Citologia

6,764 views
6,689 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,764
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
157
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Citologia

  1. 1. CITOLOGIA Membrana Plasmática
  2. 2. Citologia – Ciência que estuda as células e suas funções. Homeostasia – Equilíbrio das funções vitais do organismo. <ul><li>Características da membrana plasmática </li></ul><ul><li>Responsável pela entrada e saída de substâncias; </li></ul><ul><li>Seleção do que entra e sai da célula (permeabilidade seletiva); </li></ul><ul><li>Manter a concentração celular adequada às atividades; </li></ul><ul><li>É flexível e regenera-se. </li></ul>Composição química da membrana plasmática Lipoprotéica – lipídios (fosfolipídios e colesterol) e proteínas.
  3. 3. <ul><li>Modelo Mosaico Fluído </li></ul><ul><li>Membrana plasmática é constituída por uma bicamada de lipídios, com dois grupos de proteínas dissolvidos nessa bicamada. </li></ul><ul><li>Essas proteínas são classificadas de acordo com sua posição na membrana: </li></ul><ul><li>Proteínas integrais: localizadas no interior da camada dupla de lipídios; </li></ul><ul><li>Proteínas periféricas: localizadas na periferia da membrana. </li></ul>As proteínas e os lipídios deslocam-se lateralmente produzindo um efeito dinâmico na estrutura. Algumas proteínas integrais entram em contato simultâneo com o meio externo (extracelular) e o citoplasma (intracelular), transportando substâncias para dentro e para fora da célula.
  4. 4. <ul><li>Na célula animal, além de lipídios e proteína, observa-se na face externa uma cobertura formada por glicoproteínas (carboidratos + proteínas), chamada glicocálix, que desempenha as seguintes funções: </li></ul><ul><li>Proteção; </li></ul><ul><li>Adesão; </li></ul><ul><li>Reconhecimento celular; </li></ul><ul><li>Inibição por contato. </li></ul>PAREDE CELULAR Envolve a célula. Nos vegetais é constituída basicamente de celulose. Bactérias e fungos também possuem. Nos fungos é constituída principalmente por quitina. Plasmodesmos: pontes citoplasmáticas que permitem a comunicação entre citoplasmas de células vizinhas. Lamela média: ponto de encontro de paredes celulares de células vizinhas.
  5. 6. ATIVIDADES PÁGINA 4
  6. 7. FISIOLOGIA DA MEMBRANA I De acordo com a diferença de concentração, substâncias atravessam a membrana celular. Meio mais concentrado -> Hipertônico Meio menos concentrado -> Hipotônico Mesma concentração -> Isotônico Solução = Soluto (em menor quantidade e é dissolvido) + Solvente (maior quantidade e dissolve) Transporte Passivo Maior gradiente de concentração Menor gradiente de concentração Transporte Ativo Menor gradiente de concentração Maior gradiente de concentração
  7. 8. <ul><li>Transporte passivo </li></ul><ul><li>Difusão simples </li></ul><ul><li>Ocorre em moléculas solúveis em lipídios que passam pela bicamada de lipídios sem auxílio das proteínas. Ex.: O 2 e CO 2 . </li></ul><ul><li>Difusão facilitada </li></ul><ul><li>Ocorre com moléculas que não são solúveis em lipídios que passam pela membrana através de proteínas carreadoras (permeases). Ex.: glicose. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Osmose </li></ul><ul><li>Passagem de água (solvente) através da membrana, do meio de menor concentração (hipotônico) para o de maior concentração (hipertônico), sem gasto de energia. Nas células é realizado por proteínas especiais chamadas aquaporinas. </li></ul>Em células vegetais, a parede celular impede o rompimento da membrana, mesmo em ambientes muito hipotônicos. Plasmólise – redução do volume interno. Deplasmólise – aumento do volume interno.
  9. 10. Transporte Ativo Movimento de partículas contra o gradiente de concentração (hipotônico -> hipertônico), com gasto de energia. No meio intracelular, a concentração do íon potássio (K + ) é maior do que no extracelular. No meio extracelular a concentração do íon sódio (Na + ) é maior do que no intracelular. Eles tendem a realizar difusão simples. Para manter a diferença de concentração, há o uso de transporte ativo, chamado de bomba de sódio-potássio, em que a proteína transmembrana ATP-ase bombeia constantemente o sódio para fora e o potássio para dentro da célula, gastando energia (ATP) proveniente da respiração celular.

×