reunião GT 08 CBAN novembro 2012

464 views

Published on

ata da última reunião do Grupo de TRabalho do CBAN da ANEFAC.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
464
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
165
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

reunião GT 08 CBAN novembro 2012

  1. 1. REUNIÃO GRUPO DE TRABALHO CBAN GT 08 13 de novembro de 2012 PRESENTES:  Ana Cristina França (APSIS)  Gerardo Merola (Ferrari Avaliações)  Giana Araujo (APSIS)  Mauro Jacob (Gaia Silva Gaede & Associados)  Rodney Apiano (Levin Global)1. ASSUNTOS GERAIS1. Acordo de revisão da tradução preliminar realizada pelo IBAPE dos IVS (do inglês,International Valuation Stantards, padrões internacionais de avaliação do IVSC): na medida em quesó há uma possibilidade de tradução por língua, preferem aprovar uma versão multi revisada – vernewsletter do IVSC na apresentação em slides.  Foram revisadas as IVS 250 e 310.  Ana Cristina ficou de ver o cronograma do IBAPE para combinar as futuras revisões.2. Cadastro de membros, com o objetivo de promover o networking entre os profissionais,consolidação de contatos e público participante do CBAN está em andamento. Foi enviada solicitaçãopor email – há um modelo de como vai aparecer no blog, no slide. Indicações e sugestões são semprebem vindas.3. Curso do IACVA:  Encaixa-se na proposta de educação continuada do CBAN – instituição formada com uma cultura de exportação das melhores práticas em avaliação, já sob as bases do padrão IFRS.  A ideia é que em 2013 o curso seja dado em português.4. Elaboração de um estatuto para o CBAN ficou a cargo do advogado Mauro Jacob, que levaráuma minuta a ser discutida na próxima reunião. Giana ficou de enviar o estatuto da ANEFAC para queseja elaborado nas mesmas bases.
  2. 2. 2 5. Foi discutida uma dinâmica para produção dos trabalhos do CBAN:  Rodney lembra que para cada trabalho (Diretriz ou Orientação) existirá um grupo específico interessado e/ou especializado. Acordou-se de eleger um relator responsável para cada documento, que coordene a organização. Rodney ficou responsável pela coordenação da OCBAN 03.  Há três documentos a serem finalizados – deverá constar de alguma forma a autoria destes documentos, o que será feito. Os grupos de estudo da realização de cada documento – Diretriz Técnica para Fluxo de Caixa, Orientação sobre princípios de Ética (OCBAN 02), e Orientação Preliminar de Princípios do CBAN (OCBAN 01) serão contatados.  Publicar os documentos existentes como finalizados (nestas bases). 6. Para dinamizar as atividades do comitê, foram feitas ainda algumas sugestões, já postas em prática:  Foi sugerido aproveitar melhor o Linkedin para inserir debates. Rodney lembra que o Linkedin funciona melhor do que o Facebook nesta área. Exemplo: perguntar os assuntos mais importantes numa DT de Ativos Intangíveis?  Também para o CBAN criar novas frentes de estudos: tributário, societário e Propriedade Industrial (PI) – ver diretoria de PI da ANEFAC para trabalho em conjunto – Larissa Ruiz, que já é ativa no CBAN.  Jacob assume a coordenação da frente tributária do CBAN: ficou de enviar um artigo sobre a nova MP (ágio) e gerar uma enquete no Linkedin sobre o assunto para mobilizar o grupo. 2. Orientação OCBAN 03 – Valor Justo Relator: Rodney  Perguntar ao professor Wagner Aquino se deseja se juntar ao Rodney. 7. Formato a ser trabalhado ao longo do mês: um modelo de cartilha a partir do Apêndice D do IFRS 13 – ver apresentação.  Circular minuta para ver interessados por assunto / tópico. 8. Foi mantido o seguinte roteiro para a OCBAN 03: 1. Resumo dos objetivos do IFRS 13 2. Definição dos conceitos – com o objetivo de normalizar a terminologia e tornar o entendimento transparente. 3. Resumo das demandas de VALOR previstas no Brasil (por instituição e por padrão de valor)
  3. 3. 3 4. Orientações para melhores práticas em avaliação para mensuração e divulgação do valor justo sobre todos os IFRS que constam ao final do IFRS 13 5. Tópicos a serem comentados sobre os ativos ou passivos avaliados a valor justo: i. Qual o tipo de informação relevante? ii. Metodologias e Hierarquia aplicáveis? iii. Listar os pontos de atenção em cada metodologia e exceções. iv. Listar as boas práticas na divulgação – pontos relevantes para disclosure – tomando por base as principais críticas feitas às declarações deste ano. 9. Pelo fato do Rodney estar no México até o dia 7 de dezembro, a reunião geral foi transferida para o segunda quinzena de dezembro (a confirmar). 10. Algumas pendências referentes à reunião anterior:  Foi sugerido ao pessoal do jurídico do GT, um levantamento sobre as limitações legais existentes dos ativos – pode se tornar mais um item a ser comentado e analisado na Orientação.  O diretor Luiz Paulo ficou de elaborar uma segmentação dos principais ativos e pontos de atenção envolvidos, em uma planilha Excel, que poderá ser debatida na próxima reunião de novembro. 3. DT 02: AVALIAÇÃO DE ATIVOS INTANGÍVEIS Relatora: Ana Cristina França de Souza 11. Adaptar o roteiro da TIP 3 do IVSC – traduzido. 12. Incluir pontos jurídicos relevantes e CPC 04 – ampliação do escopo do documento do IVSC:  Detalhamento das melhores práticas contidas na IVS 210  Parecer sobre as metodologias no Brasil. 13. Criar enquete sobre escopo da DT e tópicos no Linkedin. 4. PRÓXIMOS PASSOS  Novo local de reunião com videoconferência – Levin Global (contato: Rodney Apiano).  Canais de informação atuais das atividades do CBAN:  Blog http://blogrio.anefac.com.br
  4. 4. 4  Facebook http://www.facebook.com/pages/CBAN-Comit%C3%AA-Brasileiro-de-Avaliadores-de- Neg%C3%B3cios/305533652879206  Linkedin http://www.linkedin.com/groups/CBAN-COMIT%C3%8A-BRASILEIRO-AVALIADORES- NEG%C3%93CIOS-4074597?gid=4074597&trk=hb_side_g  Assessoria de imprensa da ANEFAC.  Próxima reunião será geral, com videoconferência entre Rio e São Paulo. A princípio marcada para segunda quinzena de dezembro (a confirmar).  Preparação material da reunião geral: produção do CBAN 2012  Artigo para publicação – Mauro Jacob  Minuta do Estatuto – Mauro Jacob  Organização da minuta da OCBAN 03 com captação de colaboradores (apêndice D do IFRS 13) – Rodney e demais colaboradores  Publicação OCBAN 01, 02 e DT 01 – Giana  Criar fórum de debates via enquetes e debates no Linkedin - todos  Publicação dos cadastros no blog e organização de nova base de dados - Giana 5. CRONOGRAMA PREVISTO local Videoconferência RJ e SP PARTICIPANTES Associados ANEFAC e dezembro Reunião Geral CBAN 04 convidados

×