17 091022 Daniel Biluca Conexao Delta G

  • 1,232 views
Uploaded on

Conexão Delta G: associativismo, genética e lucro, Daniel Biluca, zootecnista, executivo da Conexão Delta G

Conexão Delta G: associativismo, genética e lucro, Daniel Biluca, zootecnista, executivo da Conexão Delta G

More in: Business , Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,232
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Associativismo, genética e lucro
  • 2.
    • Ciclo pecuário – início da baixa ou estabilização da alta?
    • Aumento da produtividade = diminuição do preço
    • Margem líquida x tecnologia
    • Fertilidade baixa ou alta?
    • Qual composição de custo da produção de BEZERROS ?
    • Fatores diversos influenciam positiva ou negativamente dependendo do momento
    • Alto capital investido x baixa rentabilidade
    • administração profissional?
  • 3.
    • “ O criador é essencialmente um apaixonado pela atividade! Só que não dá para ficar só na paixão. Precisamos primeiro sobreviver a atividade de cria e ainda lucrar com isso. Será possivel?”
    • associado Delta G
  • 4.
    • No dicionário
      • “ ato de associar-se; reunião de pessoas e de esforços para um fim comum; pessoa coletiva sem fins lucrativos...”
    Associativismo
  • 5. O fermento e a liga de tudo isso é Melhoramento genético ∆G
  • 6. História Condomínio Delta G (Hereford e Nelore) Conexão Braford DEP Unificação dos projetos CEIP Diretoria Norte Cadeia produtiva 2004 Novo Estatuto 2001 1996 1993
  • 7. Nelore 90% Braford 10% Bezerros avaliados 55.000 Rebanho total 350.000 Total de Vacas 170.000 25 integrantes Produtos avaliados Mais de 1.000.000 37 integrantes Vacas avaliadas 65.000 Hoje
  • 8.
    • Eficiência produtiva com animais adaptados buscando:
        • fertilidade
        • precocidade sexual, de crescimento e de terminação
        • rendimento de carcaça
        • qualidade de carne
    • Produzir reprodutores
    Objetivos
  • 9.
    • Gerar, utilizar e difundir tecnologias
    • Integração e intercâmbio entre os associados, somando esforços e reduzindo os riscos da atividade
    • Lutar pelo fortalecimento e articulação da cadeia de carne bovina, buscando parcerias e vantagens com os diferentes segmentos do setor
    Objetivos
  • 10. Melhoramento Genético Negociações de COMPRA Negociações de VENDA Ferramentas Gerar produtividade e lucro para o associado Programa de melhoramento Programa de gestão e qualidade Solução em insumos (em parceria)
  • 11.
    • Estação de monta
    • Descartar vacas falhadas (opcional chance para as primíparas)
    • Grupo de manejo
    • Jejum
    • Datas para entrega de dados
    • Somente 25,2% poderão ser touros (CEIP)
    • Revisão dos candidatos
    • Usar Touros Jovens (10% dos nascidos)
    Regras = Critérios
  • 12. Avaliação Peso e composição do peso - CPM Avaliação genética genealogia e desempenho próprio Touros provados Vacas avaliadas
  • 13. C – Conformação P – Precocidade M - Musculatura Nota de 1 a 5 numa distribuição normal no grupo de manejo Peso Avaliação desmama Grupo de manejo
  • 14. U – Umbigo (também na desmama) T – Temperamento R – Caracterização Racial Nota de 1 a 5 de acordo com a característica fenotípica do animal Perímetro Escrotal Altura Avaliação Sobreano
  • 15. G População Touros com Teste de progênie Pressão de seleção
  • 16.
    • Coração do programa
    • 42% dos touros DECA 1 do sumário foram touros jovens (56/134)
    • Seleção genética
    • Seleção fenotípica
    • Coleta padronizada
    • Acurácia (número de filhos e rebanhos)
    Touros jovens
  • 17.  
  • 18. Garantia de qualidade
  • 19.
    • Terminação mais rápida
    Confinamento Jacarezinho Vale a pena fazer melhoramento?
  • 20.
    • Maior peso de abate
    Confinamento Jacarezinho 2005 Vale a pena fazer melhoramento? Confinamento Jacarezinho
  • 21. Maior Ganho de peso Confinamento Jacarezinho 2005 Vale a pena fazer melhoramento? Confinamento Jacarezinho
  • 22. Abate mais jovem Confinamento Jacarezinho 2005 Vale a pena fazer melhoramento? Confinamento Jacarezinho
  • 23. Vacas DESCARTE DECA 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
  • 24. Vacas
  • 25. Vacas
  • 26. Um bom bezerro/vaca/ano Aspectos importantes Estação de Monta
  • 27. Esse é o produto
  • 28. Integração com cadeia Industria de insumos Produtores Industria de beneficiamento Atacado Varejo Consumidor interno ou externo CONVERSAR BUSCAR VANTAGENS ENTENDER Cadeia Produtiva da Carne
  • 29.
    • Marca relacionada a sistema de produção
    • Organização (escalas)
    • Rastreabilidade
    • Certificação – quali/eco/soc/adm
    • Contato direto com consumidor
    Nossa carne Diferenciar para valorizar
  • 30.
    • Carne padronizada e de qualidade
    • Utiliza genética Conexão Delta G
    • Participa das vantagens como associado
    • Não precisa participar do programa de melhoramento
    Quem participa PARCEIROS DA CARNE CONECTADOS
  • 31.
    • Parceria de fornecimento com premiações de até 10%
    • Vantagem do frigorífico
    • Aumento na quantidade de carcaças classificadas (exportáveis)
      • Classificação média:50%
      • Classificação Delta G: 83%
    Venda de animais para o abate em conjunto
  • 32. Compra de insumos Produtos em comum Potencial de compra Vacinas Sal Mineral Medicamentos Adubo Capacidade de investimento Negociações Internas vantajosas Compra de Sêmen com desconto Negociação de animais Troca de experiências e indicação de fornecedores organizados profissionais Interesse em tecnologia + livres do tradicional Buscam resultado Ciclo completo
  • 33. GENÉTICA = PRODUTIVIDADE LUCRO É CONSEQUÊNCIA ASSOCIATIVISMO = OPORTUNIDADE Concluindo OBRIGADO www.deltag.com.br