Your SlideShare is downloading. ×
0
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Contabilidade Básica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Contabilidade Básica

5,259

Published on

Conceitos Básicos de Contabilidade.

Conceitos Básicos de Contabilidade.

Published in: Business
2 Comments
10 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
5,259
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
2
Likes
10
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Contabilidade Básica André Faria Gomes @andrefaria
  • 2. Oferece informação para partes externasgoverno, investidores, etc.Contabilidade Financeira
  • 3. Contabilidade Gerencial Oferece informação para partes internas diretoria, gestão da empresa, tomadores de decisão
  • 4. Contabilidade FiscalOferece informação para finalidades fiscaisapuração de tributos e impostos ECD (Sped Contábil) FCont e-Lalur
  • 5. Práticas DiferentesCFC Gestão Fisco
  • 6. Tipos de EmpresasProprietorship (Empresário Individual)Partnership (Sociedade)Corporation (Shareholders)
  • 7. Regimes TributáriosSIMPLES Nacional (Supersimples)Receita bruta de até 240.000,00 (2011).O Simples Nacional implica o recolhimento mensal, mediante documento único.Lucro PresumidoO montante a tributado é determinado com base na receita bruta, através de alíquotasque variam de acordo com a atividade da empresa.Lucro RealLucro líquido do período, apurado com observância das normas das legislações comerciale societária, ajustado pelas adições, exclusões ou compensações prescritas pelalegislação do Imposto de Renda.
  • 8. LimitedaoLiability Limitado Capital Social
  • 9. GAPP Generally Accepted Accounting Principles by Financial Accounting Standards Board (FASB) Rules used to prepare, present, and report financialstatements for a wide variety of entities, including publicly traded and privately held companies, non-profit organizations, and governments
  • 10. CFC de Contabilidade Conselho Federal e CRCs Orientar, normatizar e fiscalizar o exercício daprofissão contábil, por intermédio (nos estados) dosConselhos Regionais de Contabilidade
  • 11. NICs Normas Internacionais de ContabilidadeInternational Financial Reporting Standards Framework for the preparation and presentation of Financial Statements
  • 12. CPCComitê de Pronunciamentos Contábeis As normas IFRS estão sendo atualmente adaptadas pelo CPC buscar a convergência da contabilidade brasileira aos padrões internacionais
  • 13. Lei 11.638/07O artigo 5o da Lei no 11.638/2007 foium marco importante para aContabilidade Brasileira porque permitiuaos órgãos reguladores (CVM, CFC, etc.)firmar convênio com CPC para adotarseus pronunciamentos e demaisorientações técnicas.Assim a evolução da contabilidadebrasileira acelerou, pois não maisdepende de uma lei ordinária para semodernizar e adotar a ContabilidadeInternacional.
  • 14. Essência sobre a Forma A operação deve ser apresentada de acordo com a sua substância e realidade econômica, e não meramente sua forma legal, demonstrando assim uma visão justa e verdadeira da situação patrimonial da empresa.
  • 15. Princípios daContabilidade
  • 16. Entidade Separação entre a Pessoa Física e a JurídicaO Patrimônio da Empresa jamais seconfunde com o dos Sócios A contabilidade da empresa registra somente alterações no patrimônio da mesma. Não se misturam operações de diferentes entidades, mesmo que pertençam ao mesmo grupo empresarial.
  • 17. Oportunidade Reliability PrincipleAs variações patrimoniais devem ser registradasimediatamente e de forma integral,independentemente das causas que asoriginaram, contemplando os aspectos físicos emonetários.Caso seja tratado um fato futuro, oregistro deve ser feito caso existacomo provar o seu valor. São oscasos de provisões como o deférias, 13º salário, etc.
  • 18. Registro pelo ValorPrinciple Cost OriginalElementos patrimoniais devem ser registradospor seus valores originais, expressos em moedacorrente do país. Transações em moedaestrangeira, devem ser convertidos à moedanacional.Os registros são efetuados com embasamentono valor de aquisição do bem ou pelo custo defabricação, incluindo-se, ainda, todos os gastosque foram necessários para colocar o bem emcondições de gerar benefícios presentes oufuturos para a empresa.
  • 19. CompetênciaDetermina que os efeitos dastransações e outros eventossejam reconhecidos nosperíodos que se referem,independentemente dorecebimento ou pagamento, deacordo com o fato gerador.
  • 20. Regimes Caixa Competência Cash Basis Accrual Basis Reporta receitas Reporta a receita quando recebe e quando ganha despesas quando (reconhece) e a paga. despesa quando incorre.Entrada e Saída de Caixa Ocorrência da Transação
  • 21. Reconhecimento da Receita no ganho Se um empresa recebe R$3000,00 para prestar um serviço por 3 meses. Registra-se R$1000,00 por mês.
  • 22. Prudência Ante duas alternativas, igualmente válidas, para a quantificação da variação patrimonial, será adotado o menor valor para os bens ou direitos e o maior valor para as obrigações ou exigibilidades. Baseia-se na premissa de "nunca antecipar Lucros e sempre prever possíveis Prejuízos.
  • 23. Período Contábil Time Period Concept Define o intervalo em que os demonstrativos contábeis (financial statements) serão preparados. Mensal Trimestral Anual
  • 24. Equação PatrimonialAtivo = Passivo + Patrimônio Líquido Assets = Liabily + Owerns Equity
  • 25. Patrimônio- Liabily Owerns Equity = Assets Líquido Representa os valores que os sócios ou acionistas têm na empresa em um determinado momento. Representa os direitos dos sócios sobre os ativos da empresa.
  • 26. Capital Social Representa Ações ou Quotas
  • 27. Reservas de CapitalSaldos em dinheiro que não podem ser distribuídos aos investidores por lucros ou dividendos
  • 28. Reservas de LucrosReserva Legal - Estabelecida para dar proteção ao credor. Pode ser utilizada apenas para compensar prejuízos eincrementar o capital social. É a única OBRIGATÓRIA.Reserva Estatutária - Instituída por determinação do estatuto da companhia. Sua finalidade e seus critériosdevem ser plenamente definidos.Reserva para Contingências - É constituída por uma parcela de lucros, com o intuito de amenizar prováveisperdas que venham prejudicar o resultado de exercícios futuros.Reserva de Retenção de Lucros - A empresa poderá reter parte do LLE para constituí-la com o objetivo deexpandir os negócios, criando filiais ou investir em novas empresas.Reserva de incentivos Fiscais - A empresa poderá constituir RIF quando do recebimento de doações esubvenções governamentais para investimentos.Reserva de Lucros a Realizar - constitui-se RLR quando o Dividendo Obrigatório ultrapassar o valor do LLErealizado financeiramente.
  • 29. PrejuízosAcumuladosRepresenta o saldo remanescente dosprejuízos líquidos das apropriações delucros e dos dividendos ainda nãodistribuídos, não capitalizados porém jáapropriados para Constar no PatrimônioLíquido na data do Balanço.
  • 30. Plano de Contas Chart of Accounts
  • 31. Ativo Assets Representam os direitos da entidade. Ativos são recursos econômicos que beneficiarão a empresa no futuro.
  • 32. Ativo CirculanteO Ativo mais próximo do líquido (a se realizar até o final do exercício) Caixa (Dinheiro, Cheques, Tickets, etc.) Bancos Mercadorias Tributos Recuperáveis Clientes Em conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 33. Ativo Não Circulante Antigamente chamado de Ativo Permanente Bens a se vender no curto prazo Contas a Receber Crédito de Impostos pagos a Maior (aplicar SELIC mês-a-mês) Depósito Judicial (redutora do passivo circulante) Em conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 34. Ativo Realizável a Longo Prazo Investimento Imobilizado IntangívelEm conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 35. Passivo LiabilityRepresenta asobrigações da entidade
  • 36. Passivo CirculanteO Passivo a se realizar até o final do exercício Fornecedores Empréstimos Títulos Salários Impostos a pagar Em conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 37. Passivo Não Circulante FinanciamentosEm conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 38. Patrimônio Líquido Capital Social (-) Gastos com Emissão de Ações Reservas de Capital Opções Outorgadas Reconhecidas Reservas de Lucros Reservas de Incentivos Fiscais (-) Ações em Tesouraria Ajustes de Avaliação Patrimonial Ajustes Acumulados de Conversão Prejuízos AcumuladosEm conformidade com Leis nos. 11.638/07 e 11.941/2009
  • 39. Partida Dobrada double-entry systemToda transação contábil envolve ao menos duas contas contábeis, sendo uma debitada e outra creditada D CPor isso os débitos e créditos estão sempre equilibrados
  • 40. ExemplosCompra de Mercadorias à Vista D Mercadorias 1000 C Caixa 1000Compra de Mercadorias a Prazo com Impostos Recuperáveis D Mercadorias 728 D ICMS a Recuperar 180 D PIS a Recuperar 16 D COFINS a Recuperar 76 C Fornecedores a Pagar 1000
  • 41. Receita Revenue
  • 42. Despesa Expense
  • 43. Natureza da ContaD AtivoC PassivoD DespesaC Receita
  • 44. Transação Transaction Qualquer evento que altere o patrimônio de uma entidade e possa ser registrado de forma confiável.Todas as transações devem ser registradas na contabilidade.
  • 45. Lucro e Prejuízo and Net Loss Net IncomeO Lucro ocorre quandoas receitas são maioresque as despesas e oPrejuízo quando asdespesas são maioresque as receitas.
  • 46. Distribuiçãodos Lucros Owners Withdraw
  • 47. Demonstrações ContábeisLei no 6.404/76 “Demonstrações Financeiras”, contém as seguintes peças contábeis:1. Balanço Patrimonial ao Final Do Período (BP)2. Demonstração Do Resultado Do Período (DR)3. Demonstração Do Resultado Abrangente Do Período (DRA);4. Demonstração Das Mutações Do Patrimônio Líquido Do Período (DMPL)5. Demonstração Dos Fluxos De Caixa Do Período (DFC)6. Notas Explicativas (NE)PME permite-se substituir a “DMPL” por “Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados” (3.18 Resol CFC1.255/09).
  • 48. Livro (DayBook) Journal DiárioRegistro de Todas as Transações
  • 49. Livro Razão LedgerExtrato da Conta ContábilTodas as transações do Diário sãotransferidas para o Razão (Posting)
  • 50. Balancete de Verificação Trial Balance Demonstrativo auxiliar de caráter que relaciona os saldos das contas remanescentes no diário
  • 51. Ajustes Adjusting EntriesLançamentos geralmente realizados no livro diáriono final do período contábil para alocar entrar esaídas no período em que realmente ocorreram.Despesas Antecipadas (Prepaid Expenses) Pago mas não utilizado, ouReceitas Antecipadas (Prepaid Expenses) Recebido mas não ganhoDespesas Provisionadas (Accrued Expenses) Incorrido mas nãoReceitas Provisionadas (Accrued Revenues) pago ou registradoDepreciaçãoAmortização
  • 52. Despesas AntecipadasCompra de Assinatura de Revista por $12 anuais Lançamento Inicial Despesa do Exercício Seguinte D Assinaturas a Apropriar (Ativo Circulante) $12 C Caixa $12 Ajuste (realizado mês a mês) D Publicações Técnicas (Resultado) $12 C Assinaturas a Apropriar $12De acordo com o artigo 179 da Lei nº 6.404/76, as aplicações de recursos em despesas doexercício seguinte serão classificadas no ativo circulante, no subgrupo de despesasantecipadas
  • 53. Receitas AntecipadasVenda de Assinatura de Revista por $12 anuais (Prepayments) Lançamento Inicial Caixa Receitas a Apropriar Ajuste (realizado mês a mês) Receitas a Apropriar Receitas
  • 54. Depreciação Divide o custo de um ativo por sua vida útil. Não se reduz a contra do próprio ativo, usa-se conta redutora (Depreciação Acumulada).
  • 55. Depreciação a Forma Essência sobre CPC 26 e 31 Alguns tributos como o PIS e COFINS, permitem que se credite sobre os encargos da depreciação. A receita federal apresenta uma tabela com os períodos de depreciação a se utilizar, porém contabilmente deve -se utilizar o período real de depreciação do bem.
  • 56. ProvisõesRepresentam estimativas de perda de ativos ou deobrigações. Esses eventos, embora já tenham seu fatogerador contábil ocorrido, não podem ser medidos comexatidão e têm portanto caráter estimativo.Provisões Retificadoras do AtivoAparecem no ativo de forma subtrativa, reduzindo o valor contábildo bem ou direito sob o qual se provisionaram custos ou despesas.Provisões PassivasSão classificadas no passivo exigível indicando obrigações.Dedutíveis / IndedutíveisA legislação do Imposto de Renda permite a sua dedutibilidadequando da determinação do lucro real de algumas provisões, e deoutras não.
  • 57. D – 13º Salário (Resultado)C – Provisão de 13º Salário (Passivo Circulante)R$ 15.981,00  
  • 58. Demonstrativos pós-ajustes Statements after Adjustments Alguns Demonstrativos são Preparados Depois dos Ajustes Balancete Ajustado (Adjusted Trial Balance) DR (Income Statement) DMPL (Statement of Owners Equity) Balanço (Balance Sheet)
  • 59. Balanço Balance SheetUma foto do estado patrimonial de uma entidade em uma determinado momento de sua existência
  • 60. Demonstrativo do Resultado Income Statement or Profit and Loss Statement (P&L) Demonstrativo de Receitas de Despesas Apresenta o Resultado (Lucro ou Prejuízo)
  • 61. AuditoriaAuditoria é em um exame cuidadoso e sistemático dasatividades desenvolvidas em determinada empresa ousetor, cujo objetivo é averiguar se elas estão de acordo com as disposições planejadas e/ou estabelecidas previamente, se foram implementadas com eficácia e se estão adequadas (em conformidade) à consecução dos objetivos.
  • 62. Obrigado @andrefaria http://blog.andrefaria.com http://blog.bluesoft.com.br

×