OS CRISTÃOS SE FIXAM EM ROMA<br />A colônia judaica de Roma mantinha constantemente contacto com Jerusalém. Embora numeros...
Os cristãos se fixam em Roma
Os cristãos se fixam em Roma
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Os cristãos se fixam em Roma

223 views
198 views

Published on

Published in: Entertainment & Humor, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
223
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Os cristãos se fixam em Roma

  1. 1. OS CRISTÃOS SE FIXAM EM ROMA<br />A colônia judaica de Roma mantinha constantemente contacto com Jerusalém. Embora numerosa não se sabe ao certo quem levou a Boa Nova à Capital do Império. Missionários desconhecidos ou talvez Pedro? O que se pode afirmar é que o fato ocorreu antes do ano 49 ano em que o Imperador Claudio expulsa os Judeus de Roma. Eram frequentes os tumultos, as discussões causados por eles em nome de um tal Cresto (Cristo). Os dois grupos Judeus e Cristãos não se entendiam e sobrou para os Judeus que não puderam mais continuar na cidade. Os Cristãos a partir daquele episódio se estabeleceram definitivamente na Capital Imperial. <br />Na Carta aos Romanos Paulo lhes fala do desejo de visitá-los e anunciar-lhes também o Evangelho (Rom 1, 8-15). Após uma viagem tumultuada e periclitante o Apóstolo chega finalmente a Roma, onde encontra uma Comunidade Cristã fortemente alicerçada. Alí permanece cerca de dois anos de 61 a 63).<br />Pedro também se estbelece em Roma não se conhecendo a data de sua chegada. Segundo uma tradição dos finais de século II, o Chefe da Igreja teria sido crucificado durante a perseguição de Nero, aí pelo ano 64 aproximadamente. Paulo teria sido martirizado posiblemente no ano 67, ainda no tempo de Nero.<br />Clemente de Roma, escrevendo aos Cristãos de Corinto aproximadamente pelo ano 69, fala sobre o martírio de Pedro e Paulo em Roma. Refere-se aos dois como “aquelas colunas que lutaram até à morte”.<br />O local do túmulo de Pedro foi encontrado por baixo do altar central da Basílica do Vaticano. Em 1993, com um grupo de estudiosos, tivemos a graça de visitar pela primeira vez aquele ambiente misterioso e venerando. Nossa professora polonesa, amiga do Papa João Paulo II e antiga espiã da II Guerra, mostrava-nos a inscrição latina referente ao local do jazigo do velho pescador do Tiberiades.<br />No final do II século os trofeus de Pedro e Paulo foram vistos e mostrados no Vaticano e na estrada de Óstia pelo padre Gaio.<br />A Basílica Vaticana, uma das quato Basílicas Maiores de Roma foi construída, sobre a Colina Vaticana, em um antigo cemitério fora da cidade. Após o sepultamento de Pedro, o local tornou-se o preferido de todos os romanos que faleciam. Queriam estar juntos do santo bispo de Roma.<br />A Basílica de São Paulo extra muros localiza-se ao longo da Via Ostiense, próximo à margem esquerda do Tibre, aproximadamente a 2 km da Muralha Aureliana. No local onde <br />foi erguida a Basílica, reza a tradição, o apóstolo Paulo foi sepultado. Seu túmulo encontra-se debaixo do Altar Mor. Durante o correr dos séculos o local sempre atraiu muitas peregrinações. O frontispício da Basílica, voltado para Óstia, antigo porto de Roma, encontra-se revestido de laminas de ouro que brilham ofuscantes à luz solar. Situada numa planície, na estrada que leva a Óstia, servia como orientacão aos peregrinos que emocionados se aproximavam do túmulo de S. Paulo. <br />Basílica de S. Paulo fora dos Muros.<br />Muralha Aureliana, Roma.<br />

×