• Like
  • Save

Coberturas Jornalísticas

  • 1,696 views
Uploaded on

Aula de Coberturas Jornalísticas de Técnicas Digitais do curso de Jornalismo da FAMECOS/PUCRS

Aula de Coberturas Jornalísticas de Técnicas Digitais do curso de Jornalismo da FAMECOS/PUCRS

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here

  • Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,696
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
1
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Cobertura Jornalística Técnicas Digitais - André Pase
  • 2. Coberturas •Planejadas Eleições, Olimpíadas, Copa, evento •Inesperadas mortes, acidentes, desastres
  • 3. Etapas P R P S O F A U D A U Í U T T T Ç O A E Ã O
  • 4. Produção •Cobertura = planejamento + preparo + coordenação •Contatos. Contatos. Contatos. •Definição da equipe deve levar em conta habilidades das pessoas. •Imprimir lista de sites e fontes de informação.
  • 5. •Cada repórter deve zelar pelo equipamento. •As rotinas prendem, mas também controlam o fluxo. Material não pode acumular, pois pode “vencer”. •Pontualidade é fundamental. A notícia não tem hora, muito menos em eventos. Murphy também aparece nas coberturas. •A noção de ambiente é fundamental.
  • 6. Pressbook •Antes de sair para a cobertura, vale colocar todas as informações em um bloco ou papel. Listas de nomes, patentes, contatos, assessorias, programações, prováveis pautas, recomendações... tudo ajuda. •Caso Kleiton e Kledir
  • 7. Evolução •Alta “vida digital” tem seus riscos, do olho até a letra. •A reportagem e a cobertura dos fatos in loco mudou com a entrada do telefone e depois da Internet, potencializadas pelas assessorias de imprensa.
  • 8. JP Barlow
  • 9. tempo Telefone Celular Internet Celular + Internet WiFi
  • 10. SBT@China •Professora Cristiane Finger foi até a China em 2004. A professora mandou vídeos DIARIAMENTE para Porto Alegre. Filmava, editava no computador e pedia conexão pelo hotel, previamente combinado. •Procedimento normal hoje
  • 11. Morte do Papa •O repórter da Zero Hora Rodrigo Lopes foi até Roma, Itália, para cobrir a morte de João Paulo II. •Usou celular para mandar áudio ao vivo para a rádio, mas o material da ZH e as imagens vieram pela Internet.
  • 12. PUCRS@Gramado •Uma linha ADSL garantiu todo o “escoamento” da produção da PUCRS. Fotos com câmeras digitais, boletins de rádio gravados com o iPod e matérias para a UniTV seguiam por esse caminho. •Em 2009, rede de celular superou caminhos físicos
  • 13. PUCRS@Gramado •Fotógrafos do site oficial utilizam laptops conectados. O artista mal entra no cinema e sua foto já está no site oficial. Na cerimônia de premiação, fotos iam direto da primeira fila para o mundo.
  • 14. Agência Placar •Para as coberturas de jogos sem repórter no local, equipe busca uma rádio local no www.radios.com.br e ouve em streaming. Envio e recepção (compra) do material é feito pela Internet.
  • 15. Planeta Atlântida • Quando a cobertura de Santa Catarina era realizada de Porto Alegre, streamings de áudio e vídeo resolviam o problema, mas com atraso. • Localização em ponto especial foi fundamental.
  • 16. Nasa/Iraque
  • 17. Eleições •Nas eleições, todo cuidado é pouco. Se uma linha é dada para a Dilma, o mesmo espaço deve ser destinado para a Marina Silva e para o Serra. •Todos os envolvidos na transmissão precisam não só treinar as técnicas utilizadas, os programas, mas também as regras da cobertura.
  • 18. Eleições •Links ao vivo, uso de câmeras ou linhas, também precisam de cuidado. •Links com TSE precisam de combinação prévia.
  • 19. Copa •Copa de 1994 foi a primeira com câmera digital. •Em 1998, ZH testou estrutura online. •2006 foi evento online de fato.
  • 20. ESTÁ EM UMA COBERTURA? VAI LER SOBRE O ASSUNTO, ORAS
  • 21. Inesperada •Checar antes de publicar uma informação •Avisar editor no comando para evitar repetição de informações •Se possível, acompanhar repercussão do público especializado (caso TAM)
  • 22. Equipamento Básico •Tudo depende da cobertura. •Carregar o básico nunca é demais - um modo de registrar as várias linguagens
  • 23. David Pogue, NY Times
  • 24. Papel e Caneta SEMPRE