Angela P. Farias MengattoBibliotecária - Especialista em Gestão de Pessoas    Universidade Federal do Paraná (UFPR)       ...
   A grande demanda da produção científica    nacional e estrangeira, em especial a    publicação     periódica    solici...
produto                                   valor       (trabalho científico)                                      MERCADO  ...
   PERIÓDICO CIENTÍFICO: publicação editada em    fascículos ou partes, em intervalos pré-    determinados (periodicidade...
   BASE DE DADOS – O que é?    “é uma coleção geral e integrada de dados junto    com a descrição deles, gerenciada de fo...
OBJETIVOS DAS BASES DE DADOS   controle bibliográfico: registro da produção científica    de uma determinada área do conh...
Bases de dados   Como são organizadas: utilizam-se de    modelos, procedimentos e técnicas normativas    adotados na área...
   O QUE É INDEXAÇÃO?    Indexação é o processo pelo qual é descrito o conteúdo temático    de um documento mediante a at...
   Exemplo:
   O Editor da publicação (periódico) envia um    pedido formal contendo as informações gerais e    específicas da revist...
   qualidade dos artigos publicados;   tipo de artigos a serem publicados (originais, revisão, estudo de caso, anais, e ...
   Multidisciplinares ou gerais (várias áreas) do    conhecimento.    Ex. Scielo, Web of Science, Scopus, Science    Dire...
   Nacionais: país ou região.    Ex. Scielo - (Brasil e America latina e Caribe)   Internacionais: vários países.    Ex....
   Referênciais: contém apenas a referência do    documento         (autor,      título,   título    do    periódico, vol...
    Como fazer:    Pesquisar em indicadores bibliométricos ou    diretórios   (nacionais      e  estrangeiros)   que    a...
    Internacional:    - JCR Journal Citation Reports.    Nacional:    - Webqualis ou lista Qualis    - Scielo
    Instituição responsável: Thomson Reuters - Institute for Scientific    Information (Estados Unidos).    Base de dados...
   Webqualis = lista Qualis.    Instituição responsável: Capes.    Qualis é o conjunto de procedimentos utilizados pela C...
   Base de dados de publicação de periódicos    eletrônicos na Internet, com ênfase na produção    dos países ibero-ameri...
Vantagens dos artigos serem indexados em bases de dados:   a) Amplitude, facilidade e rapidez de acesso á informação arma...
    f) Flexibilidade, facilidade, rapidez na formulação de buscas     e na obtenção de respostas;    g) Permite o uso de...
   BIREME/OPAS/OMS. LILACS - Critérios de Seleção e Permanência de Periódicos. São Paulo,    2008. Disponível em: <    ht...
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Publicação de artigos científicos em revistas indexadas

16,062

Published on

Published in: Education
1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
16,062
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
196
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Publicação de artigos científicos em revistas indexadas

  1. 1. Angela P. Farias MengattoBibliotecária - Especialista em Gestão de Pessoas Universidade Federal do Paraná (UFPR) angelamen@ufpr.br
  2. 2.  A grande demanda da produção científica nacional e estrangeira, em especial a publicação periódica solicita uma padronização estética de sua estrutura, de acordo com as normas (nacionais e internacionais) adotadas nos meios de publicação. Após essa adoção, é necessário pensar como a produção será publicada, disseminada, armazenada, recuperada e acessada. Daí a importância de publicar em revistas que sejam indexadas em bases de dados.
  3. 3. produto valor (trabalho científico) MERCADO EDITORIAL publicação qual revista? qual base de dados? valor publicação revista LUCRO(trabalho científico) base de dados visibilidade notoriedade intelectual relevância para a ciência estimula a geração de conhecimento
  4. 4.  PERIÓDICO CIENTÍFICO: publicação editada em fascículos ou partes, em intervalos pré- determinados (periodicidade), com a colaboração de diversas pessoas sob uma direção previamente constituída. Pode tratar de vários assuntos em uma ou mais áreas do conhecimento, pode ser impresso ou online. (UFPR, 2007) ARTIGO CIENTÍFICO: trabalho escrito por um ou mais autores com a finalidade de divulgar estudos e resultados de pesquisas. Formam a seção principal em revistas especializadas e devem seguir as normas editorais das revistas. (UFPR, 2007).
  5. 5.  BASE DE DADOS – O que é? “é uma coleção geral e integrada de dados junto com a descrição deles, gerenciada de forma a atender a diferentes necessidades de usuários". ROWLEY (2002). As bases de dados são mantidas e gerenciadas por instituições privadas ou governamentais, responsáveis por inserir programas que permitam a geração, operação, alimentação, armazenação, divu lgação, disseminação e principalmente a recuperação da informação. (Rowley 2002)
  6. 6. OBJETIVOS DAS BASES DE DADOS controle bibliográfico: registro da produção científica de uma determinada área do conhecimento: livros, revistas, teses, relatórios, projetos e documentos governamentais; disseminação de documentos de uma determinada área do conhecimento, principalmente publicações científicas, selecionadas com critérios específicos; indicadores estatísticos e bibliométricos: contribuir para a análise da produção científica, gerando indicadores a partir dos registros da base. Como Fator de Impacto e Índice h. (CASTRO, 2005).
  7. 7. Bases de dados Como são organizadas: utilizam-se de modelos, procedimentos e técnicas normativas adotados na área da Biblioteconomia e da Ciência da Informação. Profissionais habilitados para essa atividade: bibliotecários, gestores da informação, analista de sistemas, técnicos e profissionais específicos da área.Para que o documento seja incluído na base de dados é necessário fazer a indexação do documento.
  8. 8.  O QUE É INDEXAÇÃO? Indexação é o processo pelo qual é descrito o conteúdo temático de um documento mediante a atribuição de descritores de assunto ou palavras chaves, após sua leitura técnica e análise. Em resumo, a indexação visa recuperar, selecionar e descrever as informações contidas nos documentos. Descritores: são termos extraídos de vocabulários controlados que expressam conceitos de uma ou várias áreas do conhecimento ou de atividade. Palavras-chave: são termos ou palavras representativas do assunto do documento. Os descritores e palavras-chaves permitem que se faça uma busca por: - assunto, tema ou palavra específica; - assim também como os outros elementos do documento (autor, título, data, instituição, etc...).
  9. 9.  Exemplo:
  10. 10.  O Editor da publicação (periódico) envia um pedido formal contendo as informações gerais e específicas da revista e dos fascículos definidos para avaliação, juntamente com os 3 últimos números publicados. Algumas áreas possuem bases de dados especializadas em indexação, onde o editor da publicação pode entrar em contato com os seus produtores, para saber se a sua publicação pode ser aceita para fazer parte da sua base através da indexação.
  11. 11.  qualidade dos artigos publicados; tipo de artigos a serem publicados (originais, revisão, estudo de caso, anais, e outros); ter mérito científico; corpo editorial (comitê e consultores editoriais, profissionais reconhecidos na área); importância do tema para a revista; endogênia (concentração geográfica e institucional dos autores publicados e do comitê editorial); política editorial da revista; reconhecimento pelos pares (pesquisdores da área); língua; periodicidade; normalização (nacional ou internacional); instruções aos autores claras e adequadas; ISSN (Número Padrão internacional para Publicação Seriada); apresentação (formato); divulgação (impresso ou online).
  12. 12.  Multidisciplinares ou gerais (várias áreas) do conhecimento. Ex. Scielo, Web of Science, Scopus, Science Direct. Especializadas: área específica. Ex. Lilacs, Medline, Engineering Village (EI), IEEE.
  13. 13.  Nacionais: país ou região. Ex. Scielo - (Brasil e America latina e Caribe) Internacionais: vários países. Ex. Scopus, Wef of Science, Science Direct.
  14. 14.  Referênciais: contém apenas a referência do documento (autor, título, título do periódico, volume, numero, paginação, data de publicação, dados do autor e resumo. Ex.: MEDLINE - EMBASE (Excerpta Medica) - BIOSIS (Biological Abstracts) – ERIC (Education Resources Information Center) – Sociological Abstracts – PsycINFO – FSTA (Food Science & Technology Abstracts) – IPA (International Pharmaceutical Abstracts) – LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde). Textuais: apresentam todos os dados de identificação do documento e disponibilizam o texto completo. Ex.: Scielo - Scopus - Science Direct - Springer - Ovid - Elsevier - Web of Science.
  15. 15.  Como fazer: Pesquisar em indicadores bibliométricos ou diretórios (nacionais e estrangeiros) que avaliam, organizam e divulgam títulos de periódicos significativos, (com fator de impacto) de acordo com critérios previamente estabelecidos. Para quem é útil: autores e pesquisadores para decidir onde publicar ou saber quais os títulos de referência na sua área de investigação.
  16. 16.  Internacional: - JCR Journal Citation Reports. Nacional: - Webqualis ou lista Qualis - Scielo
  17. 17.  Instituição responsável: Thomson Reuters - Institute for Scientific Information (Estados Unidos). Base de dados que indica o fator de impacto (FI) de publicações periódicas científicas nas áreas de ciência, tecnologia e ciências sociais. Atualização anual. - Avalia revistas de 3.300 editores de 60 países; - Cobertura de 200 disciplinas; - Acesso à estatística de citações desde 2001 até o presente. Principais possibilidades de pesquisa no JCR: - Identificar os periódicos especializados de maior impacto; - Identificar os periódicos especializados mais citados; - Identificar os periódicos especializados de maior destaque - Analisar autocitações; - Calcular o fator de impacto de uma publicação por cinco anos.
  18. 18.  Webqualis = lista Qualis. Instituição responsável: Capes. Qualis é o conjunto de procedimentos utilizados pela Capes para estratificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-graduação. O Qualis afere a qualidade dos artigos e de outros tipos de produção, a partir da análise da qualidade dos veículos de divulgação, ou seja, periódicos científicos (SANTOS, 2010). Acesso: site da Capes (http://qualis.capes.gov.br/webqualis/) A classificação de periódicos é realizada pelas áreas de avaliação e passa por processo anual de atualização. Indicativos da qualidade: - A1, o mais elevado; - A2; B1; B2; B3; B4; B5; - C - com peso zero
  19. 19.  Base de dados de publicação de periódicos eletrônicos na Internet, com ênfase na produção dos países ibero-americanos. http://www.scielo.org A base oferece: - Conjunto de políticas, normas, diretrizes, procedimentos, e ferramentas para a execução das funções de um periódico, como avaliação e seleção; - Preparação, armazenamento, publicação, conserva ção, controle de uso; - Fator de impacto das revistas científicas disponibilizadas nos Sites Scielo.
  20. 20. Vantagens dos artigos serem indexados em bases de dados: a) Amplitude, facilidade e rapidez de acesso á informação armazenada eletronicamente em qualquer lugar on-line, via internet ou CD-ROM; b) Permite a truncagem (combinação) de diversos pontos de acesso durante a busca; c) Permite descobrir dados que seriam impossíveis ou muito difícil conseguir em fontes impressas devido a impossibilidade da busca por palavras, no texto completo; d) Informações recentes e atualizadas, algumas bases de dados atualizam seus dados diariamente; e) Maior poder de recuperação de informações em busca informatizada, pois há a possibilidade de simultaneidade no uso de várias bases ao mesmo tempo;
  21. 21.  f) Flexibilidade, facilidade, rapidez na formulação de buscas e na obtenção de respostas; g) Permite o uso de operadores booleanos, busca por campo, já que todos os campos dos seus registros são indexados e, portanto pesquisáveis, isto favorece precisão e especificidade nos resultados (CENDÓN, 2002); h) Geração de índice ou indicador bibliométrico (fator de impacto das revistas, e índice H); i) Indicador de produção e qualidade dos trabalhos científicos exigidos como por exemplo no Curriculum Lattes.Curitiba, 27 de outubro 2012.
  22. 22.  BIREME/OPAS/OMS. LILACS - Critérios de Seleção e Permanência de Periódicos. São Paulo, 2008. Disponível em: < http://metodologia.lilacs.bvsalud.org/php/level.php?lang=pt&component=74&item=21>. Acesso em: 24/10/2012. NAHAS, F. X.; FERREIRA, L. M. A Escolha do Periódico. Acta Cirúrgica Brasileira, v. 20 (Supl. 2, p. 26- 27, 2005. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102- 86502005000800007&script=sci_arttext>. Acesso em 23/10/2012. SANTOS, G. C. Fontes de indexação para periódicos científicos: um guia para bibliotecários e editores. Campinas: Unicamp, 2010. 15p. Disponível em: < http://www.seer.net.br/index.php/rdq/article/viewFile/17/25>. Acesso em: 23/10/2012. CASTRO, R. F. Procedimentos para indexação de periódicos científicos. Mini curso. Disponível em: < http://www.periodicos.ufrgs.br/admin/sobrelinks/arquivos/proc_index.pdf>. Acesso em: 25/10/2012. ARELLANO, M. A. M.; LEITE, F. C L.; MORENO, F. P.; BARRADAS, M. M. Guia de fontes de informação para editores de periódicos científicos. Brasília: CID/UNB, 2007. Disponível em: < ftp://ftp.ufg.br/.tmp/.portalperiodicos/LIVRO_GuiaFontesInformacao_par_editorse_cientificos.pdf >. Acesso em: 25/10/2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA. Sistema de Bibliotecas. Normas para apresentação de documentos científicos. 2. ed. Curitiba: Ed. da UFPR, 2007. 9v.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×