Your SlideShare is downloading. ×
0
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Projecto solidário
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Projecto solidário

1,957

Published on

Trabalho realizado pelos alunos

Trabalho realizado pelos alunos

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,957
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. Recordar Solidariedade Área de Projecto/TIC 8ºAno Ano Lectivo 2010/2011
  2. … Mas vale a pena Recordar. AP/TIC - Inês Silva / F-C. - Georgina Santos A solidariedade pratica-se todos os dias
  3.  
  4. O Projecto “ Seja Solidário ” nasceu da vontade dos alunos em cooperar com os outros, para além dos portões da escola. Este projecto inserido nas disciplinas de Área de Projecto e de Formação Cívica contou com a ajuda dos respectivos docentes, prof. Inês Silva e prof. Georgina Santos, assim como todos os agentes educativos do Agrupamento. As turmas/participantes
  5. <ul><li>O Projecto “ Seja Solidário ” inserido na temática Educação para a solidariedade teve por objectivos base: </li></ul><ul><li>o envolvimento dos alunos na concepção, realização e avaliação de projectos; </li></ul><ul><li>a articulação de saberes de diversas áreas curriculares em torno de problemas; </li></ul><ul><li>o envolvimento dos alunos na escola e na comunidade; </li></ul><ul><li>o desenvolvimento de valores de solidariedade e de cooperação; </li></ul><ul><li>o desenvolvimento de atitudes e hábitos de trabalho autónomos, de acordo com as necessidades e interesses dos intervenientes. </li></ul>… e Também O projecto e os seus objectivos
  6. <ul><li>Melhorar a Autonomia nomeadamente no que diz respeito à recolha, selecção, análise e tratamento de informações; </li></ul><ul><li>Desenvolver a capacidade de utilização eficaz das TIC; </li></ul><ul><li>Aperfeiçoar a qualidade dos trabalhos desenvolvidos; </li></ul><ul><li>Melhorar a responsabilidade no cumprimento de regras e no respeito pelos outros; </li></ul><ul><li>Melhorar a capacidade de cooperação; </li></ul><ul><li>Sensibilizar a Comunidade Educativa Local para a solidariedade; </li></ul><ul><li>Desenvolver/Aperfeiçoar a capacidade criativa; </li></ul><ul><li>Conhecer/aprofundar os verdadeiros valores, tais como: justiça, partilha e espírito de entreajuda; </li></ul><ul><li>Desenvolver todas as potencialidades do jovem a nível físico expressivo, intelectual, criativo, afectivo e moral; </li></ul><ul><li>Promover o auto conhecimento, a auto-estima e a formação da sua personalidade; </li></ul><ul><li>Conhecer a língua na comunicação com o mundo; </li></ul><ul><li>Desenvolver a capacidade de raciocínio e a sua aplicação na resolução de problemas que surgem na vida; </li></ul><ul><li>Educar para a sociedade, vivendo a solidariedade, a justiça, respeito mútuo e responsabilidade; </li></ul><ul><li>Incentivar a participação da comunidade envolvente no processo ensino/aprendizagem. </li></ul>O projecto e os seus objectivos
  7. Actividades Realizadas
  8. Actividades Realizadas
  9. Actividades Realizadas
  10. ALGUNS TRABALHOS...
  11. A solidariedade para mim é ajudar quem precisa , mesmo que não o digam . Patrícia Silva Nº11 8ºB
  12. Solidariedade è… È SER amigo dos outros. Ser respeitado e Respeitar os outros. Leonel Sobral Nº7 8ºB
  13. A solidariedade é um sentimento de respeito de uns para com os outros. Solidariedade Marta 8ºB Nº10
  14. Solidariedade é... É ajudar um amigo!!! Fábio H. – 8ºB
  15. Solidariedade É AJUDAR uma pessoa sem pedir nada em troca . Filipe Videira, Nº5 -8ºB é...
  16. A Solidariedade é disponibilizar um pouco do seu tempo aos OUTROS. Gustavo Figueiredo nº6 - 8ºB
  17. Dar amor e carinho que se tem e ajudar os que mais necessitam. Solidariedade é... Catarina Almeida 8ºB - Nº3
  18. S olidariedade é… Cooperar com os  utros Carolina Pais 8ºB Nº2
  19. olidariedade S aber dar as mãos É... em medos S S Magda Silva 8ºB nº 8
  20. Solidariedade para mim é: Ajudarmos todos os que precisam na vida. Ruben Videira Nº12 8ºB
  21. S OLIDARIEDADE É... Unir os povos na construção de um todo... Débora – 8ºA, nº4
  22. S olidariedade é … Ajudar os outros sem olhar para a sua Ana Patrícia – 8ºA, Nº.2 C o r
  23. Solidariedade é… … um dever moral que todos deviam ter. Melissa – 8ºA, Nº.9
  24. A solidariedade é ... Quando ajudamos o próximo, por nossa livre e espontânea vontade, sem recebermos nada em troca… Beatriz Marques - 8ºA, nº. 13
  25. S olidariedade é… Um gesto carinhoso para com os outros. Alcino - 8ºA, Nº.1
  26. S o l i d a r i e d a d e é… … o que todos devemos praticar para que não haja tanta pobreza. Ricardo Amaral - 8ºA, N.º12
  27.  
  28.  
  29.  
  30.  
  31. Actividades Realizadas
  32. Actividades Realizadas
  33. Actividades Realizadas
  34. Actividades Realizadas
  35. Actividades Realizadas
  36.  
  37.  
  38.  
  39.  
  40. Actividades Realizadas
  41. Actividades Realizadas
  42. Actividades Realizadas
  43. Actividades Realizadas
  44. Actividades Realizadas
  45. Actividades Realizadas
  46. Actividades Realizadas
  47. Actividades Realizadas
  48. Actividades Realizadas
  49. Actividades Realizadas
  50. Actividades Realizadas
  51. Actividades Realizadas
  52. Actividades Realizadas
  53. Actividades Realizadas
  54. Actividades Realizadas
  55. Actividades Realizadas
  56. Actividades Realizadas
  57. Actividades Realizadas
  58. Actividades Realizadas
  59. Actividades Realizadas
  60. Actividades Realizadas
  61. Actividades Realizadas
  62. Actividades Realizadas
  63. Durante o 2º Período, e sempre com a colaboração da Prof. Georgina em articulação com Formação Cívica, os alunos alcançaram mais um objectivo: Entregar Todas as doações recolhidas na nossa Escola. As Entidades para quem se destinaram as doações foram: O Cantinho da Rute (Tondela) - Conversaram com o Sr. Padre Jeremias, que reflectiu a realidade actual, em que se verifica que, no início de cada mês, muita gente recorre a esta instituição para pedir ajuda; Cruz Vermelha – Conversaram com o Sr. Coelho. Ficou a promessa de voltar à escola para dar a conhecer melhor a Cruz Vermelha Actividades Realizadas
  64. Actividades Realizadas
  65. Actividades Realizadas
  66. Actividades Realizadas
  67. Actividades Realizadas
  68. Actividades Realizadas
  69. Actividades Realizadas
  70. Actividades Realizadas
  71. Actividades Realizadas
  72. Actividades Realizadas
  73. AP/TIC - 8º Ano Educação para a Solidariedade Algumas personalidades
  74. Artigo nº1 <ul><li>“ Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com outros em espírito de fraternidade”. </li></ul>O que é respeitado O que não é respeitado Para mim, quando nascemos, todos somos iguais independentemente da raça de cada um. Todos nós nascemos iguais. Julgam uma pessoa por ser de uma raça diferente da nossa.
  75.         Artigo XXVII         1. Toda pessoa tem o direito de participar livremente da vida cultural da comunidade, de fruir as artes e de participar do processo científico e de seus benefícios.            2. Toda pessoa tem direito à protecção dos interesses morais e materiais decorrentes de qualquer produção científica, literária ou artística da qual seja autor. Direitos Humanos Hugo Dias Nº13 8ºA
  76. Educação para a solidariedade Direitos Humanos Área de Projecto 8ºAno Carolina Pais 8ºB Nº2 Al Gore
  77. Biografia de Al Gore <ul><li>Em 2000 concorreu à presidência dos Estados Unidos e perdeu, em uma eleição marcada por contagem polémica dos votos, para George W. Bush, apesar de ter tido mais votos populares, já que Bush obteve mais delegados no colégio eleitoral. </li></ul>
  78. <ul><li>Em 2006, lançou An Inconvenient Truth (Uma Verdade Inconveniente), documentário sobre mudanças climáticas, mais especificamente sobre o aquecimento global, o qual se sagrou vencedor do Óscar de melhor documentário em 2007. </li></ul>
  79. <ul><li>Al Gore é um activista ecológico, tendo escrito dois livros, A Terra em Balanço: Ecologia e o Espírito Humano (Augustus, 1993, 452 páginas) e Uma verdade inconveniente (Manole, 2006, 328 páginas). </li></ul>
  80. <ul><li>Em fevereiro de 2007, Al Gore e o presidente da empresa Virain, Richard Branson, lançaram uma competição que dará 25 milhões de dólares (cerca de 18 milhões de euros ou R$ 50 milhões) para o cientista que apresentar a melhor proposta para 'limpar o ar' do planeta, ou seja, diminuir as quantidades de dióxido de carbono na atmosfera </li></ul>
  81. Nobel da Paz <ul><li>Al Gore recebeu o Nobel da Paz em 2007, junto com o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da ONU, &quot;pelos seus esforços na construção e disseminação de maior conhecimento sobre as alterações climáticas induzidas pelo homem e por lançar as bases necessárias para inverter tais alterações“. </li></ul>
  82. <ul><li>Recebeu ainda o Premio Príncipe de Asturias de la Concordia de 2007, galardão concedido pela Fundación Príncipe de Asturias, na cidade de Oviedo (Espanha). Também escreveu em 1993 o livro a Terra em Balanço. </li></ul>
  83. Barack Obama Prémio Nobel Da Paz Fábio Homem 8ºB Nº4
  84. Barack Obama
  85. Biografia Barack Hussein Obama II (Honolulu, 4 de Agosto de 1961) é um advogado e político nos Estados Unidos, o quadragésimo quarto e actual presidente do país, desde 20 de Janeiro de 2009, e o Nobel da Paz de 2009. Sua candidatura foi formalizada pela Convenção do Partido Democrata em 28 de Agosto de 2008. Até então, era senador pelo estado de Illinois. Obama foi o primeiro negro (afro-americano no contexto estadunidense) a ser eleito presidente estadunidense. Foi também o único senador afro-americano na legislatura anterior. Barack Obama também é canhoto, assim como alguns presidentes dos Estados Unidos como: Gerald Ford, Ronald Reagan, George H. W. Bush e Bill Clinton.
  86. Graduou-se em Ciências Políticas pela Universidade Colômbia em Nova Iorque, para depois cursar Direito na Universidade de Harvard, graduando-se em 1991. Foi o primeiro afro-americano a ser presidente da Harvard Law Review. Obama actuou como líder comunitário e como advogado na defesa de direitos civis até que, em 1996, foi eleito ao Senado de Illinois (Órgão integrante da Assembleia Geral de Illinois, que constitui o poder legislativo local), mandato para o qual foi reeleito em 2000. Entre 1992 e 2004, ensinou direito constitucional na escola de direito da Universidade de Chicago.
  87. Jimmy Carter Educação para a Solidariedade Ruben Videira Nº12 8ºB Direitos Humanos Área de Projecto 8º Ano
  88. Biografia 1-10-1924, Plains, Geórgia Antes de conseguir a vitória nas eleições presidenciais disputadas com o presidente republicano Gerald Ford, o democrata Jimmy Carter, plantador de amendoins, foi governador de seu Estado natal, a Geórgia, de 1971 a 1974. Jimmy Cárter ganhou o premio Nobel da paz em 2002 O Prémio Nobel da Paz foi atribuído a Carter &quot;por seus esforços infatigáveis em prol de uma solução pacífica dos conflitos internacionais, da democracia, dos direitos humanos e do desenvolvimento económico e social&quot;, anunciou o Comité Nobel norueguês
  89. PRÉMIO NOBEL DA PAZ 2010 Liu Xiaobo Educação para a Solidariedade - Direitos humanos Área de Projecto – 8º Ano
  90. Biografia de Liu Xiaobo JUVENTUDE E EDUCAÇÃO Liu nasceu em Changchun, na província de Jilin, em 1955, numa família de intelectuais. De 1969 a 1973, ele foi levado por seu pai para a Bandeira da Frente Oriental de Horqin , na Mongólia Interior, durante a Campanha de Envio ao Campo. Com 19 anos, ele começou a trabalhar numa vila em Jilin, e depois numa empresa de construção civil. Em 1976, ele começou seus estudos na Universidade de Jilin , e obteve o bacharelado em letras em 1982 e o mestrado em 1984 na Universidade Normal de Pequim . Educação para a Solidariedade - Direitos humanos Área de Projecto – 8º Ano
  91. <ul><li>Depois de se formar, Liu Xiaobo passou a leccionar na Universidade Normal de Pequim, onde ele obteve também o doutorado , em 1988. </li></ul><ul><li>Nos anos 80, Liu tornou-se conhecido no meio académico após escrever uma série de teses criticando a filosofia de Li Zehou . Nos anos de 1988 e 1989, ele foi professor visitante em várias universidades fora da China, como a Universidade de Colúmbia , a Universidade de Oslo e a Universidade do Havaí. Quando os Protestos da Praça da Paz Celestial ocorreram, em 1989, Liu estava fora do país, mas voltou à China para se juntar ao movimento. </li></ul>Educação para a Solidariedade - Direitos humanos Área de Projecto – 8º Ano
  92. <ul><li>Liu Xiaobo ( Changchun, 28 de Dezembro de 1955) é um crítico literário, escritor, professor, intelectual e activista pelos direitos humanos e por reformas na República Popular da China. Desde 2003 é presidente da secção chinesa do PEN club , uma entidade internacional de escritores. </li></ul>Educação para a Solidariedade - Direitos humanos Área de Projecto – 8º Ano
  93. <ul><li>Em 8 de Dezembro de 2008, foi detido em resposta à sua participação na assinatura da Carta 08, sendo formalmente preso em 23 de Junho de 2009 sob suspeita de &quot;incitar à subversão contra o poder do Estado&quot;.Foi acusado pelos mesmos motivos em 23 de Dezembro do mesmo ano, e condenado a 11 anos de prisão em 25 de Dezembro. </li></ul>Educação para a Solidariedade - Direitos humanos Área de Projecto – 8º Ano
  94. Educação para a Solidariedade Direitos Humanos Área de Projecto 8ºano Marta 8ºB Nº10 Madre Teresa de Calcutá
  95. Agnes Gonxha Bojaxhiu (Madre Teresa de Calcutá), nasceu em 26 de Agosto de 1910 , em Skopje , na Macedónia , filha de pais albaneses, numa família de três filhos, sendo duas raparigas e um rapaz. Biogafia de Madre Teresa de Calcutá
  96. No dia 21 de Dezembro de 1948 , foi-lhe concedida a nacionalidade indiana. A partir de 1950 empenhou-se em auxiliar os doentes com lepra . E já nesta idade procurou o referido jesuíta para saber como fazer isso, ao que o prudente homem respondeu que aguardasse a confirmação do tempo e da “ voz de Deus ”.
  97. Aos 13 anos, ouviu um jesuíta que era missionário na Índia dizer: “ Cada qual em sua vida deve seguir seu próprio caminho ”. Tais palavras a impressionaram e se determinou a dar um sentido à sua vida , a entregar-se a serviço dos outros: fazer-se missionária.
  98. No dia 24 de Maio de 1931, fez a profissão religiosa, e emitiu os votos temporários de pobreza, castidade e obediência tomando o nome de &quot;Teresa&quot;. A origem da escolha deste nome residiu no fato de ser em honra à monja francesa Teresa de Lisieux , padroeira das missionárias, canonizada em 1927 e conhecida como Santa Teresinha.
  99. Foi beatificada em 19 de Outubro de 2003 , com a ocorrência de um milagre ocorrido com Monica Besra , uma indiana, que foi curada de um tumor no estômago de forma inexplicável e cuja cura foi atribuída a Madre Teresa. Beatificação
  100. Nelson Mandela Educação para a solidariedade e Direitos Humanos Área de Projecto 8º Ano Leonel Sobral Nº 7 8ºB
  101. Biografia Nelson Rolihlahla Mandela nasceu em Transkei, África do Sul em 18 de Julho de 1918. Mandela foi formado em direito em 1942. Ele se juntou ao Congresso Nacional Africano em 1944. Ele foi a julgamento por traição em 1956-1961 e foi absolvido em 1961.·
  102. Continuação: Mandela foi preso em 1962 e condenado a cinco anos de prisão com trabalhos forçados. Em 12 de Junho de 1964, oito dos acusados, incluindo Nelson Mandela, foram condenados à prisão perpétua.
  103. Continuação: Nelson Mandela foi libertado em 11 de Fevereiro de 1990. Mandela foi eleito presidente do ANC, enquanto seu amigo e colega, Oliver Tambo, tornou-se a organização nacional do presidente
  104. Frases que Nelson Mandela escreveu - &quot;Sonho com o dia em que todas as pessoas levantar-se-ão e compreenderão que foram feitos para viverem como irmãos.&quot;  - &quot;Uma boa cabeça e um bom coração formam uma formidável combinação.&quot;  - &quot;Não há caminho fácil para a Liberdade.&quot;  - &quot;A queda da opressão foi sancionada pela humanidade, e é a maior aspiração de cada homem livre.&quot;  - &quot;A luta é a minha vida. Continuarei a lutar pela liberdade até o fim de meus dias.&quot;  - &quot;A educação é a arma mais forte que você pode usar para mudar o mundo.&quot;  

×