II Guerra Mundial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
2,867
On Slideshare
2,465
From Embeds
402
Number of Embeds
3

Actions

Shares
Downloads
66
Comments
0
Likes
1

Embeds 402

http://muraldahistoria.tumblr.com 399
http://safe.tumblr.com 2
http://safe.txmblr.com 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. II Guerra Mundial 1939 - 1945
  • 2. ::: Antecedentes ::: - Os conflitos originados com o Tratado de Versalhes (1919) se agravaram com a Crise de 1929 ; - Disseminou-se um forte sentimento de nacionalismo , culminando no totalitarismo nazifascista; - A política de apaziguamento , adotada por líderes do período entreguerras e que se caracterizou por concessões para evitar um confronto, não foi suficiente para garantir a paz internacional;
  • 3.  
  • 4. ::: Antecedentes ::: - A Liga das Nações mostrou-se um organismo frágil, com pouca força para mediar os conflitos; - Expansão japonesa na Ásia (invasão da Mandchúria); invasão da Abissínia pela Itália; incorporação do Sarre e da Renânia pela Alemanha; - As grandes potências democráticas (Inglaterra, França e EUA) observavam esses eventos sem reações efetivas (apaziguamento).
  • 5.  
  • 6. ::: Eixo Roma – Berlim - Tóquio ::: - A expansão japonesa na Ásia o fez entrar em conflito com a União Soviética e demais potências europeias; - Alemães, italianos e japoneses formaram o Eixo Roma – Berlim – Tóquio; - Assinaram o pacto anti-Komintern , para combater o comunismo internacional;
  • 7. ::: Guerra Civil Espanhola ::: - Morte de 1 milhão de espanhóis; - Conflito entre republicanos (socialistas, comunistas, anarquistas e democratas) e fascistas (monarquistas, Igreja Católica e franquistas – seguidores do Gal. Francisco Franco); - Teste dos novos equipamentos militares nazistas nas cidades espanholas, como Guernica;
  • 8.  
  • 9.  
  • 10. ::: A agressão nazista ::: - Reunião dos povos de língua alemã – Espaço Vital; - 1938 – anexação da Áustria ao III Reich; - Os aliados aceitaram a anexação da região dos Sudetos (na Tchecoslováquia e de maioria alemã); - 1939 – anexação de toda a Tchecoslováquia; - 1939 – invasão do porto de Dantzig, território polonês (o “corredor polonês”) e início da II Guerra Mundial;
  • 11.  
  • 12. ::: O Pacto entre Nazistas e Soviéticos ::: - Pacto Germano-Soviético (1939) – não agressão e neutralidade por dez anos entre Alemanha e União Soviética; - O acordo favorecia os nazistas, que não teriam duas frentes de combate (ocidental e oriental) e aos soviéticos, que ganhavam tempo para prepara suas forças; - De acordo com esse acordo, a Polônia foi invadida e dividida entre soviéticos e alemães (1939);
  • 13.  
  • 14. ::: O Conflito ::: - 1ª fase do conflito (1939 – 1942): ::: vitórias rápidas das forças nazistas; ::: ocupação da França; governo colaboracionista de Vichy (França); ::: ataque à Pearl Harbor (1941), entrada dos EUA na guerra; ::: no final do período: derrotas dos nazistas na URSS e dos japoneses em Midway; 1ª frente contra os alemães , vinda do oriente.
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18. ::: A “Solução Final” ::: - “Solução final para a questão judaica” – autorização de Hermann Goering; - Termo criado pelo oficial de alta patente nazista, Adolf Eichmann ; - Plano nazista de aprisionamento dos judeus em campos de concentração (o que ocorria antes da guerra nos guetos) e eliminação física (câmaras de gás, experiências científicas, fuzilamentos, etc.); - Conjunto de ações que produziram o chamado Holocausto judeu;
  • 19.  
  • 20. ::: Conferência de Teerã (1943) ::: - Acordo entre EUA, Inglaterra e URSS. - Desembarque na França (Dia D). - Divisão da Alemanha e decisão sobre as fronteiras da Polônia; - EUA e Inglaterra reconheceram as fronteiras soviéticas no oriente, com a anexação da Estônia, Letônia, Lituânia e do leste da Polônia;
  • 21.  
  • 22. ::: O Conflito ::: - 2ª fase do conflito (1943 – 1944): ::: reação dos aliados; ::: Batalha de El Alamein, no Egito, derrotando os nazistas no Norte da África; 2ª frente contra os alemães , no sul da Itália. ::: controle Aliado sobre o Mediterrâneo; :::1943 – rendição da Itália e alinhamento desta aos Aliados; 3ª frente contra os alemães , Dia D (Normandia, França).
  • 23. ::: O Conflito ::: - 3ª fase do conflito (1945): ::: os soviéticos invadem Berlim primeiro; ::: Hitler e Mussolini morreram em condições dramáticas; ::: 8 de Maio, data da rendição alemã; ::: os conflitos no Oriente continuaram por mais 2 meses; ::: embora já dominassem o conflito no Pacífico, os EUA utilizaram duas bombas atômicas (projeto Manhattan): Hiroshima e Nagazaki
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28. ::: O Brasil na Segunda Guerra ::: - O Estado Novo sofria influências dos regimes totalitários europeus e oscilava entre apoiar as forças do Eixo ou os Aliados. - O Estado Novo estava dividido, com lideranças importantes apoiando os dois lados em conflito; - A rendição e ocupação da França fez com que Vargas elogiasse o sucesso nazista em discurso; - Os EUA emprestaram 20 milhões para a construção da Siderúrgica de Volta Redonda , obrigando o Brasil a alinhar-se aos Aliados;
  • 29. ::: O Brasil na Segunda Guerra ::: - Janeiro de 1942 – o Brasil rompe relações diplomáticas com os países do Eixo. - Agosto de 1942 – após o torpedeamento de navios brasileiros, o Governo Vargas declara guerra ao Eixo; - Formação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e da Força Aérea Brasileira (FAB) , com aproximadamente 25 mil soldados, integrando o 5º Exército norte-americano; - O desempenho das forças brasileiras foi considerado satisfatório, mesmo contra forças mais fracas e mal equipadas;
  • 30.  
  • 31.  
  • 32. ::: Balanço da Guerra ::: - 30 milhões de feridos, 50 milhões de mortos e perdas materiais incalculáveis. - Morte de 6 milhões de judeus. - Vastas áreas devastadas; - Mundo dividido entre socialistas (URSS) e capitalistas (EUA); Início da chamada Guerra Fria;
  • 33. ::: Conferência de Yalta (1945) ::: - Organização das Nações Unidas (ONU); - Partilha mundial: predomínio sobre a Europa Oriental para a URSS, incorporação dos territórios alemães a leste; - Participação da URSS na rendição do Japão, com a divisão da Coréia em duas áreas (socialista e capitalista); - Separava-se o mundo capitalista do mundo socialista;
  • 34.  
  • 35. ::: Conferência de Potsdam (1945) ::: - Desnazificação da Alemanha; - Tribunal de Nuremberg (contra os crimes de guerra dos nazistas); - Desmilitarização do país, abolição dos cartéis que apoiaram os nazistas; - Cessam de Dantzig à Polônia; - Divisão da Alemanha em 4 zonas de ocupação : inglesa, francesa, estadunidense (República Federal da Alemanha) e soviética (República Democrática Alemã);
  • 36.  
  • 37. ::: A Fundação da ONU (1945) ::: - Conselho de Segurança: cinco membros permanentes – EUA, Rússia (antes era URSS), Reino Unido, França e China e 10 membros eleitos pela Assembleia Geral, com mandato de 2 anos. - Assembleia Geral: mais de 180 países. Não pode tomar decisões, é apenas consultivo (voto de recomendação). - Secretariado: dirigido pelo Secretário-geral (escolhido pelo Conselho de Segurança e votado pela Assembleia Geral), que tem por função administrar a organização;
  • 38.  
  • 39. ::: A Europa do pós-guerra ::: - A Europa perde poder político, econômico e cultural, cedendo o lugar para os EUA e URSS; - Os países ocidentais aderem ao bloco capitalista (OTAN), enquanto no oriente aderem ao socialista (Pacto de Varsóvia). - A URSS detona sua primeira bomba atômica em 1949 ; a URSS esforça-se para manter a disputa militar com os EUA. - Os EUA vivem um período de expansão econômica, cultural, militar e política.
  • 40. ::: A Europa do pós-guerra ::: - Formação do Welfare State (Estado de bem-estar social) na França e Inglaterra; - Avanços sociais e econômicos visam enfraquecer o discurso dos comunistas e grupos radicais na Europa ocidental; - Comunismo democrático e não-alinhado de Josip Broz Tito , na Iugoslávia. - Após a morte de Tito, a Iugoslávia entrou em crise e lutas étnicas explodiram a partir de 1990;
  • 41.  
  • 42.  
  • 43. ::: Plano Marshall ::: - Plano econômico-social de recuperação da Europa ocidental com maciços investimentos por parte dos EUA; - Estímulo as atividades comerciais entre os países europeus democráticos e os EUA; - Combater a expansão do discurso comunista no ocidente, desenvolvendo uma política de assistência e direitos sociais; - Liberalismo econômico, derrubando as barreiras alfandegárias entre os países auxiliados;
  • 44. ::: No Extremo Oriente ::: - Japão: ocupação dos EUA (1945 – 1952). Os zaibatsu – fortes grupos econômicos – são dissolvidos; a partir de 1947, os EUA empreendem a recuperação econômica do Japão, que passou a aliado; - Os poderes do Imperador são limitados por uma Constituição parlamentar; - O Japão se torna uma base dos EUA nos episódios da Revolução Chinesa (1949, comunista) e da Guerra da Coréia (1950 – 1953); - A economia japonesa se recupera e transforma-se numa das mais dinâmicas do mundo.
  • 45.  
  • 46.  
  • 47.  
  • 48. ::: Bibliografia ::: VICENTINO, C. História Geral e do Brasil. São Paulo: Scipione, 2010. www.google.com.br