Your SlideShare is downloading. ×
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Os Maias - Capítulo XIV
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Os Maias - Capítulo XIV

329

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
329
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. • Afonso parte para Sta. Olávia e Carlos fica sozinho no Ramalhete, pois Ega parte para Sintra (e curiosamente os Cohen também). Maria Eduarda instala-se nos Olivais, e Carlos passa a frequentar a casa todos os dias, e eles pretendem fugir até Outubro para Itália e casar lá, mas Carlos pensa no desgosto que dará ao avô (porém a sua felicidade supera). 2/8
  • 2. • Chega Setembro. Craft, regressado de Sta. Olávia para o Hotel Central, diz a Carlos que pareceu-lhe estar o avô desgostoso por Carlos não ter aparecido por lá. Então, Carlos decide ir visitar Afonso, mas antes leva Maria a visitar o Ramalhete (e Maria Eduarda refere que às vezes Carlos faz-lhe lembrar a sua mãe e conta- lhe a sua história - a mãe era da ilha da Madeira que casara com um austríaco e que tinha tido uma irmãzinha, que morrera em pequena). 3/8
  • 3. • Uma semana depois Carlos regressa de Sta Olávia e fala com Ega que voltara de Sintra. Nessa noite, Castro Gomes aparece no Ramalhete, com uma carta anónima que lhe tinham mandado para o Brasil, dizendo que a sua mulher tinha um amante, Carlos da Maia. Carlos fica estupefacto, e acaba por perceber que era a letra de Dâmaso. 4/8
  • 4. Depois, Castro Gomes conta-lhe que não é marido de Maria Eduarda, nem pai de Rosa, e que apenas vivia amigado com ela. Diz-lhe também que se vai embora, e que Maria Eduarda se chama Madame Mac Gren. Furioso pela mentira de Maria, Carlos decide ir confrontá-la. Ao entrar, sabe por Melanie, a criada, que o Castro Gomes já lá tinha estado. 5/8
  • 5. Maria Eduarda, a chorar, pede perdão a Carlos de não lho ter contado, pois tinha medo que ele a abandonasse, e conta então a verdadeira história da sua vida. Depois de uma grande cena de choro, Carlos pede-a em casamento. 6/8
  • 6. • Afonso parte para Santa Olávia • Maria Eduarda parte para os Olivais • Ega parte para Sintra • Carlos só em Lisboa • Alencar apresenta Guimarães a Carlos • Idílio Carlos/Maria Eduarda • Maria Eduarda visita o Ramalhete • Carlos vai a Santa Olávia: regressa e recebe Castro Gomes 7/8
  • 7. • Castro Gomes revela a Carlos que não é marido de Maria Eduarda • Desespero de Carlos (a mentira): decide romper. • Carlos perante Maria Eduarda não consegue manter decisão • Longa história de Maria Eduarda • Carlos propõe casamento a Maria Eduarda. 8/8

×