CONTRIBUTO DE MASHUPS WEB 2.0 NA CONSTRUÇÃO DE UMA MEMÓRIA COLECTIVA A PRESENTAÇÃO DO PLANO DE INVESTIGAÇÃO POR  Â NGELA C...
<ul><li>No  âmbito do projecto Cidade Velha, cujo o objectivo é a promoção do património cultural e histórico da Cidade Ve...
<ul><li>Realização de um levantamento bibliográfico sobre as questões da memória colectiva, património cultural, Cibermuse...
<ul><li>A  memória colectiva incluí informação do mundo que vai além da experiência pessoal do indivíduo e incorpora aquil...
<ul><li>Os museus, enquanto instituições de preservação, colecção e exposição de objectos num espaço físico, começam a uti...
<ul><li>O sucesso de serviços como o YouTube ou o Flickr reside na possibilidade de interacção  e troca de conteúdos entre...
<ul><li>Realização de um estudo exploratório </li></ul><ul><ul><li>Levantamento bibliográfico e  documental de correntes t...
CRONOGRAMA
<ul><li>Que o produto desenvolvido seja capaz de proporcionar a colaboração e partilha de informação sobre a Cidade Velha ...
<ul><li>Erll, A. (2008). Literature, Film, and the Mediality of the Cultural Memory. In A. Erll, & A. Nünning, Cultural M...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apresentação do Plano de Investigação

611
-1

Published on

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
611
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação do Plano de Investigação

  1. 1. CONTRIBUTO DE MASHUPS WEB 2.0 NA CONSTRUÇÃO DE UMA MEMÓRIA COLECTIVA A PRESENTAÇÃO DO PLANO DE INVESTIGAÇÃO POR Â NGELA COSTA UNIVERSIDADE DE AVEIRO : MESTRADO EM COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA
  2. 2. <ul><li>No âmbito do projecto Cidade Velha, cujo o objectivo é a promoção do património cultural e histórico da Cidade Velha de Cabo Verde através das TIC, constatou-se que: </li></ul><ul><ul><li>Parte significativa do património cultural, tangível e intangível da cidade, não se encontrava documentado; </li></ul></ul><ul><li>Surge a necessidade de : </li></ul><ul><ul><li>Recolher, documentar e agregar as memórias e documentos dispersos na população; </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar mecanismos que possibilitem e fomente a participação da população como provedores de conteúdo; </li></ul></ul><ul><li>O Mashup de serviços Web 2.0 surgem como um possível instrumento para utilizar na recolha, agregação de documentação dessas memórias colectivas . </li></ul>CONTEXTUALIZAÇÃO DO ESTUDO
  3. 3. <ul><li>Realização de um levantamento bibliográfico sobre as questões da memória colectiva, património cultural, Cibermuseologia , Web 2.0 e mashups. </li></ul><ul><li>Realização de uma investigação teórico-prática sobre a utilização de um mashup de serviços Web 2.0 para a construção de uma memória colectiva sobre para a Cidade Velha de Cabo Verde. </li></ul><ul><li>Desenvolvimento e implementação de um mashup de serviços Web 2.0 para a construção de uma memória colectiva. </li></ul><ul><li>Avaliação da pertinência, eficácia e contribuição da utilização de um mashup de serviços Web 2.0 para a construção de uma memória colectiva. </li></ul>OBJECTIVOS
  4. 4. <ul><li>A memória colectiva incluí informação do mundo que vai além da experiência pessoal do indivíduo e incorpora aquilo que ele recorda como membro de um grupo, invocando um passado comum. Possui um acentuado caris social e é transmitida maioritariamente pela oralidade (Halbwachs, 1980 e Zerubavel, 2003); </li></ul><ul><li>A evolução tecnológica e o surgimento dos meios tecnológicos mais sofisticados como a escrita digital, o filme, a televisão, a fotografia e a internet, </li></ul><ul><li>permitem alargar as fronteiras do que é recordado (Erll, 2008); </li></ul><ul><li>O desenvolvimento e propagação das TIC, veio permitir a utilização da Internet como ferramenta para construção de memória colectiva (Solanilla, 2008); </li></ul><ul><li>Surgem projectos como o Collective Memory Tv ,que resulta da submissão de vídeos dos testemunhos pessoais da população de alguns países europeus; </li></ul>REFERENCIAL TEÓRICO [1]
  5. 5. <ul><li>Os museus, enquanto instituições de preservação, colecção e exposição de objectos num espaço físico, começam a utilizar a Internet como recurso, transpondo o museu para o espaço online; </li></ul><ul><li>Surge a Cibermuseologia como área de estudo da transposição das praticas museológicas para a Internet; </li></ul><ul><li>A Cibermuseologia recorre ao uso de serviços assentes no paradigma Web 2.0 como Blogs, Flickr, YouTube e Wikis, para fomentar a participação dos utilizadores. Exemplo do museu de Brooklyn ; </li></ul><ul><li>O conceito Web 2.0 refere-se à Web como plataforma de disponibilização de serviços. Assenta numa arquitectura participativa e colaborativa em que o utilizador assume o papel de consumidor e produtor de conteúdo (O'Reilly, 2005); </li></ul>REFERENCIAL TEÓRICO [2]
  6. 6. <ul><li>O sucesso de serviços como o YouTube ou o Flickr reside na possibilidade de interacção e troca de conteúdos entre os utilizadores (House, 2007); </li></ul><ul><li>Os mashups pertencem a uma tipologia de aplicações Web que disponibiliza conteúdo de fontes externas e o conjuga no sentido de proporcionar novos serviços. (Merrill, 2006); </li></ul><ul><li>O mashup de serviços Web 2.0 apresenta-se como a ferramenta que possibilita a agregação de um conjunto de serviços que irão desencadear a partilha de informação e colaboração para a construção de uma memória colectiva. </li></ul>REFERENCIAL TEÓRICO [3]
  7. 7. <ul><li>Realização de um estudo exploratório </li></ul><ul><ul><li>Levantamento bibliográfico e documental de correntes teóricas, projectos e autores intervenientes nas áreas de estudo; </li></ul></ul><ul><li>Método de investigação : Estudo de caso </li></ul><ul><ul><li>Pretende-se estudar quais os contributos da utilização de um mashup de serviços Web 2.0 para a construção de uma memória colectiva; </li></ul></ul><ul><li>Instrumentos de recolha de dados para avaliação do projecto: </li></ul><ul><ul><li>Inquérito por questionário , recolha de dados relativos a satisfação na utilização do protótipo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Observação e thinking-out-loud , recolha de dados relativos a usabilidade e funcionalidade do protótipo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise de log de navegação, recolha de dados relativos à utilização do protótipo. </li></ul></ul>PLANO METODOLÓGICO
  8. 8. CRONOGRAMA
  9. 9. <ul><li>Que o produto desenvolvido seja capaz de proporcionar a colaboração e partilha de informação sobre a Cidade Velha de Cabo Verde e assim constituir uma memória colectiva da população; </li></ul><ul><li>Que o estudo possa contribuir com dados científicos para a investigação nas áreas referidas; </li></ul><ul><li>Que o estudo seja visto como exemplo de referência no desenvolvimento de projectos de preservação do património cultural ; </li></ul>RESULTADOS ESPERADOS
  10. 10. <ul><li>Erll, A. (2008). Literature, Film, and the Mediality of the Cultural Memory. In A. Erll, & A. Nünning, Cultural Memory Studies: An International and Interdisciplinary Handbook (pp. 389-399). Berlim: Walter de Gruyter GmbH & Co.KG. </li></ul><ul><li>Halbwachs, M. (1980). The collective memory. New York: Harper & Row Colophon Books. </li></ul><ul><li>House, N. A. (2007). Flickr and Public Image-Sharing: Distant Closeness and Photo Exhibition. Conference for human-computer interaction. </li></ul><ul><li>Merrill, D. (2006). Mashups: The new breed of Web app. (IBM, Ed.) Obtido em 23 de 11 de 2008, de http://www.ibm.com/developerworks/xml/library/xmashups.html . </li></ul><ul><li>Solanilla, L. (2008). The Internet as a Tool for Communicating Life Stories: a New Challenge for ‘Memory Institutions’. International Journal of Intangible Heritage , 03, 104-115. </li></ul><ul><li>O'Reilly, T. (2005). What Is Web 2.0 - Design Patterns and Business Models for the Next Generation of Software. (O. Media, Ed.) Obtido em 14 de 11 de 2008, de http://www.oreillynet.com/pub/a/oreilly/tim/news/2005/09/30/what-is-web-20.html </li></ul><ul><li>Zerubavel, E. (2003). Time Maps: Collective Memory and the Social Shape of the Past. Chicago: University of Chicago Press . </li></ul>REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×