Montes Claros - Abril de 2012 - ANO 01 n01ADA CÚPULAREDESCOBERTA                                               Arquitetura
ArquiteturaÍndice                                         05A pintura de Artemísiauma arte de auto expressão e liberdadePo...
ArquiteturaCarta ao leitor        A arquitetura é marcada pelas formas e elementos arquitetônicos. Durante o 3°Período do ...
ArquiteturaRealizaçãoEquipe:Anderson OliveiraFernanda FreitasIviny AlmeidaJéssica MendesDisciplina:História da Arte e Arqu...
Arquitetura     A pintura de Artemísia     uma arte de auto-expressão     e liberdade      Por: Iviny Almeida             ...
Arquitetura                                                       Artemisia Gentileschi, 1610-12                          ...
Arquitetura                                                     Artemisia Gentileschi:                                    ...
Arquitetura                                                     Caravaggio, 1599                                          ...
Arquitetura                                                      Artemisia Gentileschi: Auto-retrato em                   ...
Arquitetura     Artemisia Gentileschi                                        Artemisia Gentileschi     A conversão de Mada...
Arquitetura                                                     Artemisia Gentileschi                                     ...
Arquitetura     A redescoberta das     Cúpulas Renascentistas     Por: Jéssica Mendes               Abundantemente usada p...
Arquitetura     A primeira cúpula     Renascentista     A cúpula de duas conchas de Brunelleschi exibe os     elementos es...
Arquitetura     A coroa da glória     de Roma     Marcando o apogeu da arquitetura do Alto     Renascimento, a cúpula de 4...
Arquitetura     A igreja dos     Soldados             Erguida na capital Francesa e projetada       da igreja romana, poré...
Arquitetura      A obra prima de     Wren      Uma catedral dedicada a São Paulo, localizada no      centro financeiro da ...
Arquitetura     A exuberância sensual     e barroca de     Bernini     Por: Fernanda Freitas             Do martelar de um...
Arquitetura             A escultura de Bernini revela o exato          propósito, a transformação. Na base da obra se     ...
Arquitetura     Andrea Palladio     o arquiteto     mais influente     Por: Anderson Oliveira                             ...
Arquitetura     formada de quatro lados, sendo cada um decorado     com um frontão de templo romano, coroada com     uma c...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Revista forma arquitetura

2,239 views

Published on

Trabalho realizado pela professora de História da Arte e História da Arquitetura com os alunos do 3º período do curso de Arquitetura e Urbanismo das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros, no 1º semestre de 2012.

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,239
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
77
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Revista forma arquitetura

  1. 1. Montes Claros - Abril de 2012 - ANO 01 n01ADA CÚPULAREDESCOBERTA Arquitetura
  2. 2. ArquiteturaÍndice 05A pintura de Artemísiauma arte de auto expressão e liberdadePor: Iviny Almeida 12A redescobertadas cúpulas renascentistasPor: Jéssica Mendes 17A exuberância sensuale barroca de BerniniPor: Fernanda Freitas 19Andrea Palladio oarquiteto mais influentePor: Anderson Oliveira
  3. 3. ArquiteturaCarta ao leitor A arquitetura é marcada pelas formas e elementos arquitetônicos. Durante o 3°Período do curso de Arquitetura e Urbanismo das Faculdades Integradas Pitágoras deMontes Claros, nós acadêmicos, buscamos desenvolver por meio da Revista Forma,orientada pela professora Viviane Marques, uma revista que não só agregue conhecimento,mas que deslumbre e encante. Desta forma nossas matérias buscam introduzir oconhecimento da Arquitetura Renascentista e Barroca enfatizando a pintura, escultura eelementos arquitetônicos. Aqui podemos enfocar “A Redescoberta das cúpulas Renascentistas” e sua utilizaçãoem diversos projetos arquitetônicos; por Jéssica Mendes. Nosso desafio é fazer com que oleitor não somente sinta a arquitetura, mas que ele também faça parte dela ao folhear nossaedição. É por isso que buscamos transmitir com belas fotos e textos, sensações de estarpresente nos espaços e ambientes retratados aqui. Vá para página 5 e compreenderá, “A pintura de Artemísia uma arte de auto- expressãoe liberdade”, retratada por Iviny Almeida. Na página 17 os detalhes e expressões realistashumanas são mostrados através da “Exuberância sensual e barroca de Bernini”, por FernandaFreitas. Na página 19 a arquitetura é considerada uma forma de expressão cultura ligada àrepresentação de poder, na matéria de Anderson Oliveira-“Andrea Palladio, o arquiteto maisinfluente”. Que você possa desfrutar de todo conteúdo das matérias que a ArquiteturaFORMA, preparou para você. Equipe Revista Forma
  4. 4. ArquiteturaRealizaçãoEquipe:Anderson OliveiraFernanda FreitasIviny AlmeidaJéssica MendesDisciplina:História da Arte e ArquiteturaCoordenador:Paula AlcântaraProfessor:Viviane MarquesInstituiçãoFaculdades IntegradasPitágoras de Montes Claros
  5. 5. Arquitetura A pintura de Artemísia uma arte de auto-expressão e liberdade Por: Iviny Almeida Artemisia Gentileschi: Judite decapitando Holofernes,1620, Galleria degli Uffizi, Florença, Itália De paixões humanas, desejo, pecado e atividade destinada aos homens. conflitos, nascem obras de arte magníficas. Inspirada na história bíblica da bela e casta A obra Judite e Holoferne da pintora viúva Judite e como forma de transgressão do Italiana Artemísia Gentilischi é a primeira sentimento de revolta da pintora após ter sido pintura barroca de destaque criada por uma estuprada; sua obra se destaca pelo realismo, mulher durante o século XVIII, em uma crueza, tragicidade, dramatismo e caráter sociedade em que o preconceito e o machismo heroico da personagem. eram frequentes, e a pintura considerada uma05
  6. 6. Arquitetura Artemisia Gentileschi, 1610-12 Judite e sua empregada Museu s do Vaticano A pintura retrata a cena em que a jovem sua criada expressa ner vosismo e Judite decapita Holofemes com uma espada, na ansiedade sobre o que a jovem acabará de presença de sua criada; o olhar arregalado do fazer; o sangue realçado através do jogo personagem revela a dor ferimento enquanto luz, permite ao observador sentir se como que a jovem o olha com frieza tendo em mãos a que espectador da cena. espada transpassada no pescoço da vitima;06
  7. 7. Arquitetura Artemisia Gentileschi: Suzana e os velhos, 1610 A referida pintura integra dois Talentosa pintora e filha de Orazio acontecimentos, um que retrata a cena Gentileschi um pintor Itáliano de grande bíblica vivenciada por Judite e outro que destaque pela técnica de claro/escuro na obra demonstra o desejo de vingança da pintora Caravaggio, a jovem foi levado pelo pai aos Artemesia contra aquele que a violou. cuidados do seu amigo Agostino Tassi, devido Na bíblia Católica a personagem de não poder frequentar a Academia; o homem origem Judia, Judite é considerada uma viúva, encantado pela beleza da jovem acabou se bela e piedosa que libertou o seu povo contra entregando aos seus desejos e a violentou. a opressão do rei babilônio Nabucodonosor, Após seu ato de brutalidade e violação Tassi por meio da morte do general Holofernes, foi exilado durante 5 anos de Roma e sem ter executado por ela mesma. cumprido totalmente a pena exigida, foi Já o segundo acontecimento é um fato liberto por intermédio de influentes da época. vivenciado pela própria artista durante sua mocidade.07
  8. 8. Arquitetura Caravaggio, 1599 Galleria Nazionale dArte Antica at Palazzo Barberini, Rome A pintura Judite e Holoferne embora meio do contraste de luz e sombra o tenha sido explorada por vários pintores da realismo da cena, sendo um dos diferenciais época inclusive o Caravaggio, se destaca pela de sua pintura em relação a obras de outros contextual idade em que a obra foi criada e p i n to re s d e s u a é p o c a . por cenas trágicas em que mulheres são retratadas como heroínas. É uma das mais belas pinturas barrocas que demonstra por08
  9. 9. Arquitetura Artemisia Gentileschi: Auto-retrato em Alegoria da Pintura, 1638-39 - Coleção Real, Palácio de Windsor, Inglaterra A pintura pode ser considerada quase que o revolta contra o Tassi, que pode ser auto-retrato da Artemisia, em que ela utilizou interpretado como o Holofemes, o qual ela se da figura bíblica da jovem Judite para desejou torturar. expressar seu sentimento de vingança e09
  10. 10. Arquitetura Artemisia Gentileschi Artemisia Gentileschi A conversão de Madalena, Lucrécia óleo sobre tela, cerca de 1616 - Coleção do Pallazo Pitti, óleo sobre tela, cerca de 1621 Florença, Itália Palazzo Cattaneo Adorno Embora grande parte das obras da pintora arrependimento pelos pecados através da Ar temisia retratem cenas trágicas e personagem Maria Madalena; inteligência e dramáticas, ela dedicou-se a produzir sabedoria na figura de Minerva; fidelidade e também outras obras, como: A conversão de amor na personagem Lucrécia e na figura Madalena, Minerva, Lucrécia e Maddona e materna e religiosa a Maddona e Criança. Criança. Ambas retratando a figura feminina; expressando cada uma, características particulares das obras; com sentimento de10
  11. 11. Arquitetura Artemisia Gentileschi Madonna e criança. 1609-10. Óleo sobre tela Artemisia foi a primeira mulher a barroca, buscou representar com entrar na Academia de Artes de Floresça. Ela liberdade o pensamento e a figura que ultrapassou as barreiras do preconceito e feminina em suas obras, demonstrando a do machismo, utilizando suas obras como importância e o valor da mulher no veiculo de denuncia contra a violência sexual campo das artes, sendo considerada um sofrida por mulheres; foi violentada, exemplo de mulher para a sociedade. torturada e difamada e por meio da pintura11
  12. 12. Arquitetura A redescoberta das Cúpulas Renascentistas Por: Jéssica Mendes Abundantemente usada pelos Começando com a cúpula de Brunelleschi Romanos e esquecida durante o estilo em Florença, os arquitetos do gótico, a cúpula reapareceu com força no Renascimento descobriram métodos de Renascimento. Pousada sobre pendentes construção até então desconhecidos. Varias ou sobre um tambor, permitia aberturas, técnicas e dispositivos foram usados para óculos, para uma melhor iluminação do sustentar essas grandes cúpulas. Com cruzeiro, em conjunto com a lanterna do exceção de Les Invalides da cúpula torou-se topo. Decorada interiormente com pinturas um símbolo da cidade onde foi construída, que provocavam ilusões ópticas no sentido refletindo o ponto em que o Renascimento da verticalidade, da ascensão aos céus. passou a dominar a arquitetura.12
  13. 13. Arquitetura A primeira cúpula Renascentista A cúpula de duas conchas de Brunelleschi exibe os elementos essenciais da arquitetura renascentista florentina. A Basílica di Santa Maria del Fiore foi construída entre os anos de 1294-1462. É Notabilizada por sua monumental cúpula obra do celebrado arquiteto renascentista Brunelleschi(1377-1446). Construída em camadas e reforçada a medida que se erguia. Acrescentada a uma estrutura essencialmente gótica a cúpula foi completada entre 1420 e 1436, as duas cochas foram divididas por suportes internos. As nervuras das cúpulas sustenta a concha interior. O interior da cúpula, conta com o requite dos afrescos de Giorgio Vasari e Federico Zuccari, representando o juízo final. Vista interna da Cúpula da Igreja Santa Maria DEL Fiore, Florença13
  14. 14. Arquitetura A coroa da glória de Roma Marcando o apogeu da arquitetura do Alto Renascimento, a cúpula de 42 metros de diâmetro, da basílica de São Pedro, Roma, foi projetada em 1506 -1626 pelo também arquiteto Italiano Miclelangelo Construída por Giacomo della Porta entre 1588-1591.O resultado foi uma construção grandiosa e rica. Seus visitantes acreditam ser muita coisa a assimilar, lembrando-se apenas do café no ultimo piso, que é servido por feiras, o ultimo piso conta também com uma esplendorosa vida da cúpula. Trata-se de uma magnífica peça de escultura, que beira o barroco, vestida em mármore, São Pedro continua a ser uma das maiores construções do mundo. Dez correntes de ferro resistem ao empuxo. A construção de concha dupla permite a cúpula elevada, que é sustentada por colunas emparelhadas. Vista interna da Basílica de São Pedro - Roma14
  15. 15. Arquitetura A igreja dos Soldados Erguida na capital Francesa e projetada da igreja romana, porém, Les Invalides tem um pelo Parisiense Libéral Bruant ( 1635- 1697), entre sótão acima da cúpula. os anos de (1635- 1697) e tendo como modelo São Sótão conduzido a lanterna, que é em Pedro foi projetada inicialmente como hospital maneira de agulha, grande óculo. Estrutura de para veteranos inválidos do exército. Ao contrário sustentação em madeira e revestida com arfrescos.15
  16. 16. Arquitetura A obra prima de Wren Uma catedral dedicada a São Paulo, localizada no centro financeiro da cidade de Londres a Igreja Catedral de São Paulo A primeira pedra dessa obra majestosa se Sobre a semiesfera interior há uma estrutura cônica de colocou em 1675, e sua inauguração se deu no ano ladrilhos, que sustém a cúpula exterior e coberta por de 1710, a cargo do arquiteto Inglês Christopher chumbo, com uma estrutura de madeira, esta Wren 1632-1723, o projeto final foi baseado na arrematada com colunas e uma enorme cruz dourada cúpula de São Pedro. Juntos a nave e o coro medem colocada a 110 metros de altura. 141 metros, e sobre o altar há uma cúpula de 137 metros de diâmetro por 65 de altura, toda coberta por mosaicos. A Catedral de São Paulo é a segunda maior do mundo, e dela se tem uma visão ampla de Londres. A cúpula de São Paulo, de Christopher Wren, Tem Três conchas: a cúpula externa e a lanterna são sustentadas por um cone de tijolo, ele próprio envolvido por correntes de ferro. O óculo permite uma visão através do espaço da lanterna. A cúpula esta sustentada por pilares agrupados. A cúpula esta formada por três conchas. Vista interna da Cúpula da catedral de São Paulo16
  17. 17. Arquitetura A exuberância sensual e barroca de Bernini Por: Fernanda Freitas Do martelar de um cinzel sobre o mármore quem esculpiu várias obras importantes como nasce as formas sensuais, caracterizadas pelas Eneas, Anquises e Ascanio fugindo de Tróia ( 1619), linhas curvas e pelos drapeados das vestimentas, Plutão e Proserpina (1621-1622) e Apollo e Daphne além do extremo realismo da expressão dos rostos (1622-1624) que foi a ultima obra para a família e da riqueza de detalhes que culmina na Borghese. imortalização do ápice da cena. Eis que surgem as A escultura Apollo e Daphne de Bernini esculturas de Gian Lourenzo Bernini que nasceu remete à Mitologia Grega. O deus do Olímpio, em Nápoles, 1598 e faleceu em Roma, 1680. Apolo, irrita Eros, o cupido. Eros se vinga de Apolo Bernini desde cedo já demonstrava apreço l a n ç a n d o d u a s f l e c h a s : u m a e m o u r o, pelas artes, estudava esculturas em mármores dos representando o amor e outra em chumbo, que gregos e romanos e iniciou sua atividade com seu simbolizava a repulsa. A do amor flechou Apolo e a pai também escultor. No entanto este grande da repulsa flechou a casta ninfa, Daphne. Assim, artista Barroco não foi somente escultor, mas Daphne foge das intenções amorosas de Apolo também arquiteto e pintor. Suas obras foram pela floresta e suplica ao seu pai Peneu que a patrocinadas pelo Cardeal Scipione Borghese, a transformasse em Loureiro.17
  18. 18. Arquitetura A escultura de Bernini revela o exato propósito, a transformação. Na base da obra se momento em que Daphne escapa de Apolo e se encontra escrito: “Aqueles que gostam de buscar transforma em loureiro. A escultura Barroca, com formas fugazes de prazer, no terminar encontram muito movimento e dramatismo, eterniza o clímax apenas folhas e amarguras bagas em suas mãos. da ação, em que Daphne tem seus cabelos ”São realçados nessa obra a consciência sensual transformados em folhas, seus braços em ramos, pelas texturas da superfície da pele o do cabelo, pés em raízes e sua pele em casca, Apollo reflete em detalhes delicados e difíceis de executar em seu semblante o sentimento de perda. mármore. Esse movimento da narrativa de ação Aprecie na Galeria Borghese em Roma a trabalhado na pedra de mármores solicita a obra Apollo e Daphne 1622-1624 em mármore participação do espectador. Quando este se move carrara de 243 centímetros de altura. em torno da escultura, a vista posterior reflete o momento da captura em que Apollo coloca o braço em torno de Daphne e quando o espectador se desloca para frente da obra é descoberto o seu18
  19. 19. Arquitetura Andrea Palladio o arquiteto mais influente Por: Anderson Oliveira VILLA CAPRA ( ou Villa Rotonda, 1550-1559) é uma das obras de maior destaque de Palladio. O nome Palladio foi-lhe dado por se embasadas na aplicação racional, derivadas da protetor e vem de Palas Atena, deusa da sabedoria natureza e na estrutura de linguagem humanística. e do conhecimento, da poesia, do teatro e das artes Sua produção está toda na região do Andrea Palladio (1508-1580) foi um arquiteto Vêneto, com um bom número de prédios na cidade renascentista que era embasado na teoria de de Vicenza e alguns em Veneza, e muitos outros harmonia e proporção, sua arquitetura possuía espalhados pelo interior, nessa época se tornou o grandiosidade e demonstrava toda riqueza e poder arquiteto mais importante desse contexto, dos senhores da época. executando desde vilas e edifícios públicos à casas Nesse período a arquitetura passava por urbanas, palácios e igrejas. VILLA CAPRA ( ou Villa uma forma de expressão cultural ligada a Rotonda, 1550-1559) é uma das obras de maior representação do poder, do prestígio vista como destaque de Palladio. objeto para melhorar a qualidade de vida. Palladio A Villa Capra(1550-1559) também foi, provavelmente, um dos arquitetos mais conhecida como La Rotonda, localiza-se próximo a influentes de todos os tempos, esse interesse nele c i d a d e d e Vi c e n z a , n a I t á l i a , e i l u s t r a se dá nas particularidades das suas obras, impecavelmente o significado de classicismo. É19
  20. 20. Arquitetura formada de quatro lados, sendo cada um decorado com um frontão de templo romano, coroada com uma cúpula que tem como modelo a do Panteão, é uma das mais belas e de todas, a mais copiada vila de Palladio por ser um exemplo perfeito de harmonia, combinando duas formas simples, o cubo e a esfera, que, segundo Palladio, tinham uma associação mística. Projetada sobre a forma da cruz grega a Villa Capra é um modelo primoroso de uma arquitetura regida pela ordem, fazendo eficiente contraste com os jardins e os campos do entorno, a integração que era conscientemente buscada pelo arquiteto.20

×