qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopertyuPonhaiopasdfghjklzxcvb        Ponha o Céu para Trabalharnmqwertyuiopasdfghjklzxcv...
SUMÁRIOElogios para Ponha o Céu para Trabalhar ........................................................................ 4P...
Uma equipe de apoio ................................................................................................. 22  ...
PASSO 2 – Definir a missão......................................................................................... 39   P...
Elogios para Ponha o Céu para TrabalharContar com a assistência espiritual na vida cotidiana -que ideia! -. Não é frequent...
Prefácio      Preparando o Cenário        Foram meus guias que me impulsionaram a escrever esta obra. A princípio nem sequ...
Todo começou quando por fim entendi que não me encontrava sozinha, que osajudantes espirituais estavam a espera, dispostos...
Capítulo 1      Trazendo o Céu para a Terra        Sente-se conectado com o Espirito? Não me refiro se foi educado segundo...
Nestas páginas descobrirás uma forma nova e revitalizada de observar laespiritualidade que, de agora em diante, te trairá ...
Capítulo 2      Contratações no Reino Espiritual        Por diversão, imagine que o mundo espiritual é tão diverso e varia...
talento, a energia e a habilidade que precisa e, a continuação, seu pedido começa amaterializar-se.       Contempla por um...
Anjos que esperam que você os contrate        Meu guia quer que você saiba que existem milhares de anjos sem emprego. Nunc...
Capítulo 3      Dê trabalho já         Agora que já possui seu cartão Angel Express, está preparado para começar aempregar...
Tal como afirmou Robert Browning: “O homem deveria ir sempre mais além de suaspossibilidades; caso contrário, para que exi...
Capítulo 4      Contratações celestiais em ação       Simplesmente imagine todas as possibilidades que existem! É um grand...
Um Professor Espiritual de Oratória         Depois de escutar uma de minhas conferências, uma das assistentes, chamada Joa...
Um Ajudante Espiritual para as Tarefas Escolares        Raquel descobriu que também é possível contratar alguém para outra...
obstante, com o passar tempo perceberá de que é algo que se sucede frequentemente e, emconsequência, seu ceticismo se desv...
Tudo isso mudou quando descobriu a possibilidade de contratar serviços celestiais.Maravilhada ante a ideia de empregar ass...
objetivos, todos os dias experimenta a sincronicidade e lhe maravilha observar como sua vidaatual é simples. Por exemplo, ...
Capítulo 5      O momento fundamental        Depois de haver chegado até aqui, é provável que se pergunte como surgiu esta...
detiveram numa linha que estava um pouco mais abaixo e no meio de um paragrafo: “Ahistamina também se considera ser um neu...
Uma equipe de apoio        O fato de prestar atenção a esta orientação profissional resultou tão efetivo paratratar os meu...
Apoio econômico        Tenho certeza que se pode utilizar la intervenção divina neste campo! Tudo o queposso dizer é que e...
Um grupo espiritual para férias        Meus filhos insistiam em sair de férias. Como sabem muito bem os pais e as mães, as...
Vai se surpreender – como eu me surpreendi – comprovar como alguns de seusensinamentos estão em estreita harmonia com as i...
Capítulo 6      A visão global        Intrigada com a evidente ajuda espiritual que comecei a receber em cada aspecto demi...
Deus                                               Ser          Perguntei ao meu guia interior se estava correto e sua res...
O novo paradigma: terceira tentativa        Tentei pela terceira vez. Coloquei o Ser na parte superior do circulo, conecta...
Incrédula, apoiei as costas no encosto da cadeira enquanto experimentava uma grandequietude. Quem era eu para pensar que t...
adultos devidamente preparados para tomar nossas próprias decisões e viver nossa própriavida. Deseja que brilhemos à luz d...
Capítulo 7      Contratando Ajudantes como Faz o Criador         Está preparado para assumir o comando como Criador? Então...
precisas ou imaginativas e a última coisa que você precisa é que a sua forma de expressão lhecause ansiedade.        Por e...
amigo lhe disse que nunca conseguiria compartilhar seu talento a menos que estivessedisposta a receber uma compensação eco...
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Ponha o ceu para trabalhar.pdf
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ponha o ceu para trabalhar.pdf

4,224

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,224
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
112
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Ponha o ceu para trabalhar.pdf"

  1. 1. qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopertyuPonhaiopasdfghjklzxcvb Ponha o Céu para TrabalharnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyouiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnCéumqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertTrabalharyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmrtyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopadfghjklzxcvbnmq Jean Slatterwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopa
  2. 2. SUMÁRIOElogios para Ponha o Céu para Trabalhar ........................................................................ 4Prefácio............................................................................................................................. 5 Preparando o Cenário .................................................................................................. 5Capítulo 1 ......................................................................................................................... 7 Trazendo o Céu para a Terra ........................................................................................ 7Capítulo 2 ......................................................................................................................... 9 Contratações no Reino Espiritual ................................................................................. 9 As Páginas Amarelas do Universo ................................................................................ 9 Primeiro pense no Céu ............................................................................................... 10 Anjos que esperam que você os contrate .................................................................. 11 Cartão Angel Express .................................................................................................. 11Capítulo 3 ....................................................................................................................... 12 Dê trabalho já ............................................................................................................. 12 Anime-se a sonhar com o que mais deseja ................................................................ 12 E com as coisas menos importantes .......................................................................... 13Capítulo 4 ....................................................................................................................... 14 Contratações celestiais em ação ................................................................................ 14 Arquivos do departamento espiritual de empregos para trabalhos temporais ........ 14 Um Detetive Espiritual ........................................................................................... 14 Um Professor Espiritual de Oratória ...................................................................... 15 Um Buscador Espiritual de Animais de Estimação ................................................. 15 Um Guarda Florestal Espiritual............................................................................... 15 Um Ajudante Espiritual para as Tarefas Escolares ................................................. 16 E mais... .................................................................................................................. 16 Grupos de Trabalho Espirituais: O Autêntico ............................................................. 17 Um Grupo Espiritual Romântico ............................................................................. 17 Um Grupo Espiritual que Mostre o Caminho ......................................................... 17 Um Grupo Espiritual para as Conferencias............................................................. 18 1 Um Grupo Espiritual para a Alegria ........................................................................ 18 PáginaCapítulo 5 ....................................................................................................................... 20 O momento fundamental........................................................................................... 20 Assistência divina ....................................................................................................... 21
  3. 3. Uma equipe de apoio ................................................................................................. 22 Intercepte as minhas chamadas! ............................................................................... 22 Consiga-me mais pacientes! ....................................................................................... 22 Apoio econômico........................................................................................................ 23 Equipe de trabalho pessoal ........................................................................................ 23 Um assessor espiritual para comprar roupa .............................................................. 23 Um grupo espiritual para férias.................................................................................. 24 Um grupo espiritual para escrever livros ................................................................... 24Capítulo 6 ....................................................................................................................... 26 A visão global.............................................................................................................. 26 O antigo paradigma: Deus acima, o Ser abaixo .......................................................... 26 O novo paradigma: ..................................................................................................... 26 Primeira tentativa................................................................................................... 26 O novo paradigma: segunda tentativa ................................................................... 27 O novo paradigma: terceira tentativa .................................................................... 28 O novo paradigma: quarta tentativa ...................................................................... 28 Deus como um pai que educa os seus filhos .............................................................. 29 Os pontos começam a se conectar............................................................................. 29Capítulo 7 ....................................................................................................................... 31 Contratando Ajudantes como Faz o Criador .............................................................. 31 Peça! ........................................................................................................................... 31 Mais uma coisa sobre o pedir..................................................................................... 33 Animados a brincar..................................................................................................... 33 Adotar uma atitude de gratidão ................................................................................. 34 Aspirar ao bem superior ............................................................................................. 34 Sinta teus próprios desejos ........................................................................................ 35 Ter Fé .......................................................................................................................... 35 Não tenha apegos....................................................................................................... 36 Ser paciente ................................................................................................................ 36Capítulo 8 ....................................................................................................................... 38 2 Modelando seus Grupos de Trabalho ........................................................................ 38 Página Os passos .................................................................................................................... 38 Sete passos para contratar os seus grupos de trabalho espirituais .......................... 39 PASSO 1 – Dar um nome ao teu grupo de trabalho ................................................... 39
  4. 4. PASSO 2 – Definir a missão......................................................................................... 39 PASSO 3 – Enumerar os especialistas que desejas contratar ..................................... 39 PASSO 4 – Fazer uma lista de tarefas ......................................................................... 40 PASSO 5 – Por o teu grupo para trabalhar ................................................................. 40 PASSO 6 – Planejar reuniões com a sua equipe de trabalho ..................................... 40 PASSO 7 – Festejar os êxitos obtidos ......................................................................... 41Capítulo 9 ....................................................................................................................... 42 Conversando com o Espírito....................................................................................... 42 Como falar com o Espírito? ........................................................................................ 42 Como o Espírito fala com você? ................................................................................. 43Capítulo 10 ..................................................................................................................... 45 Como funciona? ......................................................................................................... 45 O poder do pensamento ............................................................................................ 45 A lei universal ............................................................................................................. 45 Quem sabe? quem se importa? ................................................................................. 46Capítulo 11 ..................................................................................................................... 47 Quanto custará? ......................................................................................................... 47 Você não tem que ganhá-la........................................................................................ 47 Um Salário Espiritual? ................................................................................................ 47 Efetuar o pagamento através da presença ................................................................ 47 A Viagem Não é Gratuita ............................................................................................ 49Capítulo 12 ..................................................................................................................... 50 Sua própria realização ................................................................................................ 50 E logo certo dia... ........................................................................................................ 50Agradecimentos ............................................................................................................. 51Sobre a autora ................................................................................................................ 51Folha de trabalho para os grupos celestiais ................................................................... 52Adaptação para a língua portuguesa ............................................................................. 54 3 Página
  5. 5. Elogios para Ponha o Céu para TrabalharContar com a assistência espiritual na vida cotidiana -que ideia! -. Não é frequente pedir ajuda,a menos que nos enfrentemos com um problema realmente importante ou com uma situaçãoque ponha em perigo nossa existência. Jean aborda todas as ideias preconcebidas sobre o atode “pedir” e apresenta um livro claro, conciso e prático que nos ensina a recorrer a poderesilimitados. Com esta informação, a vida se torna muito mais simples.Susan Bryant, autora de Beyond the B. S.Belief System Restructuring.Li o livro praticamente em uma hora e comecei a criar grupos de trabalho imediatamente.Muitos deles realizaram trabalhos fantásticos e conseguiram que minha vida seja maispróspera e fluida. Por exemplo, contratei um grupo para las gestões imobiliárias e no final decinco dias consegui um novo lugar para viver que se adequava perfeitamente às minhasnecessidades. As equipes de trabalho especializadas em marketing me conseguiram novosnegócios. A tarefas são infinitas e os seres angélicos se sentem muito felizes em nos ajudarporque tais tarefas os ajudam a crescer e evoluir. Obrigada, Jean, por publicar este livro.Tiffany Cano, instrutora titulada de cura prânica.Nossos clientes gostam do enfoque simples e direto de Jean para criar uma mão de obraespiritual que nos assista profundamente em todos os aspectos de nossas vidas.Stephen Chroniak, coordenador de eventos em East West Books, Sacramento, California.O livro nos oferece um antigo mensagem que, por fim, chegou o momento de ser divulgada.Não é necessário ser religioso, em nenhum sentido da palavra, para deixar-se inspirar por estelivrinho eminentemente prático.Laurie M., San José, California.Este livro não só me mostrou a porta que estava buscando; também a abriu!Nancy S., Colfax, California.Assistido por minha mão de obra celestial, estou preparado para afrontar qualquer desafio.Este livro me ensinou a trabalhar com os anjos.Um leitor, San José, California. 4 PáginaFunciona, de verdade. É divertido colocar em prática as ideias expostas neste livro e, alemdisso, sua leitura é fácil e fluida.Karen L. Stalie, proprietária, Earth Angels, Redding, California
  6. 6. Prefácio Preparando o Cenário Foram meus guias que me impulsionaram a escrever esta obra. A princípio nem sequerera capaz de imaginar como conseguiria encher um livro com as minhas ideias. Pareciam-medemasiado simples! Eu vinha utilizando-as durante anos sem nenhum esforço nemtreinamento especial e faziam parte da minha vida, até o ponto de não passar um só dia semrecorrer a elas. E não levava mais de dez minutos para compartilhar todo o processo commeus amigos, de modo que como faria para ampliar suficientemente o material parapreencher um livro? Apesar de tudo, meu guia interior insistiu que eu devia fazê-lo. Logo me dei conta de que a simplicidade do meu processo era a sua maior beleza. Meencantava a ideia de oferecer um caminho ao Espírito que se parecesse muito com um jogoinfantil simples e claro, que deixasse voar a imaginação do leitor. Queria que meu livro fossebreve, agradável e que, ao mesmo tempo, oferecesse inúmeras possibilidades: que se pudesseler em umas poucas horas e, ainda assim, que modificasse potencialmente as percepções doleitor de uma forma profunda e duradoura. Sabia que teria que encontrar um modo de descrever o que entendo por Espíritos daCriação que inspirasse o leitor no lugar de limitá-lo. Decidi utilizar vários termos (ajudantescelestiais, assistentes invisíveis, forças cósmicas, anjos, guias, Espirito, o Céu, o Divino e outros)que pudessem ser interpretados tanto literal como simbolicamente, dependendo de cadaleitor. Sabia também que muitas pessoas considerariam os Espíritos da Criação como seresreais, enquanto que outras os veriam como facetas de seu próprio ser interior o superior, ousimplesmente como uma maneira prática de conceitualizar a benevolência e os recursosinfinitos da dimensão não física. Ou de todos os seres superiores! Mas meu maior desejo eraque meu livro abrisse uma bonita porta que pudesse ser transpassada por leitores dediferentes níveis de conhecimentos e todo tipo de opiniões. Assim foi que na primavera do 2002 coloquei mãos à obra e presenciei como minhasideias começavam a tomar forma e adquirir profundidade, sem perder sua preciosasimplicidade. À medida que o livro evoluía, minha própria consciência pessoal sobre quemsomos em realidade e o que viemos fazer neste mundo se ampliava radicalmente. Muitos mestres espirituais nos ensinam que a vida é um dom que deve ser vivido emalegre sincronização com nossa origem divina. Somente há poucos anos cheguei a entenderque para conseguir essa sincronização devia possuir, aceitar e empregar essa parte divina demeu ser. Do contrário, minha essência e meu propósito nesta vida não se expressariamcompletamente. Contratar a minha própria divindade? Exatamente, o que significa isto? Adverti quepara mim a resposta residia em criar minha própria realidade, uma ideia muito popular nestes 5dias mas que só comecei a considerar com seriedade quando compreendi o conceito de Páginacontratação que se descreve neste livro. Em última instancia, supus uma mudança depercepção que modificou meu ponto de vista sobre todas as coisas.
  7. 7. Todo começou quando por fim entendi que não me encontrava sozinha, que osajudantes espirituais estavam a espera, dispostos a participar na expressão criativa de minhadivindade. Sentindo-me una com o Espirito, adverti que era a dona do meu universo e adesenhista do meu mundo. Foi uma mensagem de liberdade e poder. Devo admitir que grande parte do que estou a ponto de compartir com vocês foi umagrande surpresa para mim. Presenciar como se desenrolava o processo constituiu umaexperiencia estimulante, ainda que também gerou certa resistência interna. No principio sentique parte desta revelação lidava com a irreverencia. Reconheço agora que minha apreensãoera um reflexo dos sofrimentos, cada vez maiores, que surgiam em minha consciência.Enquanto a minha se ampliava e alcançava uma compreensão mais completa de todas ascoisas, novas percepções substituíam as crenças que já não me serviam. Quando decidi compartilhar esta informação, recebi respostas sinceras de muitaspessoas que também ouviam um sussurro interior que as urgia a organizar suas vidas emcolaboração com o poder do universo. Cheguei a ver a mim mesma como uma ponte e aconsiderar que minha missão era conectar os demais com o mundo espiritual de uma formafácil e tangível. Escrever este livro foi um passo inevitável em meu caminho até a aceitação demeu próprio poder divino e até a tarefa de inspirar os demais para que fizessem o mesmo. 6 Página
  8. 8. Capítulo 1 Trazendo o Céu para a Terra Sente-se conectado com o Espirito? Não me refiro se foi educado segundo certosprincípios religiosos ou se professa alguma. Estou falando de sentir-se conectado com o poderdo Céu e de trazê-lo para a Terra para utilizá-lo em sua vida cotidiana. Para muitas pessoas, a conexão espiritual significa ir à igreja e rezar. Contudo, apesarde estarem convencidas de que têm alma ou espirito, sentem-se separadas do poder que regeo universo. Podem venerá-lo e criar religiões em torno dEle, mas isto segue sendo algoexterior a elas. Somente em tempos de crise, ou quando estão servindo a uma causa nobre,sentem-se justificadas para invocar dito poder, mas mesmo então acreditam que a resposta(ou a ausência desta) procede de Deus. Mesmo aqueles que se sentem uno com o Espírito, muitas vezes também têmdificuldades para perceber tão formidável força como algo tangível e viável em nossa vidadiária. A ideia de que todos somos parte de Deus pode ser muito inspiradora, mas não deixa deser uma bela metáfora a menos que sejamos capazes de assimilá-la paulatinamente. O que realmente necessitamos é melhorar nossas vidas, encontrar a forma de ser maisfelizes e estar mais relaxados: conseguir um trabalho satisfatório, ter um matrimonio bemsucedido, ajudar os nossos filhos, ser um bom amigo, pagar nossas contas e reduzir o estresseem nossa vida. Todos desejamos viver cada dia com maior graça e sabedoria possíveis. Necessitamos ajuda nas coisas importantes da vida, nos altos e baixos, nos desafios enas aspirações de cada dia. Se o poder do Céu não se pode chegar até este nível, então qual ésua utilidade terrena? Eu não tenho previsto criar planetas num futuro próximo. E você? É surpreendente que, apesar de que muitos de nós estarmos convencidos de sermosreceptáculos divinos moldados numa forma física, quando temos que resolver qualquerproblema mundano - como o pagamento de uma fatura ou um vencimento iminente - nosesquecemos por completo dele. Mesmo pensando que nascemos com o poder que criou omundo, desmoronamos quando temos que organizar um plano de trabalho efetivo. Em certosentido, nossa verdadeira natureza fica sufocada pelo constante murmurio de nossas mentesinquietas, nossas vidas agitadas e nossos medos perturbadores. Apesar do apoio onipotente,reconfortante e tranquilizador que nos proporciona a religião popular em nossos dias, nossentimos sozinhos. E se tudo isso pudesse ser diferente? Vamos a analisar uma mudança de percepçãoque propiciará tua conexão com a força criativa do Céu de um modo tão real que quase poderáesticar-se e alcançá-la; uma percepção que tornará as conhecidas (mas abstratas) expressões 7do tipo: “Deus está dentro de ti” ou “Pede e receberá” em algo imediato e real. De repente, o Páginapoder expansivo do universo, com o qual parecia impossível poder relacionar-se, se encontraráprecisamente na palma de tua mão. Deus -e todo o Céu- se converterá em teu aliado econfidente, se sentará junto a ti e apoiará cada um de teus propósitos.
  9. 9. Nestas páginas descobrirás uma forma nova e revitalizada de observar laespiritualidade que, de agora em diante, te trairá a Deus com gentileza para a Terra cada vezque necessites. E considera o seguinte: e se este for exatamente o lugar onde Ele sempredesejou estar? Talvez Ele esteja chamando-te o tempo todo para recordar-te que és umaextensão do seu Ser e que, como tal, tua prerrogativa - e a missão que Deus te encomendou -é tomar posse deste poder onipresente. No que me diz respeito, a mensagem mais importantede meu livro é: por desenho divino somos criadores, e é nosso direito por nascimento -e, emverdade, nossa diretriz- exercer gozosamente o poder do universo. Merece a pena repetir isto: somos extensões da energia criativa do universo, cujosvastos recursos estão sempre a nossa disposição. A mesma força criativa que existe desde oinicio dos tempos é nossa natureza essencial. Através de cada um de nós flui uma energiadinâmica que nos pertence e que podemos utilizar deliberadamente para criar la vida quedesejamos. Seu potencial é ilimitado, infinito e nos pertence a todos. Quando nos consideramos criadores autorizados pelo divino, sucede algosurpreendente. A transformação é inequívoca e vivemos a vida desde uma posição vantajosa.Reconhecemos nossa autoridade para convocar os infinitos recursos do Céu e sua entusiastaassistência, que está à nossa disposição para tudo. Descobrimos que graças a nossa conexãocom este incrível poder, é possível organizar e simplificar todas as tarefas concebíveis eresolver todos os problemas imagináveis. Esta nova consciência nos permite modelar nossavida com determinação, fomentando o prazer e a realização de uma forma tão simples quequase parece um milagre. A partir de agora, nossa vida pode ser a alegre e deliberadaexpressão da origem de toda criação e de todas as possibilidades. Finalmente, pode-se trazer oCéu para a Terra. Na verdade, trata-se de algo bastante simples. Está tão próximo de si como teupróximo pensamento, ou até mais. Sua vida pode mudar definitivamente, ainda que apenasleia os primeiros capítulos deste livro. Tal como afirma Oliver Wendell Holmes: “Quando uma mente se abre graças a umanova ideia, jamais pode retornar a suas dimensões originais”. Está preparado para abrir sua mente? 8 Página
  10. 10. Capítulo 2 Contratações no Reino Espiritual Por diversão, imagine que o mundo espiritual é tão diverso e variado como nossomundo físico. Imagine que nele existem todas as personalidades, os estilos, as destrezas, osinteresses, as motivações, os talentos e os recursos que nós, os humanos, temos. Por exemplo,aqui na Terra encontramos pessoas com todo tipo de traços de personalidade. Algumas sãograciosas, outras são analíticas, existem as espontâneas ou assertivas, e também eficientes. Hágente que possui todos os talentos e as habilidades concebíveis. Alguns são mestresexcepcionais, outros negociadores, jardineiros, conselheiros ou cuidadores de crianças. Imagina agora que todas las características e os trabalhos mencionados tambémexistem na dimensão não física, e que cada tema tem uma contrapartida no Reino Espiritual. Aciência, as matemáticas, a arte, a música, a filosofia, a construção e qualquer outra disciplinatem duplos espirituais. A todo talento ou a toda habilidade que exista na Terra, existe umaenergia não física correspondente. A continuação, imagine que todo este universo de peritos e atributos celestiais está asua disposição bastando pedir. Imagine que os Espíritos da Criação estão preparados paraajudá-lo a criar o seu próprio mundo. Lembre-se que você não só tem o poder de fazer que acriatividade flua através de si, como também é seu direito divino. E também missão divina. Eu já comprovei que o que acabo de descrever é certo. Como poderia esta realidademudar a sua vida? o que aconteceria se todas estas habilidades, características e talentosestivessem realmente ao alcance da sua mão? As Páginas Amarelas do Universo Vamos um pouco mais longe imaginando que todos nós temos acesso à versãocompleta das Páginas Amarelas do universo, que são revisadas a cada minuto. A próxima vezque necessitar um talento especial ou uma determinada habilidade, deixe voar a suaimaginação!Frente a qualquer projeto ou necessidade, o convido a abrir as Páginas Amarelasdo universo para escolher aqueles profissionais com as habilidades e os conhecimentosidôneos para ajudá-lo. Se existe aqui na Terra um talento ou uma habilidade, certamente nas PáginasAmarelas do universo existe uma secção dedicada a eles. De fato, mesmo que jamais tenhaouvido falar de alguém com as características ou os conhecimentos exatos que está buscando,deve confiar que em algum lugar do universo existe precisamente o ser que você precisa,disposto a prestar seus serviços e à espera de ser solicitado. É muito simples trabalhar com este conceito porque ele utiliza um modelo com o qual 9você já está familiarizado. Sua mente consciente sabe perfeitamente como contratar um Páginaajudante através das Páginas Amarelas físicas; portanto, imaginar que faz o mesmo nadimensão não física será também um processo muito simples. De fato, conectar-se com oEspírito resulta tão factível como qualquer outra tarefa. Você cria o pensamento, solicita o
  11. 11. talento, a energia e a habilidade que precisa e, a continuação, seu pedido começa amaterializar-se. Contempla por um momento com que facilidade as coisas ocupam o lugar que lhescorresponde, como se estivessem destinadas a ele. Observa os encontros casuais que seproduzem sem intenção, como se fossem o roteiro de uma representação teatral. Pense nasocasiões que sente o impulso de dirigir-se a algum lugar em particular e, quando se deixa levarpelo impulso, se vê no lugar exato no momento oportuno. Não seria maravilhoso aumentar afrequência destas “surpreendentes coincidências”? É precisamente isto o que pode acontecertodos os dias, se abrir as Páginas Amarelas universais e deixa que o universo organize ecoordene todos os detalhes das suas intenções. Primeiro pense no Céu No plano físico sempre parece que estamos trabalhando com recursos limitados:nunca temos suficiente dinheiro, nem tempo suficiente, nem suficientes pessoas ou peritosaos quais acudir. Se modificarmos nossa percepção do universo, estas restrições deixarão deexistir. Para tanto, imagine, simplesmente, que tem todo o dinheiro, o tempo e os recursos domundo para contratar qualquer tipo de ajuda que precise. Suponhamos que está organizando uma viagem ao estrangeiro. Animo-o a que, antesde mais nada, pense na fonte inesgotável de recursos celestiais e contrate um agente deviagens espiritual e um coordenador espiritual de atividades para que o ajudem para que a suapróxima viagem seja a mais prazerosa que jamais tenha feito. Mas não fique só nisso! Lembre-se que os seus ajudantes invisíveis podem facilitar qualquer tarefa que você proponha. Vocêpode convocar um guia turístico espiritual para que lhe mostre os lugares mais interessantes,um tradutor espiritual para que o ajude a vencer a barreira de um idioma desconhecido e umcomediante espiritual para assegurar-se de que a viagem seja realmente divertida. Do mesmo modo, se deseja conseguir uma nova casa pense primeiro no Céu econtrate um agente imobiliário espiritual. Preparado para conseguir um trabalho melhor. Busque inspiração com a ajuda de umassistente do mundo espiritual que seja especializado em buscar empregos. Procura por um carro novo? Contrate um vendedor de automóveis espiritual. Tem muitas obrigações? Solicite um ajudante espiritual que o ensine a administrar oseu tempo. Tem problemas com o seu computador? Peça um especialista em informáticaespiritual para que o ajude a resolver o problema. 10 Está intranquilo enquanto conduz seu carro por uma vizinhança que não conhece?Chame ao 190 espiritual e solicite uma escolta de policia celestial. Página Está começando a compreender a ideia? Recorrendo às aptidões do universo vocêpode melhorar cada aspecto da sua vida. A ajuda do Divino pode simplificar tudo o que fizer.Pense primeiro no Céu, e agradecerá!
  12. 12. Anjos que esperam que você os contrate Meu guia quer que você saiba que existem milhares de anjos sem emprego. Nuncaconsidere que os seus problemas são demasiados triviais para solicitar uma ajuda Divina.Tampouco pense que pode perturbar os assistentes espirituais. Não só não os incomoda comotambém oferece-lhes um trabalho! Pense no mundo do Espírito como se fosse alguém comquem pode falar de qualquer coisa, ou de nada em particular. Não há nenhuma razão paraficar empostado e nem para falar com uma voz rígida e formal. o espírito o conhece. Sejafranco, espontâneo, ou mesmo bobo ou ridículo: seja qualquer coisa que o faça sentir-secercado dessa energia incrivelmente quente e amorosa. Deve saber que o Espírito sente-sehonrado por você o incluir em cada detalhe de sua vida. Em realidade, aqui é aondeencontrará amor incondicional e o melhor amigo que jamais teve. Cartão Angel Express Para que o processo de contratar ajudantes celestiais seja mais divertido, imagine quetenham lhe dado um cartão de crédito celestial (sem limites de crédito) que é aceito em todasas partes. Está à sua inteira disposição e com ele poderá contratar ajudantes invisíveis que oauxiliarão a concretizar seus sonhos e objetivos, seus projetos, seus relacionamentos, sua vidaprofissional e sua diversão de agora. Abaixo você encontrará um par de cartões da Angel Express, lembrete singular doabundante recurso que sempre está a sua disposição, aonde quer que você vá. Leve um cartãoem sua carteira e nunca saia de casa sem ele! 11 Página
  13. 13. Capítulo 3 Dê trabalho já Agora que já possui seu cartão Angel Express, está preparado para começar aempregar ajudantes celestiais. Logo verá que quando faz contratações no mundo espiritual,não necessita revisar as solicitações, ler currículos nem combinar nenhuma entrevista. Trata-sede um processo muito simples que não requer nenhum esforço; apenas deixe voar a suaimaginação. Lembre-se de quando era uma criança, você não tinha nenhum problema paraimaginar as aventuras mais emocionantes ou os desejos mais fantásticos. Expressar nossosdesejos e pedir que se materializassem era nossa segunda natureza. Com certeza pode selembrar de como brincava em seu próprio mundo cheio de personagens imaginários. Vocêpodia ser um náufrago que havia conseguido chegar a uma ilha, salvo por um grupo deamáveis habitantes. Ou era um detetive convencido de estar a ponto de resolver um caso coma ajuda fortuita de alguns vendedores ambulantes. Independentemente de qual fosse o jogo,você sabia que podia criar personagens a vontade e também muda-los na metade da historiase isso fosse conveniente para o seu plano. Nunca lhe ocorria pensar que podia existir algumarestrição com respeito ao número de personagens que atuavam e seus jogos, nem algumarestrição quanto ao nível de prestigio ou hierarquia. Se quisesse um rei ou um mendigo,bastava imaginá-los. Contratar ajudantes do Reino Espiritual é praticamente o mesmo. Volte a conectar-secom a criança que existe em você e imagine a aventura mais fantástica que possa conceber.Experimente a sua vida cotidiana criando um mundo secreto, dentro do seu próprio mundo,que ofereça ajuda a cada passo. Desate o cinturão das restrições esqueça de qualquer ideia delimitação. Abra as Páginas Amarelas universais e desfrute enquanto deixa que a sua mente seabra, descobrindo a forma de aceder a qualquer energia que deseje invocar sem nenhum tipode condições. Se acredita que a visualização é uma técnica efetiva, pode visualizar-seentregando aos seus assistentes celestiais uma descrição completa das suas tarefas. Ou talvezlhe pareça mais natural fazer uma simples petição verbal, como por exemplo: “Nesta situaçãovou recorrer a um perito”. Não importa o método que utilize! O único requisito é a suaintenção. Limite-se a querer e a ajuda chegará. Lembre-se que pode contar com ela paraqualquer aspecto de sua vida, desde o mais mundano até o mais profundo. Anime-se a sonhar com o que mais deseja Quando somos adultos deixamos de sonhar e de imaginar, porque pensamos quetemos que ser capazes de prever o curso das coisas. Nos sentimos inibidos pelas normas e asestatísticas da vida dos demais. Eu o animo a delegar o como para seus obreiros celestiais.Cada vez que outra pessoa lhe disser o que é possível ou impossível baseando-se em suaprópria experiencia ou compreensão, guarde silencio e pense: “Bom, mas isto não é verdadeem meu mundo”. Sorria por saber que sua poderosa equipe espiritual não está restringida por 12tais normas e estatísticas. A partir da graça, tudo é possível. De maneira que siga adiante eatreva-se a sonhar com o maior desejo que possa imaginar. Queira alcançar seu objetivo Páginamesmo que os demais opinem que é impossível. Você é um criador e o Céu abrirá as águas domar e estenderá o tapete vermelho diante de se para brindá-lo com seu apoio. Aventure-se apedir o impossível, ou irreal, ou mais extravagante; atreva-se a ampliar seus horizontes ao Céu,onde tudo é possível.
  14. 14. Tal como afirmou Robert Browning: “O homem deveria ir sempre mais além de suaspossibilidades; caso contrário, para que existe o Céu?” E com as coisas menos importantes Com frequência também acontece de nos abstemos de pedir ajuda porque pensamosque nossas aspirações são insignificantes. Achamos incômodo pedir ao universo que tenha otrabalho de organizar as circunstancias na medida de nossos desejos. Imagine, por exemplo,que pede aos Poderes Superiores que disponham um clima agradável para um dia especial, ouque esvazie ou tráfico para chegar a tempo a um lugar. Parece um pouco egoísta? Realmentepensamos que o mundo gira em torno a nós? De fato, gira! O mundo inteiro gira ao redor decada um de nós. Se a cada momento estamos criando nosso próprio mundo, por que nãoconcebê-lo tal como o desejamos? Quando tomamos consciência desta realidadecompreendemos que, longe de sermos egoístas ou presunçosos, estamos cumprindoprazerosamente a missão que Deus nos encomendou. Seria mais virtuoso criar algo que nosfizesse infelizes? Pode estar seguro de que o universo se compraz em organizar cada pequenodetalhe pelo mero propósito de conseguir que seu rosto se ilumine com um sorriso, que seusolhos brilhem e que se anime a dar um pequeno salto enquanto avança. 13 Página
  15. 15. Capítulo 4 Contratações celestiais em ação Simplesmente imagine todas as possibilidades que existem! É um grande alívio saberque qualquer que seja o desafio com o qual se enfrenta, seja este grande ou pequeno, a ajudaque necessita está à distancia de um pensamento. As tremendas tensões de nossas vidasfazem com que se sinta sozinho, sem saber a quem recorrer. Isto não vai mais lhe acontecer!Logo será consciente do maravilhoso apoio que o universo tem para você. Arquivos do departamento espiritual de empregos para trabalhos temporais Vamos ver como a fantástica assistência dos ajudantes celestiais funcionou para outraspessoas. Estes exemplos da vida real sobre a prática de empregar este tipo de assistentes sereferem ao que denomino o departamento espiritual de emprego para trabalhos temporais. Setrata de um departamento que localiza o ajudante indicado enquanto você tem umanecessidade específica a curto prazo. Desde que comecei a ensinar estes princípios, duzias depessoas me contaram suas encantadoras historias com grande entusiasmo. Um Detetive Espiritual Certo dia, saí para comer com minha amiga Déb contando a ela tudo o que eu sabiasobre o processo de contratar ajudantes espirituais. Quando voltei a vê-la um mês mais tarde,Déb estava ansiosa para contar o que havia acontecido. “Tinha trabalhado no jardim váriashoras. Quando entrei em casa, minha filha me disse que tinha perdido a pérola do anel quemeu marido tinha me dado há três anos atrás. A primeira coisa que pensei foi que jamaisconseguiria encontrá-la entre as folhas, ervas ou gravetos. Fiquei muito chateada. Estavaconvencida de que não havia nenhuma possibilidade de encontrá-la, de modo que nem tentei.Mas pouco depois recordei do que me havia contado e imediatamente contratei um detetiveespiritual; pedi-lhe que encontrasse minha pérola e me a devolvesse. Duas horas mais tardeestava sentada na cama conversando com meus filhos quando nossa cachorra Callie se uniu anós e uma das crianças disse: Mamãe, Callie está brincando com algo que tem na boca. Entãoestirei o braço e abrindo a mão junto a sua boca pedi que me entregasse o objeto que estavabrincando. Pode acreditar que, na mesma hora, deixou cair a pérola sobre a palma de minhamão? O menos que posso dizer da história de Déb é que parece um milagre. Sem dúvida,muitas vezes eu mesma experimentei o mesmo e comprovei a boa disposição que tem oEspírito para me prestar sua ajuda no meio das minhas conferências. De outro lado, tambémtenho escutado inumeráveis relatos de pessoas que contrataram um detetive espiritual paraencontrar anéis e outras jóias em diversas circunstâncias. Parece que assim que descobriram o 14“número do telefone” do detetive, se produziu uma enorme demanda de seus serviços. Seencontra-se em uma situação semelhante, não vacile em chamá-lo. Posso assegurar-lhe com Páginatoda franqueza que é o melhor do Universo.
  16. 16. Um Professor Espiritual de Oratória Depois de escutar uma de minhas conferências, uma das assistentes, chamada Joan,entrou em contato comigo para me contar como havia conseguido contratar os serviçoscelestiais. Certo dia, sem prévio aviso, recebeu uma chamada da empresa onde trabalhaquando solicitaram que substituísse um colega que estava de licença por doença. A tarefa quelhe deram foi preparar um informe sobre o plano financeiro da companhia. Apesar deconhecer perfeitamente o tema, enquanto se dirigia ao grupo de pessoas as quais iria passaras informações se sentiu intimidada e lhe deu um branco. Como não havia previsto aquelasituação, não tinha nada preparado para solucioná-la. Então se desculpou e saiu correndo até o banheiro com o objetivo de contratar deimediato um professor espiritual de oratória. Graças a essa iniciativa, aquela foi a melhorconferência de sua vida. Quando terminou sua exposição, todos a rodearam para felicitá-la eagradecer por ela haver lhes explicado tão claramente a situação. Um Buscador Espiritual de Animais de Estimação Karen tem uma vizinha muito idosa a qual ajuda em tudo o que pode. Uma manhã,quando estava a ponto de sair rumo ao trabalho, a encontrou chorando porque seu adoradocachorro, sua única companhia, havia se perdido. Karen ficou preocupada em ir trabalhar e deixá-la sozinha nessa situação. Então foi atéo seu carro e contratou um buscador espiritual de bichos de estimação. Logo visualizou ocachorro percorrendo a vizinhança; viu que ele se dirigia até a casa de sua vizinha e o imaginououtra vez em seus braços. Somente então partiu rumo ao seu trabalho, assegurando à senhoraque tudo se resolveria. Confiava plenamente que o cachorro voltaria para sua dona. Aquela tarde, o telefone de sua vizinha começou a tocar no mesmo momento queKaren entrava em casa. Era um amigo que vivia um pouco mais abaixo, na mesma rua, e queanunciava que o cachorro estava são e salvo. Karen conseguiu trabalhar o dia todo tranquilamente, livre de toda preocupação,porque sabia que o buscador de bichos de estimação estava fazendo seu trabalho. Um Guarda Florestal Espiritual Steven decidiu contratar os serviços celestiais antes de fazer uma viagem ao ParqueNacional Yosemite com sua esposa. Sua ideia era fazer um retiro espiritual, e por esse motivo,ambos estavam particularmente interessados em ter uma estadia tranquila e em sintonia coma natureza. Sabendo que Yosemite recebe uma grande quantidade de visitantes, antes de partirSteven contratou um guarda florestal espiritual, e solicitou que localizasse um local muitotranquilo para acampar, uma espécie de lugar sagrado. Ao retornar me contou que sua viagem 15havia sido absolutamente mágica, acrescentando que durante os quatro dias que passaram ali Páginasomente em duas ocasiões ouviram o latido de um cachorro e em nenhum momento cruzaramcom outras pessoas.
  17. 17. Um Ajudante Espiritual para as Tarefas Escolares Raquel descobriu que também é possível contratar alguém para outra pessoa. Seufilho Logan, de doze anos, havia decidido fazer um trabalho escolar sobre Joe Montana, mas nabiblioteca do colégio não conseguiu encontrar nenhuma informação sobre ele. Por isso Raquelo levou para a biblioteca da cidade e decidiu esperar no carro, junto com sua filha de doisanos, até que Logan achasse o que buscava. O menino voltou com os olhos cheios de lágrimasuma hora depois, porque não conseguia encontrar nenhum livro sobre Montana. Com grandecalma, sua mãe sugeriu que entrasse outra vez na biblioteca e continuasse a procurar. Enquanto o menino voltava à biblioteca sem muita convicção, Raquel contratourapidamente um ajudante espiritual para as tarefas escolares. Solicitou que acompanhasse eajudasse seu filho a encontrar o livro que precisava. Três minutos mais tarde, entrou nabiblioteca e viu Logan com um livro de 28 x 45 cm, que tinha uma foto de Joe junto a um título“Montana”, escrito em negrito e com letras enormes. Onde o encontrou? Perguntou Raquelassombrada. Com os olhos muito abertos, como se não pudesse dar crédito ao que ia lhecontar, Logan respondeu: Voltei à seção de esportes e pensei: e se tem algum livro caído portrás das estantes? Então olhei e na parte de trás descobri um livro caído no canto. Estiquei-metudo que podia para alcançá-lo e, era este! E mais... Katie e seu marido estavam a ponto de comprar uma nova casa. Desejavam adquirirum magnífico terreno, mas deviam esperar que a oportunidade para fazer uma oferta. Katietemia que alguém pudesse se adiantar a eles e lhe ocorreu contratar um agente imobiliárioespiritual para que reservasse a propriedade em seu nome. A semana anterior á data previstapara fazer sua proposta, Katie se viu inquieta e preocupada, e na noite anterior praticamentenão conseguiu conciliar o sono. Mas quando chegou o momento, a propriedade ainda estavadisponível. Katie estava convencida de quem não havia sido uma mera coincidência. Cada vez que Nancy tentava enviar uma informação financeira através da rede, o únicoque via na tela de seu computador eram mensagens de erros. Desesperada contratou umperito informático espiritual para que desbloqueasse a rede e ela pudesse enviar seu arquivo!E conseguiu no momento seguinte! Judy não conseguiu ligar o carro e regressava à pé para comunicar o fato a seu maridoquando pensou em contratar um mecânico espiritual. Subitamente, voltou em direção aoveículo. Por incrível que pareça o motor arrancou imediatamente! 16 Página Estes exemplos demonstram que, inclusive as coisas mínimas podem ser facilitadaspelo divino. Quando em sua vida acontece esse tipo de sincronicidade, talvez chegue aquestionar se verdadeiramente se trata do reino espiritual trabalhando para você. Não
  18. 18. obstante, com o passar tempo perceberá de que é algo que se sucede frequentemente e, emconsequência, seu ceticismo se desvanecerá. Grupos de Trabalho Espirituais: O Autêntico Mas caso limite-se ao escritório de emprego para trabalhos temporários, apenasconseguirá um vislumbre do que pode ter. Muitos de seus planos e projetos podem beneficiar-se com mais de um simples assistente. Pode organizar uma equipe completa ou um grupo detrabalho que lhe ajude com seus compromissos a longo prazo. Lembre-se que tem uma fontede recursos a sua inteira disposição. Considero que utilizar os serviços dos grupos de trabalhoespirituais é o recurso mais poderoso dos serviços celestiais e pode modificar sua vida deforma definitiva. Os grupos podem formar uma equipe de apoio constante que trabalhe comvocê para garantir o êxito da maneira mais incrível. Alguns podem colaborar com você durantesemanas ou meses, enquanto que outros podem ser seus companheiros durante toda a vida.Estou segura que gostará das seguintes histórias que relatam como outras pessoas têmutilizado os grupos espirituais para conseguir os principais objetivos da sua vida. Um Grupo Espiritual Romântico Patty estava saindo com um contador, mesmo não acreditando que ele pudesse ser ocompanheiro da sua vida. Tinha enviuvado há alguns anos atrás e tinha criado seus dois filhos,sozinha. Agora queria uma relação iniciada no Céu e não se conformava com oura coisa. Fazia muito tempo que Patty acreditava que os anjos a ajudavam em todos os aspectosde sua vida, de modo que invocou aos que ela denominou Anjos Românticos e ao Criador doAmor. Pediu-lhes que enviassem a sua casa alguém que tivesse o “mesmo coração” que ela eque fizessem com que ela soubesse que se tratava do homem certo, fazendo coincidir datassignificativas de suas vidas. A primeira coisa que fez foi deixar de sair com o contador.Começava a primavera e decidiu fazer uma limpeza geral na casa, tal como era o seu costumeem toda mudança de estação. Arrumou seus armários para deixar espaço aos pertences de seupróximo companheiro e inclusive adquiriu um charmoso porta retrato para colocar uma fotodos dois no futuro. E, concluindo, fez algo bem fora do comum: comprou luxuosos lençóis decetim vermelho para sua cama e urso de pelúcia da mesma cor. Quando praticamente terminou de arrumar sua cassa seu vizinho marcou uma reuniãocom um empreiteiro que não era do mesmo estado, para fazer um orçamento na casa dePatty. Foi assim que Mike, também viúvo, bateu na sua porta. Patty olhou nos olhos dele epercebeu a beleza de sua alma. Foi amor a primeira vista. No encontro inicial descobriram queo filho de Mike fazia aniversário no mesmo dia que Patty e que seu próprio filho havia nascidono mesmo dia da falecida esposa de Mike. Eram os fatos coincidentes que ela havia pedido!!Cinco dias mais tarde confessaram o seu amor e desde então são um par inseparável. Como éevidente, sua relação nasceu no Céu. 17 Um Grupo Espiritual que Mostre o Caminho Sherry se sentia absolutamente frustrada. Sempre havia desejado ser uma profissional Páginano campo de cura natural, porém tinha passado grande parte de sua vida trabalhando comorecepcionista. Tinha muitos conhecimentos e experiência pessoal, mas por uma ou outrarazão, as coisas nunca haviam saído com ela desejava.
  19. 19. Tudo isso mudou quando descobriu a possibilidade de contratar serviços celestiais.Maravilhada ante a ideia de empregar assistentes divinos, solicitou imediatamente umacompleta equipe celestial. Sem descuidar de nenhum detalhe contratou um promotor, umcoordenador, uma pessoa que administra seu tempo, um assessor financeiro e muitos outrosajudantes com o objetivo de que seu sonho se tornasse realidade. Ao final de poucas semanas começou a ver os resultados. A um quilometro e meio dedistância de sua casa encontrou um escritório onde trabalhava um quiroprático que estavainteressado em dividir seu espaço com outros profissionais. Com a colaboração de Sherry, quese encarregou de organizar tudo, transformaram o escritório em um centro e uma escola decura. Como por arte e magia, apareceram especialistas de diversas áreas da cura naturaldispostos a trabalhara ali. Sherry estava muito satisfeita com a qualidade dos profissionais quebatiam na sua porta. Surpreendida e encantada, presenciou como seus sonhos, que antespareciam distantes e inalcançáveis, começavam a materializar-se a toda velocidade. Segundo suas próprias palavras: “Deixei atrás uma vida cheia de desejos, ânsias,tentativas e fracassos para alcançar o êxito praticamente da noite para o dia”. E isso não é tudo! O marido de Sherry também contratou assistentes celestiais paraque indicassem seu próprio caminho. Durante dezesseis anos havia mantido um trabalhotremendamente aborrecido pelo simples fato de ter um salário no fim do mês. Ainda quesempre fora fascinado pela psicologia, nunca se havia atrevido a embarcar nessa direção. Háalgumas semanas, descobriu um ramo da psicologia que se ocupa da felicidade em lugar dosproblemas. Pouco depois, conseguiu um emprego como conselheiro. Hoje em dia está encantadocom sua nova profissão e tem absoluta certeza de ter nascido para esse trabalho. Um Grupo Espiritual para as Conferencias Todos os anos minha amiga Elizabeth organiza uma importante conferência. Costumadizer que é uma tarefa muito cansativa, mas assim que ouviu falar das contratações celestiais,solicitou um grupo espiritual. Com grande alegria, me comunicou que a última conferênciatinha sido muito mais simples que as anteriores. Estava especialmente satisfeita com “omonitor de energia espiritual” que havia contratado para conservar sua energia e vitalidade, epara conseguir desfrutar da conferência como se fosse uma ouvinte no evento. Um Grupo Espiritual para a Alegria Quando Gary ouviu falar das contratações celestiais, solicitou imediatamente umgrupo para devolver a alegria à sua vida tornando-a mais abundante. Acabava de passar unsanos realmente duros: havia tido problemas econômicos e havia se divorciado de sua esposa.Ainda que tivesse aposentado, sentia que sua vida era muito complicada e não queria 18continuar por esse caminho. Dirigiu-se energicamente a seu grupo para a alegria falando daseguinte maneira: Sou um homem maduro. A vida não pode ser tão dura. Poderia me facilitar Páginaum pouco as coisas? Agora disse que é incapaz de descrever todas mudanças positivas que tiveram na suavida a partir daquele momento. Em lugar de lutar constantemente para conseguir seus
  20. 20. objetivos, todos os dias experimenta a sincronicidade e lhe maravilha observar como sua vidaatual é simples. Por exemplo, quando tenta encontrar uma direção em uma vizinhançadesconhecida, termina por descobrir a rua que estava buscando . De outro lado temexperimentado profundas mudanças pessoais. Para mencionar somente uma delas, diremosque Gary costumava ser um homem irritável, mas desde que contratou seu grupo de alegrianão se lembra de pensamentos contrariados ou ataques de cólera. Suas preocupações einquietudes sumiram e foram substituídas por uma nova e prazerosa sensação de calma econsolo. Sua vida atual era muito gostosa. 19 Página
  21. 21. Capítulo 5 O momento fundamental Depois de haver chegado até aqui, é provável que se pergunte como surgiu esta ideia.Já teve alguma experiência que não consegue explicar em termos de casualidade, que tenhasido tão fortuita que o deixou perplexo? Você pode fazer caso omisso de momentossemelhantes, sem dar-lhes nenhum sentido e chamando-os de inexplicáveis; ou pode tomarnota deles e permitir que modifiquem a sua existência. Em 1996 aconteceu-me algo que mudou completamente minha vida. Nessa época eu tinha meu próprio negocio como curadora profissional. Eu haviaaprendido que nosso corpo tem todas as respostas para os problemas de saúde e somenterequer que alguém formule as perguntas adequadas. Foi assim que tudo começou. No lugar deavaliar a saúde de meus pacientes desde um ponto de vista racional, meu propósito era ajuda-los a encontrar suas próprias soluções. Com frequência, esta atitude me permitia descobriralguns interessantes problemas essenciais que permaneciam ocultos, incluindo desequilíbriosemocionais e auto-sabotagens mentais (também participei em certos milagres, ajudando aspessoas a conetarem-se com a sabedoria inata de seu próprio corpo). Havia aprendido que existem diferentes maneiras de formular perguntas que o corpopode responder com um sim ou um não, por exemplo, realizando probas musculares ouutilizando um pêndulo. Trabalhando com essas respostas, através de um processo deeliminação, é possível reduzir o leque de possibilidades ao tema primordial que, com todacerteza, está causando a enfermidade ou a dor. Precisamente este é o ponto ao qual chegueicerto dia com um paciente chamado Sam. Havíamos chegado à conclusão de que Sam padeciade um desequilíbrio energético associado com seus neurotransmissores (um desequilíbrioenergético não é mais que uma forma elegante de dizer que algo não ia bem no corpo do meupaciente, e um neurotransmissor é uma substancia que transmite impulsos nervosos nocérebro, essencialmente sensações). Eu não tinha demasiada experiencia no tema deneurotransmissores, mas seu corpo insistia em que eu devia ocupar-me com cinco deles. Parapoder fazê-lo, primeiro tinha que identificá-los. Não sabia muito bem por onde começar.Finalmente, fui capaz de reconhecer quatro deles (norepinefrina, serotonina, melatonina eGABA), mas não conseguia identificar o último, nem tinha a menor ideia onde podia localizá-lo. De pronto, quando menos esperava, meu paciente perguntou: “A histamina é umneurotransmissor?” Como não estava muito familiarizada com os neurotransmissores, minhaprimeira reação foi pensar que uma pessoa leiga na matéria, como era meu paciente,provavelmente teria ainda menos conhecimento do tema que eu. De maneira que, com minhavoz mais profissional, respondi: “Não. A histamina é esta substancia que liberam os seus seios 20nasais durante uma reação alérgica. Quando se apresenta este sintoma, os médicos receitamanti-histamínicos”. logo, sem nenhum motivo aparente, senti o impulso de pegar da estante Páginaum livro sobre a saúde que havia comprado um ano atrás; todavia não o havia lido e nemsequer dado atenção. Abri numa página perto do meio do livro e não pude deixar de rir aoencontrar a palavra histamina como título de um capítulo. De imediato, meus olhos se
  22. 22. detiveram numa linha que estava um pouco mais abaixo e no meio de um paragrafo: “Ahistamina também se considera ser um neurotransmissor”. Fiquei perplexa! Como podia haver acontecido algo assim? Evidentemente, não setratava de uma mera e incrível coincidência. Era algo muito preciso e específico para ser umsimples produto da sorte. Paremos para pensar em tudo o que teve que acontecer para que seproduzisse semelhante situação. Em primeiro lugar, algo ou alguém teve que sussurrar aoouvido do meu paciente a palavra histamina. logo, depois de que eu a descartara, algumaforça teve que impulsionar-me a buscar na estante um livro que nunca havia lido e abri-lo napágina exata onde encontraria a resposta. De repente, tive plena consciência de que nãoestava sozinha. Fiquei arrepiada e, ao mesmo tempo, experimentei um profundo júbilo.Imagine o que significa contar com o apoio de uma sabedoria invisível! Acaso um “médicoespiritual” estava me ajudando? Esse mero pensamento me outorgou uma prodigiosasensação de tranquilidade e uma nova consciência: acontecem muitas mais coisas além dasque os olhos são capazes de perceber. Assistência divina A partir desse momento, comecei a advertir novas evidencias de que eu estavarecebendo ajuda de fontes superiores e decidi não considera-lo como uma mera coincidência.A ideia de que um médico espiritual me aconselhava começou a cobrar força. Tomeiconsciência de que minha intuição havia se intensificado e estava me brindando umainformação que excedia os conhecimentos que eu havia adquirido durante minha formação.Por fim consegui entregar-me confiadamente para que me guiara esse saber interior,relegando a um segundo posto minha própria educação. Comecei a fantasiar que havia umaequipe completa de médicos olhando por cima dos meus ombros tudo o que eu fazia eaconselhando-me a cada momento. Nem é preciso dizer que meu trabalho evoluiu ao um novonível. Meus pacientes e eu nos surpreendíamos quando uma informação inesperadaaparecia em minha consciência como que caída do céu. Invariavelmente, era a peça quefaltava e que fazia a diferença. em algumas ocasiones, fui guiada a prescrever medicamentosque jamais teria considerado mas que, no entanto, resultaram ser a solução perfeita. Depois de varias experiencias deste tipo, meu ceticismo natural mudou para umcrescente entusiasmo pela ajuda divina que havia surgido em minha vida e que estava meajudando a evoluir. Co o passar do tempo aprendi a render-me a esta voz interior para tratar atodos os meus pacientes, deixando que ela me indique o que devo fazer. Alguns podem sugerirque é meu próprio cérebro - ou talvez minha mente subconsciente - o que está gerando essainformação, mas eu sei que ela provem de uma fonte divina. Muitas vezes me sinto como umamera observadora, testemunhando a magnífica interação que se produz entre meu paciente ei médico espiritual que trabalha através de mim. Me deixo guiar intuitivamente ao 21conhecimento que ilumina os mistérios sobre o estado de saúde de cada um dos meus Páginapacientes, para oferecer-lhes os remédios adequados.
  23. 23. Uma equipe de apoio O fato de prestar atenção a esta orientação profissional resultou tão efetivo paratratar os meus pacientes que comecei a perguntar-me se meus guias seria inconvenienteajudar-me em outros aspectos do meu trabalho. Por exemplo, eu precisava uma secretaria, umrepresentante de marketing e um perito em contabilidade. Como não estava muito segura deque esses trabalhos pudessem ser realizados num plano espiritual, introduzi um requisito paraver o que acontecia. Imaginei que pedia ao universo assistentes angélicos que tivessem ashabilidades e os conhecimentos adequados para realizar com alegria as tarefas requeridas. Mais adiante, comecei a manter reuniões imaginarias com minha equipe decolaboradores dirigia o carro a caminho do trabalho. Falava em voz alta com meu grupo demédicos espirituais e profissionais da saúde e com os empregados administrativos queacabava de contratar, comentando nossas tarefas diárias: quais pacientes ia atender, quaiseram as atividades do dia, e assim sucessivamente. Falava com eles dos detalhes do meutrabalho como se estivesse conversando com um grupo terreno. Devo dizer que depois de empregar minha secretaria espiritual, o responsável pelomarketing e o contador, meu trabalhou prosperou com pasmosa facilidade. Os trâmites e asfaturas não se calculavam, se imprimiam nem se enviavam magicamente por si mesmos, maseu consegui ocupar-me de tudo de forma muito rápida e simples. Com minha equipe de apoioao meu lado, tinha todo o trabalho que desejava, mi agen¬da fluía harmoniosamente e meuspacientes estavam muito satisfeitos com os resultados. A continuação contarei algumas graciosas historias que refletem como minha vidamudou desde que contratei os meus empregados celestiais. Intercepte as minhas chamadas! Todos os verões assisto a uma convenção em Santa Cruz, Califórnia, que dura umasemana. Cada vez que participo do evento, dedico todas as manhãs, as pausas para o almoço eas tardes para escutar as mensagens que chegam em meu celular e a devolver as chamadasaos meus pacientes, porque minha secretária eletrônica do telefone se bloqueia se não apagoas mensagens acumuladas. Certo dia me ocorreu que meu grupo celestial podia dar-me umamão. “Este é o trabalho perfeito para minha secretaria celestial”, pensei. De modo que quando teve lugar a seguinte convenção, pedi que durante a minhaausência não deixasse entrar na secretária eletrônica mais de cinco ou seis chamadas. Eacredite ou não, quando voltei para casa encontrei exatamente seis mensagens esperando-me! Consiga-me mais pacientes! Desde que contratei um representante espiritual de marketing, tenho a quantidade de 22pacientes que desejo atender, e sem fazer publicidade! No entanto, numa sexta-feira pelamanhã abri minha agenda e descobri que para a semana seguinte apenas tinha a metade das Páginaconsultas que de costume. Portanto, decidi convocar uma reunião de emergência com meugrupo espiritual e falei seriamente com meu representante para que se dedicasse à tarefa deconseguir-me mais pacientes. Essa mesma tarde recebi vinte e três chamadas solicitando umhorário.
  24. 24. Apoio econômico Tenho certeza que se pode utilizar la intervenção divina neste campo! Tudo o queposso dizer é que estou surpresa com a abundante fluência do dinheiro em minha vida e muitocontente de que este tema ja não constitua uma preocupação. Sempre disponho do dinheirosuficiente para tudo o que quero fazer em relação ao meu trabalho, seja assistir a umseminário que me pareça interessante ou comprar qualquer artigo ou elemento que precise. Equipe de trabalho pessoal Em 1997, um ano depois de haver vivido minhas primeiras experiencias com osajudantes celestiais, meu trabalho se desenvolvia sem nenhum problema. Me sentia muitocomoda e segura pensando que o Espírito não só desejava que eu fizesse este trabalho, mastambém me oferecia seu generoso apoio. Nesse momento decidi seguir adiante sem me deter diante de nada. Seria possívelreceber ajuda em todas as áreas da minha vida? Naturalmente; quando a solicitei, a assistênciadivina começou a manifestar-se em abundancia. A partir de então, não só meu trabalho, mas também minha vida pessoal começaram afluir mais harmoniosamente que nunca. Agora tenho ajudantes para ir às compras, para osprojetos em casa e assuntos familiares, para os desafios emocionais pessoais, para os eventossociais, o lazer, as férias, e para muitas coisas mais. Um assessor espiritual para comprar roupa Senhoras, não percam esta historia. Ainda que custe a acreditar, sair para comprarroupa era uma das atividades que menos me atraiam. até o ponto me desagradava que parame aventurar nos centros comerciais e grandes shoppings tinha que estar à margem dodesespero. Nunca conseguia comprar a roupa que me agradasse; ou não me assentava bem ouera muito cara. Invariavelmente, eu terminava exausta e frustrada. Por fim, me deu conta de que com a ajuda de um Espírito criativo seria capaz deconverter esta experiencia em uma atividade prazerosa e satisfatória. Na ocasião seguente quesai para as compras, contratei um assessor espiritual para que me acompanhasse. Devo dizerque foi uma experiencia maravilhosa. Senti que me guiava aos melhores tesouros que seocultavam nas inúmeras prateleiras. Sair às compras deixou de ser um exercício frustrante e setornou uma atividade apaixonante e divertida. Comecei a encontrar tantas coisas que meagradavam que não podia aguardar o momento de prova-las. Eram tantas as que seadequavam perfeitamente ao meu porte físico e estilo que logo me deparei com um novodilema: o que não devia comprar. Quase me envergonho admitir que num só dia adquiridezessete produtos por pouco mais de 200 dólares. Posso dizer que meu ajudante pessoal éum comprador excelente que sabe encontrar ofertas. 23 Desde então, sempre contrato assistentes espirituais para ir às compras. Eles sempreme conduze à loja correta e aos produtos perfeitos. Isto é muito prático para as compras de PáginaNatal, quando devo encontrar os melhores presentes no menor espaço de tempo. E comobrinde, até me ajudam a encontrar estacionamento nestas datas tão movimentadas do ano!
  25. 25. Um grupo espiritual para férias Meus filhos insistiam em sair de férias. Como sabem muito bem os pais e as mães, asviagens familiares podem ser tão cansativas que logo é preciso tirar outras férias para serecuperar das primeiras. Mas isto mudou por completo desde que contratei uma equipe detrabalho para que me ajudasse. Empreguei um mecânico espiritual para que se ocupasse como furgão para que funcionasse bem, um agente de viagens espiritual para que me ajudasse aencontrar um excelente alojamento e um gourmet espiritual para que escolhesse fantásticosrestaurantes sem descuidar de nada. Mas minha contratação favorita, que conservo empermanente atividade, foi o perito em conduta exemplar. Você pode imaginar uma viagem dedez horas com quatro crianças sem brigas nem discussões? Foi maravilhosa! Meu marido e eudesfrutamos das melhores férias que já tivemos e as crianças estão impacientes para repetir aexperiencia. Um grupo espiritual para escrever livros Passando para um tema mais sério, não posso imaginar como teria conseguidoescrever este livro sem a incrível ajuda do Reino Celestial. Em primeiro lugar, apesar de haviapensado muitas vezes em escrever sobre outros temas, a tarefa sempre me parecia aflitiva. Eutinha muito pouca confiança na minha capacidade de terminar um livro. Sempre me haviaconsiderado uma pessoa com ideias; tinha centenas de páginas cheias de conceitos e detítulos, mas jamais havia estado tão próxima de fazer algo frutífero com elas. Quando me senti inspirada para escrever um livro sobre o processo de contratarajudantes celestiais, de imediato convoquei um grupo espiritual especializado para que mefacilitasse o caminho. Sabia que teria que afinar certas habilidades, mudar a imagem que tinhade mim mesma e crescer em todos os sentidos. E foi isso exatamente o que aconteceu! E comofosse pouco, recebi a ajuda extraordinária de outros excelentes profissionais terrenos em cadaetapa do caminho. O mais surpreendente é que a maioria foram conduzidos para mim, semque eu tivesse de busca-los fisicamente. Eu só me desviava do meu objetivo quando meimpacientava e queria forçar as coisas – leia “Ser paciente”, no capítulo 7. Na realidade, estelivro foi escrito utilizando o mesmo processo que descreva. Vou explicar como aconteceu. Havia escrito um esquema de trabalho e organizadouma parte do material (o suficiente para começar a dar conferencias sobre o tema), masseguia me sentindo incapaz de desenvolver o conteúdo. Pedi ao meu grupo espiritual deprojetos que encontrasse alguém que pudesse me ajudar a dar forma aos meus pensamentose dar uma nova vida às palavras. Pedi que esta pessoa apreciasse minhas ideias e soubessecomo leva-las à prática. Dois dias mais tarde recebi uma chamada telefônica de uma pessoadesconhecida que soube de mim através de um amigo em comum. Apresentou-se dizendo queera uma revisora de textos e me perguntou se eu estava trabalhando em algum projeto.Obviamente a contratei de imediato, certa de que o Universo havia arranjado as coisas para 24que nos conhecêssemos. Resultou que ela tinha as exatas habilidades que eu havia pedido.Ademais, graças a ela tive o prazer de conhecer os textos e as faixas de áudio de Abraham- PáginaHicks. Esther Hicks é uma oradora de grande inspiração que se comunica com um grupo demestres espirituais autodenominados Abraham. Se você nunca ouviu falar deles, pode busca-los na Internet no link www.abraham-hicks.com.
  26. 26. Vai se surpreender – como eu me surpreendi – comprovar como alguns de seusensinamentos estão em estreita harmonia com as ideias desenvolvidas neste livro. Fiqueimuito emocionada por ter uma corretora de textos, praticamente, no meu colo. Umacorretora tão talentosa que ficava compenetrada com as ideias do meu livro. Uma vez completada esta fase inicial, tinha que encontrar alguém que me ajudasse aampliar, organizar e polir o estilo do livro. Uma vez mais pedi ao meu espiritual que me desse apessoa certa para mim. No dia seguinte uma paciente nova entrou em meu consultório e aoapresentar-se me contou que trabalhava como revisora. Ofereci emprego na hora, sabendoque nosso encontro não era acidental. Nesta ocasião também descobri que ela tinha osconhecimentos que eu precisava! Mas devo dizer que fiquei completamente pasma quandoum mês mais tarde ela também se revelou ser uma seguidora de Abraham, cujosensinamentos a haviam inspirado durante anos. Quais são as possibilidades de encontrar duasexcepcionais corretoras com conhecimentos filosóficos tão semelhantes? Com toda certeza,foi o Céu que as conduziu até mim. A parte seguinte da história é ainda melhor. Meu grupo espiritual começou a dizer-meque já era hora de apresentar livro a um editor para publicá-lo. Eu já havia feito minhaspesquisas para saber o quão competitivo era o setor. Havia descoberto que as possibilidadesde que uma pessoa que nunca havia publicado fosse selecionada por uma editoria erampraticamente nulas. Aqueles que sabem mais dizem que a melhor forma de aumentar aprobabilidade de publicar é ter aulas sobre como redigir um livro e formular um plano demarketing que, com sorte, possa conseguir que um editor faça uma segunda leitura do seulivro. Ademais, aconselham a enviar o trabalho pelo menos a trinta editores e não sedecepcionar caso todos o recusem. No entanto, a esta altura você já sabe que quando se contrata os serviços do Céu sepode obter uma informação interior que permita adiantar-se do resto dos aspirantes. Melimitei a pedir ao meu grupo espiritual literário que me guiasse ao editor perfeito. Em seguidame dirigi à minha e disse em voz alta: “Mostre-me um livro que tenha sido editado destaforma”. Meus olhos pousaram sobre The Power of Now, publicado por New World Library deNovato, Califórnia. Emocionada e nervosa, busquei a New World Library na Internet e meconvenci de que era o lugar ideal para Pon al Cielo a Trabajar. Decidi não buscar outro lugar nem enviar meu livro a nenhuma outra editoria. Enviei -sem ter sequer uma proposta formal nem um plano de marketing - com plena confiança deque meu grupo espiritual me abriria el caminho. E a New World Library entrou em contatocomigo. Meu livro havia encontrado a editoria perfeita, convertendo-se assim num exemplo amais do tema que trata. Como vê, com o poder do Céu a seu favor, as coisas que elesaconselhem fazer podem desafiar as estatísticas. Eu estava muito enganada e felicitei o meugrupo espiritual literário por haver feito um excelente trabalho. 25 Página
  27. 27. Capítulo 6 A visão global Intrigada com a evidente ajuda espiritual que comecei a receber em cada aspecto deminha vida, me perguntava em que se diferenciava ou processo de contratar os serviços doCéu de uma oração. Além de tudo, a humanidade vem pedindo ajuda a Deus durante séculos.então, peguei papel e lápis e pedi uma visão global do que estava acontecendo. Aqui está ainformação que obtive: O antigo paradigma: Deus acima, o Ser abaixo No antigo paradigma, que muitos de nós conhecemos desde criança, Deus está acima -com todo o poder - enquanto que o Ser está abaixo. Qualquer desejo de comunicação,geralmente, é dirigida para o alto, quando o Ser pede algo a Deus. Por exemplo, algumasorações típicas são: “Deus, eu rogo que cure meu filho”, “Deus, ajude-me nos meus examesfinais”, ou “Deus, por favor abençoe a tia Sue”. Deus Ser No entanto, este não era, em absoluto, o paradigma com o qual eu trabalhava quandocontratava mão de obra espiritual. Quando tomei consciência disto, descobri qual era adinâmica do meu processo para poder identificar um novo paradigma. Qual foi o resultado? O novo paradigma: Primeira tentativa Decidi colocar os ajudantes divinos (indicados como estrelas no esquema seguinte)dentro de um círculo e mo meio de Deus, na parte superior, e o Ser, na parte inferior, comouma de intermediária, por assim dizer. Neste modelo, o Ser trabalhava através de 26intermediários espirituais para falar com Deus, que ainda detinha todo o poder. Página
  28. 28. Deus Ser Perguntei ao meu guia interior se estava correto e sua resposta foi: “Nem chegouperto”. O novo paradigma: segunda tentativa Tentei de novo. Nesta versão Deus permanecia no alto enquanto que o Ser mudavapara o interior do circulo de guias, anjos e assistentes celestiais – os Espíritos da Criação – parafazer parte das autoridades intermediárias. Neste esquema, o Ser começava a ter o poder detomar decisões. Deus Ser 27 Página Perguntei se desta vez havia acertado e a resposta foi novamente negativa.
  29. 29. O novo paradigma: terceira tentativa Tentei pela terceira vez. Coloquei o Ser na parte superior do circulo, conectado comlinhas com a mão de obra espiritual, que estava abaixo, neste novo desenho o Ser contavaclaramente com uma equipe de apoio, enquanto que Deus permanecia sobre todos eles. Deus Ser Voltei a perguntar ao meu guia, que de novo respondeu: “Não, também não é assim”. O novo paradigma: quarta tentativa Meditei muito tentando descobrir o que era que faltava. Que outra coisa podia fazer?Então, num momento de inspiração, fui guiada a pegar meu lápis e colocar Deus dentro docirculo com o resto da equipe. 28 Página Cheia de duvidas, perguntei ao meu guia espiritual: “É isto que está tentando medizer??”. Finalmente a resposta foi: “É assim”.
  30. 30. Incrédula, apoiei as costas no encosto da cadeira enquanto experimentava uma grandequietude. Quem era eu para pensar que todo o Reino Espiritual, incluindo Deus, existia parame dar apoio? Como podia me considerar tão importante? De acordo com a educação rigidaque havia recebido, isto era uma blasfêmia! Fiquei um longo tempo matutando sobre oesquema que tinha à minha frente. “O que, na verdade, queria me dizer?”, perguntei. Minhamente começou a buscar freneticamente uma analogia familiar no plano terrenal que pudesseexplicar esta imagem que tanto me havia emocionado. Deus como um pai que educa os seus filhos Em resposta a minha apaixonada pergunta, fui guiada às seguintes observações. Quando somos crianças vivemos, principalmente, no primeiro paradigma. Nossos paissão figuras endeusadas, às quais recorremos para satisfazer todas as nossas necessidades epara encontrar respostas a todas as nossas perguntas. Eles nos dão as indicações que nósdevemos obedecer. Mas isto já não acontece quando temos dezenove anos, não é verdade? Em umdeterminado momento dizemos: “Mamãe, Papai, tenho que começar a voar com minhaspróprias asas. Esta é a minha vida e tenho que vive-la à minha maneira. Aprecio sinceramenteque estejam dispostos a ajudar-me quando eu precisar e sei que sempre posso voltar paracasa”. Pode imaginar o que aconteceria se o antigo paradigma continuasse vigente quandochegamos aos trinta e cinco anos? É evidente que nessa etapa já temos responsabilidade pornossa própria vida e sabemos que somos nós que decidimos até que ponto nossos pais podemintervir nela. A maioria dos progenitores sentiria-se muito frustrada se seus filhos de trinta ecinco anos continuasse vivendo com eles, pedindo ajuda no lugar de aventurar-se na vida porseus próprios meios. Esta evolução, desde a criança dependente até o adulto independente,representa a ordem natural das coisas, e ninguém a questiona. Os pontos começam a se conectar Quando ampliei esta imagem de abandonar o ninho da família física para a famíliaespiritual, os pontos começaram a se conectar. Esta analogia era o ponto inicial a partir doqual compreendi e aceitei a mensagem do novo paradigma. Vou dividir com você uma partedo meu processo mental. Quando era criança costumavam me dizer que Deus tinha um plano para mim. Meensinaram que, dado que meu livre arbítrio era imperfeito, devia deixar que Ele determinasseo curso da minha vida. Aceitei esta visão do mundo com base no paradigma antigo, queconsidera os seres humanos carentes de recursos e de discernimento. Com o passar do tempo, e muito especialmente durante o processo de escrever este 29livro, comecei a ver as coisas de um modo diferente. Visualizei o novo paradigma eclipsando o Páginaantigo. E a partir desta perspectiva mais ampla, é preciso que reestruturemos nossa relaçãocom Deus. O novo paradigma representa um Deus que deseja que seus filhos completem suamissão neste planeta com plena liberdade e valentia. Como pai, Ele aspira que nos tornemos
  31. 31. adultos devidamente preparados para tomar nossas próprias decisões e viver nossa própriavida. Deseja que brilhemos à luz de nosso poder e divindade, sabendo que temos acesso aajuda e a orientação divinas todo o tempo. Lamentavelmente, muitas pessoas esperam ser atingidas por um raio para começar acontemplar a possibilidade de chegar a ser uno com o Espírito. Acham que é uma heresia omero fato de insinuar que possuem o poder criativo de Deus. Por outro lado, eu (como muitosoutros) acredito que todos somos criações maravilhosas e perfeitas, inerentementequalificadas para tomar as rédeas da nossa vida com a certeza absoluta de qual é nossacompetência. De fato, cheguei à conclusão de que a única blasfêmia é rechaçar este poder. 30 Página
  32. 32. Capítulo 7 Contratando Ajudantes como Faz o Criador Está preparado para assumir o comando como Criador? Então chegou a hora dearregaçar as mangas e começar a desenvolver a sua experiência de forma consciente edeliberada, como Deus pretende que o faça. Esta é a parte divertida! Quando estiver decididoa fazê-lo, comece por algo muito simples que requeira unicamente a ajuda da Oficina Espiritualde Emprego Temporário, algo que se possa cumprir ao cabo do primeiro dia (ou incluindo-sealguns minutos). Dedique um momento para pensar em que tarefa gostaria de receber ajuda.Talvez queira comprar um presente de aniversário e necessite de um anjo especialista empresentes para que o inspires com a ideia perfeita. Se estiver um pouco desanimado, poderiarecorrer a uma comissão de animadores celestiais que levantem seu ânimo. Também pode serque tenha perdido a sua carteira e queira contratar um detetive espiritual para que aencontre. Lembre-se que a sua intenção é a chave! Os parágrafos seguintes trarão algumassugestões úteis para propiciar o sucesso em todo momento. O primeiro passo ésimplesmente.... Peça! A fantástica ajuda do Universo se mostrará esquiva a menos que a solicite. Todossabemos que é fácil sentirmo-nos frustrados quando temos problemas em algum aspecto denossa vida. Poderemos jogar a toalha e reclamarmos “Por quê está acontecendo isso comigo?”Ou “Desejo ter isso ou aquilo”. Porém isso não é “pedir”, mas “queixar-se”. Peçaintencionalmente e confie que o Universo trará seu apoio. Então a porta se abrirá de par empar para que apareça uma solução afortunada sem que sequer a tenha proposto. Não subestime o poder da palavra falada. Seu pedido será mais convincente se opronunciar em voz alta. Nossas mentes estão cheias de conversas intermináveis. Qualquer umque lhes desse atenção teria muita dificuldade para reconhecer quando realmentepretendemos dizer algo ou quando se trata apenas de confusas divagações. Utilizar a nossa voznos ajuda a concentrar nossa atenção para o que realmente desejamos. Observei que quandofalo em voz alta, as frases que pronuncio soam muito mais coerentes do que quando as penso.Imagino uma presença, uma energia inteligente que me escuta enquanto descrevo o quequero (eu não associo esta energia com uma pessoa nem lhe dou um nome pessoal, mastalvez deseje fazê-lo. Faça tudo aquilo que pareça mais eficiente!). Não desperdice um só minuto sentindo-se envergonhado. O Universo está encantadopor tê-lo incluído em tudo que empreende na vida e espera com entusiasmo ouvir as suasideias e pensamentos. Outra coisa merece consideração. Assim como eu, talvez tenha lido livros e assistido 31palestras que descrevem regras definitivas sobre como organizar verbalmente os teus pedidos. PáginaPorém tais regras não se aplicam aqui. Quando contratar os serviços celestiais, pode relaxar.Limite-se a pedir! Independentemente de como o faça, jamais obterás algo que não lhecorresponda. Não existe nenhuma prova para descobrir quem oferece as palavras mais
  33. 33. precisas ou imaginativas e a última coisa que você precisa é que a sua forma de expressão lhecause ansiedade. Por exemplo, alguns terapeutas e palestrantes dedicados a auto-ajuda nos advertemque devemos evitar dizer coisas como “estes chocolates estão de morte!” ou “Venderia minhaalma por uma casa como esta!”, porque o Universo poderia interpretar literalmente nossaspalavras. Isso sugere que o Universo, com toda a sua sabedoria, é incapaz de decifrar overdadeiro significado implícito na nossa forma de falar. Se isso fosse verdade, estaríamoscriando um desastre a cada passo. Meu conselho é que não se deixe confundir por estesistema de crenças e, ao contrário, imagine que as forças cósmicas são amigos muito queridoscom os quais é muito simples conversar, que sabem exatamente como se sente ecompreendem o que você quer dizer, mesmo que se expresse com alguma gíria muitomoderna (e não se preocupes, porque eles também entendem qualquer idioma). Durante anos a sabedoria popular nos mostrou qual é a forma perfeita de expressarafirmações. Os especialistas nos advertem que não é aconselhável guardar desejos e nossugerem que não caiamos no erro de dizer “Quero uma casa nova no alto de uma colina”porque presumivelmente o Universo fará eco à vibração de nossas palavras e nos deixarádesejando eternamente, sem nos dar essa casa que desejamos pois não pronunciamos nossodesejo com uma frase afirmativa e bem definida no tempo presente, de forma que agoraaprendi a dizer “Agora desfruto de minha casa nova e bonita na colina”. De acordo com o queme afirmaram, esse é o mantra preferido para se conseguir o êxito. Compreendi que, longe de ser um obstáculo, ter desejos é um elemento essencial parao processo de materializarmos gostosamente nossos sonhos. Querer algo é a semente dodesejo e sem desejo não pode haver mudança, nem crescimento, nem criação. Estou aqui paradar-te permissão para desejar tudo o que quiser! Fertilize o seu terreno para semear os seussonhos, entregue-se às suas aspirações e abra-se para a magia dos seus desejos! Porém, nãose esqueça de pedir! Esta é a outra metade da equação. Estar aberto para receber é tão importante quantopedir. Pode parecer tolice, mas muitos de nós prendemos o fluxo precisamente nesse pontodo processo. Todos conhecemos o ditado “É melhor dar do que receber” e por isso pensamosque, em certo sentido, somos mais honrados e corretos quando nos negamos a receber. Averdade é que dar e receber formam um círculo completo. Se detemos o fluxo de um deles,também deteremos aquilo que corresponde ao outro. Se o Universo nos enche de bênçãos,devemos nos colocar em estado de graça para aceitá-las. Quando nos negamos a recebê-las,pensamos que estamos agindo com integridade, porém só conseguimos bloquear o processo ereprimir nossa capacidade de dar. Conheço uma massagista que tem uma incrível capacidade para acalmar a dor. Ela 32acreditava que era uma graça que Deus lhe havia proporcionado e portanto consideravainadequado cobrar por seus serviços. Pensava que o dinheiro era uma necessidade humana Páginainferior que mancharia seu dom divino. Por esse motivo, mesmo que pedisse ao Universo aoportunidade de ajudar as pessoas, seu trabalho não prosperava porque carecia de dinheirosuficiente para abrir um consultório e pagar por uma formação superior. Seu dom pareciaoculto aos olhos do mundo, exceto para uns poucos membros de sua família. Finalmente, um
  34. 34. amigo lhe disse que nunca conseguiria compartilhar seu talento a menos que estivessedisposta a receber uma compensação econômica. Em um momento de lucidez, tomouconsciência de que estava interrompendo o ciclo de dar e receber, e que nenhum desses polospoderia existir sem o outro. Alegra-me dizer que na atualidade seu consultório é muitopróspero e ela ajuda muitas pessoas por dia. Outro exemplo. Meu irmão Tom queria conseguir um voo para a Flórida na primeirahora da manhã. Quando descobriu que havia trinta e duas pessoas na fila de espera, contratouum agente de viagens espiritual para lhe conseguir um lugar. No entanto, quando se dirigiu aele pela segunda vez, uma hora antes da saída prevista, as trinta e duas pessoas continuavamna lista de espera. Meia hora mais tarde, a situação não havia mudado e por causa disso, eledecidiu sair do aeroporto e hospedar-se num hotel. Antes de dormir, ligou para sua noiva, quetrabalhava na linha aérea em que ele pretendia viajar, e por pura curiosidade, decidiuperguntar sobre o voo. Adivinhem o que aconteceu? Ficou surpreso ao saber que o avião haviadecolado com um assento livre! O agente espiritual do meu irmão lhe havia respondido,porém ele não estava ali para receber. Mais uma coisa sobre o pedir Na sequência incluo algumas diretrizes que convém ter-se em conta quando desejarpedir algo. Não são regras. O essencial é simplesmente “pedir”. Utilize essas sugestões comoum esquema mediante o qual possa semear e seguir na direção dos seus sonhos. Animados a brincar Adote uma atitude festiva e alegre. Esta vida é uma criação gostosa, cujo propósito é ode a celebrarmos e a preenchermos com o espectro completo da experiência humana. Não deveria nos surpreender o fato de Deus realmente desejar que desfrutemos denossa vida. No entanto, muitas pessoas acham que a existência deve ser dura e consideramque ela seja uma série de provas mediante as quais pretendem ganhar os favores de Deus.Com tal filosofia, nunca serão suficientemente boas nem amadas, e estarão sempre separadasde Deus. Inversamente, o processo de contratar os serviços celestiais demonstra que somosextensões de Deus, e como tais, sempre somos suficientemente bons e amados, e jamaisestamos separados Dele. Deus deseja experimentar o gozo e a realização através de nós, edesde o céu, oferece seu apoio ilimitado para que sejamos capazes de materializar os sonhosde nossa alma. Todavia, é preciso esclarecer que permanecer num constante estado de gozo e criaçãoexuberante não significa desfrutar de tudo e nos divertir eternamente, excluindo outrasemoções. Todos passamos pela experiência de conseguir algo muito difícil que, naquele 33momento, não foi nada divertido. No final das contas, sentimos que todo o esforço valeu àpena. Viver a vida de forma gostosa significa que somos livres para experimentar a variedade Páginacompleta das emoções humanas e também nelas encontrar o gozo e a felicidade. Pode parecerestranho, mas com essa disposição e ânimo podemos inclusive chegar a nos sentir bem com asfrustrações, as tristezas e a raiva.

×