Práticas de construção civil 2 pccc2

2,107 views
1,941 views

Published on

Práticas de construção civil 2 pccc2

  1. 1. Objetivos Identificar instrumentos de execução de alvenaria e revestimento em argamassa; Organizar espaços e instalações; Conhecer práticas atualizadas de construção civil. Conteúdo Programático Prática de Execução de alvenaria (tipos de paredes, amarrações níveis e prumos); Execução de revestimentos em argamassa Execução de Alvenaria e Revestimento em Argamassas Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  2. 2. LORDSLEEM JÚNIOR, Alberto Casado. Execução e inspeção de alvenaria racionalizada. São Paulo: O Nome da Rosa; MANZIONE, Leonardo. Projeto e execução de alvenaria estrutural. São Paulo: O Nome da Rosa; BAÍA, Luciana Leone Maciel; Sabbatini, Fernando Henrique. Projeto e execução de revestimento de argamassa. São Paulo: O Nome da Rosa. BIBLIOGRAFIA BÁSICA Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  3. 3. ABCP. Mãos à obra: Dicas importantes para você construir ou reformar a sua casa. Disponível em http://www.abcp.org.br; ABPC. Manual Técnico de Alvenaria. Projeto/PW; IPT. Manual de Tipologias de Projeto e de Racionalização das Intervenções por Ajuda-Mútua. São Paulo: IPT. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  4. 4. As Avaliações terão caráter diagnóstico, continuo, processual e informativo, e serão obtidas mediante a utilização de vários instrumentos, tais como: exercícios; trabalhos individuais e/ou coletivos; fichas de observações; relatórios; auto avaliação; provas escritas; provas praticas; provas orais; seminários; projetos interdisciplinares e outros. AVALIAÇÃO Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  5. 5. Escolher a alvenaria adequada; Orientar a elevação das paredes (primeira fiada, cantos, prumo, nível); Especificar o tipo de argamassa de assentamento; Especificar e conhecer o tipo de amarração; Especificar os tipos de reforços nos vãos das alvenarias. Executar corretamente os muros de fechamento de divisas. CRITÉRIOS Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  6. 6. À arte de construir em pedra e cal, denominamos "alvenaria" (de alvenel ou alvanel - pedreiro de alvenaria -, do árabe al-banná) que também identifica o conjunto de pedras e outros materiais de construção ligados por argamassa. A alvenaria estrutural é um processo construtivo racionalizado caracterizado pela utilização de paredes como a principal estrutura suporte de edificações simples ou dispositivos complementares em substituição ao concreto, ou seja, as paredes desempenham a função estrutural. A alvenaria estrutural subdivide-se em duas classes estruturais: alvenaria não armada ou simples e alvenaria armada: A alvenaria simples é composta apenas de blocos de alvenaria e argamassa; A alvenaria armada é reforçada por armadura passiva de fios, barras ou tela de aço, dimensionadas racionalmente para suportar os esforços atuantes. ALVENARIA Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  7. 7. A Alvenaria pode ser empregada na confecção de diversos elementos construtivos (paredes, abóbadas, sapatas, etc...) e pode ter função estrutural, de vedação etc. Quando a alvenaria é empregada na construção para resistir a cargas, ela é chamada Alvenaria Resistente ou Estrutural, pois além do seu peso próprio, ela suporta demais cargas estruturais (peso das lajes, vigas, telhados, etc...) e cargas úteis. Quando a alvenaria não é dimensionada para resistir cargas verticais além de seu peso próprio é denominada Alvenaria de Vedação: Resistência mecânica Isolamento térmico e acústico Resistência ao fogo Estanqueidade Durabilidade TIPOS Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  8. 8. Os materiais pétreos utilizados na construção civil recebem uma classificação de acordo com a origem e a composição dos seus constituintes, conforme descrito a seguir: a) Pedras naturais: São aquelas encontradas “in natura”, sendo geralmente beneficiadas (extração, corte, polimento) antes da sua aplicação. Ex.: agregados, placas de rocha para revestimento; b) Pedras artificiais: São aquelas fabricadas com a finalidade de substituir as pedras naturais ou possuir características e propriedades não existentes naquelas. Nestas condições, é possível ainda se fazer outra distinção entre as pedras artificiais: b.1. Produtos cerâmicos: Obtidos pelo cozimento de materiais argilosos; b.2. Produtos aglomerados: Obtidos pela mistura de materiais inertes com um aglomerante, em temperatura ambiente, cujo endurecimento ocorre com base na hidratação dos compostos deste aglomerante. CLASSIFICAÇÃO GERAL BLOCOS E TIJOLOS Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos
  9. 9. Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos Taipa Taipa de Pilão
  10. 10. Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos Adobe/Solo Cimento Maciço/Barro
  11. 11. Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos Pedra/Cantaria Concreto/Estrutural
  12. 12. Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos Cerâmico/Laminado/Furado/Baiano Concreto
  13. 13. Práticas de Construção Civil 2 PCCC2 Prof. Me. João Campos Concreto Celular Autoclavado Manipulação

×