• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Sistema de Gestão de Risco - Implantação
 

Sistema de Gestão de Risco - Implantação

on

  • 6,081 views

Apresentação de proposta de Implantação de um SGR em Holding.

Apresentação de proposta de Implantação de um SGR em Holding.

Statistics

Views

Total Views
6,081
Views on SlideShare
6,056
Embed Views
25

Actions

Likes
2
Downloads
217
Comments
0

1 Embed 25

http://www.linkedin.com 25

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Sistema de Gestão de Risco - Implantação Sistema de Gestão de Risco - Implantação Presentation Transcript

    • Implantação de um Sistema de Gestãode Riscos - SGR
      André Horacio Guimarães dos Santos
    • Mini-currículo
      Petrobras
      • Coordenador do Ciclo de Estratégia e Planejamento da Petrobras Internacional
      • Segurança Empresarial da Petrobras Internacional
      • Auditoria Interna
      ANP – Agência Nacional de Petróleo e Bicombustíveis
      • Consultor no Projeto de Segurança da Informação
      Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro
      • Gerente do Projeto de Informatização do Diário Oficial
      Owner da Comunidade ISO 31.000 - Gerenciamento de Riscos no LinkedIn
      ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas
      • Participante do CEE-63 / Comitê de Estudos Especiais de Gestão de Riscos (ISO 31.000)
      • Administrador de Empresas - UERJ
      • Especialização em Gerenciamento de Projetos - SENAI
      • Certificação MCSO e Auditor Líder NBR ISO 27001
      • Eleito na “V NATA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO – TI-Intelligence” 2008
    • 1º Acordo
      O Risco, deve estar alinhado aos objetivos
    • 2º Acordo
      Risco, somente na intenção de melhorar os resultados.
    • 2º Acordo
      X
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGR
      • Proposta deFuncionamento do SGR
      • O Processo de Gestão de Risco
    • Cenário Atual do Risco nas Organizações
      • Desconhecimento da Responsabilidade
      objetiva dos Gestores
      • Percepção negativa da gestão de risco
      • Baixo compromisso com a proteção do capital do acionista e a imagem da Empresa
      • Gestão eminentemente reativa
      • Visão compartimentada do Risco
      Gestão – Velocidade das Mudanças – Interdependência dos riscos
    • Duplicidade de funções e controles
      Falta de integração
      Processo difícil de se enxergar
      Organização funcionando em silos
      Hiper complexidade
      Alto custo
      Fragmentação
      Perda de informações
      Desperdício de recursos
      Perdas pelas
      “rachaduras” de gestão e controle
      Complexidade desnecessária e inflexível
      Vulnerabilidades
      Sistema de Gestão das Organizações
    • Velocidade das Mudanças
      Fluxo do Conhecimento e das relações pessoais
      Novas propostas e modelos
      Tecnologia
    • Interdependência do Risco
      Legenda
      Fonte: Global Risk 2011 – World Economic Forum
    • Interdependência do Risco
      • Geopolitical Risks
      • Corrupção
      • Estados Fracos
      • Conflito Geopolítico
      • Falhas na governança Global
      • Comércio Ilegal
      • Crime Organizado
      • Segurança Espacial
      • Terrorismo
      • Armas de destruição em massa
      • Technological Risks
      • Falha nas Infra-estruturas críticas de comunicação
      • Dados on-line e Segurança das Informações
      • Perigo das novas tecnologias
      • Economic Risks
      • Colapso no custo da propriedade
      • Alta volatilidade no preço das Commodities
      • Inflação ou Deflação acentuada
      • Alta volatilidade no preço da energia
      • Crises Fiscais
      • Desbalanceamento Global e volatilidade das moedas
      • Fragilidade da Infra-estrutura
      • Liquidez e crédito
      • Falha nos mecanismos reguladores
      • Fortificação da Globalização
      • Redução da Economia Chinesa (<6%)
      • Societal Risks
      • Enfermidades Crônicas
      • Desafios Demográficos
      • Diferença Social (Pobreza)
      • Falta de Alimentos
      • Doenças Infecciosas
      • Migrações
      • Falta de água
      • Environmental Risks
      • Poluição do Ar
      • Redução da Biodiversidade
      • Mudanças Climáticas
      • Terremotos, Vulcões e Tsunamis
      • Enchentes
      • Governança dos Oceanos
      • Tempestades e Ciclones
      Fonte: Global Risk 2011 – World Economic Forum
    • 1958
      Velocidade das mudanças x Gestão x Interdependência do Risco
      Menor velocidade = mais tempo para corrigir o rumo
      +
    • 1998
      Velocidade das mudanças x Gestão x Interdependência do Risco
      Aumento da quantidade de variáveis = menor tempo para corrigir o rumo
      +
    • 2008
      Velocidade das mudanças x Gestão x Interdependência do Risco
      Interdepêndencia do risco = sem margem de erro para corrigir o rumo
      +
    • Velocidade x Gestão x Interdependência
      “Trinta anos atrás, um gestor tinha a opção de ir devagar, esperando pela informação quando decisões estratégicas importantes eram necessárias.
      O gestor de hoje não tem esse luxo, o ritmo dos negócios acelerou e as decisões são requeridas imediatamente mesmo quando a informação usada está desatualizada.”
      Kenneth G. McGee; Heads Up; Gartner; 2004
    • Velocidade x Gestão x Interdependência
      “Nós observamos que empresas estão tendo dificuldades para tirar vantagem das oportunidades criadas pela informatização e pela globalização por que suas organizações não foram desenvolvidas para o novo mundo”
      Bryan & Joyce; Mobilizing Minds; McKinsey; 2007
    • Conflito de Interesses
      Restrição Orçamentária
      Falta de capacidade de gestão dos projetos
      Recomendação do Parecer x Decisão
      Desconhecimento dos riscos do negócio
      Indefinição do limite de competência para assumir Risco
      Sensação de “delegação” da responsabilidade
      Desconhecimento das implicações legais
      Falta de unicidade no Tratamento do risco
      Várias fontes e formas de Informação
      Indefinição do fluxo de informações
      Retenção da informação em silos
      Visão somente reativa
      Muitos Donos
      Falta de unicidade dos conceitos de Risco
      Falta de entendimento do que é Gestão de Risco
      Percepção Negativa da Gestão de Risco
      Burocracia desnecessária
      Aumenta os custos do meu projeto
      Só gera relatórios para entulhar a gaveta
      Inimigo da inovação
      Vai apontar um Culpado
      Portador de más notícias
    • Conflito de Interesses
      Restrição Orçamentária
      Falta de capacidade de gestão dos projetos
      Recomendação do Parecer x Decisão
      Desconhecimento dos riscos do negócio
      Indefinição do limite de competência para assumir Risco
      Sensação de “delegação” da responsabilidade
      Desconhecimento das implicações legais
      Falta de unicidade no Tratamento do risco
      Várias fontes e formas de Informação
      Indefinição do fluxo de informações
      Retenção da informação em silos
      Visão somente reativa
      Muitos Donos
      Falta de unicidade dos conceitos de Risco
      Falta de entendimento do que é Gestão de Risco
      Percepção Negativa da Gestão de Risco
      Pessimistas
      Burocracia desnecessária
      Aumenta os custos do meu projeto
      Só gera relatórios para entulhar a gaveta
      Inimigo da inovação
      Vai apontar um Culpado
      Portador de más notícias
    • Conflito de Interesses
      Restrição Orçamentária
      Falta de capacidade de gestão dos projetos
      Recomendação do Parecer x Decisão
      Desconhecimento dos riscos do negócio
      Indefinição do limite de competência para assumir Risco
      Sensação de “delegação” da responsabilidade
      Desconhecimento das implicações legais
      Falta de unicidade no Tratamento do risco
      Várias fontes e formas de Informação
      Indefinição do fluxo de informações
      Retenção da informação em silos
      Visão somente reativa
      Muitos Donos
      Falta de unicidade dos conceitos de Risco
      Falta de entendimento do que é Gestão de Risco
      Percepção Negativa da Gestão de Risco
      Pessimistas
      Burocracia desnecessária
      Aumenta os custos do meu projeto
      Só gera relatórios para entulhar a gaveta
      Inimigo da inovação
      Vai apontar um Culpado
      Portador de más notícias
    • Pontos de Atenção na Gestão de Risco
      “Não creia que será fácil eliminar um risco. Ao contratar um seguro, por exemplo, o que a pessoa realmente está comprando é a opção de exigir algo de alguém que, espera, cumprirá o prometido. Só transformou um tipo de risco em outro”
      Michael Hofmann – HBR
      “O grande teste da gestão de risco é continuar funcionando quando as coisas vão bem“
      Ranganath Mavinakere - HBR
    • Avaliação do Cenário Atual do Risco
      A capacidade de reagir e se adaptar rapidamente a mudanças e incertezas do ambiente é uma diferencial competitivo fundamental.
      Os sistemas de gestão não evoluíram na mesma velocidade que a complexidade do ambiente de riscos.
      Os gestores de risco ainda são vistos como uma “cambada” de pessimistas que teimam em botar defeito em todos os projetos.
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGRI
      • Proposta deFuncionamento do SGRI
      • O Processo de Gestão de Risco
    • A Demanda
      • Responsabilidade objetiva dos Gestores
      • Dever de proteger o capital do acionista e a imagem da Empresa
      • Migrar de uma Gestão reativa para uma proatividade como forma de alcançar os objetivos
      • Explicitar que objetivo e risco andam juntos
    • A Demanda
      - Implantar o Sistema de Gestão de Riscos
      Definir a estrutura e o funcionamento deste sistema
      Maximizar a integração de todos os tipos de iniciativas em Riscos, aumentando a convergência de metodologias, reuniões, entrevistas, workshops, reports e sistemas reduzindo todo tipo de redundância e inconsistência que possa existir na ação e interação entre os diversos atores envolvidos.
      Ser o mobilizador e catalizador de proposições de melhorias e criação de sinergia (taxonomias, classificações, indicadores).
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGR
      • Proposta deFuncionamento do SGR
      • O Processo de Gestão de Risco
    • Benefícios da Gestão de Risco
      - Aumentar a probabilidade de atingir os objetivos;
      • Estabelecer uma base confiável para a tomada de decisão e o planejamento;
      - Minimizar perdas;
      - Alocar e utilizar eficazmente os recursos;
      - Migrar para uma gestão proativa;
      - Melhorar a identificação de oportunidades e ameaças;
      - Atuar em conformidade com normas e leis;
      - Melhorar a governança;
      - Melhorar a confiança das partes interessadas;
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGR
      • Proposta deFuncionamento do SGR
      • O Processo de Gestão de Risco
    • DIRETORIA
      HOLDING
      Apoio à Gestão
      SGR HOLDING
      Propor Estrutura do SGR
      • Comitê Técnico de Riscos Política de Gestão de Riscos
      • Governança do SGR
      EMPRESAS
      SGR EMPRESAS
      Implantação do SGR
      Criação
      do Comitê Técnico
      Implementar o SGR
      • Implementar o Comitê
      • Implementar o processo de gestão de riscos
      Atuar para melhoria continua do SGR
      Monitorar, avaliar e realizar análise crítica do SGR
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGR
      • Proposta deFuncionamento do SGR
      • O Processo de Gestão de Risco
    • Comissão de Gestão
      DIRETORIA
      Política de Riscos
      Indicadores e Relatório de Riscos
      Comissão de Suporte à Decisão
      DIRETORIA
      Holding
      Corporativo
      Política de Riscos
      ANÁLISE E
      VALIDAÇÃO
      GESTORES E EMPRESAS
      Comitê técnico de Riscos
      Gestores máximos
      das empresas
      Coordenador executivo
      GRC
      Política de Riscos da Empresa
      Risco
      Governança
      Conformidade
      Metodologia e Gestão
      Sistema de Gestão da Informação
      Conhecimento de Risco
      SMS
      PROJETOS
      Difusão do
      Conhecimento
      INVESTIMENTOS
      SOCIETÁRIO
      Especialistas
      RS e
      IMAGEM
      Controle Interno
      e Auditoria
      Mercado
      INFORMAÇÃO
      Funcionamento do SGR
      Tratamento dos Riscos
    • Agenda
      • Cenário atual do risco nas Organizações
      • A Demanda
      • Benefícios da Gestão de Risco
      • Proposta de implantação do SGR
      • Proposta deFuncionamento do SGR
      • O Processo de Gestão de Risco
    • Autoridade e Responsabilidade
      Tratamento dos Riscos
      Relatórios, indicadores de risco,
      Proposta de Tratamento de Risco
      Análises Críticas e Monitoramento
      Política de Risco
      Corporação e Empresas
      Ambiente de Controle
      Alinhamento ao Objetivo Estratégico
      Compreensão dos Riscos
      Identificação dos Riscos
      Monitoramento e
      Análise Critica
      Informação e Comunicação
      Análise dos Riscos
      Avaliação dos Riscos
      Proposta de Tratamento de Riscos
      Fonte: Adaptação do Framework da NBR ISSO/IEC 31.000
      O Processo de Gestão de Risco
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
      - Compreensão dos Riscos
      • Identificar os Riscos
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
      - Compreensão dos Riscos
      • Identificar os Riscos
      • Avaliar e medir os Riscos
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
      - Compreensão dos Riscos
      • Identificar os Riscos
      • Avaliar e medir os Riscos
      • Analisar os Riscos
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
      - Compreensão dos Riscos
      • Identificar os Riscos
      • Avaliar e medir os Riscos
      • Analisar os Riscos
      - Proposta de Tratamento dos Riscos
    • O Processo de Gestão de Risco
      Ambiente de Controle
      - Alinhamento aos Objetivos Estratégicos
      - Informação e Comunicação
      - Compreensão dos Riscos
      • Identificar os Riscos
      • Avaliar e medir os Riscos
      • Analisar os Riscos
      - Proposta de Tratamento dos Riscos
      - Monitoramento e Análise Crítica
    • O Processo de Gestão de Risco
      Autoridade e Responsabilidade
      - Política de Risco
      - Tratamento de Risco
      Corporação e Empresas
    • O Processo de Gestão de Risco
    • O Processo de Gestão de Risco
    • O Processo de Gestão de Risco
    • Sucesso nos objetivos com menos risco!!
      André Horacio Guimarães dos Santosandrehor@hotmail.com http://br.linkedin.com/in/andrehor
    • E não esqueça a lanterna!!
      André Horacio Guimarães dos Santosandrehor@hotmail.com http://br.linkedin.com/in/andrehor