Your SlideShare is downloading. ×
0
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Paulo Moutinho
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Paulo Moutinho

1,148

Published on

Na quarta-feira (02/12) foi realizado em São Paulo, o 17º Fórum da ABAG (Associação Brasileira de Agribusiness), como o tema: Copenhague e o Agronegócio Brasileiro. …

Na quarta-feira (02/12) foi realizado em São Paulo, o 17º Fórum da ABAG (Associação Brasileira de Agribusiness), como o tema: Copenhague e o Agronegócio Brasileiro.

O encontro teve como objetivo debater as principais ameaças e oportunidades para o Brasil na 15ª Conferência das Partes (COP-15) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima, de 7 a 18 de dezembro em Copenhague, na Dinamarca. Para debater todas as questões que envolvem clima foram convidados Marcos Sawaya Jank, presidente da Unica - União das Indústrias de Cana-de-açúcar, Paulo Moutinho do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia - IPAM e Carlos Clemente Cerri, professor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura - USP.

Published in: Technology, Travel
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,148
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Mudança Cli áti REDD e M d Climática, Mercado de Carbono Paulo Moutinho P l M ti h (IPAM) moutinho@ipam.org.br @p g Fórum ABAG São Paulo, 2 Dezembro 2009
  • 2. Emissão Global de Carbono 1850-2000 7.0 80-85% Queima 275 PgC de Combustível 6.0 Fóssil Fó il 5.0 ) 15-20% Uso da -1 Annua Flux (PgC yr 4.0 Land use terra (maior t ( i Fossil fuel parte 3.0 desmatamento)) al 2.0 Uso da terra 1.0 155 PgC (36%) (~20% nas últimas décadas) 0.0 1850 1870 1890 1910 1930 1950 1970 1990 (~15% ( 15% em 2005)
  • 3. •Emissões de Combustíveis Fósseis misão de CO2 (PgC y-1) •Cresc.: 3.4% por ano •9 •8 •2008: d •7 •Crec.: 1.0% por ano •Emissão: 8.7 PgC •Taxa de Cresc.: 2.0% •Em •Nível (1990): +41% •6 •2000-2008 •1990 •2000 •2010 •Taxa de Cresc.: 3.4% •Le Quéré et al. 2009, Nature Geoscience; CDIAC 2009
  • 4. Emissões de Combustíveis Fósseis d O2 ssão de CO Emis •Le Quéré et al. 2009, Nature Geoscience; CDIAC 2009
  • 5. Quanto d i ? Q t reduzir? 15 •Reference 120% 14 13 100% 12 80% 11 60% 10 •550ppm 990 9 40% ange to 19 8 20% GtC 7 •450ppm 0% 6 Cha 5 -20% 4 •400ppm -40% 3 60% -60% 2 1 -80% 0 -100% 1990 2000 2010 2020 2030 2040 2050 •Source: post SRES scenarios (stabilization paths), CO2 only
  • 6. •CONGRESSO SMS 2009
  • 7. Perdas Econômicas para o Brasil • De R$ 719 bilhões a R$ 3,6 trilhões até 2050 • Impactos sobre energia • Agronegócio (redução de produção) : soja (-34% a - 30%), milho (-15%) e café (-17% a -18%). • Agricultura: R$ 7,4 bilhões em 2020 e de R$ 14 bilhões em 2070 •Fogo florestal na Amazônia: R$ 5 bilhões/1998 g • Perdas com carbono: ? Fonte: Economia da Mudança do Clima no Brasil: custos e oportunidades - http://www.economiadoclima.org.br
  • 8. BRASIL Business-as-usual 55-60% = EMISSÕES VIA DESMATAMENTO (~ 170 MTC/ANO; Amazônia) 40% = QUEIMA DE COMBUSTÍVEL FÓSSIL Ó (100 MTC/ANO, ref. 2008): 2008) > 1.9 milhões ha/ano ~ 68 milhões ha desmatados 18% da Amazônia Brasileira AMAZÔNIA 47 Bilhões TC
  • 9. Por que reduzir desmatamento tropical? • Parte significativa das emissões globais (> US, > setor de transporte mundial) • Evitar as “interferências perigosas” no sistema climático global • Fundamental para manter a temperatura abaixo do limite dos 2 oC (IPCC 2007) • Reduções de emissões oriundas de fósseis podem não ser factíveis a curto prazo • Potencial de redução rápida e drástica • Custo baixo • Co-Benefícios (Biodiversidade, renda, cultura, etc)
  • 10. •Impactos do Fogo Sobre a Biodiversidade •55% de mortalidade
  • 11. •Efeito da Seca Futura sobre a Floresta Amazônica e sua Biodiversidade
  • 12. •Cenário Sem Governança •Desmatamento •Soares, Nepstad, Curran et al. 2006. Nature
  • 13. •2050 Business as Usual : •Desmatado 2,698,735 km2 (32 PgC liberado até ( g 2050) •Floresta 3,320,409 km2 •Non-foresta 1,497,685 km2 •500 km •Soares-Filho et al. 2004
  • 14. •Desmatamento em 2050 •69% •Atelidae •Ateles marginatus •(macaco aranha)
  • 15. Uma nova economia de baixo carbono
  • 16. Alto $ Alto $ de óleo Biodiesel Alto $ Menos + Cana Demanda para Etanol Soja do sul do Brasil Alta Demand. US Milho Americano + $ Soja + Soja j Amazonica Menos US Desmatamento Soja Consumo de Carne Amazônico Nações Emegentes Emissões de E i õ d CO2 Nepstad et al. 2008 Phil Trans Mudança Climática
  • 17. Compensação por Redução do Desmatamento – REDD Compensar financeiramente os países em desenvolvimento por reduções voluntárias e comprovadas d suas emissões nacionais d õ l á i d de i õ i i oriundas de desmatamento/Conservação de Florestas Redução Compensada do Desmatamento Co ve ç o Convenção de Mudança ud ç Climática da ONU – Bali, Dez 2007. Proposta Brasileira 2006 COP 12 (Nairobi) Evento Paralelo do IPAM (Fundo Amazônia) Da esquerda para direita: Annie Petsonk (ED), John Holdren (WHRC), Dan Nepstad (WHRC-IPAM), ld ( ) d( ) Paulo Moutinho (IPAM), Hon. Min. Marina Silva (MMA-Brazil), Translator, Sec. Exec. João Capobianco (MMA-Brazil).
  • 18. As ações de REDD REDD: Decisão 1/CP13 Plan de Ação de Bali, 1. b- III disponível em site: http://unfccc.int/resource/docs/2007/cop13/spa/06a01s.pdf#page=10 1. Redução das Emissões derivadas de desmatamento e degradação florestal ; d t t d d ã fl t l REDD 2. Manejo sustentável de florestas; 3. Aumento dos estoques de carbono; REDD+ 4. 4 Conservação Florestal. Florestal 5. Aforestamento REDD++ •6. Agricultura ??
  • 19. A oportunidade que temos com REDD
  • 20. Taxas por Estado (2000 2009) (2000-2009) •Fonte: INPE 2009
  • 21. Quanto custa reduzir o desmatamento?
  • 22. CUSTO DE OPORTUNIDADE US$/TONELADA DE CARBONO
  • 23. Custo de Redução do Desmatamento Global 3 – 12 (> 70) Bilhões/ano até 2030 Bilhões/ US$ 3-6/tCO2 3- Custo de Redução Amazônia US$ 5/Tonelada CO2 < US$ 1/tCO2 (80% de redução) redução) Fim do DesmatamentoUS$ 7-18 Bilhões até 2020 DesmatamentoUS$ 7- Banco Mundial: US$ 21 bilhões custo de redução 20% as emissões de gases estufa até 2030 no Brasil. Quase o o gases-estufa Brasil investimento público com recursos de impostos para 2010
  • 24. O Valor da Redução Compensada • Estimativa de Carbono para 20.000 km2 / ano X 10% = 2.000 km2 / ano Floresta: 120->300 T C/ha X 120t/C/ha = 24.000.000 t/C/ ano • Preço do Carbono : CER for January 2004 to April X US$ 20,64 = 2005, 2005 EU Emissions Trading Scheme (ETS), UK US$ 495.360.000/ano Emissions Trading System; US$ 5,63/ TCO2 * x 3.6666 = CO 3 6666 or US$ 20,64 US$ 2,47 Bilhões em 5 ano * International Emissions Trading Association, “State REDUÇÃO DE 2005-2006 and Trends of the Carbon US$ 1.5 BILHÕES Market, 2005”, Washington DC, DC May 2005. 2005
  • 25. O que já temos em mãos • PNMC ‐ Meta Amazônica PNMC ‐ • Fundo Amazônia • Planos Estaduais – Metas regionais  Planos Estaduais – • Si t Sistema eficiente de Monitoramento fi i t d M it t • Sistema de Ucs e Terras Indígenas Sistema de Ucs e Terras Indígenas Sistema de  • Sociedade Organizada Sociedade Organizada • Governança • Setor Produtivo + aberto 
  • 26. REDD e o Agronegócio: o que já está Agronegócio: acontecendo? acontecendo? Po P
  • 27. CADASTRO DE COMPROMISSO SOCIOAMBIENTAL (CCS) The image cannot be display ed. Your computer may not hav e enough memory to open the image, or the image may hav e been corrupted. Restart y our computer, and then open the file again. If the red x still appears, y ou may hav e to delete the image and then insert it again.
  • 28. •Cadastro Cadastro SocioAmbiental •de Propriedades (em amarelo) no MT- Xingu: •1.5 milhoes de ha •75 propriedades •Protecao da qualidade de Agua do Xingu
  • 29. •Amazonas River Parque Indígena do Xingu •Desmatamen • Fonte: Instituto Fonte: to até 2005 Socioambiental. Socioambiental.
  • 30. •Amazonas River •Transamazônica •Highway Parque Indígena do Xingu •Cuiabá-Santarém Cuiabá- Highway (BR-163) (BR- • Fonte: Instituto Fonte: Socioambiental. Socioambiental.
  • 31. • Desempenho socioambiental; • Apoio a g p gestão socioambiental • Revela as iniciativas positivas de produtores rurais; •PPreservação d recursos naturais e ã dos t i serviços ambientais; • Acesso a melhores mercados; • Incentiva a regularização da propriedade perante a lei; •IIncentivos econômicos, financeiros e ti ô i fi i políticos para produtores responsáveis. •Lista Geral de Fazendas: 75 Li t G l d F d fazendas/1.083.000 ha •Visitadas para Diagnóstico: 38 p g fazendas/335.000 ha •Entre as visitadas, 22 fazendas (189.945 (189 945 ha) estão com diagnóstico pronto
  • 32. HIDROGRAFIA 38.732 metros de cursos d’água; 6 bebedouros artificiais; 13 nascentes; 2 rodas d’água. 17 represas;
  • 33. ANÁLISE DA EROSÃO 10 pontos de erosão: 53 pontos de controle de erosão (lombadas, bigodes 2 sulcamentos; e cacimbas); 4 ravinamentos; 1.011 ha com curvas de nível. 4 voçorocas.
  • 34. USO E COBERTURA DO SOLO 39,4 % cobertura vegetal e APP preservada 60,6 á 60 6 % área aberta e APP d b degradada d d
  • 35. CCS • 200 mil hectares de APPs aguardando para serem restauradas. • Expansão do cadastro: redução futura de 683 mil hectares de desmatamento (246 milhões de toneladas de CO2eq)
  • 36. O fi d D fim do Desmatamento até 2020 t t té • Metas de Reduçao do Desmatamento • Forças de mercado por Produção sustentável
  • 37. Mercado para REDD • Q tã ainda confusa no Brasil Questão i d f B il •Mercado d carbono global: US$ 126 bilhõ em 2008 M d de b l b l bilhões • REDD - P Potencial Mercado USA: US$ 8 20 i lM d USA 8-20 Bilhões
  • 38. BAIXA ALTA Linha de Base i h d AUSTRÁLIA ‐5% ‐25% 2000 CANADÁ ‐20% 2006 •Metas de UE (27 países) ‐20% ‐30% 1990 Redução JAPÃO ‐15% ‐25% 1990 RUSSIA  RUSSIA ‐10% 10% ‐15% 15% 1990 EUA ‐17% 20% 2005 BELARUS  ‐5% ‐10% 1990 NORUEGA ‐30% ‐40% 1990 UCRANIA ‐20% 1990 NOVA ZELÂNDIA ‐10% ‐20% 1990 CHINA ‐40% ‐45% 2020 Brasil ‐36% (15%) ‐39% (17%) 2020 (2005)
  • 39. Potencial Valor para REDD • Estimativa de Carbono para 20.000 km2 / ano X 10% = 2.000 km2 / ano Floresta: 120->300 T C/ha X 120t/C/ha = 24.000.000 t/C/ ano • Preço do Carbono : CER for January 2004 to April X US$ 20,64 = 2005, 2005 EU Emissions Trading Scheme (ETS), UK US$ 495.360.000/ano Emissions Trading System; US$ 5,63/ TCO2 * x 3.6666 = CO 3 6666 or US$ 20,64 US$ 2,47 Bilhões em 5 ano * International Emissions Trading Association, “State REDUÇÃO DE 2005-2006 and Trends of the Carbon US$ 1.5 BILHÕES Market, 2005”, Washington DC, DC May 2005. 2005
  • 40. Cenário Copenhagen forte • L i climática é melhorada no S d EUA aumenta Lei li á i lh d Senado EUA, redução e se aproxima da U.E. • Ob Obama f li política externa no clima focaliza lí i li • U.E., EUA, Japão, Coréia, Brasil e México lideram para aproximar tratado com a recomendação do IPCC i d d ã d (40% redução). • Chi se aproxima. China i • Redução emissões 30% desenvolvidos e drástica redução crescimento emergentes. d ã i • Fortes transferências financeiras e tecnológicas. • REDD funcionando Ref.: adaptado de Viola 2009. não publicado
  • 41. Cenário Copenhagen fraco • L i climática aprovada Senado EUA. Obama Lei li áti d S d EUA Ob mantém popularidade interna. • A d estratégico China-EUA tecnologias Acordo é i Chi EUA l i decarbonizantes. • J ã e B il avançam posições, Índia mais Japão Brasil i õ Í di i flexível • Redução emissões 20% desenvolvidos 2020, acelerando-se entre 2020 e 2030, redução consistente curva crescimento emergentes e it t i t t anos pico emissão diferenciados. • REDD nebuloso b l Ref.: adaptado de Viola 2009. não publicado
  • 42. Cenário de Derrota em Copenhagen • L i climática derrotada no Senado Lei li áti d t d S d Americano • Deterioração da popularidade Obama impede uma negociação da lei climática g • EUA sem capacidade liderar • Engajamento dos países da EU diminui. diminui • China e Índia não mudam posição • Acordo muito fraco ou nenhum acordo • REDD rejeitado ou simbólico Ref.: adaptado de Viola 2009. não publicado
  • 43. •2050 estas crianças terão 59 anos •O DESAFIO DA EDUCAÇÃO •Que tipo de educação será apropriada para que estas crianças sejam Que capazes de entender os problemas ambientais, desenvolver soluções e implementá-las?
  • 44. Foto: Patrick Mcfeeley Obrigado WWW. WWW.IPAM.ORG.BR .O G. WWW.CLIMAEFLORESTA.ORG.BR Paulo Moutinho moutinho@ipam.org.br ti h @i b Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM)
  • 45. •REDD •ESTADOS AMAZÔNICOS ESTADOS Os Estados querem: •REDD no mercado (aceitam condições) •Exercer o direito de captar recursos para suas ações de redução de desmatamento •Legislação estadual (MT, AM, AC) •Planos de REDD estaduais (AC) •Metas estaduais de redução de desmatamento (PA, AM, MT, Metas AC) •Mecanismo justo de distribuição de benefícios de REDD – Mecanismo stock, flow and target •Projetos de REDD Projetos •Mercado Americano para REDD
  • 46. •REDD •Governo Federal • Governo quer: •REDD como NAMAS; no mercado somente se ricos cumprirem 40% de redução obrigatória e ser ainda p % ç g adicional (10%). •REDD como mecanismo nacional voltado para valorização florestal •Doações para Fundo Amazônia •Legislação federal •Meta amazônica de redução de desmatamento •Mecanismo de distribuição de benefícios baseado em ç quem tem floresta
  • 47. •$ $ •UNFCC UNFCC •Doações •Mercado Voluntário •EUA •REDD •Metas M •? Redução •MVR •? •País •Projetos •Políticas •Fundo •CAP •Estados Publicas Amazônia Florestal •País
  • 48. Somente UM mecanismo de REDD? UM mecanismo Suriname DRC Brasil Indonésia PNG Costa Rica Bolívia Índia China México Sri Lanka
  • 49. 0,3 Emissão de Carbono (Bilhões de Toneladas): Brasil 0,2 0,1 0 -0,1 -0,2 -0,3 -0,4 •Emissões combustíveis: 6.4 (6.0 6.8) GtC/ano na década de 90; Emissões (6.0-6.8) 7.2 (69-7.5) GtC/ano para o período de 2000-2005. -0,5 •Uso da terra: 1.6 (05-2.7) GtC/ano para década de 90. • Sem redução do Desmatamento não há como evitar as mudanças perigosas no clima do planeta
  • 50. •Ciclos de Empobrecimento •Fogo Acidental •Perdas Agroflorestais •Producao Extensiva
  • 51. •Ciclos de Empobrecimento •Fogo •Vulnerabilidade •Expl Mad
  • 52. •Ciclos de Empobrecimento •Fogo F •Seca S •Fumaca •F •Menos Vapor
  • 53. REDD Período de 200 Emissões Reais Referência Novo Período de Referência f 150 Emissõe (ktCO2e) O 100 es Média das Emissões Emissões Medidas 100 Históricas Emissões E i õ Reduzidas 1 4 5 6 7 8 9 X 10 anos 11 12 13 14 15 Years Princípios do Mecanismo

×