A REPRESENTAÇÃO DO OLHAR BETA                                                Ser um jovem beta significa ser alguém com gr...
METODOLOGIAS APLICADAS       BETA COLORS                         METODOLOGIAS                          APLICADAS
METODOLOGIAS APLICADAS                                BETA COLORSO DESENVOLVIMENTO                 01 SONDAGENS QUALIDO PR...
ANÁLISE        BETA COLORS          UM NOVO JOVEM          ENTRE O MUNDO           E UMA VIDA EM              ARACAJU.
ANÁLISE                                                                   BETA COLORSARACAJU: UMA CIDADE PARADOXAL        ...
ANÁLISE                                                                 BETA COLORSUM NOVO JOVEM EM UMA VERSÃO BETACom um ...
ANÁLISE                                  BETA COLORSUM FUTURO COM MAIS DIVERSIDADEUm desejo tão forte que se desdobra em d...
VALORES        BETA COLORS           CINCO VALORES            QUE DEFINEM          COMO OS JOVENS          AGEM, PENSAM E ...
VALORES                    BETA COLORS01 HIPER AUTENTICIDADEA força que emerge da multiplicidade.Misturar o conhecimento l...
VALORES                         BETA COLORS          04 APROPRIAÇÃO BETA          Manter-se atualizado o tempo todo.      ...
RETRATOS        BETA COLORS              RETRATOS            DOS 18 JOVENS           QUE CO.CRIARAM             ESSE ESTUD...
RETRATOS                                     BETA COLORS                     ALISSON COUTTO                     31 anos, M...
RETRATOS                                  BETA COLORS                   MÁRCIA PACHECO                       29 anos, Jorn...
RETRATOS                                    BETA COLORS                   DÂNDOLO SANTOS                            23 ano...
RETRATOS                                      BETA COLORS                           HÉLOA ROCHA                           ...
RETRATOS                                 BETA COLORS                   ARTHUR SOARES                      25 anos, Jovem P...
RETRATOS                                 BETA COLORS                  THAISA BIANCHI                   22 anos, Estudante ...
RETRATOS                                   BETA COLORS                        LUCIANO MELO                 21 anos, Estuda...
RETRATOS                                    BETA COLORS                         MÔNICA MEIRA                          24 a...
RETRATOS                                    BETA COLORS                  MAURÍCIO PASCOAL                                2...
RETRATOS                                    BETA COLORS                  MARCELA PEDRITA                              23 a...
RETRATOS                                    BETA COLORS                    GUSTAVO NABUCO                24 anos, Músico e...
RETRATOS                                     BETA COLORS                     YASMIN BARRETO                               ...
RETRATOS                                BETA COLORS                     STEVEN ELLICE                  29 anos, Economista...
RETRATOS                                   BETA COLORS                           DÉBORA HÜTZ                         23 an...
RETRATOS                                  BETA COLORS                   RAFAEL CORCÍNIO                           27 anos,...
RETRATOS                                       BETA COLORS                            THIAGO ROCHA                  26 ano...
RETRATOS                                 BETA COLORS                   ISABELE RIBEIRO                  23 anos, Empresári...
RETRATOS                                     BETA COLORS                           VICTOR BALDE                        28 ...
WWW.COLORUP.MEFACEBOOK.COM/COMUNICACAOUP        ARACAJU-SE
Beta Colors Project
Beta Colors Project
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Beta Colors Project

2,731

Published on

Report do projeto de inspiração desenvolvido pela UP que teve como objetivo entender e captar valores, desejos e aspirações que estão em movimento no jovem aracajuano em relação à sua conexão com o mundo e a nossa cidade.

Published in: Education
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,731
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Beta Colors Project

  1. 1. A REPRESENTAÇÃO DO OLHAR BETA Ser um jovem beta significa ser alguém com grande capacidade de influenciar a vida de outras pessoas, com base no seu comportamento, nível de informação e forma como se expressam. Inovadores e atentos a tudo que é novo, eles captam tendências de forma rápida e as transmitem para o grupo mainstream. Portanto, neste trabalho foram investigados os betas em consumo de referências e manifestações socioculturais globais. Jovens locais que possuem uma profundaO projeto Beta Colors é um estudo de conexão com o mundo, seja pelo hábito de viajar, ou simplesmente ainspiração desenvolvido pela UP que teve paixão por saber mais e se expressar cada vez melhor.como objetivo entender e captar valores,desejos e aspirações que estão em movimentono jovem aracajuano em relação à sua conexão ALPHAS CRIADORES DE TENDÊNCIAS.com o mundo e a nossa cidade. Ele surgiuatravés da nossa metodologia de trabalho –Color UP – desenvolvida a partir de processos BETAS CONECTAM ALPHAS AO MAINSTREAM. PODER DE DISSEMINAÇÃO.colaborativos e co-criação para identificaçãode tendências de comportamento edecodificação de manifestações culturais MAINSTREAMemergentes pelo mundo afora. THE FOLLOWERS COM QUEM FALAMOS Jovens Betas > 18 a 35 anos > Classes A/B/C -Que são abertos a novos conceitos, interessados em inovação e bem informados. -Que consomem múltiplas referências e ideias de manifestações socioculturais globais.WWW.COLORUP.ME -Que já estão agindo no presente e pensando no futuro próximo.ABRIL 2013 -Que são ativos na internet e participantes em redes sociais.
  2. 2. METODOLOGIAS APLICADAS BETA COLORS METODOLOGIAS APLICADAS
  3. 3. METODOLOGIAS APLICADAS BETA COLORSO DESENVOLVIMENTO 01 SONDAGENS QUALIDO PROJETO FOI Abordagens preliminares com jovens de diferentes idades e perfis comportamentais para buscar informações sobre oCONDUZIDO ATRAVÉS poder de influência de outras pessoas dentro do seu círculo deDE QUATRO MÓDULOS convivência e realizar o recrutamento para a fase seguinte.DE PESQUISA. 02 WEB INVASION Acompanhamento e análise do comportamento on-line de mais de 250 jovens aracajuanos de origens, formações e áreas de atuação distintas para que fosse possível mapear um heterogêneo e especial grupo de jovens betas. 03 DISCUSSÕES EM GRUPO Encontros de interação realizados com dezoito jovens identificados na fase anterior com o intuito de promover uma abordagem qualitativa para discussão e aprofundamento de hipóteses. 04 ENTREVISTAS EM PROFUNDIDADE Relatos individuais da história de vida dos jovens presentes nos grupos de discussão para compreensão de seus principais valores, crenças, papeis e expectativas quanto ao futuro.
  4. 4. ANÁLISE BETA COLORS UM NOVO JOVEM ENTRE O MUNDO E UMA VIDA EM ARACAJU.
  5. 5. ANÁLISE BETA COLORSARACAJU: UMA CIDADE PARADOXAL EM BUSCA DE UMA CONEXÃO COM O MUNDODe um lado, grandes obras públicas e um efervescente mercado Estar em uma cidade pautada por um modo de viver tranquilo comimobiliário que simbolizam um rápido crescimento econômico. Do traços ainda conservadores e bases políticas familiares definitivamenteoutro, uma cidade com um jeito provinciano de viver que reflete não corresponde à pluralidade que esses jovens aspiram em relação aocostumes típicos do interior. Esta é a paradoxal Aracaju, a menor contexto de vida pessoal, profissional e, acima de tudo, social.capital do Nordeste, que surgiu há 158 anos planejada desde o iníciopara se tornar símbolo de modernidade por seguir o estilo das cidades Se você parar para pensar, quando alguém ou a mídia fala sobreeuropeias com ruas em linhas retas e quarteirões simétricos. “viver bem” em Aracaju, ela foca toda a atenção a um viver estático. Diretamente relacionado a uma noção de tranquilidade fomentada porHoje, com pouco mais de 550 mil habitantes, a capital possui hábitos aspectos estruturais como geografia, condições naturais e organizaçãode cidade pequena com ares de metrópole. Com aproximadamente do espaço urbano. Porém, o que esses jovens buscam é um viver muito200 mil veículos trafegando por suas ruas ao mesmo tempo em que mais dinâmico, que tem a ver com realizar mudanças na forma de pensaré dona da maior malha cicloviária do país, foi eleita em 2008 pelo a sua cultura e a vida em sociedade. Um viver que abraça a liberdadeMinistério da Saúde como a cidade da “qualidade de vida” do Brasil de se comportar como jovem, com a sua inerente parcela de caos epor ter a maior média no quesito “bons comportamentos”. Por isso, transformação.quando o assunto é “viver bem”, Aracaju representa o sonho demuitos brasileiros dispostos a abrir mão de uma rotina agitada por E, diante de toda essa inquietação em busca do novo e inexplorado,uma vida com mais tranquilidade. vive-se um delicado momento em que a realidade se torna sufocante e tão limitadora que tudo o que eles mais querem é encontrar um ponto deContudo, melhor seria se ao invés de representar um modelo nacional partida para se libertar das convenções locais para finalmente se sentirde “viver bem”, Aracaju já fosse a melhor cidade para (se) viver – no conectados com o mundo e todas as possibilidades de escolhas que elesentido mais amplo que essa palavra possa ter. E quem diz isso são pode oferecer.jovens que, apesar de terem muito orgulho da identidade que a cidadeconquistou nos últimos anos, se encontram diante de um profundo E sabe o que isso representa? Um movimento sobre um crescentedescompasso entre a atual realidade sociocultural da capital e a número de jovens que estão pensando e agindo de forma diferente.realidade sociocultural que eles querem viver.
  6. 6. ANÁLISE BETA COLORSUM NOVO JOVEM EM UMA VERSÃO BETACom um novo estilo de vida que une o local ao global, eles estão em E por falar em mudanças, elas já estão acontecendo nesse exatoconstante atualização deixando de lado velhos paradigmas de uma momento, porém de uma forma bastante tímida, silenciosalógica de pensamento linear para criar um repertório próprio com e fragmentada. Como se cada jovem estivesse exercendodiferentes referências, conhecimentos e habilidades. Sendo que é separadamente uma influência positiva dentro dos seus círculosmuito importante destacar que esse verdadeiro “mash up” cultural de convivência. A diferença é que alguns ainda mantêm umavai muito além de uma busca intelectual. postura mais individualista apenas acumulando o próprio conhecimento, enquanto outros, através de ações coletivas, jáMais que qualquer outra coisa, se sentir “cidadão do mundo” encontraram um canal para amplificar suas ideias e fazer o fluxoé como conquistar um pilar fundamental para que o jovem se circular de forma transversal por diferentes grupos.conheça melhor, explore suas potencialidades e, principalmente,se conecte consigo mesmo. E essa conexão faz toda a diferença Ansiosos, comunicativos e proativos, eles aprenderam com opara que sua autoestima ganhe forças e transforme qualquer tipo mundo que para não se sentirem como uma alma perdida numade pressão social por uniformidade em expressão pessoal com imensidão escura eles precisam transformar frustração embase na autenticidade. otimismo, sonho em ação. E isso se torna bem claro se pararmos para observar a quantidade de bandas, projetos, eventos e festasNo entanto, se você pensa que romper o padrão já “estabelecido” independentes que vêm surgindo na cidade nos últimos anos.para encontrar um caminho próprio é uma tarefa fácil, vocêestá completamente enganado. Durante esse percurso existe Mas, apesar de muito estar sendo feito por iniciativa própria, se hámedo, insegurança e sensação de solidão. Existe drama, críticas, um desejo desses jovens que vai além da qualidade de vida que apreconceitos e avaliações. Mas, para superar tudo isso, uma coisa cidade oferece por tudo ser perto e reunir tantas belezas naturais,é fundamental: coragem. Coragem para acreditar, se arriscar ele se resume a uma única palavra: diversidade.em novos projetos, tentar uma profissão não tradicional, fazersacrifícios, estar disposto a quebrar a cara e nunca esquecer quetudo é definitivo até que alguém decida mudar.
  7. 7. ANÁLISE BETA COLORSUM FUTURO COM MAIS DIVERSIDADEUm desejo tão forte que se desdobra em diferentes dimensões,partindo da diversidade quanto a expressão individual, escolhasprofissionais, oportunidades de carreira, políticas de incentivo àindústria criativa e a novos movimentos socioculturais e chegando atémesmo à diversidade de definições em prol do não-dualismo sobreo que é certo ou errado, aceitável ou não aceitável. Acima de tudo, oimportante é romper com qualquer noção de uniformidade.Esse desejo, no entanto, esbarra de frente com questões muitomaiores enraizadas fortemente na história política e cultura socialda cidade. E que, por serem elementos muito antigos e consolidados,para se transformarem eles dependem de um importante fator:tempo. Acontece que ser jovem não dura para sempre. E como Aracajuainda não está pronta para a pluralidade de aspirações desses jovens,encontramos hoje não só uma cidade paradoxal, mas também umageração envolvida dentro de outro paradoxo entre: ficar ou partir.Uma dúvida que faz Aracaju ainda não ser a “cidade do presente”.Mas que já deixa claro a existência de um otimismo coletivo que aposiciona como a “cidade do futuro”. Porque quem quer ir emborahoje, um dia pretende voltar. E aqueles que já escolheram ficar,esperam acompanhar de perto essa transformação acontecer.
  8. 8. VALORES BETA COLORS CINCO VALORES QUE DEFINEM COMO OS JOVENS AGEM, PENSAM E SE RELACIONAM.
  9. 9. VALORES BETA COLORS01 HIPER AUTENTICIDADEA força que emerge da multiplicidade.Misturar o conhecimento local a referênciasglobais é um passo fundamental para definiruma identidade própria e, acima de tudo,se expressar de forma autêntica.02 TRANSVALORAÇÃOConceitos antes muito bem definidos setornam relativos e discutíveis. Surge acultura do “e” no lugar do “ou” formandouma mentalidade de integração, respeitoe civilidade, sem barreiras e rupturas.03 EXPERIMENTALISMOJovens muito mais abertos à experimentaçãoe trajetos menos lineares. O emprego fixodeixa de ser o eixo central e passa a coexistirsimultaneamente com projetos independentes,práticas e ações em universos reais ou virtuais.
  10. 10. VALORES BETA COLORS 04 APROPRIAÇÃO BETA Manter-se atualizado o tempo todo. É importante estar aberto ao novo para incorporar mudanças, expandir qualidades e criar um repertório particular. 05 SUPER AÇÃO Sentir-se capaz de se manifestar e fazer mudanças. Diante das incertezas do cotidiano e dos pensamentos ainda conservadores, é preciso coragem para deixar de sonhar, agir e construir novos caminhos.
  11. 11. RETRATOS BETA COLORS RETRATOS DOS 18 JOVENS QUE CO.CRIARAM ESSE ESTUDO JUNTO COM A GENTE.
  12. 12. RETRATOS BETA COLORS ALISSON COUTTO 31 anos, Músico e Produtor Cultural. Músico há 17 anos, já participou de várias bandas do cenário sergipano. Dentre elas, destacam-se: Naurêa, Reação, Quilombo e Cabedal. Com passagem na gestão pública, atuou na FUNCAJU como Diretor de Cultura e na SECULT/SE no setor cultural. Além disso, foi um dos idealizadores de projetos como Beco dos Cocos e Feirinha da Gambiarra. Hoje, toda a sua atenção está voltada para a Coutto Orchestra, um projeto pessoal que acabou se transformando em uma super iniciativa que reúne diferentes músicos e múltiplos instrumentos com o objetivo de criar um som definido como Eletrofanfarra. O projeto deu tão certo que, além de estar com vários shows marcados em Sergipe e pelo Brasil afora, em julho a banda partirá para uma turnê pela Europa, sendo que em setembro vai ser uma das atrações do Brazilian Day em Los Angeles.
  13. 13. RETRATOS BETA COLORS MÁRCIA PACHECO 29 anos, Jornalista e Blogueira. Iniciou sua carreira como jornalista, tendo passado pelo rádio, pelo webjornalismo até chegar ao jornalismo impresso. Foi escolhida em 2012 como jornalista do ano pela ADEMI/SE. Amante de moda, design e arquitetura, criou em 2011 o blog Casa de Paetê para se manter conectada com a sua profissão, sua cidade e todas as referências que lhe inspiram. Após quatro anos trabalhando em um dos maiores jornais da cidade, desempenhando diversas funções no diário, largou tudo por amor. Hoje sua pretensão é fazer a paixão por estilo se tornar uma profissão através de ações concretas, seja a partir de uma nova formação, abertura de uma loja, criação de um evento ou a elaboração de uma revista.
  14. 14. RETRATOS BETA COLORS DÂNDOLO SANTOS 23 anos, Designer Gráfico e Co.criador da marca Sub. Trabalha como designer no Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação, uma ONG que realiza projetos para desenvolver tecnologias sociais de desenvolvimento humano. Recentemente participou do “Arte com Ciência”, um projeto multidisciplinar feito para elaborar um método de contribuição ao ensino médio brasileiro através da inserção de mais referências e cientificidade no sistema escolar. Além disso, em 2012 monitorou voluntariamente aulas de arte para adolescentes do interior do Estado. É militante pela causa LGBTT no grupo Mão Roxa, uma iniciativa que visa defender os direitos desse universo, através de um sistema mais justo, além de promover uma maior visibilidade à causa. Criou, junto com outros dois jovens, a marca Sub Antiwear, um coletivo criativo que desenvolve, além de produtos como camisetas e prints, colaborações culturais ligadas à subculturas e comportamentos autênticos.
  15. 15. RETRATOS BETA COLORS HÉLOA ROCHA 24 anos, Atriz, Cantora, Formada em Artes Visuais. Iniciou sua carreira de atriz aos 14 anos e, desde então, já atuou em diferentes companhias locais desenvolvendo espetáculos por praticamente todo o Estado. Influenciada por suas raízes familiares, o multiculturalismo e referências contemporâneas, em 2009 montou uma banda e deu início a sua carreira na área musical. Após shows, ensaios e composições próprias, em maio deste ano está lançando seu primeiro álbum autoral. Em 2012, participou de dois projetos do Governo Federal para inspirar e transformar a vida de jovens carentes do interior do Estado através de aulas de teatro. Hoje, após 10 anos de carreira atuando no cenário artístico local, pretende em julho deixar Aracaju e morar em São Paulo para adquirir novos conhecimentos e conquistar novas oportunidades.
  16. 16. RETRATOS BETA COLORS ARTHUR SOARES 25 anos, Jovem Pai, Fotógrafo, formado em Jornalismo. Fotógrafo desde 2008, já trabalhou para o Governo do Sergipe, o portal online Infonet e o Jornal Cinform realizando coberturas jornalísticas de caráter editorial. Influenciado por diversas referências europeias, deixou de lado um emprego fixo para explorar um diferente caminho profissional e potencializar um novo estilo de fotografia no mercado local. Criador do projeto SNAPIC junto com Victor Balde, uma iniciativa que desde 2008 vem fotografando bandas sergipanas e que, em 2011, transformou todo o material em uma exposição e um livro de fotografia da música de Sergipe. Apaixonado pelas artes em geral, tem aproximação com múltiplas ações que envolvem criatividade. Adora pedalar e tem forte atuação no movimento Bicicletada.
  17. 17. RETRATOS BETA COLORS THAISA BIANCHI 22 anos, Estudante de Relações Internacionais e diretora de Relações Públicas da AIESEC em Aracaju. Aos 18 anos, largou a faculdade de Direito para viver por seis meses em Paris, mesmo sem falar nada do idioma. Tudo isso por causa de um objetivo: ter uma experiência de vida única e desafiadora. Hoje, trabalha na AIESEC - uma organização independente, sem fins lucrativos - criando oportunidades para que jovens locais possam realizar intercâmbios profissionais e voluntários em diferentes lugares do mundo. Acredita que seu papel na sociedade é ser um agente positivo de mudanças, capaz de realizar transformações através de ações e ideias simples. Pretende conhecer muitos outros lugares do planeta, se engajar cada vez mais com o universo das artes e realizar um trabalho voluntário em um campo de refugiados.
  18. 18. RETRATOS BETA COLORS LUCIANO MELO 21 anos, Estudante de Publicidade, Skatista e Guia de Turismo para os EUA. Influenciado por múltiplas referências do universo do rock, hip hop e punk rock norte-americano, seu estilo pessoal cria uma releitura no lifestyle skater local. Considera que uma das experiências mais incríveis de sua vida foi andar de skate ao lado de outros jovens pelas ruas do Brooklin em New York. Acredita que as pessoas ainda precisam amadurecer suas percepções sobre o skate e vê-lo não como uma brincadeira de adolescente, mas sim como algo “adulto”, que envolve muita seriedade e responsabilidade. Planeja viver em Aracaju por causa de toda a tranquilidade, porém deseja sempre viajar para fugir de qualquer pensamento “padrão” que possa limitar sua visão de mundo.
  19. 19. RETRATOS BETA COLORS MÔNICA MEIRA 24 anos, Estudante de Direito. Desde os 10 anos, escreve roteiros, poemas, crônicas, músicas, contos e textos sem forma ou padrão, sendo que algumas das suas produções são publicadas em um blog pessoal. Apaixonada por literatura, em 2012 foi umas das vencedoras do concurso literário nacional da Chamex ao contar uma de suas aventuras em Paris. Pretende construir uma carreira menos convencional no Direito. Dentre algumas de suas pretensões está a de utilizar seu conhecimento para desenvolver um estudo social sobre o Feminismo Árabe no Irã. Quando viaja, procura não fazer passeios de turista, mas sim organizar o próprio roteiro, observando a rotina e, inclusive, alugando um apartamento ao invés de se hospedar em hotel, só para se sentir “local” por alguns dias.
  20. 20. RETRATOS BETA COLORS MAURÍCIO PASCOAL 24 anos, Estudante de Jornalismo e Blogueiro. Em busca de uma oportunidade de trabalho que tornasse possível sua vontade de ajudar outras pessoas, aos 17 anos, se alistou como voluntário para cuidar de crianças com câncer. Em paralelo a diferentes estágios, estudou direção de fotografia para cinema, participou de oficinas de teatro e produziu o documentário “Força Maior” sobre o cotidiano de uma comunidade carente local. Aos 22 anos, criou o blog de moda masculina “Oxique” para compartilhar seus conhecimentos sobre esse universo e inspirar outros jovens a encontrarem um estilo próprio na hora de se vestir. Em julho deste ano, está indo morar em Florença e Milão para estudar moda e realizar seu sonho de trabalhar com o jornalismo nessa área.
  21. 21. RETRATOS BETA COLORS MARCELA PEDRITA 23 anos, Empresária e Estudante de Arquitetura. Em 2011, influenciada por blogueiras internacionais, deu início ao seu primeiro projeto pessoal chamado “Pedrz” que trouxe para o mercado da moda local uma nova estética de pulseiras e acessórios. Movida pela vontade de lançar novidades e promover um estilo pessoal único, em 2012, lançou junto com a sua irmã o “Caguru Shop”, uma loja online que é um mix entre blog e brechó de roupas diferenciadas. Sempre envolvida pelo universo da moda, este ano foi um destaques no guia de estilo de verão da Farfetch Brasil, um dos maiores sites brasileiros do segmento. Apesar de adorar Aracaju por viver um ritmo de vida mais calmo, pretende conhecer cada canto do mundo para buscar novas referências, sendo que o Peru será um dos primeiros destinos.
  22. 22. RETRATOS BETA COLORS GUSTAVO NABUCO 24 anos, Músico e Estudante de Medicina. Após dar aulas de inglês para crianças e cursar alguns meses de Engenharia Civil e Publicidade, aos 19 anos quis mudar seu rumo e ingressar no curso de Medicina. Conectado ao universo da música, já participou da formação de duas bandas locais de rock alternativo, tocou durante três anos em diferentes duplas sertanejas, se apresentou em 2010 no palco do The American Idol Experience na Florida e atualmente é integrante da banda de rock Wyllards. Sendo portador do Greencard, precisa todos os anos viajar para os EUA. Entre essas viagens, em 2008 trabalhou cinco meses como “copy clerk” para realizar, por conta própria, um “mochilão” pela Europa. Para um futuro próximo, pretende terminar sua formação e começar uma residência fora do país, sendo que a maior possibilidade está nos EUA.
  23. 23. RETRATOS BETA COLORS YASMIN BARRETO 24 anos, Ex-blogueira, Formada em Jornalismo. Em 2011, criou o blog “Coisa de Cinema” impulsionada pela vontade em compartilhar sua paixão sobre filmes, desde os mais clássicos aos mais atuais, dos alternativos aos comerciais. Após concluir sua formação, aos 22 anos, decidiu morar em Paris e viajar pela Europa durante alguns meses para que pudesse “se libertar” e abrir portas para o “novo” e o “desconhecido”. Apesar de ser otimista em relação ao futuro da sua profissão em Aracaju, percebe que o tradicionalismo das gestões familiares nos meios de comunicação locais ainda limita, e muito, o potencial do jovem aracajuano engajado por mudanças. Hoje, seu sonho é trabalhar na ONU ou em alguma de suas agências, mesmo que não seja na sua área, por acreditar no poder de transformação que a organização representa no mundo.
  24. 24. RETRATOS BETA COLORS STEVEN ELLICE 29 anos, Economista, Mergulhador e Instrutor de Mergulho e Marinheiro. Aos 24 anos deixou de lado sua formação em Economia e um trabalho fixo para se tornar mergulhador, viajar o mundo e conhecer o maior número de lugares e culturas possíveis. Desde então, já trabalhou na Indonésia, no Timor-Leste, na Espanha, na ONG britânica Frontier nas Ilhas Fiji e, atualmente, está em um novo trabalho em Perth, na Australia. Acredita que uma pessoa precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar a arrogância que nos faz ver cada lugar como o imaginamos, e não como ele é ou pode ser. Compartilha todas as suas temporadas fora do país entre amigos e familiares através de um blog pessoal com fotos, curiosidades e descobertas de cada lugar.
  25. 25. RETRATOS BETA COLORS DÉBORA HÜTZ 23 anos, Blogueira e Estudante de Design Gráfico. Apesar de estudar design gráfico, sempre esteve envolvida ao universo da moda, através do interesse e da participação em projetos de produção e pesquisa nessa área. Acredita que em Aracaju os movimentos socioculturais acontecem de forma lenta e pontual, por isso afirma que suas principais influências surgem em grandes metrópoles, lugares onde tudo acontece e várias culturas se encontram e se misturam ao mesmo tempo. Em 2011, criou junto com duas amigas o blog “Dommas” para se sentir mais conectada com o mundo e estar mais próxima a diferentes assuntos relacionados à moda, música e entretenimento. Hoje, é uma das organizadoras do bazar hipster “Lavou, tá novo”, evento múltiplo e colaborativo que vem conquistando um espaço bastante significativo no cenário jovem local.
  26. 26. RETRATOS BETA COLORS RAFAEL CORCÍNIO 27 anos, Publicitário e DJ. Aos 24 anos largou tudo para morar em Toronto, lugar onde deu início a sua carreira como Dj, tocando ao lado dos maiores nomes do cenário da música eletrônica canadense. Vencedor durante três anos consecutivos no concurso realizado pelo Rio Music Conference que elege os melhores set-DJs do país. Após sua temporada fora do país voltou para Aracaju para trazer novas referências para o universo local, começar a produzir suas próprias músicas e comandar uma oficina para lançar novos DJs. Apesar de ter um carinho especial pela cidade, pretende voltar a morar em grandes metrópoles para aprender mais e continuar sendo uma “ponte” de transformações entre realidades distintas.
  27. 27. RETRATOS BETA COLORS THIAGO ROCHA 26 anos, Ex-jornalista, Artivista e Músico. Um dos 20 estudantes brasileiros selecionados pela Embaixada dos Estados Unidos para estudar, observar e cobrir as eleições americanas de 2008, através de um programa conduzido pela Universidade Estadual da Carolina do Norte. Após fazer várias viagens pela América Latina e trabalhar como jornalista durante todo o ano de 2010, largou a carreira para fazer um mestrado e tentar levar uma vida mais idealista. Em 2012 passou cinco meses em New York vivendo com o movimento Occupy Wall Street, tanto para perseguir um sonho ideológico quanto para realizar sua pesquisa empírica de mestrado. Pretende publicar um livro em breve sobre tudo isso. Acredita que a grande transformação do mundo e a reconstrução da realidade só tem potencial de existir verdadeiramente do lado de fora da esfera institucional, a partir da ação de cada indivíduo, e em conjunto com todos os outros.
  28. 28. RETRATOS BETA COLORS ISABELE RIBEIRO 23 anos, Empresária, Estudante de Arquitetura e Professora de Ballet. Em 2010, criou o blog “Xique Xique” com o objetivo de compartilhar inspirações de diferentes lugares do mundo, presentes no universo da moda, da arte e da arquitetura. A partir do sucesso do seu blog, transformou seu sonho em um desejo concreto através da criação do Mercado Xique, um estúdio de ideias que elabora diferentes produtos e projetos a partir de pesquisas em referências artísticas locais e globais. Apaixonada pelo universo da dança, começou no ballet aos oito anos de idade. Após alguns anos, transformou sua paixão em profissão. Hoje, dá aulas de ballet na Casa Rua da Cultura, ao mesmo tempo que cursa Arquitetura e administra seus diversos projetos. Co.criadora da Feirinha da Gambiarra, um projeto independente que, desde 2012, reúne artistas, músicos e jovens talentos para expor seus trabalhos em um ambiente descontraído e ao ar livre.
  29. 29. RETRATOS BETA COLORS VICTOR BALDE 28 anos, Body Piercer e Fotógrafo. Movido por uma filosofia de vida com base nos direitos animais, desde 2004 Victor é adepto ao Veganismo e um exemplo para as pessoas refletirem sobre a causa. Iniciou sua carreira em 2003 através de produção de shows de Punk/Hardcore, no entanto foi na fotografia que ele encontrou sua paixão. Atua em diversos projetos locais em parceria com outros jovens. Dentre eles, destacam-se: SNAPIC (registro da fotografia de música de Sergipe) junto com o Arthur Soares e Zons - Diálogos Músicoimagéticos, um movimento colaborativo marcado pelo lançamento de um dvd com cinco bandas da cena musical independente. Suas manhãs começam às 5h, seja para pedalar ou fotografar para o Snapic @ Street, um projeto que transforma fotos em grandes paineis colados nas ruas. Planeja, a partir de 2015, passar 1 mês por ano vivendo em um país diferente.
  30. 30. WWW.COLORUP.MEFACEBOOK.COM/COMUNICACAOUP ARACAJU-SE
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×