Palestra-IVSC-traduzida

548 views
511 views

Published on

Palestra proferida pelo Diretor Técnico do IVSC Chris Thorne em 10 de setembro de 2012.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
548
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
232
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra-IVSC-traduzida

  1. 1. International ValuationStandards CouncilAvaliação – Profissão ou Técnica?Chris Thorne – Diretor Técnico do IVSCCBAN São Paulo10 de Outubro de 2012 1
  2. 2. O que é uma profissão?Um grupo de indivíduos instruídos e respeitados • Treinamento – nível universitário • Código de Ética. • Um grupo organizado para criar e preservar padrões para os acima citados • Desenvolvimento Profissonal Contínuo • Monitoramento e Supervisão 2
  3. 3. O que é Avaliação?• Desenvolvida como especialização secundária por experts em diferentes tipos de ativos.• Tende à fragmentação por tipo de ativo.• Consequências não intencionais da legislação.• Sempre uma compra difícil• Considerada mais como técnica do que como profissão• Quem se importa com avaliação? 3
  4. 4. O que outras pessoas pensam? • G20 – em 2009 reconheceram avaliação como sendo um dos fatores que contribuem para a crise financeira... • …mas pediram aos contadores (IASB) para consertá-la! • Ceticismo em torno das mensurações de fair value dentro do IFRS. • Comentário do SEC 2005 e 2011. 4
  5. 5. A questão da Avaliação • Um lubrificante essencial para o sistema financeiro; • Apoia-se nos investidores do mundo inteiro para decisões de investimentos; • Interesses Regulatórios, por ex:  PCAOB  FRC  Reguladores de Prudência 5
  6. 6. Avaliação precisa ter uma voz • Entendimento pobre da avaliação por parte dos reguladores financeiros, por ex:  AIFMD  EIOPA  IOSCO – propostas de CIS • Dados de Entrada para o IASB, de modo que possam decidir quando o valor é uma medida apropriada, mas não como o valor é determinado. 6
  7. 7. O IVSC – nossos objetivosObjetivos Principais:• Desenvolver alta qualidade de padrões internacionais e dar suporte ao seu uso e adoção;• Facilitar a colaboração e cooperação entre seus membros;• Colaborar e cooperar com outras organizações internacionais;• Servir como uma voz internacional para a profissionalização da avaliação. 7
  8. 8. O IVSC – como trabalhamos?O IVSC não tem poderes. Sua autoridade vem de:• Consulta com usuários de avaliação e reguladores para identificar suas preocupações;• Trabalhando com avaliadores profissionais para identificar soluções;• Desenvolvendo e promovendo aquelas soluções.Apoio e adoção aos IVS é por aqueles que adotam os padrões, por exemplo reguladores, corporações profissionais, clientes. 8
  9. 9. O IVSC – Projetos da Diretoria Profissional IVSC não pode construir uma profissão por si só. Parceria com corporações profissionais. Diversidade pode ser uma força, se usada para especializações que são todas focadas na mesma direção. Todos ganham se organizações diferentes trabalharem juntas para identificar um interesse comum e promover estes interesses coerentemente. Uma profissão unida precisa de mais do que padrões técnicos em comum, por ex: competências-chave compartilhadas, padrões éticos compartilhados, uma organização única para interagir com outras organizações globais, um título comum reconhecível, supervisão efetiva (auto-regulação). 9
  10. 10. O IVSC – Projetos da Diretoria ProfissionalProjetos para auxiliar o desenvolvimento da Profissão• Princípios de Código de Ética para Avaliadores Profissionais (publicado em 2011)• Linhas mestras para desenvolvimento e relatório de fairness opinions (Audiência Pública entre março e junho de 2012).• Guia para Avaliadores no processo de auditoria. (Audiência Pública March 2012)• Quadro Conceitual para Competência Profissional de Avaliadores Profissionais (previsão p/ Julho 2012) 10
  11. 11. Uma profissão modernaValores tradicionais de aprendizado e confiaçapública ainda são válidos, mas: • Inclusão não exclusão • Transparência e Prestação de Contas • Parceria com governos e reguladores. Governos e Reguladores não gostam de “clubes” de profissionais exclusivos que agem apenas dentro dos interesses comerciais de seus membros. 11

×