cascavel Ponta Grossa Pato Branco Fortaleza Cidades sede de Regionais e/ou núcleos subregionais: Salvador Maceió Aracaju Recife Natal Fortaleza Brasília Belém (em implantação) Porto Alegre Novo Hamburgo Florianópolis Curitiba Maringá Londrina Cascavel Pato Branco Ponta Grossa São Paulo Sorocaba Rio de Janeiro Belo Horizonte Uberlândia Viçosa Vitória
  10. 10. Estrutura Administrativa Diretoria Nacional Presidente VP de Articulação Política VP de Relações Públicas VP de Planejamento e Governança VP de Finanças e Sustentabilidade Conselho Fiscal 3 membros elege elege vigia Conselho de Administração Presidentes das Regionais Bahia Ceará Distrito Federal Espírito Santo Minas Gerais Paraná Alagoas Pernambuco Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul Rio de Janeiro Santa Catarina São Paulo Sergipe 1400+ Empresas se filiam na Regional e elegem diretorias locais
  11. 11. Uma Equipe de peso! <ul><ul><li>14 Diretorias de Regionais com 5 membros voluntários </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Cada uma mantém 2 a 3 funcionários, em média </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Nacional </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diretoria </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conselho Fiscal </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mais 3 funcionários (staff) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Um time composto por 120 profissionais a serviços das empresas associadas e do setor de TI </li></ul></ul>
  12. 12. Contextualização
  13. 13. FONTE: IBGE – Projeção da População do Brasil (2008). O fim do bônus demográfico
  14. 14. Já se reflete no ensino...
  15. 15. Uma Guerra Global
  16. 16. Demandas por Cursos Superiores Catalogados no MEC
  17. 17. Demandas por Cursos Técnicos Catalogados no MEC
  18. 18. Metodologia do Seminário
  19. 19. O Seminário <ul><li>Seminário Presencial </li></ul><ul><ul><li>Desenvolvido na manhã do dia 23 de agosto </li></ul></ul><ul><ul><li>Participação de todas as Regionais, outras entidades do setor e especialistas em RH </li></ul></ul><ul><li>Liderado por </li></ul><ul><ul><li>Paulo Benetti </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Consultor Internacional em criatividade e planejamento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fundador da Assespro (1976) </li></ul></ul></ul><ul><li>Metodologia “Product Platform” </li></ul>
  20. 20. “ Product Platform” Passo-a-Passo <ul><li>Desejo/Objetivo </li></ul><ul><li>Lista de Stakeholders </li></ul><ul><ul><li>inclui características do mercado local e cenário para 2017 </li></ul></ul><ul><li>Problemas: </li></ul><ul><ul><li>Relatar, identificar principais questões, priorizar </li></ul></ul><ul><li>Idéias: </li></ul><ul><ul><li>Soluções propostas </li></ul></ul><ul><li>Melhorar e Convencer </li></ul>
  21. 21. Nosso Desejo <ul><li>Dispor de Capital Humano de boa qualidade e de forma abundante no país </li></ul>
  22. 22. Lista de Stakeholders Considerados <ul><li>Usuários </li></ul><ul><li>Setor Público </li></ul><ul><li>Produtores de Software </li></ul><ul><li>Software sob Encomenda </li></ul><ul><li>Grandes Fabricantes </li></ul><ul><li>Profissionais de TI </li></ul><ul><li>Universidades </li></ul><ul><li>Ensino Complementar </li></ul><ul><li>Consultorias </li></ul><ul><li>Infra-Estrutura </li></ul><ul><li>Estudantes </li></ul><ul><li>Pesquisa & Desenvolvimento </li></ul>
  23. 23. Principais Problemas Identificados <ul><li>Como podemos estabelecer o marco regulatório de TIC? </li></ul><ul><li>Como podemos convencer as forças institucionais que possuem os mesmos interesses? </li></ul><ul><li>Como podemos reduzir a evasão nos cursos de TIC? </li></ul><ul><li>Como podemos reter talentos? </li></ul>
  24. 24. Ideias desenvolvidas para a resolução dos problemas <ul><li>Como podemos estabelecer o marco regulatório de TIC? </li></ul><ul><ul><li>Sensibilizar o poder público sobre a importância do marco regulatório </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação de comitê do setor produtivo para a discussão e elaboração de políticas </li></ul></ul><ul><li>Como podemos convencer as forças institucionais que possuem os mesmos interesses? </li></ul><ul><ul><li>Propor a criação do Forum Nacional do Setor de TIC </li></ul></ul><ul><li>Como podemos reduzir a evasão nos cursos de TIC? </li></ul><ul><ul><li>Elaborar um Plano de Comunicação visando a promoção das carreiras de TIC </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampliar oferta de vagas e de cursos tecnológicos nas escolas e universidades públicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar modalidade de financiamento estudantil com contrapartida das empresas </li></ul></ul><ul><ul><li>Fortalecer a relação Empresa-Academia </li></ul></ul><ul><li>Como podemos reter talentos? </li></ul><ul><ul><li>Promover a excelência na gestão corporativa </li></ul></ul><ul><ul><li>Promover a melhoria da capacitação </li></ul></ul>
  25. 25. Encaminhamentos
  26. 26. Seleção das Iniciativas Em Cooperação com o Governo <ul><li>Apresentação dos trabalhos para membros do Poder Executivo </li></ul><ul><ul><li>MDIC </li></ul></ul><ul><ul><li>MEC </li></ul></ul>
  27. 27. Próximos Passos? <ul><li>Criação de um Grupo de Trabalho </li></ul><ul><ul><li>Poder Executivo </li></ul></ul><ul><ul><li>CCTC&I Câmara dos Deputados </li></ul></ul><ul><ul><li>Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia e Inovação </li></ul></ul><ul><ul><li>Assespro </li></ul></ul><ul><li>Objetivo </li></ul><ul><ul><li>operacionalização das ideias apresentadas </li></ul></ul>
  28. 28. Muito obrigado!! Material preparado pela Vice-Presidência de Relações Públicas da Assespro Nacional SRTVS – Quadra 701 Bloco A – Salas 829/831 70340-907 Brasília (DF) (61) 4501-8301 [email_address]

×