Relações lexicais
As palavras podem estabelecer entre si relações a
nível semântico (significado/conteúdo/sentido) e a
nível fonético ou grá...
1. Relações semânticas entre palavras.
a- relação de equivalência: sinonímia (aproximação
de significado ou de sentido que...
1. Relações semânticas entre palavras.
b- relação de oposição: antonímia (oposição de
significado ou de sentido que se est...
1. Relações semânticas entre palavras.
b- relação de oposição: antonímia (oposição de
significado ou de sentido que se est...
1. Relações semânticas entre palavras.
b- relação de oposição: antonímia (oposição de
significado ou de sentido que se est...
1. Relações semânticas entre palavras.
c- relação de hierarquia: hiperonímia / hiponímia
(relação hierárquica de inclusão ...
1. Relações semânticas entre palavras.
d- relação de inclusão: holonímia / meronímia
(relação de inclusão semântica entre ...
2. Classificação das propriedades semânticas
das palavras ao nível fonético e/ou gráfico.
a. Homonímia (propriedade semânt...
2. Classificação das propriedades semânticas
das palavras ao nível fonético e/ou gráfico.
b. Homofonia (propriedade semânt...
2. Classificação das propriedades semânticas
das palavras ao nível fonético e/ou gráfico.
c. Homografia (propriedade semân...
2. Classificação das propriedades semânticas
das palavras ao nível fonético e/ou gráfico.
d. Paronímia (propriedade semânt...
2. Classificação das propriedades semânticas
das palavras ao nível fonético e/ou gráfico.
e. Polissemia (caraterística sem...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Relações entre palavras

1,337 views
1,180 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,337
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
59
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Relações entre palavras

  1. 1. Relações lexicais
  2. 2. As palavras podem estabelecer entre si relações a nível semântico (significado/conteúdo/sentido) e a nível fonético ou gráfico (som/grafia), tal como se pode concluir pela leitura da informação seguinte. 2/13
  3. 3. 1. Relações semânticas entre palavras. a- relação de equivalência: sinonímia (aproximação de significado ou de sentido que se estabelece entre duas ou mais unidades lexicais). Exemplos: Aludir – Referir Artesão – Artífice 3/13
  4. 4. 1. Relações semânticas entre palavras. b- relação de oposição: antonímia (oposição de significado ou de sentido que se estabelece entre duas ou mais unidades lexicais.) Esta pode ser: - contraditória (quando os significados se excluem mutuamente, ou seja, o significado de um nega o outro, de forma complementar). Exemplos: Vivo – Morto Solteiro – Casado 4/13
  5. 5. 1. Relações semânticas entre palavras. b- relação de oposição: antonímia (oposição de significado ou de sentido que se estabelece entre duas ou mais unidades lexicais.) Esta pode ser: - contrária (quando os significados se opõem numa escala, existindo relações semânticas intermédias). Exemplos: Baixo – Alto Baixo – Médio – Alto 5/13
  6. 6. 1. Relações semânticas entre palavras. b- relação de oposição: antonímia (oposição de significado ou de sentido que se estabelece entre duas ou mais unidades lexicais.) Esta pode ser: - conversa (quando há uma inversão da ordem sintática – frequente nas relações de parentesco). Exemplos: Pai – Filho Dar – Receber 6/13
  7. 7. 1. Relações semânticas entre palavras. c- relação de hierarquia: hiperonímia / hiponímia (relação hierárquica de inclusão de significado entre duas unidades lexicais, que parte do geral [hiperónimo] para o específico [hipónimo] e viceversa. O hiperónimo partilha dos traços semânticos dos hipónimos e estes, para além de incluírem os traços do hiperónimo, também têm propriedades semânticas específicas). Exemplos: Animal – Gato, cão, leão, tigre, … 7/13
  8. 8. 1. Relações semânticas entre palavras. d- relação de inclusão: holonímia / meronímia (relação de inclusão semântica entre duas unidades lexicais, onde existe uma relação de dependência entre a parte [merónimo] e o todo [holónimo], confirmada por marcadores como “é uma parte de / faz parte de”). Exemplos: Barco – Proa, convés, leme, … 8/13
  9. 9. 2. Classificação das propriedades semânticas das palavras ao nível fonético e/ou gráfico. a. Homonímia (propriedade semântica de palavras que apresentam a mesma grafia e fonia mas que possuem significados e origem etimológica diferentes). Exemplos: Amo (verbo amar) – Amo (senhor) Fiar (confiar) – Fiar (de fiação, tecer) 9/13
  10. 10. 2. Classificação das propriedades semânticas das palavras ao nível fonético e/ou gráfico. b. Homofonia (propriedade semântica de palavras que apresentam a mesma fonia, mas grafia e significado diferentes). Exemplos: Asso (verbo assar) – Aço (material) Passo (marcha) – Paço (palácio) 10/13
  11. 11. 2. Classificação das propriedades semânticas das palavras ao nível fonético e/ou gráfico. c. Homografia (propriedade semântica de palavras que apresentam grafia igual ou semelhante, mas fonia e significado diferentes). Exemplos: Colher (verbo colher) – Colher (utensílio) Secretária (mesa) – Secretaria (repartição) 11/13
  12. 12. 2. Classificação das propriedades semânticas das palavras ao nível fonético e/ou gráfico. d. Paronímia (propriedade semântica de palavras que apresentam grafia e fonia semelhantes, mas com significados diferentes). Exemplos: Despensa (arrumos) – Dispensa (abdicar) Querer (desejar) – Crer (acreditar) 12/13
  13. 13. 2. Classificação das propriedades semânticas das palavras ao nível fonético e/ou gráfico. e. Polissemia (caraterística semântica da maioria das palavras que apresentam vários significados, atualizando-os em função do contexto). Exemplos: Cabeça (parte do corpo, inteligência) Pescada (tipo de peixe, particípio passado de pescar) 13/13

×