Your SlideShare is downloading. ×
Arte na pré história
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Arte na pré história

2,157
views

Published on

Apresentação elaborada para as disciplinas História da arte e Estética e história da arte com um panorama geral da arte na pré-história.

Apresentação elaborada para as disciplinas História da arte e Estética e história da arte com um panorama geral da arte na pré-história.

Published in: Education

1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
2,157
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
78
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Professora Andreia Regina Moura Mendes [email_address]
  • 2.
    • Compreende desde o surgimento do primeiro hominídeo até a invenção da escrita (periodização discutida).
    • Linha evolutiva humana: Australopithecus, Homo habilis, Homo erectus, Homem de Neandertal, Homo sapiens, Homo sapiens sapiens.
    • Paleolítico: período mais antigo- 50 mil a 18 mil B.P.
    • Clima glacial: vida desenvolvida nas cavernas.
    • Desenvolvimento da indústria osteodontoquerática.
    • Atividades principais: caça, coleta e pesca.
    • Utilização da pedra como matéria-prima (idade da pedra lascada) e descoberta do fogo.
    • Paleolítico superior: caça aos grandes mamíferos como o mamute, urso e bisão.
    • Desenvolvimento das primeiras expressões artísticas.
  • 3.  
  • 4.
    • Ausência de vestígios de arquitetura do período: nomadismo.
    • Signos registrados em paredes de cavernas sugerem que as primeiras moradias eram de barro, madeira, ramagens e peles.
    • Vestígios mais antigos: Dinamarca.
    • Primeiras manifestações de esculturas: exemplares mais conhecido Vênus de Willendorf (Áustria) e Vênus de Lespugue (França).
    • Utensílios: machado de mão feito de sílex ou de pedra lascada, adornos, decoração em armas e utilitários.
    • A escultura desenvolveu-se antes da pintura.
    • Raras figuras humanas nas esculturas e pinturas.
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.
    • Aplicação de tintas com as mãos, bastonetes, espátulas e pincéis rudimentares.
    • Componentes das tintas: minerais, pigmentos
    • vegetais, gorduras animais, sangue e fezes.
    • Pintura figurativa, uso da lei da frontalidade,
    • desenhos de memória.
    • Pintura com objetivos mágicos. Representação humana estilizada ou na forma de feiticeiros.
    • Crença nas práticas mágicas e existência de altares com tótens e esqueletos de animais.
  • 8.
    • Desenvolvimento do sedentarismo com o aparecimento da agropecuária.
    • Produção material, acúmulo de excedente econômico e transformação da vida social e das relações familiares.
  • 9.
    • Construções palafíticas e megalíticas.
    • Palafíticas: construções em madeira sobre pilotis (estacas), enterradas em lagos ou nas margens de rios. Vestígios na Suíça e Alemanha. Encontradas hoje na região Amazônica.
    • Megalíticos: construções em pedra.
    • Menir: grandes blocos de pedra erguidos verticalmente, considerados como pedras sagradas, marcos e estátuas de divindades.
    • Alinhamento: menires enfileirados, espaçados e extensos.
    • Cromlech: menires dispostos em círculos, considerados observatórios astronômicos.
    • Dólmen: duas pedras verticais sustentando uma terceira colocada horizontalmente. Consideradas sepulturas, templos, altares.
    • Pintura: estilizada e geométrica. Uso de símbolos e signos. Abstracionismo.
  • 10.  
  • 11.
    • Predomínio dos ceramistas.
  • 12.
    • FILHO, Duílio Battistoni. Pequena História da Arte. 19ª ed. Campinas, SP: Papirus, 1989.

×