Your SlideShare is downloading. ×
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Idade Media
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Idade Media

9,847

Published on

Apresentação de Idade Média.

Apresentação de Idade Média.

Published in: Education
2 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
9,847
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
415
Comments
2
Likes
5
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Neste diapositivo falar-se-á dos diferentes grupos sociais e respectivas funções na sociedade da época Primeiramente, é fundamental que se distinga grupos de classes sociais. Depois, explicar o facto de sociedade medieval se aparentar como uma pirâmide, cuja área vais estreitando da base para o vertíce. Clicar-se-á então, no primeiro grupo social – o povo – aquele que trabalha nas diferentes actividades económicas, o grupo social mais numeroso e por isso mesmo, está representado na base da pirâmide, uma vez que sustenta todo o peso da pirâmide, isto é, o peso da sociedade. A cima do povo e ao mesmo nível estão o clero – os que rezam – e a nobreza – os que defendem. Por serem apenas dez por cento da sociedade, ocupam um lugar intermédio na pirâmide. Aconselha-se que o professor vá questionando os alunos acerca das imagens, por forma a que cheguem, eles próprios, a determinadas conclusões. Por exemplo, analisar o tipo de trabalhos que o povo está a executar; o tipo de vestuário e indumentária do clero e da nobreza. No topo da pirâmide surge o Rei – o nobre mais nobre de todos os nobres -, cujo poder é absoluto (legislativo, executivo e judicial). Paralelamente à explicitação do conceito de monarquia absoluta , dever-se-á explorar o conceito de monarquia hereditária .
  • Antes de falarmos sobre a vida quotidiana nas terras senhoriais é fundamental que se explique como a sociedade na Idade Média estava organizada. Neste diapositivo a atenção deve ser centrada principalmente na figura do Rei (imagem central) e em todos os símbolos ligados ao poder real – trono, ceptro, selo régio. Será igualmente interessante chamar a atenção dos alunos para as vestes ricas e ornamentadas do Rei, como para pequenos pormenores como o crucifixo que traz ao pescoço e mão no topo do ceptro, em posição de bênção. Estes são alguns dos elementos que reforçam a ideia de que o Rei era o representante de Deus na terra e neste plano justifica-se também a relação estreita entre o Rei e a Igreja.
  • Transcript

    • 1. Idade Média 476 d.C - 1453
    • 2. FEUDALISMO CONCEITO: Modo de Produção que vigorou na Europa Ocidental durante a Idade Média e que se caracteriza pelas relações servis de produção. A Sociedade Feudal: modo de produção
    • 3. Séc V Séc XI Séc XV FEUDALISMO Alta Idade Média Baixa Idade Média
    • 4. A Sociedade Feudal: as bases do sistema feudal. O Feudalismo vem da fusão de duas culturas: a Germânica e a Romana. O elemento principal da cultura Germânica era o Comitatus (suserania e vassalagem) , de onde surge a vassalagem. O elemento principal da cultura Romana era o Colonato (servilismo ).
    • 5. A contribuição dos povos germânicos: Comitatus
    • 6. Vilas, uma tradição romana: Colonato
    • 7.  
    • 8. A Sociedade Feudal: o Reino Franco Em 772, com 30 anos, Carlos Magno assumiu o Reino Franco. Foi o apogeu do feudalismo.
    • 9. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais. - sociedade ruralizada. - auto-suficiente. - pouco uso de moeda. - comércio reduzido - localizado. - baixo nível técnico. - sistema trienal de rotação de culturas: preservação do solo.
    • 10. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais.
    • 11. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais. FEUDO
    • 12. OS GRUPOS SOCIAIS Nobres Clero Servos Não Esqueça!
    • 13. POVO - SERVOS CLERO NOBREZA REI
    • 14. O padre reza; O nobre protege; o servo trabalha .
    • 15. Igreja Medieval CLERO REGULAR Vive em isolamento em relação aos fiéis. CLERO SECULAR Vive em contato mundano com os fiéis. Alto Clero e Baixo Clero
    • 16.  
    • 17. RELAÇÕES DE SUSERANIA E VASSÁLICAS
    • 18. - relações de dependência pessoal e de obrigações recíprocas. - suserania e vassalagem: nobre e nobre. - suserano: doava a terra (beneficium) e proteção. - vassalo: recebe a terra, fidelidade, auxílio nas guerras, pagamento de resgate. - homenagem (cerimônia): juramento de fidelidade. - ajuda (auxilium) e consulta (consilium) mútuas. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais.
    • 19. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais. Nobres, Senhores Feudais A terra era a medida da riqueza, o senhor feudal era soberano de seu feudo, comandado o seu funcionamento e fazendo justiça segundo as tradições e o direito consuetudinário, isto é, o direito consagrado pelos costumes.
    • 20. Senhor Feudal - Suserano
    • 21.  
    • 22. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais. As terras do feudo distribuíam-se da seguinte forma: Manso senhorial – Representava cerca de um terço da área total e nela os servos e vilões trabalhavam alguns dias por semana, toda produção obtida nessa parte da propriedade pertencia ao senhor feudal. Manso servil – Área destinada ao usufruto dos servos. Parte do que era produzido ali era entregue como pagamento ao senhor feudal. Terras comunais – Era a parte do feudo usada em comum pelos servos e pelos senhores. Destinava-se à pastagem do gado, à extração de madeira e à caça, direito exclusivo dos senhores.
    • 23. Feudo Manso Comunal Manso Servil Manso Senhorial Manso Servil
    • 24. Deveres dos Servos Corvéia Trabalho gratuito de 3 a 5 dias por Semana no Manso Senhorial. Talha Dar parte da produção (3/4) ao Suserano. Banalidades Pagamento, em espécie, pela utilização de instrumentos do Feudo. Tostão De Pedro Dar 10 por cento da produção feudal para a Igreja Católica. Formariage Noite de núpcias do vassalo é, na verdade, do Suserano.
    • 25. A Sociedade Feudal: componentes econômicos e sociais. SOCIEDADE: • estamental, hierarquizada e clerical. Três estamentos: * Clero * Nobreza * Servos Quase não existia mobilidade social. Não Esqueça!
    • 26. A Sociedade Feudal: concepções políticas e culturais POLÍTICA: * Descentralização política: fragmentação do poder em função do parcelamento das terras. - o rei exercia pouca influência. - guerras contínuas: invasões e disputas pelo poder. - direito consuetudinário. - influência política da Igreja Católica.
    • 27. A Sociedade Feudal: concepções políticas e culturais Educação, artes e cultura na Idade Média   Podemos dizer que, em geral, a cultura e a arte medieval foram fortemente influenciadas pela religião. Na arquitetura destacou-se a construção de castelos, igrejas e catedrais.
    • 28. Descentralização Economia Agrícola Sociedade Estamental Cultura influenciada pela Igreja Religião Cristã Nobreza Feudal Ruralizada, pouca moeda Sem mobilidade Trevas/Ignorância Poder do Papado Características Não Esqueça!

    ×