• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Diversidade Nacional e Regional
 

Diversidade Nacional e Regional

on

  • 10,911 views

Aula sobre diversidade para os alunos do segundo ano do Ensino Médio

Aula sobre diversidade para os alunos do segundo ano do Ensino Médio

Statistics

Views

Total Views
10,911
Views on SlideShare
10,911
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
37
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Diversidade Nacional e Regional Diversidade Nacional e Regional Presentation Transcript

    • A POPULAÇÃO BRASILEIRA: DIVERSIDADE NACIONAL E REGIONAL
    • A DIVERSIDADE DE FORMAGERAL Objetivo – introduzir a reflexão sobre a diversidade social brasileira Evidenciar nossa diversidade socioeconômica a partir de dados coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Problematizar como series estatísticas encobrem uma grande diversidade de situações regionais
    • TEMAS PARA A NOSSA REFLEXÃO 1) De onde vem a diversidade social brasileira? 2) Qual é a importância da cultura na vida social? 3) Qual é a importância do trabalho na vida social? 4) O aluno em meio aos significados da violencia no Brasil
    • O QUE IREMOS TRABALHAR NESTEBIMESTRE: 1) A população brasileira: diversidade nacional e regional 2) O estrangeiro do ponto de vista sociológico 3) A formação da diversidade
    • PARATODOS – CHICO BUARQUE O meu pai era paulista Meu avô, pernambucano O meu bisavô, mineiro Meu tataravô, baiano Meu maestro soberano Foi Antonio Brasileiro Foi Antonio Brasileiro Quem soprou esta toada Que cobri de redondilhas Pra seguir minha jornada E com a vista enevoada Ver o inferno e maravilhas
    • PARATODOS – CHICO BUARQUE Nessas tortuosas trilhas A viola me redime Creia, ilustre cavalheiro Contra fel, moléstia, crime Use Dorival Caymmi Vá de Jackson do Pandeiro Vi cidades, vi dinheiro Bandoleiros, vi hospícios Moças feito passarinho Avoando de edifícios Fume Ari, cheire Vinícius Beba Nelson Cavaquinho
    • PARATODOS – CHICO BUARQUE Para um coração mesquinho Contra a solidão agreste Luiz Gonzaga é tiro certo Pixinguinha é inconteste Tome Noel, Cartola, Orestes Caetano e João Gilberto Viva Erasmo, Ben, Roberto Gil e Hermeto, palmas para Todos os instrumentistas Salve Edu, Bituca, Nara Gal, Bethania, Rita, Clara Evoé, jovens à vista
    • QUESTÕES? Vocês conheciam Chico Buarque? Se sim, conhece outra música dele? Quais são os temas de suas canções? A mais importante – de que trata a música “Paratodos”?
    • AS FORMAS DE DIVERSIDADEPRESENTES NA MÚSICA Diversidade existente na família “O meu pai era paulista Meu avô, pernambucano O meu bisavô, mineiro Meu tataravô, baiano Meu maestro soberano Foi Antonio Brasileiro”
    • DIVERSIDADE MUSICAL
    • DIVERSIDADE DE ORIGENS
    • DIVERSIDADE ECONÔMICA: COMO SEMEDE? Mede-se através de indicadores como:1) Renda – rendimento mensal familiar2) Educação – taxa de analfabetismo para maiores de 15 anos de idade e por sexo3) Saneamento e luz elétrica – por domícilio (%)
    • Famílias por classes de rendimento médio mensal familiar - 1999Brasil e Mais de 2 a Mais de 5 a Mais de 10 Sem**Grandes Até 2sm Mais de 20 5 10 a 20 RendimentoRegiõesBrasil (1) 27,6 32,2 18,6 9,9 5,9 3,5Norte (2) 29,2 34,9 17 8,6 4,3 5,4Nordeste 47,5 29,7 9,2 4,4 2,7 4,2Sudeste 17,7 32,2 23,5 13 7,8 3,1Sul 22,2 34,5 21,7 11,3 6,4 2,6Centro- 26,7 35 17,9 9,2 6,5 3,4Oeste Fonte: Pesquisa nacional por amostra de domicílios 1999 [CD-ROM]. Microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2000. * Em classes de salário mínimo. Valor do Salário Mínimo em Setembro de 1999: R$ 136,00. ** Exclusive os sem declaração de renda.
    • Taxa de analfabetismo das Taxa de escolarização das crianças pessoas de 15 anos ou mais de Brasil e de 7 a 14 anos de idade idade Grandes Regiões Total Homens Mulheres Total Homens Mulheres Brasil (1) 13,3 13,3 13,3 95,7 95,3 96,1 Norte (2) 11,6 11,7 11,5 95,5 95,3 95,7 Nordeste 26,6 28,7 24,6 94,1 93,2 95,0 Sudeste 7,8 6,8 8,7 96,7 96,6 96,9 Sul 7,8 7,1 8,4 96,5 96,7 96,3 Centro- 10,8 10,5 11,0 96,0 95,6 96,4 Oeste Fonte: Pesquisa nacional por amostra de domicílios 1999 [CD-ROM]. Microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2000.(1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá.(2) Exclusive a população rural.
    • Média de anos de estudo das pessoas de 10 anos ou mais de idade porsexo e cor- 1999Brasil e Média de anos de estudoGrandes Preta eRegiões Total Homens Mulheres Brancos PardaBrasil (1) 5,7 5,6 5,9 6,6 4,6Norte (2) 5,7 5,5 5,9 6,7 5,4Nordeste 4,3 4,0 4,7 5,3 3,9Sudeste 6,5 6,4 6,5 7,1 5,2Sul 6,2 6,2 6,3 6,5 4,7Centro- 5,9 5,7 6,2 6,8 5,3Oeste   Fonte: Pesquisa nacional por amostra de domicílios 1999 [CD-ROM]. Microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2000. (1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá. (2) Exclusive a população rural.
    • Domicílios por condição de saneamento e luz elétrica (%) - 1999 Água Brasil e canalizada e Esgoto e Grandes Lixo Coletado Luz Elétrica rede geral de Fossa Séptica Regiões distribuição Brasil (1) 76,1 52,8 79,9 94,8 Norte (2) 61,1 14,8 81,4 97,8 Nordeste 58,7 22,6 59,7 85,8 Sudeste 87,5 79,6 90,1 98,6 Sul 79,5 44,6 83,3 98,0 Centro-Oeste 70,4 34,7 82,1 95,0 Fonte: Pesquisa nacional por amostra de domicílios 1999 [CD-ROM]. Microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2000.(1) Exclusive a população rural de Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima, Pará e Amapá.(2) Exclusive a população rural.
    • CONCLUSÃO:Os dados isolados podem encobrir a realidade ediversidade existente entre as diferentes regiões;A maioria dos dados apontam a situaçao desigualdo Nordeste com relação às outras regiões (emtermos de renda, educação e saneamento)