Biodiesel petrobras   cascavel - fev07 03
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Biodiesel petrobras cascavel - fev07 03

on

  • 685 views

 

Statistics

Views

Total Views
685
Views on SlideShare
685
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
16
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Biodiesel petrobras   cascavel - fev07 03 Biodiesel petrobras cascavel - fev07 03 Presentation Transcript

  • Show Rural CoopavelBiodiesel e a PETROBRAS Aline Costa de Andrade - Ricardo Prado Millen Gerencia de Biocombustíveis Desenvolvimento Energético / Gás e Energia Cascavel, 5 a 9 de fevereiro de 2007 1
  • TendênciasCenário de Energia para o Crescimento Ecologicamente Orientado 2 Fonte: World Energy Council
  • BiodieselMotivação para o uso de Biodiesel Fonte Renovável de Energia Diminuição de Emissões Crédito de Carbono Substituição de Importação Geração de Emprego e Renda View slide
  • Biodiesel Benefícios Sociais Geração de Emprego no setor primário Geração de Renda Expansão da agricultura local Fixação das famílias no campo Inclusão Social Alternativa para erradicação da miséria no país Promove o desenvolvimento Regional Valoriza os recursos energéticos View slide
  • Biodiesel Ganhos Ambientais Biodiesel produzido com óleo de soja Redução de 47% nas emissões de material particulado Diminuição das emissões de monóxido de carbono em 48% Redução de 65% nas emissões de hidrocarbonetos Ligeiro aumento (10%) nas emissões de óxido de Nitrogênio (NOx) Redução de 95% nas emissões dos gases do efeito estufa Redução de 78% das emissões de CO2 Eliminação das emissões de enxofre Utilização de solos inadequados para produção de culturas alimentícias 5Fonte: BiodieselBr.com
  • Produção Mundial de Biodiesel Evolução da Produção Mundial de Biodiesel MundialEm milhões de litros/ano Europa Ocidental 6
  • BiodieselCapacidade de Produção de Biodiesel na Europa Meta em 2010: 5,75% de biocombustíveis na matriz energética 7 Fonte: Verband Deutscher Biodieselhersteller e. V. Am Weidendamm
  • Biodiesel Matriz Energética Brasileira O Brasil e o biodiesel Madeira e O Brasil é um país de Cana-de-Açúcar Outras Outras 13,9% Renováveis destaque no cenário mundial Biomassas 13,1% 2,7% de biocombustíveis Extensão territorial e condições de clima e solo propícias para a produção de biomassaHidroeletricidade 15,0% A demanda mundial por Urânio Derivados de combustíveis renováveis é 1,2% Petróleo Carvão Mineral 38,4% crescente 6,4% Gás Natural 9,3% A produção de biodiesel é estratégica para o país FONTES RENOVÁVEIS: 44,7 % O Brasil ainda é um importador de óleo diesel Fonte: MME / BEN 2005 8
  • Estratégia da Companhia Responsabilidade Crescimento Rentabilidade Social e Ambiental Liderar o mercado de petróleo, gás natural, derivados e biocombustíveis na América Latina, atuando como empresa integrada de energia, com expansão seletiva da petroquímica, da energia renovável e da atividade internacional. Consolidar e Desenvolver e Expandir Expandir Expandir a ampliar as liderar o seletivamente seletivamente participação no vantagens mercado a atuação a atuação no mercado de competitivas brasileiro de gás internacional mercado biocombustíveis, no mercado natural e atuar de forma petroquímico. liderando a brasileiro e de forma integrada com produção sul- integrada nos os negócios nacional de americano de mercados de da companhia. biodiesel e petróleo e gás e energia ampliando a derivados. elétrica na participação no América do Sul. negócio de etanol. Excelência operacional, em gestão, recursos humanos e tecnologia. 9
  • Estratégia da Companhia Investimento 2007-2011 Meta 2011 Plantas de Biodiesel Disponibilização de 855 Mil m3/ano Processamento de óleo vegetal H-Bio (Bio-Refino) 425 Mil m3/ano Alcooldutos Exportação de 3,5 milhões m3 de Etanol Navio Projeto Álcool Energia Eólica Capacidade Instalada de Geração de Energia Solar Energia Elétrica de Fontes Renováveis de 240 MWOutras Fontes de Energia RenovávelTotal de investimentos em desenvolvimento energético defontes renováveis e biocombustíveis de US$ 700 milhões
  • Importação de DieselProdução de Combustíveis e Dependência Externa - 2005 Importação Exportação Importação Exportação Produção Líquida Líquida Líquida Líquida Combustível % da % da mil m3 mil m3 mil m3 demanda produção GASOLINA A 19.102 - 2.760 14% DIESEL 38.396 2.070 - 5% ÁLCOOL 16.030 - 2.592 16% GÁS NATURAL 48,5 24,7 - 34% (milhões m³/d) Dependência A mistura B5 tornaria o Brasil auto- suficiente também em diesel Auto-suficiência Fonte: ANP, MAPA e MDIC (elaboração MME)
  • BiodieselBiodiesel é um combustível biodegradável derivado de fontesrenováveis, que pode ser obtido por diferentes processos químicos.Pode ser produzido a partir de gorduras animais ou de óleosvegetais, tais como mamona, dendê (palma), girassol, babaçu,amendoim, pinhão manso e soja, dentre outras.
  • Tecnologia Propriedades do Diesel e do Biodiesel Diesel Biodiesel Composição Hidrocarboneto C8 a C22 Ésteres C12 a C18 Fonte Não-renovável Renovável Matéria Prima Petróleo Óleo vegetal Viscosidade 3 a 6 cSt 3 a 12 cSt Destilação 160 a 360ºC 240 a 330ºC Aplicação Motor de ciclo diesel Motor de ciclo diesel Nº Cetano 40 a 50 50 a 70 Poluentes NOx; SOx; CO; Arom. NOx Balanço de CO2 Emissão Sequestro & Emissão
  • Matérias-Primas Potenciais• Soja• Mamona• Dendê• Girassol• Canola• Palmiste• Babaçu• Amendoim• Pinhão-Manso• Caroço de algodão• Tucumã• Pequi• Sementes de gergelim• Buriti• Nabo forrageiro• Jojoba• Linhaça• Sebo ou gordura animal 14 Ramos, LP (adaptado)
  • Matérias-Primas Potencialidade das Matérias-Primas Brasileiras Teor de Óleo Produtividade do Produção deMatéria-Prima (%m) Grão(kg/ha.ano) Óleo (kg/ha.ano) Gorduras 100 - - Animais Mamona 50 700 350 Girassol 42 1.500 630 Amendoim 39 1.200 470 Gergelim 39 1.000 390 Canola 38 1.800 684 Dendê 20 20.000 4.000 Soja 18 2.500 450 Algodão 15 1.800 270 Babaçu 6 15.000 900 15 Fonte:Relatório CONAB 2006
  • PARANÁ Demanda de Diesel X Produção de Oleaginosa Consumo de Diesel (2005) > 3.535.034 m³ Biodiesel (B5) > 176.752 m³ Oleaginosas ÁREA PLANTADA* ÁREA NECESSÁRIA – B5 (mil ha) (mil ha) SOJA > 3.880 393 ALGODÃO > 31,8 655 AMENDOIM > 7,2 376 GIRASSOL > 1,3 281 MAMONA > 0,15 505* - média dos anos 2001 a 2005 Fonte: ANP e CONAB
  • Biodiesel • Processo ConvencionalÓleo Vegetal + Álcool Biodiesel + Glicerina 100 10 (Metanol) 100 10 100 15 (Etanol) 105 10 • Processo PETROBRASSemente + Etanol Biodiesel + Glicerina + Polpa 17
  • Cadeia Produtiva Farelo Cadeia de Produção de Biodiesel Plantação Metanol Grãos Óleo Bruto Etanol Mamona Esmagamento Glicerina Subprodutos Cadeia Negócios Agrícolas B100 Dendê Pinhão Manso B2 – B5 Biodiesel Bn Planta de Algodão Babaçu Transesterificação t art- ér P (Produção Éster) DieselForte Geração de Empregos
  • Tecnologia Metanol X Etanol Metílica EtílicaTecnologia Dominada Em desenvolvimentoComplexidade Menor MaiorDisponibilidade Importada Excedente no BrasilToxidez e riscos à segurança Altos BaixosSustentabilidade ambiental Parcial TotalCusto do processo Baixo Alto 19
  • Plantas Pilotos da PETROBRAS (Guamaré/RN) Tecnologia Convencional Testes com diferentes óleos. Capacidade: até 2.300 m3/ano • Geração de empregos: 5.000 famílias • Expansão das plantas em estudo Tecnologia Petrobras Transesterificação direta a partir de grãos, principalmente mamona. Capacidade: até 13.600 m3/ano 20
  • Biodiesel Programa Nacional do Biodiesel 2005 2008 A A A partir de 2013 2007 2012 (5% obrigatório) (2% autorizativo) (2% obrigatório) Mercado Brasil Mercado Brasil Mercado Brasil 0 - 840 milhões de ca. 840 milhões de 2,5 bilhões de litros litros litros Mercado BR Mercado BR Mercado BR Distribuidora Distribuidora Distribuidora 0 - 200 milhões de ca. 200 milhões de > 600 milhões de litros litros litros
  • Potenciais Mercados Consumidores de Biodiesel • Região Norte – De 350 a 650 mil litros de diesel gastos diariamente nas termo-elétricas • Centro Oeste – 80% dos transportes de carga são feitos pelas rodovias (5% do consumo de diesel); – 15% do diesel é consumido pela agricultura dentro dos estabelecimentos rurais; • Sul e Sudeste – Frotas cativas 22
  • Leilão ANP OBJETIVOS DA ANTECIPAÇÃO:- Incrementar a participação do biodiesel na matriz energética nacional.- Estimular investimentos na cadeia de produção e comercialização dobiodiesel.- Possibilitar a participação combinada da agricultura familiar e doagronegócio no fornecimento de matérias-primas.Volume do Leilão (milhões de L) 70 170 50 550Volume Ofertado (milhões de L) 92,5 315,5 95,4 1054,5Quantidade de Usinas Ofertantes 8 12 6 27Preço de Abertura (*)(R$/litro) 1,920 1,908 1,905 1,905Preço Médio de Fechamento (*)(R$/litro) 1,905 1,860 1,754 1,747Deságio (%) -0,8% -2,5% -7,9% -8,3%Prazo de Entrega do Biodiesel Jan/06 - Dez/06 Jul/06 - Jun/07 Jan/07 - Dez/07 Jan/07 - Dez/07 Produtores Produtores Produtores com Novos Projectos instalados ou em instalados ou emPúblico Autorização da e Usinas em final de final de ANP Construção instalação instalação 23 nov/05 mar/06 jul/06 jul/06
  • Biodiesel - Tributação Alemanha Diesel (Brasil) R$ 1,793 Tributos 25% Custos 75%Período de coleta de 14/01/07 a 20/01/07 (Fonte: ANP)Composição do preço de bomba de Óleo Diesel na cidade do Rio de Janeiro Tributos Diesel - 47% Biodiesel - isento 24
  • Biodiesel Selo Combustível SocialConcedido a produtores de biodiesel que:Comprem matéria-prima da agricultura familiar em percentual mínimo de: •50% região NE e semi-árido •10% região N e CO •30% região SE e SFaçam contratos negociados com os agricultores familiares, constando: • O prazo contratual • O valor de compra e critérios de reajuste do preço contratado • As condições de entrega da matéria-prima • As salvaguardas de cada parte • Identificação e concordância de uma representação dos agricultores que participou das negociaçõesAssegurem assistência e capacitação técnica aos agricultores familiares. Fonte: MDA
  • Tributação no Brasil para o Biodiesel Alíquotas de CIDE + PIS/COFINS (em R$/litro) R$ 0,151 / R$ 0,0 / litro litro Regra Geral 0,218 Agronegócio + N/NE + 100% de benefício Semi-Árido + 0,151 mamona/palma Agricultura Familiar em qualquer região 0,070 R$ 0,218 / litro Agricultura Familiar + N/NE + Semi-Árido + 0 mamona/palma R$ 0,070 / litro 68% de benefício Incidência monofásica no produtor industrial de biodiesel, proporcional à aquisição de matéria-prima.Tributação do Diesel: R$ 0,218 / litro Fonte: MME
  • Tributação Estadual para o Biodiesel 27
  • SETOR SETOR INDÚSTRIAPETRÓLEO PETRÓLEO COMBUSTÍVEIS PRODUÇÃO a produção de biodiesel integra duas cadeias BIODIESEL produtivas totalmente distintas (petróleo e agricultura) INDÚSTRIAÓLEOS VEGETAIS SETOR SETOR PROBLEMAS PROBLEMAS AGRÍCOLA AGRÍCOLA COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO 28
  • Plantas Industriais da PETROBRAS 3 Primeiros Projetos em Implementação QuixadáCapacidade: 170 mil m3/ano CEMatérias-primasAgricultura familiar: óleo de algodão,dendê e mamona.Complementares: sebo e óleo de soja. BAGeração de empregos: CandeiasConstrução: 1.200 diretos e 400 indiretosOperação: 105 diretos MGProdução de matérias-primas:70.000 famílias Montes ClarosInício de operação: 4º trimestre/2007 semi-árido 29
  • Distribuição3.867 Postos da PETROBRAS (1200 municípios) já oferecem a misturadiesel/biodiesel (B2)Até julho/2007 todos os postos da Petrobras deverão oferecer o B2.
  • Biodiesel Biodiesel: fatores críticos de sucesso • Disponibilidade de óleos e sementes • Produtividade agrícola • Qualidade dos insumos • Garantia de qualidade do produto • Garantia de desempenho dos motores • Controle de qualidade na bomba • Redução da carga tributária • Novos usos para a glicerina • Rendimento de processo • Escala • Sensibilização e motivação da 31 sociedade
  • Conclusão Biodiesel Econômico Ambiental Social Sustentabilidade
  • Contatos Ricardo Prado Millen Aline Costa de Andrade Tel: (21) 3229-4833 Tel: (21) 3229-0151E-mail: rpmillen@petrobras.com.br E-mail: alineandrade@petrobras.com.br PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Diretoria de Gás e Energia Gerência de Desenvolvimento Energético - Biocombustíveis 33