Governo do estado de mato grosso do sul

  • 1,270 views
Uploaded on

Esse foi o nosso Projeto de Camp com os alunos dos terceiros anosDo Ensino Médio Turma Ae B do peíodo mautino.

Esse foi o nosso Projeto de Camp com os alunos dos terceiros anosDo Ensino Médio Turma Ae B do peíodo mautino.

More in: Education , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,270
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E APOIO À EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL DE DOURADOS   CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS – 40 horas Fátima do Sul – Tutora: Elizete   Eixo: __01_____ Atividade __1.6________ Cursista:___jussara Aparecida de Abreu Ribas___ Escola: _Estadual Senador Filinto Muller_ Reflexão sobre a aprendizagem
  • 2. ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER  
    • PROFESSORA DE HISTÓRIA JUSSARA APARECIDAD DE ABREU RIBAS 
    PROJETO VIAGEM À USINA HIDRELÉTRICA DE PORTO PRIMAVERA E ROSANA – SP Fátima do Sul 2010
  • 3. ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER
    • PROFESSORA DE HISTÓRIA
    • JUSSARA APARECIDA DE ABREU RIBAS
    • PROJETO DE
    • VIAGEM À USINA HIDRELÉTRICA
    • DE PORTO PRIMAVERA E ROSANA – SP
    • Projeto a ser apresentado à Secretaria de Educação
    • para permissão de viagem às Usinas Hidrelétricas de
    • Primavera e Rosana – SP com alunos do 3º ano A e B
    • matutino da Escola Estadual Senador Filinto Muller
    •  
    •  
    • Fátima do Sul
    • 2010
    •  
  • 4. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
    • Capacidade de articulação dos conceitos
    • Capacidade de compreender o espaço geográfico a partir das múltiplas interações entre sociedade e natureza
    • Domínio de linguagens próprias à análise geográfica
    • Capacidade de compreender os fenômenos locais, regionais e mundiais expressos por suas territorialidades, considerando a dimensão do espaço e tempo.
    • Estimular o desenvolvimento do espírito crítico.
  • 5.
    • Articular os conceitos da geografia com a observação de dados e informações de dados e informações do espaço geográfico considerando as escalas de análise.
    • Reconhecer as dimensões de tempo e espaço na escala geográfica.
    • Capacidade de diagnosticar e interpretar os problemas sociais e ambientais da sociedade contemporânea.
    • Capacidade de identificar as contradições que se manifestam espacialmente, decorrentes dos processos produtivos de consumo.
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
  • 6. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
    • Localizar com ajuda do software Google Earth no data show o roteiro da viagem, bem como, a Usina de Porto Primavera e Rosana no município de Rosana, no estado de São Paulo na Região Sudeste do Brasil;
    • Observar o uso das bacias hidrográficas brasileiras para construção das hidrelétricas;
    • Analisar os aspectos positivos e negativos com a construção de hidrelétricas, observando o caso estudado;
    • Identificar a importância histórica de preservar e recuperar as fontes históricas das comunidades que foram afetadas pela formação da usina Hidrelétrica analisando os impactos que essas populações
  • 7.
    • sofreram pelas mudanças ocorridas ao longo de todo o processo.
    • Pesquisar no site da Usina de Porto Primavera no site: http://www.cesp.com.br/portalCesp/portal e informações sobre a Usina de Rosana em http://pt.wikipedia.org/wiki/Usina_Hidrel%C3%A9trica_de_Rosana da viagem bem como o roteiro e os espaços por onde circularam
    • Conhecer o roteiro da viagem utilizando mapas espaços do nosso estado de Mato Grosso do Sul seguindo pelas cidades até o local de destino.
    • Levar o aluno a entender uma nova interpretação de visões diferenciadas de nossa História possibilitando uma compreensão dos conteúdos inseridos fora do contexto da sala de aula.
    •  
  • 8. JUSTIFICATIVA
    • Justifica-se o presente projeto pela necessidade de uma análise da realidade fora dos portões de nossa Escola e considerando que os alunos não têm muitas oportunidades de viajar e praticar uma aula de campo fora da realidade do cotidiano da sala de aula.
    • Resgatando a dignidade de muitos alunos que não tenham e nem podem freqüentar outros ambientes. A escola sendo a portadora de novos saberes terá que oportunizar esses momentos que são extremamente necessários mesmo porque muitos de nossos alunos não conhecem como funciona uma Usina Hidrelétrica e com esse projeto terão a oportunidade de desenvolver outras habilidades, também sociabilizar-se com outros ambientes e pessoas diferentes.
  • 9.
    • É um complemento dos conteúdos estudados no Ensino Médio, fazendo uma trajetória nossos alunos estão mais aptos para desenvolverem seus conhecimentos trabalhos assim é de extrema importância para que eles não sejam iludidos por idéias falsas, e por mitos que não mostram suas verdadeiras intenções.
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
  • 10. METODOLOGIA
    • Discussão juntamente com os alunos sobre a idéia do projeto, como ele será desenvolvido, quais serão nossos objetivos e elaboração de um esboço de como as atividades serão desenvolvidas durante todo o desenrolar do projeto.
    • Elaboração de uma lista para agendar o ônibus, roda de conversas sobre as normas e etapas do projeto, sobre o aproveitamento tanto na interpretação, leitura e escrita através da confecção de um Mapa Conceitual que será postado no site dos alunos e professores, elaborado pelos alunos ao termino do projeto.
    • Ao termino do projeto teremos rodas de leituras
  • 11.
    • onde os alunos irão apresentar seus Mapas conceituais na sala de tecnologia e relatar todas as informações possíveis durante todo o desenrolar do trajeto e depois farão apresentação para todos os educandos de seus textos e para aqueles que por algum motivo não puderam participar.
    •  
    •  
    •  
  • 12. AVALIAÇÃO
    • Durante a execução do projeto os alunos já estão sendo avaliados. Através da participação, empenho, anotações comportamento, socialização e questionamentos.
    • Os educandos serão avaliados após o término com apresentação dos Mapas Conceituais e os levantamentos possíveis onde será aplicado através das apresentações para seus colegas e professores.
    • O critério de avaliação será através das observações durante a elaboração e execução e do desenrolar do projeto escrito, e relatório final nos sites com divulgação.
  • 13. RECURSOS
    • Humanos : Diretora, coordenador pedagógico, professores, motorista e alunos.
    • Material didático : caneta, blocos de papel, lanche, e tereré.
    • ]
  • 14. Referências Bibliográficas
    • Registro dos diversos tipos de suportes como:
    • Vídeos
    • Livros
    • Filmes
    • Sites:
    • http://www.cesp.com.br/portalCesp/portal
    • http://pt.wikipedia.org/wiki/Usina_Hidrel%C3%A9trica_de_Rosana
    •  
    •