Your SlideShare is downloading. ×
Pesquisa Top 50 BeefPoint
    de Confinamentos




Os 50 maiores confinamentos do Brasil em 2009




                    A...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                      Centro - 13400 760 - P...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                 Centro - 13400 760 - Piraci...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                              Centro - 13400 760 - Piracicab...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                       Centro - 13400 760 - ...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                       Centro - 13400 760 - ...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                        Centro - 13400 760 -...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                     Centro - 13400 760 - Pi...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                        Centro - 13400 760 -...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                          Centro - 13400 760...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                        Centro - 13400 760 -...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                     Centro - 13400 760 - Pi...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                      Centro - 13400 760 - P...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                      Centro - 13400 760 - P...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                           Centro - 13400 76...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                       Centro - 13400 760 - ...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                                    Centro -...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                  Centro - 13400 760 - Pirac...
Rua Tiradentes, 848 - Sala 11
                                                                   Centro - 13400 760 - Pira...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Pesquisa top 50 beef point de confinamento 2009 10

2,739

Published on

www.beefpoint.com.br - Pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamento 2009_10 - os 50 maiores confinamentos do Brasil

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,739
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
48
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Pesquisa top 50 beef point de confinamento 2009 10"

  1. 1. Pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos Os 50 maiores confinamentos do Brasil em 2009 Apoio: Realização: www.beefpoint.com.br
  2. 2. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Introdução A pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos é uma iniciativa da AgriPoint Consultoria Ltda. e objetiva levantar dados sobre os 50 maiores confinamentos do Brasil, analisando tendências entre esses produtores e gerando conteúdo para o setor. O levantamento é realizado anualmente com dados referentes ao ano anterior à pesquisa e projeções para o ano corrente. No começo de julho de 2010, iniciou-se a oitava edição do estudo, que busca sempre fornecer informações de maneira confiável e completa. Este relatório é uma compilação dos dados obtidos na pesquisa e possui o número de animais confinados, o perfil das empresas quanto a aspectos técnicos e gerenciais e as perspectivas para a atividade no Brasil. A iniciativa contou com o patrocínio das empresas Nutron Alimentos e Elanco Saúde Animal, sendo o apoio destas, fundamental para o sucesso do trabalho. Metodologia utilizada A pesquisa utilizou como fonte para a identificação dos grandes confinamentos as indicações dos usuários do portal BeefPoint, que dentro da Rede AgriPoint (inclui também os portais MilkPoint, FarmPoint e CaféPoint) conta hoje com mais de 189 mil usuários, além das informações disponíveis em levantamentos anteriores. O período de coleta de dados foi divulgado no site BeefPoint durante os mês de junho, através de inserções no site e nas newsletters e de e-mails para os usuários do portal. Além disso, foi feito um contato individual com inúmeros formadores de opinião do setor, com pedido de indicações. A partir das sugestões recebidas dos usuários da AgriPoint de todo o Brasil, dos profissionais consultados e dos resultados dos anos anteriores foi realizado um levantamento preliminar dos estabelecimentos que serviu de base para a fase seguinte do estudo. Na segunda etapa, foram realizadas consultas e checagem de dados com os proprietários, gestores ou responsáveis técnicos pelos empreendimentos. Em função da necessidade de contato individualizado, entrevistas e especialmente autorização para publicação dos dados, alguns produtores passíveis de serem incluídos no ranking dos 50 maiores, não foram listados. Durante o processo de consulta e entrevista aos confinadores, levantaram-se dados sobre o número de animais confinados em 2009 e a projeção para 2010. Também foram levantadas informações técnicas de cada projeto, práticas de comercialização e perspectivas para a atividade. Como critério para classificação dos estabelecimentos, utilizou-se o número de animais confinados em 2009. E como critério de desempate utilizou-se a projeção do total de animais a serem confinados em 2010. 2
  3. 3. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br É importante lembrar que a lista de propriedades que figuram no atual levantamento pode variar em relação às pesquisas anteriores, devido a diversos fatores como a interrupção da atividade, redução do número de animais confinados ou o contato com propriedades maiores não consultadas anteriormente. A seguir são apresentados os resultados tabulados e as análises sobre a atividade nos confinamentos listados. Tabela 1. Ranking dos 50 maiores confinamento do Brasil em 2009 N° de animais confinados Nome do confinamento Estado em 2009 1 Cotril Alimentos S.A. GO 208290 2 Comapi Agropecuária S.A. SP/GO 140557 3 JBS Confinamento SP/GO/MT 110236 4 Frigorifico Mataboi S.A. GO/MG 57903 5 Fazenda Conforto GO 47000 6 Confinamento Eldorado - Boitel Marca MT 45000 7 Confinamento Santa Fé GO 35200 8 Confinamento Goiás Verde GO 30000 9 Confinamento BRF MT 28000 10 Grupo Estância Bahia MT 25500 11 Fazenda Califórnia Confinamento GO 25000 12 Fazenda Bonança SP 24100 13 Vanguarda do Brasil MT 22800 14 Boitel Chaparral SP 22500 15 Fazenda Toca do Boi GO 22000 16 Confinamento Guimarães MT 22000 17 Agropecuária Paquetá Ltda MS 21400 18 Vera Cruz Confinamento GO 20018 19 Confinamento Monte Alegre SP 19000 20 Confinamento Rio Verde GO 18000 21 Fazenda do Cristo Redentor MS 18000 22 Estância Porteirinha - Confina + MT 17800 23 Confinamento F.Salles SP 16655 24 Fazenda Nova Sapé SP 16000 25 Agropecuária Córrego Azul MS 16000 26 Fazenda São Pedro SP 15800 27 Fazenda Recreio Agropastoril MS 15000 28 Chalet Agropecuária Confinamento MG 14400 29 Fazenda Rancho Alegre MT 14000 30 Fazenda Roncador MT 14000 31 Boi Nobre Confinamento MG 14000 3
  4. 4. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br 32 Confinamento São Marcelo MT 14000 33 Fazendas Reunidas Castilho SP 13500 34 Elite Confinamento MG 12000 35 Fazenda São João SP 12000 36 Fazenda Mano Julio MT 12000 37 Usina Vale do Rosário SP 12000 38 Confinamento Medalha GO 12000 39 Fazenda Ayres da Cunha MS 12000 40 Fazenda Ressaca MT 11200 41 Fazenda Campanário MS 10806 42 Estância JR GO 10400 43 Fazenda Santa Rosa SP 10049 44 Fazenda Palmeiras e Crixazinho - Confinamento MP GO 10000 45 Confinamento Don Pedro MS 9500 46 Fazenda Fazendinha MG 9250 47 Macaé Confinamento GO 9000 48 Agropecuária CFM SP/MS 9000 49 Agropecuária Ipê PR 9000 50 Fazenda Santa Cecília da OMF SP 8900 4
  5. 5. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Resultados Em 2009 os 50 maiores confinamentos do Brasil terminaram juntos cerca de 1.322.764 animais, o que representa uma redução de 17,3% em relação à quantidade confinada entre os estabelecimentos listados na Pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos 2008/09, publicada no ano passado, que foi de 1.599.465 (Gráfico 1). Segundo perspectivas dos confinamentos consultados, deverá ocorrer retração também para 2010. A expectativa é de redução de 4,3%, com uma previsão de confinamento de 1.267.250 bovinos. Gráfico 1. Animais confinados 1599465 1600000 1400000 1322764 1257063 1267250 1200000 1000000 933967 801583 800000 666065 600000 524663 438293 400000 200000 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010* Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Mesmo com a retração no número de animais confinados entre 2008 e 2009, a quantidade levantada pela pesquisa apresenta crescimento acumulado de 201,8% em relação ao ano de início da pesquisa em 2003. Nos últimos cinco anos de pesquisa, o crescimento acumulado foi de 98,6% em relação aos 666.065 animais confinados em 2004. Vale notar que quando considerados somente os participantes da Pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos 2008/09 que também integraram a pesquisa 2009/10, também há decréscimo no número de animais terminados (Gráfico 2). Essa queda no volume confinado é de 15%, tendo sido confinados 1.361.251 animais em 2008 contra 1.154.103 em 2009. Esses confinamentos também têm previsão de reduzir em 5% o número de animais confinados em 2010 com relação a 2009. 5
  6. 6. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 2. Variação do total de animais confinados em confinamentos participantes das pesquisas 2008/09 e 2009/10 1.400.000 1.361.251 1.200.000 1.154.103 1.100.250 1.000.000 800.000 600.000 400.000 200.000 0 2008 2009 2010* Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Até 2007, os 50 maiores confinamentos do Brasil apontaram previsões otimistas, pretendendo crescer 43,1% em 2006 e 35,7% em 2007 (Gráfico 3). De acordo com os números levantados em 2007 e 2008, o crescimento real foi de 34,6% e 27,2%, respectivamente. Para o ano de 2009, a previsão foi mais modesta, 4,6%, com projeção de confinar um total de 1.673.500 animais, mesmo assim ela não se realizou. 6
  7. 7. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 3. Taxas de crescimento 45,0% 35,0% 25,0% 15,0% 5,0% -5,0% -15,0% -25,0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Realizado 19,7% 27,0% 20,3% 16,5% 34,6% 27,2% -17,3% Pretendido 20,0% 28,3% 25,8% 20,0% 43,1% 35,7% 4,6% -4,3% Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Embora em todos os nos levantamentos anteriores o número de animais confinados pelos Top 50 Confinamentos tenha ficado abaixo do projetado (Gráfico 4), os crescimentos previstos e o realizados seguiam uma mesma tendência (Gráfico 2). Porém, em 2009, isso não ocorreu, era previsto um crescimento de 4,6% e o que ocorreu foi um decréscimo de 17,3%. Gráfico 4. Previsões de animais confinados comparadas ao realizado 1600000 1400000 1200000 1000000 800000 600000 400000 200000 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Realizado 438293 524663 666065 801583 933967 1257063 1599465 1322764 Previsto 526100 673000 838000 961720 1336700 1705625 1673500 1267250 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos 7
  8. 8. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Quanto à distribuição por estado a maioria dos confinamentos ranqueados na pesquisa, 14 estabelecimentos (28%), está localizada em São Paulo, em segundo lugar aparece Goiás com 24%, seguido por Mato Grosso com 22% e Mato Grosso do Sul com 14% (Gráfico 5). No caso das empresas que possuem confinamentos em mais de um estado, considerou-se como localização o estado em que concentram o maior número de animais confinados. Gráfico 5. Distribuição dos 50 maiores confinamentos por estado SP GO MT MS MG PR 2% 10% 28% 14% 22% 24% Pesquisa Top 50 Beefpoint de C onfinamentos Em relação às pesquisas anteriores, o estado de Mato Grosso apresentou aumento no número de propriedades classificadas entre as 50 maiores, passando de oito, em 2008, para onze em 2009. Minas Gerais e Mato Grosso do Sul também tiveram aumento passando de 4% e 12% em 2008 para 10% e 14% em 2009, respectivamente. 8
  9. 9. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 6. Evolução da distribuição geográfica dos confinamentos 40% 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 SP 32% 36% 34% 28% 34% 34% 28% 28% GO 20% 24% 22% 28% 28% 34% 38% 24% MT 12% 10% 8% 12% 18% 14% 16% 22% MS 16% 14% 20% 18% 16% 14% 12% 14% MG 12% 8% 12% 14% 4% 4% 4% 10% PR 2% 6% 4% 0% 0% 0% 2% 2% Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Considerando-se o número de animais confinados, Goiás fica a frente com 39% dos animais contra 28% de São Paulo e 18% de Mato Grosso. Gráfico 7. Distribuição de animais confinados por estado SP GO MT MS MG PR 6% 1% 8% 28% 18% 39% Pesquisa Top 50 Beefpoint de C onfinamentos Essa liderança exercida por Goiás em número de animais vem sendo observada na pesquisa desde 2003. Embora se mantenha na primeira posição, o número de animais confinados no estado de Goiás foi o que mais sofreu redução em relação ao ano de 2008 (-31%), caindo de 756.867 cabeças 9
  10. 10. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br para 519.773 (Gráfico 8). Um dos motivos para essa retração foi a redução no número de animais terminados por um dos maiores confinamentos do estado. Gráfico 8. Evolução da distribuição geográfica dos animais confinados 800.000 700.000 600.000 500.000 400.000 300.000 200.000 100.000 0 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 SP 140.599 156.310 198.269 155.747 212.400 274.699 388.350 368.711 GO 115.998 179.623 219.075 369.126 448.987 610.759 756.867 519.773 MT 59.450 57.280 44.603 70.702 143.722 243.998 238.320 235.600 MS 78.496 88.350 140.918 154.349 97.358 113.307 123.959 105.655 MG 34.900 25.500 48.800 51.659 31.500 14.300 33.269 84.025 PR 3.400 13.100 14.400 0 0 0 10.077 9.000 RS 3.950 4.500 0 0 0 0 0 0 SE 1.500 0 0 0 0 0 0 0 TO 0 0 0 0 0 0 48.623 0 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Dos confinamentos listados no ranking desse ano, apenas 48% pretende aumentar o número de animais confinados com relação a 2009, 40% prevêem redução desse número e os 12% restantes, manutenção da quantidade realizada em 2009. Os motivos mais apontados pelos produtores para a manutenção ou o aumento do número de animais confinados foram: • Redução no preço de grãos; • Terminação de animais próprios; • Aumento de investimento nesse setor ou o cumprimento de planejamento da empresa; • Expectativa positiva quanto ao mercado; 10
  11. 11. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br • Necessidade de ajuste de lotação das pastagens durante a seca. Os produtores que pretendem reduzir o número de bovinos confinados ou abandonar a atividade de confinamento em 2010 apontam como principais causas para essa decisão, o alto custo de animais para reposição e expectativas negativas quanto ao preço do boi gordo em relação ao boi magro. A reposição foi apontada por 50% dos confinadores como o principal desafio em 2010, devido à oferta reduzida de boi magro e consequente elevação dos preços. Segundo muitos confinadores, “está difícil achar boi”. O segundo desafio mais apontado pelos entrevistados, foi a incerteza quanto ao preço futuro da arroba do boi gordo. Esse problema foi apontado por 36% dos estabelecimentos. Apesar da incerteza em relação ao preço do produto final, em 2009, o número de confinadores que utilizaram mecanismos de gerenciamento de risco, como o mercado futuro e contratos de boi a termo caiu em relação aos anos anteriores. Em 2007, 56% dos estabelecimentos haviam negociado contratos futuros na bolsa e 58% fecharam contratos antecipados com frigoríficos. Em 2008, esses números caíram para 38% e 54%, respectivamente. No ano seguinte, a queda no uso dessas ferramentas se manteve, com 34% dos estabelecimentos utilizando contratos futuros na BM&FBovespa e 46% negociando contratos de boi a termo. (Gráfico 9) Gráfico 9. Utilização de ferramentas de administração de risco Futuros Boi a termo 60% 58% 56% 54% 46% 46% 42% 40% 38% 38% 38% 34% 20% 0% 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Em termos de volume, o número de cabeças negociados através desses recursos também caiu. Em 2008, entre os ranqueados no Top 50 BeefPoint de Confinamentos, 306.900 (19,2%) animais 11
  12. 12. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br haviam sido comercializados na bolsa e 412.113 (25,8%) em contratos de boi a termo. Enquanto em 2009, cerca de 173.700 cabeças, ou seja, 13% de todos os animais confinados por esses estabelecimentos foram negociados em contratos futuros na BM&FBovespa e 295.160 (22%) via contratos de boi a termo. Gráfico 10. Animais negociados em contratos futuros na bolsa e de boi a termo 400.000 300.000 200.000 100.000 0 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Futuros 102.921 141.945 187.715 175.005 306.912 173.774 Boi a termo 170.207 441.941 412.113 295.157 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Os contratos de opções aumentaram em relação à pesquisa anterior, mas continuam sendo usados por poucos confinadores. Em 2008, esse tipo de contrato envolveu 2.905 animais, o equivalente a 0,18% da produção total. Em 2009, 25.680 cabeças foram negociadas dessa forma, representando 1,9% de toda a produção dos 50 maiores confinamentos do Brasil (Gráfico 11). Mesmo representando um pequeno número, é importante frisar o aumento de 10 vezes no percentual de animais comercializados utilizando-se opções. 12
  13. 13. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 11. Número de animais negociados em contratos futuros x de opções Futuros Opções 350.000 306.912 300.000 250.000 200.000 187.715 175.005 173.774 150.000 141.945 102.921 100.000 50.000 25.680 2.905 0 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Desde 2008 tem aumentado o interesse dos confinadores em realizar vendas à vista como forma de evitar o risco de inadimplência dos frigoríficos. Cerca de 11% da produção dos 50 maiores confinadores foi negociada à vista em 2008 (Gráfico 12). Em 2009, esse número subiu para 22% da produção e os produtores consultados prevêem aumentar essa proporção para 26% no ano de 2010. 13
  14. 14. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 12. Vendas à vista Realizado Previsto 30% 26% 22% 20% 18% 11% 10% 0% 2008 2009 2010 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos No ano de 2008, o interesse dos confinadores consultados em rastrear seus animais no Sisbov caiu e 80% dos estabelecimentos estavam cadastrados nesse sistema. Mas em 2009, os confinadores voltaram a se interessar pelo Sisbov, sendo que 86% dos confinamentos listados na pesquisa estão cadastrados no sistema (Gráfico 13) e 4% deles pretendem se cadastrar. Devido ao interesse dos frigoríficos em exportar para a União Européia (UE) e o ágio no preço pago ao produtor pela arroba do boi gordo, vem aumentando o número de estabelecimentos que fazem parte da Lista Traces. Em 2008, 34% dos 50 maiores confinamentos estavam habilitados para produzir animais para a UE, essa proporção mais do que dobrou em 2009, chegando a 76% (Gráfico 13). O número de estabelecimentos que compõem a Lista Traces, tende a aumentar para o próximo ano, pois 10% dos produtores consultados ainda não fazem parte dela, mas têm interesse em integrá-la. 14
  15. 15. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 13. Confinamentos cadastrados no Sisbov e na Lista Traces Sisbov Lista Traces 96% 98% 98% 100% 94% 88% 86% 80% 80% 76% 60% 40% 34% 20% 0% 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos A tendência de queda no número de estabelecimentos que trabalham com sistema de Boitel, que havia sido notada na pesquisa do ano anterior se manteve esse ano (Gráfico 14). Em 2008, 42% dos confinamentos prestavam serviço de Boitel, no ano passado, esse número chegou a 34%. A Equipe BeefPoint diagnosticou o aumento da participação dos frigoríficos no setor de confinamentos e incluiu na pesquisa desse ano a seguinte pergunta: “O confinamento presta serviços de engorda, ou pertence a algum frigorífico”. Para 28% dos estabelecimentos a resposta a essa questão foi sim, o que confirma a crescente participação da indústria na terminação de bovinos em confinamento (Gráfico 14). 15
  16. 16. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Gráfico 14. Estabelecimentos que trabalham com sistema de Boitel ou estão ligados a frigoríficos Boitel Frigorífico 60% 58% 52% 50% 48% 48% 42% 42% 40% 32% 34% 30% 28% 20% 10% 0% 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos Entre os 50 maiores confinamentos, 44% adquiriram menos de 60% dos animais que confinarão este ano e 52% já possuem mais de 60% dos animais, os 4% restantes representam os estabelecimentos que pretendem não confinar em 2010. Mesmo com a dificuldade de aquisição de animais para reposição, 38% dos confinadores entrevistados já tem entre 81% e 100% dos animais que pretendem confinar em 2010 (Gráfico 15). Esses confinadores ou terminarão animais próprios ou se adiantaram na compra e fechamento de acordos de Boitel e parcerias. Gráfico 15. Distribuição dos confinamentos conforme porcentagem de animais já adquiridos 38% 35% 30% 25% 24% 20% 15% 14% 12% 10% 8% 5% 0% 0 a 20% 21 a 40% 41 a 60% 61 a 80% 80 a 100% Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos 16
  17. 17. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Como citado anteriormente, a reposição representa um grande desafio nos confinamentos e tem custo significativo no processo. Os confinadores consultados na pesquisa estimam que a reposição represente em média 65,7% dos custos totais do confinamento. Quando perguntados sobre o que mudou na reposição em 2009, 38% dos estabelecimentos alegaram que houve aumento de preço e 16% que ocorreu melhora na genética dos animais. Outros 28% não apontaram mudanças em relação aos animais adquiridos no ano anterior. A respeito da distribuição de abate ao longo do ano, foi solicitado aos confinadores que indicassem o mês de maior saída de animais em 2009. A grande maioria, 54% dos estabelecimentos listados, apontou outubro como o mês de pico de abate em 2009 e 49% deles prevê que esse também seja o mês de pico em 2010. Outros meses que se destacaram foram agosto com 14% em 2009 e 26% previsto para 2010, setembro com 24% e previsão de 30%, e novembro com 26% e 16% previsto (Gráfico 16). As previsões para 2010 apontam para adiantamento do abate, com mais confinadores pretendendo realizar o pico de saída de animais em agosto ao invés de novembro. Gráfico 16. Meses de pico de abate 2009 2010* 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% ril o o o ço ro o ho o ro o to lh ir ai br br br Ab i ub ar os n ne ve M Ju em em m Ju M Ag ut Fe Ja te ov ez O Se D N Pesquisa Top 50 BeefPoint de C onfinamentos No ano de 2009, o ganho médio diário foi de 1.511 gramas/dia, na pesquisa anterior a média havia sido de 1.529 gramas/dia. Dois quartos dos confinamentos pesquisados tiveram ganho médio diário entre 1.357 gramas/dia e 1.660 gramas/dia. A mediana (número central) foi de 1.505 gramas/dia. Nos estabelecimentos listados na pesquisa, a permanência média dos animais em confinamento foi de 99 dias. Ao calcularem-se os quartiis – valores obtidos da divisão da série de dados em quatro partes iguais – constatou-se que dois quartos dos estabelecimentos tiveram o período 17
  18. 18. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br médio de permanência dos animais no confinamento entre 84 e 100 dias (1º e 3º quartil). Ocorreu aumento em relação ao dado levantado na pesquisa de 2008, quando o valor médio foi de 88 dias e dois quartos dos dados ficaram entre 75 e 97 dias. Os valores médios apurados anteriormente foram 92, 89, 88 e 86, para os anos de 2003, 2004, 2005 e 2006, respectivamente. Interessante lembrar que o número médio de dias no cocho tende a aumentar com altos preços de reposição e baixos preços de grãos, o que vem ocorrendo. Isso acontece porque os confinadores tentam colocar mais arrobas por animal, diluindo o custo elevado do gado magro. Conclusões De acordo com os dados levantados pela pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos 2009/10, houve importante queda na quantidade de animais confinados em 2009. Os principais fatores para essa retração são: alto preço da reposição e também diminuição de investimentos de fora da pecuária. Vale lembrar que estes dados não abrangem a situação dos confinamentos brasileiros como um todo, e sim, apenas dos 50 maiores. A retração no número de animais confinados pelos 50 maiores estabelecimentos não pode ser extrapolada, estimando redução em todo esse segmento da pecuária de corte. Quando analisamos os dados de todas as pesquisas notamos que este grupo vinha apresentado crescimento ano após ano e apenas apresentou encolhimento em 2009. Nos últimos sete anos, o aumento do volume de animais terminados por estes confinadores foi de 201,8%, representando uma taxa média de crescimento de 17,1%, ritmo inferior ao observado em 2008, que era de 24,1%. Também podemos concluir que estas empresas não se encontram otimistas quanto à rentabilidade da atividade e planejam reduzir mais ainda a quantidade produzida em 2010. Observando-se a previsão para 2009, a expectativa dos confinadores era de desaceleração no crescimento, mas o que efetivamente ocorreu foi uma reduçã. Em relação à distribuição das propriedades por estados, São Paulo retornou ao primeiro lugar, mas Goiás se manteve na liderança em quantidade de animais confinados, ficando em segundo em número de propriedades. São Paulo encontra-se no segundo lugar quanto ao número de animais confinados, e em terceiro está o Mato Grosso, tanto em número de cabeças confinadas, quanto em número de estabelecimentos entre os Top 50. Com relação ao período de saída de animais para o abate, em 2009 a concentração ocorreu nos meses de setembro, outubro e novembro. E para 2010 existe a pretensão de uma saída mais adiantada, concentrada entre os meses de agosto, setembro e outubro. Uma possível causa dessa mudança é uma tentativa de se melhor distribuir os abates, reduzindo uma super oferta em um pequeno espaço de tempo. Em 2009, o número de confinamentos que utilizaram contratos futuros na BM&FBovespa como ferramenta de administração de risco diminuiu em relação aos anos anteriores, como já havia ocorrido na pesquisa anterior. Diminuiu também a porcentagem de animais negociados na bolsa. Diferente do que ocorreu na última pesquisa, quando se constatou um aumento desse percentual. 18
  19. 19. Rua Tiradentes, 848 - Sala 11 Centro - 13400 760 - Piracicaba - SP Fone (19) 3432 2199 - Fax (19) 3433 3518 www.agripoint.com.br Os contratos de boi a termo têm sido muito utilizados para garantir os preços futuros e, embora o volume de animais negociados com esta ferramenta tenha se reduzido em 2009, continua sendo maior que o volume dos contratos feitos na BM&FBovespa. Para 2009, realizou-se a expectativa de aumento no número de animais negociados à vista apontada pela pesquisa anterior, 22% da produção foi negociada dessa forma. E há projeção de que haja aumento desse índice para 26% do volume comercializado em 2010. Este aumento é decorrente da decisão dos produtores de evitar grandes riscos com o não pagamento por seus animais, mesmo havendo descontos nos preços pagos à vista em relação aos negociados a prazo. Em 2009 houve um aumento na quantidade de participantes cadastrados no Sisbov, 86%, comparado aos 80% em 2008. O número de estabelecimentos habilitados na lista da UE também aumentou chegando a 76% em 2009 ante aos 34% de 2008. Em 2010, o setor de confinamentos prevê uma diferença grande entre o preço da arroba da reposição comparado ao preço da arroba do boi gordo, o qual foi um dos principais fatores que pesaram na tomada de decisão. Diante dessa expectativa, para 2010, 40% dos confinadores pretende diminuir a quantidade de animais confinados. Equipe da pesquisa Top 50 BeefPoint de Confinamentos: Miguel Cavalcanti André Camargo Camilla Oliveira Contato: top50@beefpoint.com.br 19 3432 2199 www.beefpoint.com.br/top50 Patrocinadores: Nutron Alimentos Elanco Saúde Animal 19

×