Júlio Barcellos - UFRGS Luciana Christofari - UFSM Ricardo Oaigen - UFPA
O que somos…
Um  grupo  multidisciplinar
Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica na cadeia da carne bovina
Pensamento sistêmico da produção
www.nespro.ufrgs.br [email_address]
 
 
ATUAL CENÁRIO
<ul><li>BOM </li></ul><ul><li>RUIM </li></ul>
A CRÍA SUSTENTA TODA A PECUÁRIA!
 
CUSTOS PECUÁRIA ATUAL ITEM % PASTAGENS E FERTILIZANTES 26,0 SUPLEMENTOS ALIMENTARES 23,0 MÃO DE OBRA 22,0 TOTAL 71,0
Escala de  Produção Produtividade e Diferenciação Baixo custo Baixo preço recebido Alto custo Alto preço recebido DOIS MOD...
Prof. Júlio Barcellos,  NESPRO-UFRGS.
Margem Líquida Nível Tecnológico Alta eficiência Baixa eficiência Freqüência de Produtores (NT x ML)
 
 
DIFERENTES DE OUTROS PAÍSES, AQUI NÃO É O PECUARISTA O EXECUTOR!
 
 
<ul><li>Manejo: </li></ul><ul><ul><li>Estação Reprodutiva ajustada às mudanças climáticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Segun...
<ul><li>Eliminar a perda de peso no primeiro ano de recria. </li></ul><ul><li>Potencializar o uso do ganho compensatório. ...
A partir de 75% de desmama diminuem os ganhos…
PROCESSOS BÁSICOS PARA UMA BOA TAXA DE DESMAMA “ Cria Eficiente” DADOS  INFORMAÇÕES  RESULTADOS  ATITUDES ocorrências regi...
 
INSTRUMENTOS COMPLEMENTARES E DE SUPORTE PARA  INTRODUÇÃO DE TECNOLOGIAS ESTRATÉGICO-TÁTICAS Taxa de  Crescimento pasto Di...
<ul><li>Planejar receita. </li></ul><ul><li>Planejar compras. </li></ul><ul><li>Não especular retendo produto. </li></ul><...
A PADRONIZAÇÃO ATENDE:
<ul><li>Programa Angus. </li></ul><ul><li>Programa Hereford e Braford. </li></ul><ul><li>Redes de compras. </li></ul><ul><...
RASTREABILIDADE GLOBALGAP INDICAÇÃO GEOGRÁFICA  Mais opções de venda do gado!
+   INTENSIFIÇÃO  - Ajuste de carga Época e duração da monta Escore corporal - alvo Controle lactação Idade de acasalament...
sem perder $$$$$ DIFERENCIAÇÃO ORGANIZAÇÃO PECUARISTAS NORMAS, INOVAÇÃO SEJA O PÁSSARO MADRUGADOR....
Júlio Barcellos - UFRGS Luciana Christofari - UFSM Ricardo Oaigen - UFPA
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cenários e Alternativas Sistêmicas para a Cria no Brasil, Julio Barcellos – Nespro UFRGS

1,153

Published on

Cenários e Alternativas Sistêmicas para a Cria no Brasil, Julio Barcellos – Nespro UFRGS

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,153
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cenários e Alternativas Sistêmicas para a Cria no Brasil, Julio Barcellos – Nespro UFRGS

  1. 1. Júlio Barcellos - UFRGS Luciana Christofari - UFSM Ricardo Oaigen - UFPA
  2. 2. O que somos…
  3. 3. Um grupo multidisciplinar
  4. 4. Pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica na cadeia da carne bovina
  5. 5. Pensamento sistêmico da produção
  6. 6. www.nespro.ufrgs.br [email_address]
  7. 9. ATUAL CENÁRIO
  8. 10. <ul><li>BOM </li></ul><ul><li>RUIM </li></ul>
  9. 11. A CRÍA SUSTENTA TODA A PECUÁRIA!
  10. 13. CUSTOS PECUÁRIA ATUAL ITEM % PASTAGENS E FERTILIZANTES 26,0 SUPLEMENTOS ALIMENTARES 23,0 MÃO DE OBRA 22,0 TOTAL 71,0
  11. 14. Escala de Produção Produtividade e Diferenciação Baixo custo Baixo preço recebido Alto custo Alto preço recebido DOIS MODELOS DE NEGÓCIO NA CRIA : AJUSTÁVEIS PELA CONJUNTURA
  12. 15. Prof. Júlio Barcellos, NESPRO-UFRGS.
  13. 16. Margem Líquida Nível Tecnológico Alta eficiência Baixa eficiência Freqüência de Produtores (NT x ML)
  14. 19. DIFERENTES DE OUTROS PAÍSES, AQUI NÃO É O PECUARISTA O EXECUTOR!
  15. 22. <ul><li>Manejo: </li></ul><ul><ul><li>Estação Reprodutiva ajustada às mudanças climáticas </li></ul></ul><ul><ul><li>Segunda ou terceira época de acasalamento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Primeiro acasalamento aos 18 meses. </li></ul></ul>
  16. 23. <ul><li>Eliminar a perda de peso no primeiro ano de recria. </li></ul><ul><li>Potencializar o uso do ganho compensatório. </li></ul><ul><li>Aumentar o número de vacas dentro do sistema. </li></ul><ul><li>Aumentar a taxa de prenhez. </li></ul>
  17. 24. A partir de 75% de desmama diminuem os ganhos…
  18. 25. PROCESSOS BÁSICOS PARA UMA BOA TAXA DE DESMAMA “ Cria Eficiente” DADOS INFORMAÇÕES RESULTADOS ATITUDES ocorrências registros controles Pessoas treinadas Gestor comprometido
  19. 27. INSTRUMENTOS COMPLEMENTARES E DE SUPORTE PARA INTRODUÇÃO DE TECNOLOGIAS ESTRATÉGICO-TÁTICAS Taxa de Crescimento pasto Diagnóstico de gestação Escore da Condição Corporal Diagnóstico da atividade ovárica
  20. 28. <ul><li>Planejar receita. </li></ul><ul><li>Planejar compras. </li></ul><ul><li>Não especular retendo produto. </li></ul><ul><li>Repor insumos em épocas mais favoráveis. </li></ul><ul><li>Aumentando a escala de compra: </li></ul><ul><ul><li>Associação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Integração. </li></ul></ul><ul><ul><li>Compartilhamento. </li></ul></ul>
  21. 29. A PADRONIZAÇÃO ATENDE:
  22. 30. <ul><li>Programa Angus. </li></ul><ul><li>Programa Hereford e Braford. </li></ul><ul><li>Redes de compras. </li></ul><ul><li>Clube de Produtores: BPUmeat </li></ul><ul><li>Programa bezerro certificado Angus. </li></ul><ul><li>Programa bezerro do Pantanal. </li></ul>Prof. Júlio Barcellos, NESPRO-UFRGS.
  23. 31. RASTREABILIDADE GLOBALGAP INDICAÇÃO GEOGRÁFICA Mais opções de venda do gado!
  24. 32. + INTENSIFIÇÃO - Ajuste de carga Época e duração da monta Escore corporal - alvo Controle lactação Idade de acasalamento Técnicas reprodutivas Aumento peso a desmama INCORPORAÇÃO TECNOLÓGICA NA Pecuária de cria POSICIONAMENTO DO SISTEMA DE PROCUÇÃO
  25. 33. sem perder $$$$$ DIFERENCIAÇÃO ORGANIZAÇÃO PECUARISTAS NORMAS, INOVAÇÃO SEJA O PÁSSARO MADRUGADOR....
  26. 34. Júlio Barcellos - UFRGS Luciana Christofari - UFSM Ricardo Oaigen - UFPA

×