F15 sagres
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

F15 sagres

on

  • 1,516 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,516
Views on SlideShare
1,515
Embed Views
1

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

1 Embed 1

http://eradasnovastic.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

F15 sagres F15 sagres Document Transcript

  • N. R. P. SAGRES BEMVINDO A BORDO Ricardo Soares e Catarina Dias Março/Abril 2010 A história da barca, a terceira viagem de circum-navegação 2010, características
  • Conteúdo 1. A história ................................................................................................................................................................... 3 1.1. “Albert Leo Schlageter”......................................................................................................................................... 3 1.2. “Guanabara” .......................................................................................................................................................... 3 1.3. “Sagres” ................................................................................................................................................................. 3 2. Descrição do velame ................................................................................................................................................. 5 3. Escalas da viagem 2010............................................................................................................................................. 6 4. Organograma da viagem 2010 .................................................................................................................................. 7 5. Características ........................................................................................................................................................... 8 6. Multimédia ................................................................................................................................................................ 9 Índice de imagens Corveta Sagres ................................................................................................................................................... 3 Sagres II ............................................................................................................................................................. 4 A actual Sagres .................................................................................................................................................. 4 Descrição do velame .......................................................................................................................................... 5 Em Aveiro 2009 ................................................................................................................................................. 9 2
  • 1. A história O actual navio-escola Sagres foi construído nos estaleiros da Blohm & Voss em Hamburgo, em 1937. Foi baptizado com o nome de Albert Leo Schlageter. Era o terceiro de uma série de quatro navios encomendados pela marinha alemã ( Kriegsmarine) para treino dos futuros oficiais. No final da Segunda Guerra Mundial, e aquando da partilha dos despojos, couberam dois desses navios aos Estados Unidos. Como não conseguiram outro fim para o navio, os E.U.A. este foi cedido à Marinha Brasileira por um valor simbólico de 5.000 dólares, uma recompensa pelos estragos causados aos navios brasileiros por parte dos submarinos alemães. 1961, foi o ano em que Portugal comprou a barca ao Brasil pelo valor de 150.000 dólares. A compra foi feita com o intuito de substituir a antiga Sagres também de origem alemã e construída em 1896. 1.1. “Albert Leo Schlageter” Enquanto alemão, o navio fez poucas viagens de instrução pois colidiu com um vapor no Estreito de Dover. Durante parte da guerra, esteve atracado em Kiel onde era ministrada a arte de marinharia e navegação. Em 1944 foi colocado novamente a navegar mas só no Báltico, mesmo assim embateu numa mina. O acidente não teve problemas de maior devido à compartimentação estanque1. Este foi um dos requisitos à construção dos veleiros desta classe. O veleiro não foi destruído no final da guerra por um acaso: depois de reparado, foi enviado para Flensburg em vez da sua base em Kiel, esta cidade foi duramente flagelada pelos bombardeamentos e os navios aí estacionados destruídos quase na totalidade. 1.2. “Guanabara” Foi este o nome que teve enquanto brasileiro. Como precisava de grandes reparações, foi a reboque até ao Brasil. Durante a nacionalidade brasileira, fez diversas viagens de instrução pela costa do país visitando apenas uma vez um porto estrangeiro: Montevideu no Uruguai em 1949. 1.3. “Sagres” A actual Sagres, é o terceiro navio de instrução português com este nome. O primeiro era uma corveta em madeira de origem inglesa que armava em galera. Esteve fundeada no rio Douro e entre 1884 e 1898 funcionava como navio-escola. Corveta Sagres 1 Os diversos compartimentos são divididos por portas estanques: em caso de inundação, fecham-se as portas dessas zonas e o navio não afunda. 3
  • A Sagres II, foi construída na Alemanha e tinha o nome de Rickmer Rickmers. Em1916 a Alemanha declarou guerra a Portugal; o navio estava nos Açores e foi arrestado. Deram-lhe o nome de Flores e foi colocado à disposição dos ingleses que o usaram como transporte. Em 1924 foi incorporado na Marinha Portuguesa como navio-escola Sagres. Sagres II No dia 25 de Abril de 1962, o actual N.R.P. SAGRES largou do Brasil e navegou pela primeira vez sob bandeira portuguesa. Chegou a Lisboa a 23 de Junho e desde então, realiza viagens de instrução anualmente com excepção de 1987 e 1991 em que sofreu de grandes fabricos com vista à sua modernização. Desde 1962 que a Sagres funciona como navio-escola dos futuros oficiais da Armada Portuguesa. Além desta missão, assume também o papel de embaixada itinerante uma vez que representa a Marinha e o país no estrangeiro. Já fez duas viagens de circum-navegação, em 1978/79 e 1983/84 assim como outras de duração superior a cinco meses. A actual Sagres 4
  • 2. Descrição do velame Descrição do velame Mastros: A→Gurupés B→Traquete C→Grande D→Mezena 1. Vela de estai 2. Bujarrona de dentro 13. Gave-tope 3. Bujarrona de fora 14. Traquete 4. Giba 15. Velacho baixo 5. Estai da gávea 16. Velacho alto 6. Estai do joanete 17. Joanete de proa 7. Estai do galope grande 18. Sobre de proa 8. Estai da mezena 19. Grande 9. Estai do gave-tope 20. Gávea baixa 10. Estai do galope do gave-tope 21. Gávea alta 11. Mezena baixa 22. Joanete do grande 12. Mezena alta 23. Sobre do grande 5
  • 3. Escalas da viagem 2010 Viagem de circum-navegação 2010 CHEGADA PORTO LARGADA FUSO TEMPO TEMPO DIST. EVENTO TERRA NAVEGAÇÃO 19 Jan 14:00 (terça) LISBOA 0 20 d 22 h 3.550 09 Fev 09:00 (terça) SALVADOR (Brasil) 14 Fev 16:00 (dom) 3 5d 7h 11 d 0h 1.860 25 Fev 15:00 (quinta) MAR DEL PLATA 26 Fev 16:00 (sexta) PARADA NAVAL (Argentina) 4 1d 1h 1d 17 h 210 27 Mar 09:00 (sábado) PUNTA ARENAS 30 Mar 10:00 (terça) FESTIVAL GR VELEIROS 4 3d 1h 8d 23 h 1.220 (Chile) 08 Abr 09:00 (quinta) TALCAHUANO 12 Abr 10:00 (segunda) FESTIVAL GR VELEIROS 4 4d 1h 2d 23 h 250 (Chile) 15 Abr 09:00 (quinta) VALPARAISO (Chile) 20 Abr 10:00 (terça) FESTIVAL GR VELEIROS 4 5d 1h 8d 0h 1.300 28 Abr 09:00 (quarta) 02 Mai 10:00 (domingo) FESTIVAL GR VELEIROS CALLAO (Peru) 5 4d 1h 4d 23 h 700 07 Mai 09:00 (sexta) GUAYAQUIL 11 Mai 10:00 (terça) FESTIVAL GR VELEIROS 5 4d 1h 11 d 0h 1.740 (Equador) 22 Mai09:00 (sábado) ACAPULCO (México) 27 Mai 10:00 (quinta) 6 5d 1h 11 d 1h 1.500 07Jun09:00 (segunda) SAN DIEGO (EUA) 13 Jun 10:00 (domingo) Embarque Cadetes/ 10JUN 8 6d 1h 17 d 1h 2.350 30 Jun09:00 (quarta) HONOLULU (EUA) 04 Jul 10:00 (domingo) 10 4d 1h 22 d 4h 3.450 04JUL 27Jul09:00 (terça) 01 Ago 14:00 (domingo) Comemorações tratado TOKIO (Japão) -9 5d 5h 3d 19 h 550 Portugal-Japão 05 Ago09:00 (quinta) TANEGASHIMA 05 Ago 18:00 (quinta) -9 0d 9h 3d 16 h 560 (Japão) 09 Ago09:00 (segunda) SEUL (Coreia do Sul) 13 Ago 10:00 (sexta) -8 4d 1h 3d 23 h 490 17 Ago 09:00 (terça) SHANGHAI (China) 22 Ago 10:00 (domingo) -8 5d 1h 5d 23 h 890 EXPO 2010 28 Ago09:00 (sábado) 01 Set 10:00 (quarta) Desembarque de Cadetes MACAU (China) -8 4d 1h 15 d 23 h 2.100 17 Set 09:00 (sexta) 19 Set 10:00 (domingo) DILI (Timor) -8 2d 1h 7d 23 h 1.150 27 Set 09:00 (segunda) JAKARTA (Indonésia) 01 Out 10:00 (sexta-feira) -8 4d 1h 8d 23 h 1.290 10 Out 09:00 (domingo) BANGUECOQUE 14 Out 10:00 (quinta-feira) -8 4d 1h 5d 2h 830 (Tailandia) 19 Out 09:00 (terça) 23 Out 10:00 (sábado) SINGAPURA -5,5 4d 1h 0d 21 h 130 24 Out 09:00 (domingo) MALACA (Malasia) 24 Out 18:00 (domingo) -8 0d 9h 0d 15 h 90 25 Out 09:00 (segunda) KUALA-LUMPUR 29 Out 10:00 (sexta-feira) (Malasia) -8 4d 1h 14 d 2h 2.050 12 Nov09:00 (sexta) GOA (India) 16 Nov 10:00 (terça-feira) -5,5 4d 1h 20 d 3h 3.260 06 Dez09:00 (segunda) ALEXANDRIA 10 Dez 10:00 (sexta-feira) -2 4d 1h 7d 23 h 1.400 (Egipto) 18 Dez09:00 18 Dez 16:00 (sábado) ARGEL (Argélia) -2 0d 7h 5d 1h 750 (sábado) 23 Dez15:00 (quinta) LISBOA 0 Tempo de navegação: 240d 14h→71% Tempo terra: 97d 11h→29% Tempo total de viagem: 338d 1h Distância total: 35. 710 milhas Velocidade média 6,2 nós Esta viagem pode ser acompanhada pelos comentários e fotos em: http://www.rtp.pt/sagres 6
  • 4. Organograma da viagem 2010 Coreia do China Sul Timor Japão Indonésia EUA Tailândia México Singapura Equador Malásia Peru Índia Chile Egipto Argentina Portugal Brasil 7
  • 5. Características Dimensões:  Deslocamento máximo 1893ton  Deslocamento leve 1536ton  Comprimento fora-a-fora 89,5m  Boca 12m  Pontal 7,5m  Calado 70m  Altura do mastro grande 45,5m Propulsão: Vela:  armação em barca 2  1971m de superfície vélica  10 velas redondas e 13 latinas  Velocidade máxima 16,5 nós Motor:  Motor diesel (MTU) 1000 CV  Velocidade 9 nós Capacidades: Gasóleo 110.000l Óleo lubrificante 3.250l 3 Câmaras frigoríficas 60m Água doce 156.000l (Possui também um gerador de água doce por osmose inversa capaz de produzir 24.000l por dia) Guarnição:  9 Oficiais  16 Sargentos  114 Praças  Em viagem, embarca cerca 60 cadetes (masculinos e femininos) 8
  • 6. Multimédia Fotos da barca Estas fotos foram feitas aquando da viagem de instrução de 1989 Chegada NRP Sagres 2009.flv Em Aveiro 2009 9