UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO Departamento de Ciências Exatas e da Natureza Disciplina: B...
Histologia Animal
http://ruisoares65.pbworks.com/w/page/24325063/Cultura-de-Tecidos
Tecido Epitelial <ul><li>Também conhecidas como epitélios, classificados em epitélio de  </li></ul><ul><li>revestimento e ...
<ul><li>Esse tecido pode ser originado: </li></ul><ul><li>-Ectoderma – Epiderme e epitélio do nariz, boca e ânus.   -Mesod...
Especializações <ul><li>Existem dois pólos:  </li></ul><ul><li>APICAL – superfície livre  BASAL – tecido conjuntivo </li><...
 
<ul><li>As principais estrutura de adesão: </li></ul><ul><li>Zônulas de Oclusão:  </li></ul><ul><li>Junção da camada mais ...
 
<ul><li>Junção GAP  </li></ul><ul><li>Grupos de proteínas específicas nas Membranas plasmáticas de células  </li></ul><ul>...
Classificação - Revestimento <ul><li>Quanto ao  número de Camadas  celulares: </li></ul><ul><li>Simples – uma única camada...
CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS
CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS
Classificação - Glandular <ul><li>-  Produz secreções que podem ser utilizadas ou eliminadas no organismo. </li></ul><ul><...
GLÂNDULA EXÓCRINA Porção secretora associada a dutos de secreções para fora ou para dentro do corpo Fora: Glândulas sudorí...
GLÂNDULA ENDÓCRINA Não apresentam dutos associados a porção secretora São hormônios lançados diretamente nos vasos sanguín...
 
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Histologia animal

2,339 views
2,201 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,339
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
18
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Histologia animal

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO Departamento de Ciências Exatas e da Natureza Disciplina: Biologia Professora: Fernanda Britto da Silva Estagiária: Juliana Troleis Porto Alegre, 17 de maio de 2011 HISTOLOGIA ANIMAL: TECIDO EPITELIAL
  2. 2. Histologia Animal
  3. 3. http://ruisoares65.pbworks.com/w/page/24325063/Cultura-de-Tecidos
  4. 4. Tecido Epitelial <ul><li>Também conhecidas como epitélios, classificados em epitélio de </li></ul><ul><li>revestimento e epitélio glandulares. </li></ul><ul><li>Essa classificação mostra-se de acordo com o número de camadas </li></ul><ul><li>celulares e com a forma das células. </li></ul><ul><li>São células justapostas com poucas substâncias intercelular </li></ul><ul><li>(entre as céls) </li></ul><ul><li>Desempenham funções como: </li></ul><ul><li>Proteção </li></ul><ul><li>Absorção de substâncias </li></ul><ul><li>Secreção de substâncias úteis </li></ul><ul><li>Percepção de sensações </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Esse tecido pode ser originado: </li></ul><ul><li>-Ectoderma – Epiderme e epitélio do nariz, boca e ânus. -Mesoderma – Endotélio, epitélio que reveste os vasos sanguíneos </li></ul><ul><li>-Endoderma – Epitélios que revestem Tubo digestório e respiratório </li></ul><ul><li>Todos os epitélios ficam acima de uma camada de tecido conjuntivo </li></ul><ul><li>denominado lâmina basal. </li></ul><ul><li>NÃO há vasos sanguíneos nos epitélios – trocas por difusão </li></ul><ul><li> (Capilares presentes no tecido conjuntivo) </li></ul><ul><li>Lâmina Basal </li></ul><ul><li>- camada de moléculas protéicas entrelaçadas, </li></ul><ul><li>como o colágeno e as glicoproteínas. </li></ul><ul><li>Sustentam o epitélio. </li></ul><ul><li>* Membrana Basal – fibras reticulares </li></ul><ul><li>+ lâmina basal </li></ul>
  6. 6. Especializações <ul><li>Existem dois pólos: </li></ul><ul><li>APICAL – superfície livre BASAL – tecido conjuntivo </li></ul><ul><li>Na parte apical temos as diferenciações: </li></ul><ul><li>Cílios </li></ul><ul><li>– Epitélios Ciliados- traquéia – batimento ciliar – muco e partículas </li></ul><ul><li>Microvilosidades </li></ul><ul><li>– Absorção – intestino delgado - Aumenta a superfície de absorção </li></ul><ul><li>Zônulas e Junção </li></ul><ul><li>– União das células </li></ul><ul><li>As células epiteliais têm uma resistência e adesão acentuado </li></ul><ul><li>- Envolvidas por uma camada glicopróteica com função adesiva </li></ul><ul><li>(Glicocálix) </li></ul>
  7. 8. <ul><li>As principais estrutura de adesão: </li></ul><ul><li>Zônulas de Oclusão: </li></ul><ul><li>Junção da camada mais externa da membrana plasmática de células </li></ul><ul><li>adjacentes </li></ul><ul><li>Barreiras na entrada de macromoléculas entre as células </li></ul><ul><li>Zônulas de Adesão: </li></ul><ul><li>Células vizinhas unidas pela substâncias intercelular, M.P. não se tocam. </li></ul><ul><li>face da M.P. tem acúmulo de material denso para resistência </li></ul><ul><li>Microfilamentos </li></ul><ul><li>Desmossomos </li></ul><ul><li>Disco de adesão entre as células </li></ul><ul><li>Disco de Proteínas denso, estendem filamentos de queratina até o outro </li></ul><ul><li>desmossomo. </li></ul><ul><li>Hemidesmossomo </li></ul><ul><li>– Aderência célula epitelial a lâmina basal. </li></ul>
  8. 10. <ul><li>Junção GAP </li></ul><ul><li>Grupos de proteínas específicas nas Membranas plasmáticas de células </li></ul><ul><li>epiteliais adjacentes </li></ul><ul><li>Formam canais que atravessam a bicamada lipídica </li></ul><ul><li>Comunicação entre as células </li></ul>
  9. 11. Classificação - Revestimento <ul><li>Quanto ao número de Camadas celulares: </li></ul><ul><li>Simples – uma única camada de células </li></ul><ul><li>Estratificado – Várias camadas de células </li></ul><ul><li>Pseudo-estratificado – Uma única camada mais os núcleos estão em </li></ul><ul><li>alturas diferentes dando a impressão de termos várias camadas. </li></ul><ul><li>Quanto a forma das células presentes na camada superficial: </li></ul><ul><li>Pavimentoso – células achatadas </li></ul><ul><li>cúbico – células cúbicas </li></ul><ul><li>Prismáticos – células altas em forma de prisma </li></ul>
  10. 12. CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS
  11. 13. CLASSIFICAÇÃO DOS EPITÉLIOS
  12. 14. Classificação - Glandular <ul><li>- Produz secreções que podem ser utilizadas ou eliminadas no organismo. </li></ul><ul><li>Tipos de Secreções: </li></ul><ul><li>Mucosas – espessas e rico em mucos </li></ul><ul><li>Serosas – Fluidas e ricas em Proteínas </li></ul><ul><li>Mistas – Mucosa e serosa juntas </li></ul><ul><li>As GLÂNDULAS </li></ul><ul><li>UNICELULARES – Epitélio da traquéia – glândulas caliciformes </li></ul><ul><li>MULTICELULARES – Maioria das glândulas </li></ul><ul><li>Originam dos epitélios e entram no interior tecidos conjuntivos </li></ul><ul><li>- Podem ser de três tipos : Exócrinas, endócrinas ou mista. </li></ul>
  13. 15. GLÂNDULA EXÓCRINA Porção secretora associada a dutos de secreções para fora ou para dentro do corpo Fora: Glândulas sudoríparas, lacrimais, mamárias e sebáceas Dentro: Glândulas salivares Podem ser classificadas pelo modo de secretar: Holócrinas : células secretoras eliminam todo o citoplasma junto com as secreções. Ex.: glândulas sebáceas Merócrinas : células secretoras eliminam apenas as secreções, sem perda citoplasmática. Ex.: glândulas salivares Apócrinas : células secretoras eliminam parte do citoplasma junto com as secreções. Ex.: glândulas mamárias
  14. 16. GLÂNDULA ENDÓCRINA Não apresentam dutos associados a porção secretora São hormônios lançados diretamente nos vasos sanguíneos ou linfáticos, como: Hipófise, Glândulas Tireóidea, Glândulas Adrenais. GLÂNDULA MISTA Apresentam regiões endócrina e exócrina ao mesmo tempo. Exemplo: Pâncreas - Endócrino- Secretam insulina e glucagon (glicose no sangue) - Exócrino- Enzimas digestivas no duodeno

×