Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs   1
Seja Nosso Parceiro no Combate à Cópia IlegalA cópia ilegal é crime. Ao efetuá-la, o infrator estará cometendo um grave er...
André Campos Machado                   Luciano Vieira Lima               Ano: 2005 2004 2003 2002              Edição: 9 8...
Copyright © 2002 da Editora Érica Ltda.                Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)            ...
&Fabricante   Produto: Sound Forge 5.0   Fabricante: Sonic Foundry, lnc   http://www.sonicfoundry.com/   Media Services He...
Requisitos Mínimos deHardware e de Software                                             &    ♦    Pentium II 300 MHz ou su...
&Dedicatória             Aos nossos alunos de ontem, hoje e amanhã,                   motivadores do nosso trabalho.   A D...
&Agradecimentos    Ao Edson Simão pela ajuda em capturar as janelas dos programas e    pelas dicas de como resolver os pro...
Sobre os Autores                                                  &   André Campos Machado (andrecampos@triang.com.br)   M...
10   Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
&Prefácio   Quando se fala em restaurar o som de LPs, gravar CDs, eliminar   ruídos de gravações, logo se imagina um grand...
&Apresentação     Este trabalho é, antes de tudo, uma poderosa ferramenta didática     para qualquer nível de conhecimento...
&Índice AnalíticoCapítulo 1 - Apresentação do Sound Forge 5.0 .................................................... 17     ...
3.8.     Inserir Silêncio ........................................................................................57      ...
7.1.2. Retirar o Nível DC com Precisão.............................................. 108         7.2.     Eliminando Ruído...
10.11. Limite Mínimo da Audição de um Ruído ............................................ 160        10.12. Amplificando ou...
Apresentação do                                        Sound Forge 5.0              011.1. Sound Forge 5.0                ...
1.2. Sobre a Instalação do Sound Forge 5.0       Sound Forge é um produto da Sonic Foundry, empresa que possui umasérie de...
Clique aqui.6. Clique no botão Close da janela Tip of the Day (dicas do dia) para fechá- -   la e entrar no programa.1.4. ...
1.5. Sair do Windows 95, 98 ou ME1. Clique no menu Iniciar, localizado na parte inferior esquerda do monitor.2. Clique em ...
1.6. Salvar      Quando você trabalha com um computador, usa uma variedade deprogramas para criar diferentes tipos de docu...
Escolha aqui o                                                       diretório em que a                                   ...
1.8. Abrir um Arquivo Existente1. Ative o menu File.                                         Clique aqui.2. Clique em Open...
5. No item Arquivos do Tipo, escolha o tipo de arquivo que deseja abrir. Se   desejar abrir um arquivo Wave, escolha a opç...
•    Durante uma edição mantenha o menor número possível de progra-            mas e arquivos abertos para evitar que seu ...
1.9.1. Barra de Títulos      Mostra o nome de um arquivo aberto caso ele esteja maximizado na áreade trabalho.            ...
1.9.4. Barra de Ferramentas Transport      Nela estão as opções relacionadas com a reprodução de arquivos e naqual se enco...
1.9.6. Janela de Dados     Como o próprio nome diz, é onde ficam os dados a serem manipuladospelo Sound Forge. Ela possui ...
2. A janela Preferences se abre na aba Toolbars:     Selecione a     barra de     ferramentas     desejada.               ...
entre dispositivos os quais podem trocar mensagens de como se deve executaruma música, utilizando para isto seqüenciadores...
Gravando no                                       Sound Forge 5.0            022.1. Configurando a Placa de Som para Grava...
4. A janela Propriedades se abre:     Clique aqui.                                                                 Selecio...
Clique aqui.12. A janela Propriedades se abre:    Clique aqui.                                                            ...
Lembre-se que nessa janela regula-se o volume do som que será  Observação   ouvido, e não o que está sendo gravado. Se o v...
Escolha o Drive de                                                       Clique aqui. CD aqui. Selecione a música aqui.   ...
2.3. Gravando por meio do Microfone1. Conecte um microfone à placa de som de seu computador. Caso você   tenha mais de uma...
Menu ativo       com arquivo       em branco.                                       Clique aqui.4. Outra opção é clicar no...
♦ Taxa de amostragem: 44.100Hz;     ♦ Tamanho da amostragem: 16-bit;     ♦ Número de canais: Stereo.  Observação      Não ...
arquivo, visto que a voz humana normal não consegue atingir freqüências emtorno de 11.000 Hz. Portanto, para este caso, po...
nível de sinal existente é o ruído do sistema que será somado ao arquivo de     som quando você iniciar a gravação. Acima ...
19. Quando quiser parar a gravação, clique no botão    Stop do Sound Forge    para depois desligar o microfone.20. Clique ...
3. Coloque o vinil ou a fita cassete no aparelho de som.4. Abra o Sound Forge e ative o menu Special da barra de menus. Se...
Atributos                                                                      VUs Clique aqui. Clique aqui. Clique aqui p...
10. No item Sample rate, escolha a Taxa de Amostragem:     ♦ 11.025 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de telefone...
15. Selecione o item Monitor para habilitar a Régua de Níveis de Gravação    (Vus). Você pode utilizar a régua de níveis p...
um arquivo estéreo. O termo Left mostra o valor do nível DC calculado     para o canal esquerdo e Right para o canal direi...
Ferramentas                                              Básicas             033.1. Comandos mais Usados1. Setas do teclad...
Muitas vezes tem-se uma falsa visão do início de um evento, fato que só éresolvido quando se aumenta bastante o Zoom. Veja...
3.3. Métodos de Seleção     Em um programa de computador, é comum a necessidade de selecionardeterminado trecho musical ou...
4. Outra opção é clicar duas vezes sobre o campo ao lado da palavra OLE,   localizado na parte inferior direita da tela:  ...
3.4. Inserir Marcadores     Os marcadores são muito úteis, pois facilitam a localização de trechosimportantes para serem e...
3.5. Copiar e Colar 1      Esta função é muito útil para copiar um determinado trecho da músicaque já foi gravado anterior...
3.6. Copiar e Colar 2      O recurso de copiar e colar também pode ser usado para separar asfaixas de um LP quando ocorrer...
7. Observe que as duas janelas agora ficaram lado a lado.                                  Clique, segure                 ...
Clique                                                                      aqui.11. Não precisa mexer em nada. Basta clic...
3.7. Converter Mono em Stereo e Vice-Versa                                                      Clique aqui.              ...
3.8. Inserir Silêncio      Pode parecer estranho inserir silêncio em uma música, mas este recursopode ser usado, por exemp...
♦ Cursor: na posição do cursor;     ♦ Star of file: no início do arquivo;     ♦ End of file: no fim do arquivo.7. Clique e...
Ferramentas                                            Avançadas             044.1. Equalizar a Música      É muito comum ...
Clique         Clique         Clique                 aqui.          aqui.          aqui.4. Esta janela é bastante completa...
10. A janela Graphic EQ modifica-se, passando a exibir um modelo de    equalização com dez controles deslizantes.   Clique...
2. Ative o menu Process.3. Deslize o mouse até Fade.4. Deslize o mouse para a direita e clique em in.5. Desta forma o Soun...
Clique                                                                   aqui.                      Clique aqui.   Clique ...
12. Clique em OK.                      Trecho               Trecho com                      original.            Fade In.4...
5. Outra opção é deslizar o mouse até Fade e clicar em Graphic.       Clique aqui.                                        ...
Clique                                                                               aqui.     Início                     ...
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição.

2,512

Published on

Autores: André Campos Machado e Luciano Vieira Lima.

Resenha:
Este livro apresenta de uma forma didática, as ferramentas básicas e avançadas mais utilizadas pelos profissionais de estúdio de gravação de áudio digital, tais como: restauração de sons de discos de vinil e fitas cassetes, eliminação de ruídos e equalização de arquivos de áudio, técnicas de gravação com boa relação sinal/ruído, bem como os conceitos mais relevantes sobre a área, como: som, sinal e ruído, nível DC e sua atuação nos alto-falantes, os dB (decibéis) na prática, análise de espectro de sinal e seus reflexos na equalização e eliminação de ruídos de um áudio qualquer. Ele se propõe a ser o livro de cabeceira de todo profissional de estúdio.

ISBN: 8571948771 | Páginas: 208

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,512
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
84
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs - 2ª Edição."

  1. 1. Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 1
  2. 2. Seja Nosso Parceiro no Combate à Cópia IlegalA cópia ilegal é crime. Ao efetuá-la, o infrator estará cometendo um grave erro,que é inibir a produção de obras literárias, prejudicando profissionais que serãoatingidos pelo crime praticado.Junte-se a nós nesta corrente contra a pirataria. Diga não à cópia ilegal. Seu Cadastro é muito Importante para NósAo preencher e remeter a ficha de cadastro constante no final desta publicação,cuja postagem será paga pela Editora Érica, bastando depositá-la em qualquercaixa de correio, você passará a receber, automaticamente, informações sobrenossos lançamentos em sua área de preferência.Conhecendo melhor nossos leitores e suas preferências, vamos produzir títulosque atendam suas necessidades.Obrigado pela sua escolha. Fale Conosco!Eventuais problemas referentes ao conteúdo deste livro serão encaminhadosao(s) respectivo(s) autor(es) para esclarecimento, excetuando-se as dúvidas quedizem respeito a pacotes de softwares, as quais sugerimos que sejamencaminhadas aos distribuidores e revendedores desses produtos, que estãohabilitados a prestar todos os esclarecimentos.Os problemas só podem ser enviados por:1. E-mail: producao@erica.com.br2. Fax: (11) 217.40603. Carta: Rua São Gil, 159 - Tatuapé - CEP 03401-030 - São Paulo - SP2 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  3. 3. André Campos Machado Luciano Vieira Lima Ano: 2005 2004 2003 2002 Edição: 9 8 7 6 5 4 3 2 1 Editora Érica Ltda. Conselho Editorial: Diretor Editorial: Antonio Marco Vicari Cipelli Diretor Comercial: Paulo Roberto Alves Diretor de Publicidade: Waldir João Sandrini Editoração: Érica Regina Antonio Pagano Rosana Ap. Alves dos Santos Capa: Maurício S. de França Desenhos: Pedro Paulo Vieira Herruzo Revisão Interna: Graziela M. L. Gonçalves Revisão Gramatical: Marlene Teresa Santin Alves Revisão e Coordenação: Rosana Arruda da SilvaSound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 3
  4. 4. Copyright © 2002 da Editora Érica Ltda. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Machado, André Campos, 1965 - Computação musical: Sound Forge 5.0: Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs / André Campos Machado, Luciano Vieira Lima. -- São Paulo: Érica, 2002. Bibliografia ISBN: 85-7194-877-1 1. Música — Programa de computador. 2. Música por computador. 3. Som — Gravação e reprodução. 4. Sound Forge 5.0 (Programa de Computador). I. Lima, Luciano Vieira, 1960 - II. Título. III. Título: Restauração de sons de LPs e gravação de CDs. 02-0699 CDD - 781-3453 Índices para Catálogo Sistemático: 1. Sound Forge 5.0: Programas: Computação Musical 781.3453Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo,especialmente por sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, fonográficos, videográficos,internet, e-books. Vedada a memorização e/ou recuperação total ou parcial em qualquer sistema deprocessamento de dados e a inclusão de qualquer parte da obra em qualquer programa juscibernético. Essasproibições aplicam-se também às características gráficas da obra e à sua editoração. A violação dos direitosautorais é punível como crime (art. 184 e parágrafos, do Código Penal, cf. Lei no 6.895, de 17.12.80) com penade prisão e multa, conjuntamente com busca e apreensão e indenizações diversas (artigos 102, 103 parágrafoúnico, 104, 105, 106 e 107 itens 1, 2 e 3 da Lei no 9.610, de 19/06/98, Lei dos Direitos Autorais).Os Autores e a Editora acreditam que todas as informações aqui apresentadas estão corretas e podem serutilizadas para qualquer fim legal. Entretanto, não existe qualquer garantia, explícita ou implícita, de que ouso de tais informações conduzirá sempre ao resultado desejado. Os nomes de sites e empresas, porventuramencionados, foram utilizados apenas para ilustrar os exemplos, não tendo vínculo algum com o livro, nãogarantindo a sua existência nem divulgação."Algumas imagens utilizadas neste livro foram obtidas a partir do CorelDRAW 7, 8 e 9 e da Coleção do MasterClips/MasterPhotos© da IMSI, 1985 Francisco Blvd. East, San Rafael, CA 94901-5506, USA." Editora Érica Ltda. Rua São Gil, 159 - Tatuapé CEP: 03401-030 - São Paulo - SP Fone: (11) 295-3066 - Fax: (11) 217-4060 Site: www.erica.com.br4 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  5. 5. &Fabricante Produto: Sound Forge 5.0 Fabricante: Sonic Foundry, lnc http://www.sonicfoundry.com/ Media Services Headquarters 1703 Stewart Street Santa Monica, CA 90404 Tel: 310.264.8444 Fax: 310.264.8488 E-mail: mediaservices@sonicfoundry.com Media Services Canada 23 Prince Andrew Place Toronto, ON M3C 2H2 Tel: 416.449.3033 Fax: 416.449.3150 E-mail: mediaservices@sonicfoundry.com O software Sound Forge é distribuído no Brasil pela Quanta Music & Technology. Quanta Music & Technology Av. João Erbolato, 377 - Jd. Chapadão CEP 13066-640 - Campinas - SP Tel: (55) 19 3741-4644 Tel: (55) 19 3741-4646 (Vendas) Tel: (55) 19 3741-4636 (Suporte Técnico) Fax: (55) 19 3741-4643 E-mail: info@quanta.com.br Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 5
  6. 6. Requisitos Mínimos deHardware e de Software & ♦ Pentium II 300 MHz ou superior; ♦ 64 MB de RAM; ♦ 30 MB de espaço livre em hard disk; ♦ Placa de Som Sound Blaster ou compatível; ♦ Impressora laser ou jato de tinta; ♦ Windows 98 ou superior; ♦ DirectX 7 ou superior; ♦ Sound Forge 5.0. ♦ Plug-in Sonic Fondry Noise Reduction DX 2.06 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  7. 7. &Dedicatória Aos nossos alunos de ontem, hoje e amanhã, motivadores do nosso trabalho. A Deus, Senhor de todas as coisas e, portanto, senhor de todos os nossos desenvolvimentos. Deus é para mim um escudo, Ele, que salva os corações retos. Salmos: 7,11 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 7
  8. 8. &Agradecimentos Ao Edson Simão pela ajuda em capturar as janelas dos programas e pelas dicas de como resolver os problemas de editoração gráfica. À direção do Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli, em especial à Mônica Debs Diniz Recife e Vera Lúcia Santos Vilela, que nos incentivou e proporcionou o desenvolvimento da Informática Musical na escola. Aos artistas gráficos Luiz Fernando Rodrigues Pereira e Sandra Fernandes de Oliveira Lima, pelo trabalho competente que nos têm prestado em todos os produtos desenvolvidos por nosso grupo. À Marília Mazzaro pelo apoio durante todo o processo de elaboração do livro. Os autores8 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  9. 9. Sobre os Autores & André Campos Machado (andrecampos@triang.com.br) Mestre em Ciências - Área de Concentração - Processamento da In- formação - pelo programa de Pós-Graduação em Engenharia Elé- trica, Mestrado e Doutorado da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Especialista em Música pelo Departamento de Música e Artes Cênicas da UFU. Licenciado em Educação Artística - Habilita- ção em Música, Instrumento Violão, pela UFU. Professor de Violão do Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli de Uberlândia desde 1983 e Oficina de Multimeios (Informática Musi- cal) desde 1995. No período de agosto de 2000 a agosto de 2001, foi professor do Curso de Especialização em Música do Século XX, do Departamento de Música da UFU, ministrando as disciplinas Educação Musical e Tecnologia e Editoração Musical. Luciano Vieira Lima (vieira@ufu.br) Professor da Faculdade de Engenharia Elétrica, de Computação e da Música (especialização) da Universidade Federal de Uberlândia. Trabalha há mais de seis anos com Computação Musical e orienta atualmente teses de mestrado e de doutorado em Engenharia de Computação e Computação Musical. Fez seu doutorado na Poli-USP em sistemas inteligentes autônomos de composição musical por computador baseada em estilo, na qual criou um sistema que extrai o estilo automaticamente de qualquer autor e recria no computador um sistema compositor que compõe músicas inéditas com estilo semelhante ao dos autores originais. Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 9
  10. 10. 10 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  11. 11. &Prefácio Quando se fala em restaurar o som de LPs, gravar CDs, eliminar ruídos de gravações, logo se imagina um grande estúdio, cheio de computadores, mesas de som e aparelhagens complicadas, e a maioria dos mortais não tem a mínima idéia para que servem tantos botões, faders, sliders, conectores e chaves. Hoje em dia é possível fazer todos esses trabalhos de restauração e masterização de áudio digital utilizando-se apenas de uma aparelha- gem de som ligada a um computador que possua um bom software de edição e tratamento de áudio. É claro que se a aparelhagem de som for muito ruim e o computador possuir poucos recursos, pode ser que a qualidade esperada não seja alcançada, mas, mesmo assim, com as dicas deste livro você conseguirá realizar um bom trabalho. Alguns anos atrás, gravar um CD era caríssimo. O músico tinha que gastar o equivalente a um carro zero somente dentro do estúdio. Hoje em dia, com programas extremamente eficientes como o Sound Forge, é possível a qualquer músico gravar o seu CD em casa utilizando-se de poucos recursos tecnológicos. Um violonista, que é o meu caso, pode simplesmente comprar um bom microfone, ligá-lo a um computador com o Sound Forge instalado e gravar todos os solos que desejar, apesar de o Sound Forge não ser multipista, sendo possível, após isto, fazer todas as edições neces- sárias para a publicação do CD desejado. Foi pensando em ajudar os que desejam montar o seu estúdio ca- seiro que resolvemos escrever este livro. Nele você pode contar com um material específico, em uma linguagem simples e didática, com todas as informações necessárias para o aprendizado do pro- grama e das técnicas e conceitos de gravação áudio digital. O trabalho que hoje publicamos pela Editora Érica está, sem dúvida alguma, realizando um sonho antigo. Esperamos poder realizar al- guns dos seus sonhos e encontrá-lo em vários outros livros. Apro- veite bem este livro sobre do Sound Forge 5.0, no qual você encon- trará esclarecimentos de muitas dúvidas sobre como restaurar LPs, gravar CDs e algumas técnicas de estúdio digital. André Campos Machado Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 11
  12. 12. &Apresentação Este trabalho é, antes de tudo, uma poderosa ferramenta didática para qualquer nível de conhecimento que um usuário possua sobre o Sound Forge e Windows, ministrando-lhe o conhecimento do software de maneira simples, clara e objetiva, tendo como objetivo a restauração de LPs, gravação de CDs, criação de play-backs e masterização de trilhas e músicas com qualidade profissional. Assim, de forma resumida, são apresentados: 1. Ferramentas para gravação e tratamento de áudio; 2. Técnicas de restauração de LPs; 3. Ferramentas para gravação de CD; 4. Mixagem, efeitos e masterização de áudio; 5. Conceitos sobre gravação e reprodução áudio digital. Alguns tópicos do capítulo 9 e o apêndice A foram extraídos do livro Computação Musical - Cakewalk 9. Enfim, sua imaginação é o limite, e o limite .... bom ... está muito além de sua imaginação ... !!! Os autores12 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  13. 13. &Índice AnalíticoCapítulo 1 - Apresentação do Sound Forge 5.0 .................................................... 17 1.1. Sound Forge 5.0....................................................................................... 17 1.2. Sobre a Instalação do Sound Forge 5.0 .................................................. 18 1.3. Abrindo o Sound Forge 5.0..................................................................... 18 1.4. Sair do Sound Forge 5.0.......................................................................... 19 1.5. Sair do Windows 95, 98 ou ME .............................................................. 20 1.6. Salvar ....................................................................................................... 21 1.7. Salvar como MP3... .................................................................................. 22 1.8. Abrir um Arquivo Existente ................................................................... 23 1.9. O Ambiente de Trabalho do Sound Forge ............................................. 25 1.9.1. Barra de Títulos .......................................................................... 26 1.9.2. Barra de Menus........................................................................... 26 1.9.3. Barra de Ferramentas Standard .................................................. 26 1.9.4. Barra de Ferramentas Transport................................................. 27 1.9.5. Régua de Níveis de Reprodução (Play Meters) ......................... 27 1.9.6. Janela de Dados.......................................................................... 28 1.10. Habilitar ou Desabilitar as Barras de Ferramentas ................................. 28 1.11. Diferenças Básicas entre Áudio e MIDI ................................................. 29Capítulo 2 - Gravando no Sound Forge 5.0........................................................... 31 2.1. Configurando a Placa de Som para Gravação........................................ 31 2.2. Gravando uma Música do CD................................................................. 34 2.3. Gravando por meio do Microfone .......................................................... 36 2.4. Gravando por meio do Vinil ou Fita-cassete.......................................... 41Capítulo 3 - Ferramentas Básicas ........................................................................... 47 3.1. Comando Mais Usados ........................................................................... 47 3.2. Zoom ....................................................................................................... 47 3.2.1. Zoom - Mouse............................................................................. 48 3.2.2. Zoom - Teclado .......................................................................... 48 3.3. Métodos de Seleção ............................................................................... 49 3.3.1. Selecionar Todo o Arquivo ........................................................ 49 3.3.2. Selecionar um Trecho Utilizando o Mouse ............................... 49 3.3.3. Selecionar um Trecho Utilizando o Teclado ............................. 49 3.3.4. Selecionar com Precisão............................................................. 49 3.4. Inserir Marcadores .................................................................................. 51 3.5. Copiar e Colar 1 ..................................................................................... 52 3.6. Copiar e Colar 2 ..................................................................................... 53 3.7. Converter de Mono para Stereo e Vice-Versa ....................................... 56 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 13
  14. 14. 3.8. Inserir Silêncio ........................................................................................57 3.9. Mudar a Taxa de Amostragem ...............................................................58Capítulo 4 - Ferramentas Avançadas......................................................................59 4.1. Equalizar a Música ...................................................................................59 4.2. Crescendo (Fade in) ................................................................................61 4.3. Decrescendo (Fade out) .........................................................................64 4.4. Ajustando a Música para um Tempo Predeterminado ..........................66 4.5. Transposição ...........................................................................................68 4.6. Mixar Eventos .........................................................................................70Capítulo 5 - Alterando o Volume ............................................................................73 5.1. Volume ....................................................................................................73 5.2. Normalização ..........................................................................................74 5.2.1. Normalizar Pelo Pico (Peak level) .............................................72 5.2.2. Normalizar Pela Média - Average RMS power...........................78 5.2.3. Normalizar Pela Média com Precisão.........................................79 5.2.4. Normalização Baseada em Outro Arquivo ou Seleção .............81 5.2.5. Salvando Seus Próprios Presets de Normalização .....................83Capítulo 6 - Efeitos ....................................................................................................85 6.1. Reverb . ....................................................................................................85 6.1.1. Reverb - Configurações Predefinidas .........................................86 6.1.2. Reverb - Configurando ...............................................................87 6.1.3. Reverb - Salvando as Configurações..........................................89 6.1.4. Reverb - Restaurando o Padrão..................................................90 6.2. Chorus .....................................................................................................90 6.2.1. Chorus - Configurações Predefinidas.........................................91 6.2.2. Chorus - Configurando ...............................................................92 6.2.3. Chorus - Salvando as Configurações..........................................94 6.2.4. Chorus - Restaurando o Padrão .................................................95 6.3. Delay ...... .................................................................................................96 6.3.1. Delay - Configurações Predefinidas ...........................................96 6.3.2. Delay - Configurando .................................................................97 6.3.3. Delay - Salvando as Configurações............................................99 6.3.4. Delay - Restaurando o Padrão.................................................. 100 6.4. Pan - Criando Efeitos Panorâmicos Graficamente................................101 6.4.1. Pan - Configurações Predefinidas ............................................101 6.4.2. Pan - Configurando...................................................................102 6.4.3. Pan - Salvando as Configurações ............................................. 104Capítulo 7 - Restauração: Obtendo o Melhor de seu Áudio.............................. 105 7.1. Retirar o Nível DC de um Arquivo . ..................................................... 106 7.1.1. Retirar o Nível DC Automaticamente .......................................10714 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  15. 15. 7.1.2. Retirar o Nível DC com Precisão.............................................. 108 7.2. Eliminando Ruídos . .............................................................................. 110 7.2.1. Eliminando Ruídos - Configurações Predefinidas ................... 111 7.2.2. Eliminando Ruídos Simplificadamente..................................... 112 7.2.3. Eliminando Ruídos - Personalizando ....................................... 113 7.2.4. Filtros x Redutor de Ruídos...................................................... 118 7.2.5. Eliminando Ruídos - Noiseprint ............................................... 118 7.2.5.1. Capturando o Noiseprint ............................................. 119 7.2.5.2. Eliminando Ruídos Por meio da Envoltória de Pontos ....................................................................................... 122 7.2.5.3. Menu Pop-up da Janela Noiseprint ............................. 129 7.3. Restaurando o Sinal Saturado . ............................................................. 131 7.3.1. Restaurando o Sinal Saturado - Configurações Predefinidas .. 132 7.3.2. Restaurando o Sinal Saturado - Personalizando ...................... 133Capítulo 8 - Restaurando o Som de Discos de Vinil e Fitas Cassetes.............. 135 8.1. Eliminando Clicks and Crakles . ........................................................... 135 8.1.1. Eliminando Clicks and Crakles Automaticamente ................... 136 8.1.2. Eliminando Clicks and Crakles Manualmente ......................... 137 8.2. Restaurando o Som de Discos de Vinil. ............................................... 139 8.2.1. Restaurando o Som de Discos de Vinil Automaticamente...... 139 8.2.2. Restaurando o Som de Discos de Vinil Manualmente ............ 140 8.2.2. Restaurando o Som de Discos de Vinil - Salvando as Configurações ........................................................................................ 141Capítulo 9 - Notas Musicais e timbre.................................................................... 143 9.1. Notas Musicais . ..................................................................................... 143 9.1.1. Semitom .................................................................................... 143 9.2. Timbre ................................................................................................... 145 9.2.1. Conjunto das Parciais Harmônicas do Sinal Sonoro ............... 146 9.2.2. Envelope Sonoro ...................................................................... 147Capítulo 10 - Sinal e Ruído..................................................................................... 149 10.1. Som ..... .................................................................................................. 149 10.2. Exemplos do Processo de Formação do Som ...................................... 150 10.3. Sinal e Ruído ......................................................................................... 151 10.4. Definindo Sinal e Ruído ....................................................................... 152 10.5. Ruídos de Ambiente ............................................................................. 152 10.6. Ruídos que não Dependem do Ambiente e do Isolamento Acústico . 152 10.7. Ruídos que Podem Ser Eliminados Pelo Noise Reduction ................. 153 10.8. Analizando o Nível Máximo de Ruído da Gravação ........................... 153 10.9. Relação Sinal/Ruído ............................................................................. 156 10.10. Decibéis (dB) ........................................................................................ 159 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs 15
  16. 16. 10.11. Limite Mínimo da Audição de um Ruído ............................................ 160 10.12. Amplificando ou Atenuando o Sinal de Áudio em dB .............................. 163 10.12.1. Atenuação ............................................................................... 164 10.12.2. Amplificação ...........................................................................165 10.13. Gravação com Boa Relação Sinal/Ruído .............................................166 10.14. Sinal de Áudio e seu Espectro de Freqüências ................................... 167 10.14.1. Análise de Espectro ................................................................168 10.14.2. Espectro do Sinal .................................................................... 168 10.14.3. Sintetizando Formas de Ondas ............................................... 169 10.14.4. Analisando o Espectro de Sinais ............................................170 10.15. Taxa de Amostragem Ideal Para Gravação ......................................... 175 10.15.1. Taxa de Amostragem e Resolução em Bits (Quantização) ...176 10.15.2. Quantização - Resolução em Bits ...........................................176 10.16. Espectro e Eliminação de Ruídos ........................................................179Capítulo 11 - Sinal DC, AC e Sua Ação nos Alto-falantes................................... 181 11.1. Sinal (Nível) DC e Sinal AC ................................................................ 181 11.1.1. Sinal DC ....................................................................................181 11.1.2. Sinal AC .....................................................................................181 11.1.3. Aplicações dos Sinais DC e AC ................................................182 11.1.4. Visualizando os Sinais DC ........................................................ 182 11.1.5. Sinal Puramente AC (sem nível DC) ........................................184 11.1.6. Sinal Com Nível DC .................................................................. 184 11.1.7. Som Original e Saturado ........................................................... 185 11.1.8. Concluindo Sinal DC e AC .......................................................185 11.2. Identificando a Existência de Nível DC no Sinal ................................ 186 11.2.1. Sinal com Nível DC....................................................................186 11.2.2. Sinal sem Nível DC ....................................................................187 11.2.3. Sinal Saturado pelo Nível DC .................................................... 187 11.3. Alto-falantes .......................................................................................... 187 11.3.1. Nível DC e Sua Ação nos Alto-falantes .................................... 189Apêndice A - Sistemas de Numeração .................................................................. 191 A.1. Uma Breve Abordagem .........................................................................191 A.2. Conversão entre o Sistema Decimal e o Binário.................................. 191 A.3. Conclusões Relevantes Sobre Conversão Entre as Bases Binária e Decimal ...............................................................................................193 A.3.1. Exemplos Adicionais................................................................. 194 A.4. Operações Matemáticas Fundamentais na Base 2................................ 195 A.4.1. Soma e Subtração .....................................................................196 A.4.2. Multiplicação e Divisão ............................................................19716 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  17. 17. Apresentação do Sound Forge 5.0 011.1. Sound Forge 5.0 O Sound Forge é um dos progra- mas de edição e masterização de áudio di- gital mais populares e amigáveis da atua- lidade. Ele possui recursos de fácil manu- seio, permitindo ao usuário produzir tra-balhos com qualidade de um estúdio de gravação profissional a custo bemacessível. Esta versão não apresenta modificações perceptíveis e significativasquanto à interface e volume de novas ferramentas (poucos acréscimos) em tela.Apesar disto, houve uma melhora sensível das existentes nas versões anteriores.Elas foram substituídas por seus equivalentes plug-ins DirectX, os quais permi-tem um preview em tempo real e possuem um processamento mais rápido. O Sound Forge foi desenvolvido com um objetivo específico de ediçãode áudio digital. Ele possui ferramentas muito poderosas para manipulação deáudio, por isso têm sido bastante utilizado por profissionais de grandes estúdiosde gravação, pesquisadores de computação musical, técnicos de emissoras derádio, sonoplastas e profissionais das diversas áreas de manipulação e trata-mento de áudio digital. Seu bom funcionamento está diretamente ligado às ca-racterísticas de hardware do computador em que é instalado. Quanto maiseficiente o desempenho de seu PC, mais facilidade e velocidade você vaiencontrar durante o processamento de seus arquivos de áudio. Além de trabalhar com vários formatos de áudio digital, o Sound Forgetrabalha também com edição de sons para samplers, edições de áudio paravídeos digitais, etc. Este livro trata das principais ferramentas do Sound Forge utilizadas nagravação e edição de arquivos Wave, numa descrição objetiva e didática. Apresentação do Sound Forge 5.0 17
  18. 18. 1.2. Sobre a Instalação do Sound Forge 5.0 Sound Forge é um produto da Sonic Foundry, empresa que possui umasérie de softwares e aplicativos para profissionais que trabalham com áudio eMIDI. O pacote de instalação básico do Sound Forge 5.0 é composto por umgrupo de ferramentas e aplicativos extremamente eficientes. A empresa disponi-biliza alguns aplicativos opcionais para trabalhar dentro do ambiente SoundForge. São conhecidos como plug-ins. São ferramentas com alto poder deprocessamento em tempo real. Um pug-in permite ao profissional uma com-pleta previsão dos resultados da edição. Existem plug-ins de Reverber, Chorus,Equalizadores, etc. Ao instalar um plug-in, ele automaticamente fará parte doambiente de trabalho do Sound Forge. Os autores deste livro pressupõem que você já tenha uma versão doSound Forge 5.0 instalada em seu PC. Por isso, o conteúdo do livro já partediretamente para a descrição do software e suas ferramentas. Considera-setambém que o leitor tenha uma noção básica de Windows 95 ou superior.1.3. Abrindo o Sound Forge 5.01. Clique em Iniciar, da barra de tarefas do Windows.2. Deslize o mouse até Programas.3. Deslize o mouse até o programa Sonic Foundry / Sound Forge 5.0.4. Uma lista com vários itens do programa aparece, clique em Sound Forge 5.0 para entrar no programa. 3º Deslize o mouse até aqui e mova-o para direita. 2º Deslize o mouse 4º Clique aqui até aqui e mova-o para entrar no para direita. Sound Forge. 1º Clique aqui.5. A tela de trabalho inicial do Sound Forge abre-se:18 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  19. 19. Clique aqui.6. Clique no botão Close da janela Tip of the Day (dicas do dia) para fechá- - la e entrar no programa.1.4. Sair do Sound Forge 5.01. Pressione a tecla Alt no teclado do computador e, mantendo-a pressionada, pressione a tecla F4 , localizada na parte superior do teclado.2. Outras opções: ♦ Clique com o botão esquerdo do mouse no botão de controle Fechar, localizado no canto superior direito da tela. Clique aqui. ♦ Ative o menu File e clique em Exit. Clique aqui. Apresentação do Sound Forge 5.0 19
  20. 20. 1.5. Sair do Windows 95, 98 ou ME1. Clique no menu Iniciar, localizado na parte inferior esquerda do monitor.2. Clique em Desligar. Clique aqui.3. A janela Desligar o Windows se abre: Clique aqui.4. Clique na opção Desligar o computador.5. Clique em OK.6. Se o Windows for Windows ME, abre-se a seguinte janela: Clique aqui.7. Clique em OK.20 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  21. 21. 1.6. Salvar Quando você trabalha com um computador, usa uma variedade deprogramas para criar diferentes tipos de documento e fazer diversos tipos detrabalho. Toda informação em um computador é armazenada em arquivos. Àmedida que for trabalhando, você vai criando vários arquivos e organizando empastas (cada pasta pode ter um ou mais arquivos). Essas pastas são armazena-das em um disco rígido, parecido com um enorme arquivo de escritório, dentrodo seu computador. Na medida de sua necessidade e a qualquer hora, vocêpode usar, pesquisar, modificar, acrescentar, gerenciar, salvar, etc. os arquivosque se encontram no seu disco rígido. Suas pastas também podem ser armazenadas (salvas) em discos flexíveis(disquetes ). Gravações em disquetes ( ) são denominadas também decópias de segurança ou backup, usadas para garantir a integridade dosarquivos, no caso de uma falha (energia elétrica, raio, vírus no computador emesmo um erro cometido, inadvertidamente, que possa comprometer, danificarou fazer desaparecer os dados armazenados). Disquetes ( ) também oferecema facilidade de permitir que as gravações sejam transportadas, utilizadas emanipuladas em outros computadores. A música é gravada como um arquivono computador. Assim, para salvar um arquivo no Sound Forge 5.0, devemos observar osseguintes passos:1. Ative o menu File.2. Clique em Save ou use o atalho CTRL+S. Clique aqui. Clique aqui.3. A janela Salvar como se abre: Apresentação do Sound Forge 5.0 21
  22. 22. Escolha aqui o diretório em que a música será salva. Escreva o nome da música aqui. Escolher aqui o tipo de arquivo que se deseja salvar.4. No item Salvar em escolha em qual diretório o arquivo será salvo.5. No item Nome do arquivo escreva o nome da música.6. No item Salvar como o tipo escolha em qual tipo de arquivo se deseja salvar a música criada. Ex.: Wave, Quick Time, Real Time, Windows Media, MP3, etc.7. Clique no botão Salvar .1.7. Salvar como MP31. Siga os passos do item anterior até o número 5.2. No item Salvar como o tipo, escolha a opção: MP3 Audio (*.mp3).3. No item Template, escolha a qualidade desejada, sendo que a qualidade de CD é: 128Kbps. Vale lembrar que quanto maior a qualidade, maior ficará o tamanho do arquivo em Bytes. Qualidade de CD22 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  23. 23. 1.8. Abrir um Arquivo Existente1. Ative o menu File. Clique aqui.2. Clique em Open (Ctrl+O). Clique aqui.3. Outra opção é clicar no ícone Open, localizado na Barra de Ferramentas Standard. Clique aqui.4. A janela Abrir aparece: Procure o di- Escolha o ar- retório aqui. quivo aqui. Escolha o tipo de arquivo aqui. Clique aqui. Abrir só para leitura. Apresentação do Sound Forge 5.0 23
  24. 24. 5. No item Arquivos do Tipo, escolha o tipo de arquivo que deseja abrir. Se desejar abrir um arquivo Wave, escolha a opção Wave (Microsoft)(*.wav).6. No item Examinar, procure o diretório em que a música se encontra.7. Logo abaixo aparecerá o nome dos arquivos disponíveis no diretório determinado. Clique sobre o arquivo desejado. Você pode selecionar vários arquivos Wave, de forma que eles sejam abertos de uma só vez na tela de trabalho do Sound Forge. Para isto, basta manter a tecla Ctrl do teclado de seu computador apertada, enquanto você seleciona os arquivos com o mouse. Ao clicar no botão Abrir, cada arquivo selecionado abre-se em uma janela de dados específica.8. Selecionando o item Open as read-only, você possibilita que os arquivos sejam abertos apenas para leitura, isto é, nenhuma alteração pode ser feita nos dados de áudio do(s) arquivo(s) aberto(s). Isto é útil quando se deseja apenas reproduzir ou copiar trechos sem contanto, correndo o risco de um acidente de edição que possa comprometer os dados de áudio. Caso você selecione esta opção antes de abrir um arquivo, todos os comandos de edição de áudio do Sound Forge tornam-se inabilitados.9. Selecionando o item Operate directly on the sound file, dois casos devem ser analisados: ♦ Caso A: item Operate directly on the sound file não selecionado: Nesse caso, quando você seleciona um arquivo e clica no botão Abrir, o Sound Forge cria um arquivo temporário (uma cópia do arquivo ori- ginal) e abre tal cópia na área de trabalho. Assim quando você faz uma alteração nos dados do arquivo, está alterando o arquivo temporário, e não o arquivo original. As alterações somente passam a fazer parte do arquivo original quando você salva o arquivo temporário. A vantagem de trabalhar em um arquivo temporário é que podemos analisar com segurança os resultados obtidos do procedimento de edição antes de salvá-los no arquivo original. Com isso evitamos eventuais acidentes de edição que poderiam comprometer o arquivo original. Uma desvanta- gem de trabalhar em um arquivo temporário ocorre quando você tem pouco espaço disponível em disco, visto que o arquivo temporário criado possui o mesmo tamanho do arquivo original. ♦ Caso B: item Operate directly on the sound file selecionado: Nesse caso, quando você seleciona um arquivo e clica no botão Abrir, o Sound Forge abre o arquivo original na área de trabalho, ou seja, não cria um arquivo temporário. Qualquer alteração, agora, é realizada sobre o arquivo original. Recomendamos selecionar este item apenas quando você tiver pouco espaço em seu disco rígido. Caso você selecione esta opção, recomendamos alguns cuidados antes de qualquer modificação nos dados do arquivo: • Lembre-se de manter habilitada a opção Creat undo existente em todas as caixas de diálogo das ferramentas de edição.24 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  25. 25. • Durante uma edição mantenha o menor número possível de progra- mas e arquivos abertos para evitar que seu computador trave por falta de memória RAM livre.10. Selecionando a opção Auto Play, o arquivo escolhido será reproduzido automaticamente, não precisando abri-lo.11. Selecionando o item Merge L/R to stereo, você pode abrir dois arquivos diferentes em uma mesma janela de dados. Para isto, mantenha a tecla Ctrl do teclado do computador apertada e selecione os dois arquivos com o mouse. O primeiro arquivo selecionado ficará no canal esquerdo e o segundo no canal direito.12. Após escolher o arquivo desejado, clique sobre o botão Abrir.1.9. O Ambiente de Trabalho do Sound Forge Barra de títulos. Barra de menus. Barra de ferramentas Standard. Barra de ferramen- tas Transport. Régua de níveis de reprodução. Janela de Dados. Tamanho da amostragem. Taxa de amostragem. Canal Mono ou Stereo. Comprimento do arquivo. Apresentação do Sound Forge 5.0 25
  26. 26. 1.9.1. Barra de Títulos Mostra o nome de um arquivo aberto caso ele esteja maximizado na áreade trabalho. Nome do arquivo.1.9.2. Barra de Menus Por meio de um menu acessa-se uma ferramenta ou opção do SoundForge. A barra de menus contém todos os menus do Sound Forge e, portanto,todas as ferramentas e opções de edição do Sound Forge. O conteúdo dabarra de menus pode mudar caso haja ou não arquivos abertos na área detrabalho. A figura seguinte representa a barra de menus quando nenhumarquivo de áudio estiver aberto na área se trabalho: Para acessar as opções existentes em um menu, basta clicar com o mousesobre ele, ou então usar o atalho ALT+Letra Sublinhada.1.9.3. Barra de Ferramentas Standard Barra de ferramentas são atalhos que facilitam o acesso a uma ferramenta.As ferramentas sempre podem ser encontradas num dos menus da barra demenus. Numa barra de ferramentas, as ferramentas de edição são representadaspor ícones. O que você necessita é se familiarizar com os ícones, pois assim oacesso a uma ferramenta torna-se muito mais rápido. A Barra de FerramentasStandard é talvez a mais usada de todas, pois nela estão as opções de abrir,salvar e criar novo arquivo, além das ferramentas de cópia, mixer, lápis, etc. Salvar como Reproduzir con- Salvar teúdo da área de Abrir arquivo Recortar transferência. Copiar Lápis Repetir ãCriar um Colarnovo Desfazerarquivo Mixar Refazer ação26 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  27. 27. 1.9.4. Barra de Ferramentas Transport Nela estão as opções relacionadas com a reprodução de arquivos e naqual se encontra o atalho para a janela Record, responsável pela gravação deáudio do Sound Forge. Pausa Coloca o cursor no Abre a janela início do arquivo. Record para iniciar uma gravação. Vai para o fim do arquivo. Reproduz todo o arquivo. Avança Pára a reprodução Reproduz Retrocede As barras de ferramentas podem ser reposicionadas conforme se Observação queira na tela de trabalho do Sound Forge. Existem várias outras barras de ferramentas que podem ser abertas à medida do necessário. O usuário pode configurar a área de trabalho como bem desejar.1.9.5. Régua de Níveis de Reprodução (Play Meters) Mostra o nível de áudio durante a reprodução de um arquivo. Varia de —Inf (inaudível) até 0 dB (limite da distorção do áudio). A parte superior darégua de níveis mostra o maior nível de áudio atingido durante a reproduçãode um arquivo. Na figura seguinte o topo da régua está em —1,4 dB. Topo da régua de níveis. Apresentação do Sound Forge 5.0 27
  28. 28. 1.9.6. Janela de Dados Como o próprio nome diz, é onde ficam os dados a serem manipuladospelo Sound Forge. Ela possui várias características e opções que facilitam amanipulação dos dados. Destacaremos as opções mais básicas para que vocêpossa se familiarizar com essa janela. Régua de Refe- rência em dB Cursor Canal esquerdo (L) Aumenta o Canal direito (R) Zoom. Diminui o Zoom. Posiciona o Cursor Abre janela de seleção.1.10. Habilitar ou Desabilitar as Barras de Ferramentas As barras de ferramentas são atalhos muito úteis quando se desejaexecutar algum comando sem necessitar entrar nas opções disponíveis nosmenus. Elas podem ser configuradas de acordo com a necessidade de cadausuário. Para configurá-las, devem-se acompanhar os seguintes passos:1. Ative o menu View e clique em Toolbars. Clique aqui. Clique aqui.28 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  29. 29. 2. A janela Preferences se abre na aba Toolbars: Selecione a barra de ferramentas desejada. Clique aqui.3. Clique no quadradinho vazio para marcar a barra de ferramentas que deseja habilitar.4. Clique no botão OK.1.11. Diferenças Básicas entre Áudio e MIDI A maioria dos profissionais que trabalham com gravação de áudio digitaltem certa dificuldade para entender os processos de gravação e edição de MIDI(Musical Instrument Digital Interface - Interface Digital para InstrumentosMusicais). Ocorre que os dois princípios são totalmente diferentes. No caso deum sinal de áudio gravado digitalmente de um instrumento acústico, o que sefaz é amostrar (capturar) discretamente vários pontos da forma de onda geradapelo instrumento e armazená-los em uma memória interna do equipamento oucomputador. Sendo assim, surgem as famosas taxas de amostragem e as teoriasde quantos pontos devem ser capturados de uma determinada forma de ondapara que possamos reproduzi-la, processá-la e editá-la posteriormente. Para entender o que é taxa de amostragem, um CD utiliza 44.100 pontospor segundo, ou seja, 44,1KHz, o rádio 22,05 KHz e a telefonia utiliza 11,025KHz. As teorias e ferramentas nesta área culminaram nos métodos clássicos eeficientes adotados atualmente por todos os profissionais de software. A amos-tragem adequada para cada tipo de sinal garante a qualidade da reprodução eidentificação do timbre, volume e dinâmica dos instrumentos gravados. Na gravação MIDI não existe amostragem para gravar ou editar umarquivo de música neste formato. MIDI é um protocolo de comunicação padrão Apresentação do Sound Forge 5.0 29
  30. 30. entre dispositivos os quais podem trocar mensagens de como se deve executaruma música, utilizando para isto seqüenciadores e módulos de timbres. Sendoassim, em um arquivo MIDI não se grava música nenhuma, apenas a infor-mação de como um dispositivo MIDI dotado de um módulo de timbres deveexecutar uma determinada obra musical. Desta forma, o responsável pela qualidade do timbre do instrumentoreproduzido é o módulo timbral e o do arquivo MIDI gravado. Uma placa desom tipo Sound Blaster ou compatível possui internamente um módulo timbral.Módulos timbrais de fabricantes diferentes reproduzirão a música gravada coma mesma dinâmica, mas com timbres diferentes, ou seja, o piano do módulo daRoland é diferente do piano do módulo da Sound Blaster.30 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  31. 31. Gravando no Sound Forge 5.0 022.1. Configurando a Placa de Som para Gravação1. Clique duas vezes no ícone do volume , localizado na Barra de Tarefas do Windows, ao lado do Relógio. Clique aqui.2. A janela Controle de Reprodução se abre: Clique aqui.3. Ative o menu Opções e clique em Propriedades. Clique aqui. Gravando no Sound Forge 5.0 31
  32. 32. 4. A janela Propriedades se abre: Clique aqui. Selecione os itens para gravação.5. Clique em Gravação.6. No item Mostrar os seguintes controles de volume, selecione na área branca logo abaixo os itens que deseja ativar para gravações, por exemplo: CD de áudio, Line In, Microfone e clique em Ok.7. A janela Controle de Gravação se abre: Selecione o quadradinho para habilitar.8. Habilite a opção que deseja usar para gravar: CD de áudio, Line In, Microfone (em algumas placas esta opção precisa estar selecionada para funcionar e em outras, precisa estar desmarcada, portanto atenção). Neste caso deve-se selecionar o (quadradinho) em branco.9. Regule o volume para a gravação da opção escolhida.10. Ative novamente menu Opções.11. Clique em Propriedades.32 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  33. 33. Clique aqui.12. A janela Propriedades se abre: Clique aqui. Selecione os itens para gravação.13. Clique em Reprodução.14. No item Mostrar os seguintes controles de volume, selecione na área branca logo abaixo os itens que deseja ativar para ouvir, por exemplo: CD de Áudio, Som Wave, Line In, Microfone e clique em OK.15. A janela Controle de Reprodução da placa de som se abre:16. Regule o volume da opção habilitada na janela de gravação, ou seja, o dispositivo que será usado para gravar.17. Feche ou minimize a janela Controle de Reprodução. Gravando no Sound Forge 5.0 33
  34. 34. Lembre-se que nessa janela regula-se o volume do som que será Observação ouvido, e não o que está sendo gravado. Se o volume da gravação ficar baixo, deve-se aumentá-lo na janela Controle de Gravação e não na janela Controle de Reprodução.2.2. Gravando uma Música do CD Muitas vezes quando compramos um CD ou pegamos emprestado comalgum amigo, nem sempre gostamos de todas as faixas. O Sound Forgepermite-nos gravar as faixas de que gostamos no nosso computador, em quepodemos armazenar uma seleção das músicas preferidas do CD. Feito isto,pode-se gravar um CD com esta seleção. Para gravar um arquivo de um CD, em primeiro lugar deve-se configurara placa de som para gravar a partir da Unidade de CD, de acordo com o item2.1 Configurando a Placa de Som para Gravação.1. Insira o CD no Drive de CD-Rom.2. Abra o Sound Forge e ative o menu Tools.3. Clique em Extract Audio from CD. Clique aqui. Clique aqui.4. A janela Extract Audio from CD se abre:34 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  35. 35. Escolha o Drive de Clique aqui. CD aqui. Selecione a música aqui. Clique aqui para ouvir a música.5. Se você possuir mais de um Drive de CD, escolha o que deseja gravar no item Drive.6. Clique no botão Play caso deseje ouvir a música antes de gravá-la. Para parar a execução, clique no botão Stop que aparecerá no lugar do Play.7. Selecione a música que deseja gravar clicando sobre a faixa desejada. Para selecionar mais de uma música, basta segurar a tecla Ctrl enquanto clica sobre as demais faixas do CD.8. Clique em Ok, e a janela Extract Audio from CD fecha-se, passando a ser mostrado na janela de trabalho o processo de extração da música. Veja na figura seguinte. Processo de gravação em 50% Gravando no Sound Forge 5.0 35
  36. 36. 2.3. Gravando por meio do Microfone1. Conecte um microfone à placa de som de seu computador. Caso você tenha mais de uma placa instalada, verifique qual delas o Sound Forge está utilizando e conecte o microfone na entrada de microfone da respectiva placa. Para saber que placa de som o Sound Forge está utilizando para Observação gravar, ative o menu Options da barra de menus do Sound Forge e, em seguida, o submenu Preferences. Veja na janela Preferences a placa que está selecionada no item Record da guia Wave.2. Configure a Placa de Som para a gravação por meio do microfone de acordo com o item 2.1 Configurando a Placa de Som para Gravação.3. Abra o Sound Forge e ative o menu Special da barra de menus. Se já houver um arquivo em branco aberto pelo programa, deve-se clicar em Transport e depois em Record. Caso Transport não esteja disponível, é porque ainda não foi aberto nenhum arquivo em branco. Deve-se então clicar somente em Record. Neste caso uma nova janela de dados com os atributos da última gravação realizada é criada na área de trabalho. Menu ativo sem arquivo Clique aqui. em branco.36 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  37. 37. Menu ativo com arquivo em branco. Clique aqui.4. Outra opção é clicar no botão Record localizado na barra de ferramentas Transport, ou também utilizar o atalho Ctrl+R. Clique aqui.5. A janela Record se abre: Atributos Clique aqui. VUs Clique aqui. Clique aqui para gravar. Clique aqui.6. Os atributos de gravação aparecem na parte superior esquerda da caixa Record, em Recording attributes. Na figura anterior os atributos de gravação são: Gravando no Sound Forge 5.0 37
  38. 38. ♦ Taxa de amostragem: 44.100Hz; ♦ Tamanho da amostragem: 16-bit; ♦ Número de canais: Stereo. Observação Não se preocupe com estes termos por enquanto, porque serão melhor especificados em seguida.7. Clique no botão New, localizado na parte superior direita da caixa Record, para criar uma nova janela de dados com atributos personalizados. Clique aqui. Atributos8. A janela New Window se abre: Taxa de amostragem. Tamanho da amostragem. Quantidade de canais9. No item Sample rate, escolha a Taxa de Amostragem: ♦ 11.025 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de telefone; ♦ 22.050 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de rádio; ♦ 44.100 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de CD; ♦ 32.000 Hz: proporciona bons resultados para fins auditivos, com quantidade superior ao padrão de rádio e telefone e inferior ao de CD.Informações Avançadas Deve ser esclarecido que a taxa de amostragem ideal para determinadagravação não está presa aos termos qualidade de CD, rádio ou telefone, comodescrito anteriormente. O valor ideal para a taxa de amostragem de gravaçãopode ser estimado caso se conheça a mais alta freqüência existente no arquivoa ser gravado. Por exemplo, se você estiver gravando uma música constituídaapenas de vozes humanas, uma taxa de amostragem de 22.050 Hz é mais doque suficiente para armazenar todas as freqüências audíveis existentes no38 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  39. 39. arquivo, visto que a voz humana normal não consegue atingir freqüências emtorno de 11.000 Hz. Portanto, para este caso, podemos dizer que a taxa de22.050 Hz proporciona qualidade de CD. Quanto maior a taxa de amostragem mais freqüências agudas o arquivo aser gravado poderá conter e, em contrapartida, mais espaço ocupará o arquivono seu disco rígido. O ouvido humano não consegue perceber qualidadessonoras cuja taxa de amostragem seja superior a 44.100Hz. Por isso taxas acimade 44.100 Hz raramente são utilizadas. Logo, para fins auditivos, torna-se inútila escolha de uma taxa de amostragem de gravação superior a 44.100Hz.10. No item Bit-depth, escolha o Tamanho da Amostragem: ♦ 8-bit: baixa qualidade, equivalente à qualidade usada em rádio ou telefone; ♦ 16-bit: alta qualidade, equivalente à qualidade usada em CD.11. No item Channels escolha a quantidade de canais que terá seu arquivo. Recomendamos escolher Stereo, ou seja, a gravação possuirá dois canais. A maioria dos CDs é gravada em estéreo (dois canais de áudio).12. Clique em OK para fechar a janela New Window e voltar à janela Record.13. Uma nova janela de dados é então gerada na tela de trabalho do Sound Forge. A janela criada conterá as configurações escolhidas na caixa New Window. Observação Caso os atributos mostrados inicialmente no alto da janela Record sejam os que serão usados para a gravação, os itens de 7 a 13 não são necessários. Pode-se, portanto, saltar do item 6 para o 14.14. Selecione o item Monitor para habilitar a Régua de Níveis de Gravação (VUs). Você pode utilizar a régua de níveis para monitorar os níveis de uma gravação, e com isto acompanhar a gravação certificando que em nenhum instante o nível máximo de sinal cause distorção. Caso algum trecho do arquivo ultrapasse 0 dB, o resultado obtido é a distorção do som no res- pectivo trecho. O ideal, na prática, é que o nível de gravação nunca alcance 0dB, mas esteja próximo, em torno de —6dB, pois caso você queira processar o arquivo com alguma ferramenta de efeito como reverber, que geralmente eleva o nível do arquivo de um ou dois decibéis, você garante que o arquivo não irá saturar. Você pode também visualizar o nível de ruído gerado pela placa, pelo microfone, etc. antes de começar uma gravação. No instante em que você habilita o item Monitor, a régua de níveis mostra o nível de ruído captado pelo sistema. O topo da régua de níveis armazena o máximo nível de sinal captado pelo Sound Forge a partir do instante em que Monitor é selecionado. Assim, se nenhum arquivo está sendo reproduzido, o único Gravando no Sound Forge 5.0 39
  40. 40. nível de sinal existente é o ruído do sistema que será somado ao arquivo de som quando você iniciar a gravação. Acima do Monitor fica o botão Reset. Clicando nesse botão você "zera", ou melhor, reinicializa em -inf o valor do topo da régua de níveis. Toda vez que você for realizar uma nova gravação num arquivo recentemente gravado, clique em Reset para "zerar" os níveis anteriormente armazenados. Régua de níveis Clique aqui. de gravação (VUs) Clique aqui.15. Selecione a opção DC adjust para minimizar automaticamente qualquer nível DC gerado pela placa de som durante o processo de gravação. Por melhor que seja a placa de aquisição de áudio usada, sempre haverá uma pequena quantia de nível DC sendo gerada durante uma gravação. O item DC adjust tenta minimizar essa quantia.16. Clique no botão Calibrate para que o Sound Forge ajuste o nível DC gerado pela placa para o menor possível. Sempre que você for realizar uma gravação, deve calibrar o nível DC antes de iniciá-la. O botão Calibrate somente estará disponível se o item DC adjust estiver selecionado. Abaixo do botão Calibrate aparecem os valores de nível DC calculado. Serão dois valores se estiver gravando um arquivo estéreo e um se o arquivo for mono. Veja na figura seguinte um exemplo de calibragem para gravação de um arquivo estéreo. O termo Left mostra o valor do nível DC calculado para o canal esquerdo e Right para o canal direito: Níveis DC cal- culados para os dois canais.17. Clique no botão Record para iniciar a gravação com o microfone.18. Cante, fale ou toque perto do microfone. Após clicar no botão Record , deixar gravar cerca de três segundos de Observação silêncio antes de começar a cantar, falar ou tocar no microfone. Nesse intervalo ficam armazenados os ruídos da placa, do microfone, do som ambientes, etc., assim como o nível DC gerado pela placa de som.40 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  41. 41. 19. Quando quiser parar a gravação, clique no botão Stop do Sound Forge para depois desligar o microfone.20. Clique no botão Close, localizado na parte superior direita da caixa Record, para fechá-la. Clique aqui.21. Para ouvir o arquivo gravado, clique no botão play da janela de dados do arquivo gravado ou, então, clique no botão play da barra de ferramentas Transport. Clique aqui. Clique aqui.2.4. Gravando por meio do Vinil ou Fita Cassete1. Para gravar uma música de um vinil ou fita cassete, em primeiro lugar deve-se Configurar a Placa de Som para gravar a partir do Line In (Entrada de Linha), de acordo com o item 2.1 Configurando a Placa de Som para Gravação.2. Conecte o aparelho de som da seguinte forma ao computador: ligue o Auxiliar Out do aparelho de som ao Line In da placa de som do computador. Gravando no Sound Forge 5.0 41
  42. 42. 3. Coloque o vinil ou a fita cassete no aparelho de som.4. Abra o Sound Forge e ative o menu Special da barra de menus. Se já houver um arquivo em branco aberto pelo programa, deve-se clicar em Transport e depois em Record. Caso Transport não esteja disponível, é porque ainda não foi aberto nenhum arquivo em branco. Deve-se então clicar somente em Record. Neste caso uma nova janela de dados com os atributos da última gravação realizada é criada na área de trabalho. Menu ativo sem Clique aqui. arquivo em branco. Menu ativo com arquivo Clique aqui. em branco.5. Outra opção é clicar no botão Record localizado na barra de ferramentas Transport, ou também utilizar o atalho Ctrl+R. Clique aqui.6. A janela Record se abre:42 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  43. 43. Atributos VUs Clique aqui. Clique aqui. Clique aqui para gravar. Clique aqui.7. Os atributos de gravação aparecem na parte superior esquerda da caixa Record, em Recording attributes. Na figura anterior os atributos de grava- ção são: ♦ Taxa de amostragem: 44.100Hz; ♦ Tamanho da amostragem: 16-bit; ♦ Número de canais: Stereo. Observação Não se preocupe com estes termos por enquanto, porque eles serão melhor especificados em seguida.8. Clique no botão New, localizado na parte superior direita da caixa Record, para criar uma nova janela de dados com atributos personalizados. Atributos Clique aqui.9. A janela New Window se abre: Taxa de amostragem Tamanho da amostragem Quantidade de canais Gravando no Sound Forge 5.0 43
  44. 44. 10. No item Sample rate, escolha a Taxa de Amostragem: ♦ 11.025 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de telefone; ♦ 22.050 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de rádio; ♦ 44.100 Hz: padrão geralmente usado para qualidade de CD; ♦ 32.000 Hz: proporciona bons resultados para fins auditivos, com quantidade superior ao padrão de rádio e telefone e inferior ao de CD.Informações Avançadas Deve ser esclarecido que a taxa de amostragem ideal para determinadagravação, não está presa aos termos qualidade de CD, rádio ou telefone, comodescrito anteriormente. O valor ideal para a taxa de amostragem de gravaçãopode ser estimado caso se conheça a mais alta freqüência existente no arquivoa ser gravado. Por exemplo, se você estiver gravando uma música constituídaapenas de vozes humanas, uma taxa de amostragem de 22.050 Hz é mais doque suficiente para armazenar todas as freqüências audíveis existentes noarquivo, visto que a voz humana normal não consegue atingir freqüências emtorno de 11.000 Hz. Portanto, para este caso, podemos dizer que a taxa de22.050 Hz proporciona qualidade de CD. Quanto maior a taxa de amostragem mais freqüências agudas o arquivo aser gravado poderá conter e, em contrapartida, mais espaço ocupará o arquivono seu disco rígido. O ouvido humano não consegue perceber qualidadessonoras cuja taxa de amostragem seja superior a 44.100Hz. Por isso taxas acimade 44.100 Hz raramente são utilizadas. Logo, para fins auditivos, torna-se inútila escolha de uma taxa de amostragem de gravação superior a 44.100Hz.11. No item Bit-depth, escolha o Tamanho da Amostragem: ♦ 8-bit: baixa qualidade, equivalente à qualidade usada em rádio ou telefone; ♦ 16-bit: alta qualidade, equivalente à qualidade usada em CD.12. No item Channels escolha a quantidade de canais que terá seu arquivo. Recomendamos escolher Stereo, ou seja, a gravação possuirá dois canais. A maioria dos CDs é gravada em estéreo (dois canais de áudio).13. Clique em OK para fechar a janela New Window e voltar à janela Record.14. Uma nova janela de dados é então gerada na tela de trabalho do Sound Forge. A janela criada conterá as configurações escolhidas na caixa New Window. Observação Caso os atributos mostrados inicialmente no alto da janela Record sejam os que serão usados para a gravação, os itens de 8 a 14 não são necessários. Pode-se, portanto, saltar do item 6 para o 15.44 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  45. 45. 15. Selecione o item Monitor para habilitar a Régua de Níveis de Gravação (Vus). Você pode utilizar a régua de níveis para monitorar os níveis de uma gravação, e com isto acompanhar a gravação, certificando que em nenhum instante o nível máximo de sinal cause distorção. Caso algum trecho do arquivo ultrapasse 0 dB, o resultado obtido é a distorção do som no res- pectivo trecho. O ideal, na prática, é que o nível de gravação nunca alcance 0dB, mas esteja próximo, em torno de —6dB, pois caso você queira pro- cessar o arquivo com alguma ferramenta de efeito como reverber, que ge- ralmente eleva o nível do arquivo de um ou dois decibéis, você garante que o arquivo não irá saturar. Você pode também visualizar o nível de ruído gerado pela placa, pelo microfone, etc. antes de começar uma gravação. No instante em que você habilita o item Monitor, a régua de níveis mostra o nível de ruído captado pelo sistema. O topo da régua de níveis armazena o máximo nível de sinal captado pelo Sound Forge a partir do instante em que Monitor é selecionado. Assim, se nenhum arquivo está sendo reproduzido, o único nível de sinal existente é o ruído do sistema que será somado ao arquivo de som quando você iniciar a gravação. Acima do Monitor fica o botão Reset. Clicando nesse botão você "zera", ou melhor, reinicializa em -inf o valor do topo da régua de níveis. Toda vez que você for realizar uma nova gravação num arquivo recentemente gravado, clique em Reset para "zerar" os níveis anteriormente armazenados. Régua de níveis Clique aqui. de gravação (Vus). Clique aqui.16. Selecione a opção DC adjust para minimizar automaticamente qualquer nível DC gerado pela placa de som durante o processo de gravação. Por melhor que seja a placa de aquisição de áudio usada, sempre haverá uma pequena quantia de nível DC sendo gerada durante uma gravação. O item DC adjust tenta minimizar essa quantia.17. Clique no botão Calibrate para que o Sound Forge ajuste o nível DC gerado pela placa para o menor possível. Sempre que você for realizar uma gravação, deve calibrar o nível DC antes de iniciá-la. O botão Calibrate somente estará disponível se o item DC adjust estiver selecionado. Abaixo do botão Calibrate aparecem os valores de nível DC calculado. Serão dois valores se estiver gravando um arquivo estéreo e um se o arquivo for mono. Veja na figura seguinte um exemplo de calibragem para gravação de Gravando no Sound Forge 5.0 45
  46. 46. um arquivo estéreo. O termo Left mostra o valor do nível DC calculado para o canal esquerdo e Right para o canal direito: Níveis DC cal- culados para os 2 canais.18. Clique no botão Record para iniciar a gravação do vinil ou fita- cassete.19. Coloque o vinil ou a fita cassete para tocar.20. Quando quiser parar a gravação, clique no botão Stop do Sound Forge para depois parar a execução do Vinil ou da Fita cassete.21. Clique no botão Close, localizado na parte superior direita da caixa Record, para fechá-la. Clique aqui.22. Para ouvir o arquivo gravado, clique no botão play da janela de dados do arquivo gravado, ou então clique no botão play da barra de ferramentas Transport. Clique aqui. Clique aqui.46 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  47. 47. Ferramentas Básicas 033.1. Comandos mais Usados1. Setas do teclado do computador: ♦ Seta para Direita: Move o cursor para a Direita. ♦ Seta para Esquerda: Move o cursor para a Esquerda. Cursor para Cursor para a esquerda a direita2. Tecla Home: Posiciona o cursor no Início da Tela.3. Ctrl + Home: Posiciona o cursor no Início da Música.4. Tecla End: Posiciona o cursor no Fim da Tela.5. Ctrl + End: Posiciona o cursor no Fim da Música.6. Tecla Page Up: Move o cursor para a Esquerda.7. Tecla Page Down: Move o cursor para a Direita.8. Barra de Espaço: Play (tocar) e Stop (parar).9. Enter: Pausa.3.2. Zoom Para realizar a edição da música, na maioria das vezes é preciso aumentaro Zoom para que se tenha uma visão mais precisa do trecho a ser editado. Ferramentas Básicas 47
  48. 48. Muitas vezes tem-se uma falsa visão do início de um evento, fato que só éresolvido quando se aumenta bastante o Zoom. Veja o exemplo: Sem Zoom Com Zoom Cursor Cursor Início do Início do evento evento Pode não parecer, mas o cursor encontra-se na mesma posição, ou seja,00:00:05:224. Acontece que sem o Zoom tem-se a falsa idéia de que o cursorestá no início do evento Existem duas maneiras de aumentar ou diminuir oZoom: com o mouse e com o teclado.3.2.1. Zoom - Mouse1. Aumentar o Zoom: clique no ícone da 1ª lupa (Zoom In), localizado no canto inferior direito da tela, para maximizar a área de trabalho na posição do cursor.2. Diminuir o Zoom: clique no ícone da 2ª lupa (Zoom Out), localizado no canto inferior direito da tela, para minimizar a área de trabalho na posição do cursor. Aumentar Diminuir o Zoom o Zoom3.2.2. Zoom - Teclado1. Aumentar o Zoom: pressione a seta direcional do teclado para cima para maximizar a área de trabalho na posição do cursor.2. Diminuir o Zoom: pressione a seta direcional do teclado para baixo para minimizar a área de trabalho na posição do cursor. Zoom In Zoom Out48 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  49. 49. 3.3. Métodos de Seleção Em um programa de computador, é comum a necessidade de selecionardeterminado trecho musical ou mesmo a música toda para que se possaexecutar determinada função. O Sound Forge possibilita ao usuário váriasmaneiras de seleção.3.3.1. Selecionar Todo o Arquivo Use o atalho Ctrl+A, ou também clique duas vezes sobre o arquivo nocentro da tela para selecioná-lo, tomando cuidado para não clicar somente nocanal direito ou esquerdo.3.3.2. Selecionar um Trecho Utilizando o Mouse Clique com o botão esquerdo do mouse sobre o lugar desejado e semsoltá-lo, arraste até encobrir o trecho desejado com uma área em preto.3.3.3. Selecionar um Trecho Utilizando o Teclado Posicione o cursor no lugar desejado, segure a tecla Shift e pressione atecla direcional para direita ou esquerda. Outra opção é segurar a tecla Shift epressionar as teclas Page Up ou Page Down.3.3.4. Selecionar com Precisão1. Clique com o botão direito do mouse sobre a música.2. Um menu Pop-up se abre: Clique aqui.3. Clique com o botão esquerdo do mouse em Selection. Ferramentas Básicas 49
  50. 50. 4. Outra opção é clicar duas vezes sobre o campo ao lado da palavra OLE, localizado na parte inferior direita da tela: Clique duas vezes aqui.5. A janela Set Selection se abre: Início Fim Ouvir Comprimento Canal6. No item Start, escreva o início do trecho que será selecionado, da seguinte maneira: ♦ hr: hora ♦ mn: minuto ♦ sc: segundo ♦ xxx: milissegundo7. No item End, escreva o fim do trecho que será selecionado, obedecendo ao mesmo critério do item anterior. Exemplo: Start: 00:00:10:834 End: 00:00:39:032 Observação Ao digitar os valores de início e final do trecho a ser selecionado, o campo Length é preenchido automaticamente, indicando o compri- mento total do trecho.8. No item Channel, escolha qual canal deseja selecionar: Left (esquerdo), Right (direito) ou Both (os dois).9. Se desejar ouvir o trecho selecionado, clique no botão Play. Para parar, clique no botão Stop que aparece no lugar do Play.10. Clique em OK.50 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  51. 51. 3.4. Inserir Marcadores Os marcadores são muito úteis, pois facilitam a localização de trechosimportantes para serem editados. Devem ser inseridos em lugares como o inícioda execução do solo da flauta, ou onde termina a introdução, etc.1. Ao localizar o início do trecho em que se deseja inserir o Marcador, pressione a tecla M do teclado do computador.2. Um Marcador é inserido na música.3. Localize o final do trecho e pressione também a tecla M, delimitando assim o campo total a ser editado. Início do Marcador Fim do Marcador4. Para selecionar o trecho entre os Marcadores, basta clicar duas vezes dentro da área demarcada.5. Para excluir um Marcador, clique com o botão direito sobre ele (setinha vermelha). Atenção! Ao posicionar o mouse sobre a seta do marcador, ele se transforma em uma mão.6. Um menu Pop-up se abre: Clique aqui.7. Clique em Delete. Ferramentas Básicas 51
  52. 52. 3.5. Copiar e Colar 1 Esta função é muito útil para copiar um determinado trecho da músicaque já foi gravado anteriormente e colocá-lo em outro lugar. Portanto, não énecessário gravá-lo novamente. Basta copiar esse trecho para o local dedestino, dentro do mesmo arquivo ou de outro, de acordo com a necessidade.1. Selecione o trecho que deseja copiar.2. Tecle Ctrl+C para copiar. Outra opção é ativar o menu Edit e clicar em Copy. Clique aqui. Clique aqui.3. Posicione o cursor no lugar em que deseja colar e tecle Ctrl+V. Outra opção é ativar o menu Edit e clicar em Paste. Clique aqui. Clique aqui.52 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  53. 53. 3.6. Copiar e Colar 2 O recurso de copiar e colar também pode ser usado para separar asfaixas de um LP quando ocorrer de gravar, por exemplo, todas as faixas doLado A ou Lado B. Porém, executar esta função de acordo com o item 3.5 podeser um pouco cansativo. Vamos ver uma outra forma e você pode escolher aque achar melhor.1. Abra o arquivo original, do qual deseja separar as faixas do disco.2. Use o atalho Ctrl+N para criar um arquivo em branco para poder colar a faixa copiada.3. A janela New Window se abre: Taxa de amostragem Tamanho da Clique aqui. amostragem Quantidade de canais4. Escolha as mesmas definições do arquivo original e clique em Ok.5. Ative o menu Window e clique no nome do arquivo original, no nosso caso "Livro do Sound Forge".6. Ative novamente o menu Window e clique em Tile Vertically para colocar os dois arquivos lado a lado na vertical. Clique aqui. Clique aqui. Ferramentas Básicas 53
  54. 54. 7. Observe que as duas janelas agora ficaram lado a lado. Clique, segure e arraste aqui.8. No arquivo original, selecione a faixa que deseja copiar para o outro arquivo.9. Clique com o botão esquerdo do mouse sobre o trecho selecionado e sem soltá-lo, arraste-o para a nova janela ao lado e solte o botão do mouse.10. Neste momento a janela Mix1 se abre:1 Para saber mais sobre esta janela, leia o item 4.6 Mixar Eventos do Capítulo Ferramentas Avançadas.54 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  55. 55. Clique aqui.11. Não precisa mexer em nada. Basta clicar no botão Ok.12. Observe que a faixa agora foi transferida para a nova janela. Trecho novo.13. Salve o novo arquivo e feche a janela.14. Faça novamente todos os passos para as demais faixas do LP. Ferramentas Básicas 55
  56. 56. 3.7. Converter Mono em Stereo e Vice-Versa Clique aqui. Clique aqui.1. Ative o menu Process.2. Clique em Channel Convert.3. A janela Channel Convert se abre: Clique aqui. Clique aqui. Esquerdo Direito4. No item Output channels escolha Mono ou Stereo.5. No item New left channel escolha o volume do canal Esquerdo.6. No item New right channel escolha o volume do canal Direito.7. Clique em OK. Ao converter Estéreo em Mono, deve-se reduzir o volume2 dos dois Observação canais em 50% para evitar que o sinal Mono convertido fique saturado. Isto acontece principalmente quando o sinal Estéreo estiver normalizado3 (próximo de 0 dB4).2 Leia o Capítulo sobre Volume.3 Leia o Capítulo sobre Normalização.56 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  57. 57. 3.8. Inserir Silêncio Pode parecer estranho inserir silêncio em uma música, mas este recursopode ser usado, por exemplo, para separar trechos da música ou até mesmopara deixar totalmente em silêncio os segundos que antecedem a música.1. Posicione o cursor no lugar desejado.2. Ative o menu Process.3. Clique em Insert Silence. Clique aqui. Clique aqui.4. A janela Insert Silence se abre: Digite aqui o Posição tamanho do silêncio.5. No item Insert (hr:mn:sc.xxx), digite o tamanho de silêncio da seguinte maneira: ♦ hr: hora ♦ sc: segundo ♦ mn: minuto ♦ xxx: milissegundo6. No item at, escolha a posição em que deseja inserir o silêncio:4 Leia o Capítulo sobre Decibéis - dB. Ferramentas Básicas 57
  58. 58. ♦ Cursor: na posição do cursor; ♦ Star of file: no início do arquivo; ♦ End of file: no fim do arquivo.7. Clique em OK.3.9. Mudar a Taxa de Amostragem Clique aqui.1. Ative o menu Process.2. Clique em Resample.3. A janela Resample se abre: Clique aqui. Escolha a nova taxa de amostragem aqui. Ou então digite a nova taxa aqui4. No item Preset, escolha a nova taxa de amostragem: 44.100, 22.050, 11.025, etc.5. Outra opção é digitar a nova taxa de amostragem desejada no item New sample rate.6. Selecione o item Apply na anti-alias filter during resample para minimizar as perdas durante a mudança de uma taxa de amostragem maior para uma menor.7. Clique em Ok.58 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  59. 59. Ferramentas Avançadas 044.1. Equalizar a Música É muito comum que ao gravar uma música ela fique mais grave ou maisaguda do que o desejado, principalmente se a gravação não foi feita por umamesa de som. Para minimizar este problema, o Sound Forge possui váriasferramentas que permitem ao usuário equalizar a música. Vamos ver em se-guida uma dessas ferramentas.1. Ative o menu Process.2. Deslize o mouse até EQ. Deslize-o para a direita e clique em Graphic. Clique aqui. Clique aqui. Deslize o mouse até aqui.3. A janela Graphic EQ se abre: Ferramentas Avançadas 59
  60. 60. Clique Clique Clique aqui. aqui. aqui.4. Esta janela é bastante completa, sendo dividida em três modelos de equalização. Ela abre-se inicialmente no modelo de Envelope Sonoro.5. Para regular a janela Graphic EQ - Envelope, basta clicar sobre a linha horizontal que se encontra em 0dB, na posição desejada, e movê-la para cima ou para baixo para regular os graves, médios e agudos.6. Em cada lugar que se clica, a linha passa a exibir um quadradinho para facilitar a manipulação. Veja no exemplo em seguida: Zera a equalização7. Para zerar a equalização, basta clicar no botão Reset.8. Quando terminar, clique em OK.9. O segundo modelo da janela Graphic EQ é o 10 Band. Para ativá-lo, clique no item 10 Band localizado na parte inferior da janela.60 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  61. 61. 10. A janela Graphic EQ modifica-se, passando a exibir um modelo de equalização com dez controles deslizantes. Clique aqui. Grave Agudo Zera a equalização Clique aqui. Médio11. Para regular a janela Graphic EQ - 10 Band, basta clicar sobre os controles deslizantes e movê-los para cima ou para baixo para regular o grave, médio e agudo. ♦ Grave nos controles de 28Hz a 113Hz; ♦ Médio nos controles de 225Hz a 1,8KHz; ♦ Agudo nos controles de 3,6KHz a 15KHz.12. Para zerar a equalização, basta clicar no botão Reset.13. Quando terminar, clique em OK.14. O terceiro modelo da janela Graphic EQ é o 20 Band. Para ativá-lo, clique no item 20 Band localizado na parte inferior da janela. Essa janela é parecida com a 10 Band. Em vez de exibir dez controles deslizantes, ela apresenta vinte.4.2. Crescendo (Fade in) Este recurso é muito útil quando se deseja um efeito de Crescendo, ouseja, começar o som com baixa intensidade e ir aumentado gradativamente atéalcançar a intensidade original do trecho desejado.1. Selecione o trecho em que deseja o efeito de Crescendo (Fade in). Veja o item 3.3 Métodos de Seleção. Ferramentas Avançadas 61
  62. 62. 2. Ative o menu Process.3. Deslize o mouse até Fade.4. Deslize o mouse para a direita e clique em in.5. Desta forma o Sound Forge acrescenta o Crescendo automaticamente, sem um controle do usuário. Clique aqui. Clique aqui. Deslize o mouse até aqui.6. Outra opção é deslizar o mouse até Fade e clicar em Graphic. Clique aqui. Clique aqui. Deslize o mouse até aqui.7. A janela Graphic Fade se abre:62 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  63. 63. Clique aqui. Clique aqui. Clique aqui.8. Deslize o Mouse até o canto superior Esquerdo em que existe um Quadradinho.9. O Mouse se transforma em uma Mão. Clique no Quadradinho Superior Esquerdo e arraste-o até a posição em que se deseja iniciar o Crescendo.10. Se desejar, faça o mesmo com o Quadradinho Superior Direito para determinar o final do Crescendo. Clique Fim aqui. Início11. Organize todos os pontos desejados, ou seja, clique na linha no ponto que quiser e posicione-a como desejar. Ferramentas Avançadas 63
  64. 64. 12. Clique em OK. Trecho Trecho com original. Fade In.4.3. Decrescendo (Fade out) Este recurso é muito útil quando se deseja um efeito de Diminuendo, ouseja, começar o som com alta intensidade e ir diminuindo gradativamente atéalcançar a intensidade original do trecho desejado, ou então até ficar mudo.1. Selecione o trecho em que deseja o efeito de Decrescendo (Fade out). Veja o item 3.3 Métodos de Seleção.2. Ative o menu Process.3. Deslize o mouse até Fade. Deslize o mouse para a direita e clique em out. Clique aqui. Clique aqui. Deslize o mouse até aqui.4. Desta forma o Sound Forge acrescenta o Decrescendo automaticamente sem um controle do usuário.64 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs
  65. 65. 5. Outra opção é deslizar o mouse até Fade e clicar em Graphic. Clique aqui. Clique aqui. Deslize o mouse até aqui.6. A janela Graphic Fade se abre: Clique aqui. Clique aqui. Clique aqui.7. Deslize o Mouse até o canto superior Direito em que existe um Quadra- dinho.8. O Mouse se transforma em uma Mão. Clique no Quadradinho Superior Direito e arraste-o até a posição em que deseja terminar o Decrescendo.9. Se desejar, faça o mesmo com o Quadradinho Superior Esquerdo para determinar o início do Decrescendo. Ferramentas Avançadas 65
  66. 66. Clique aqui. Início Fim10. Organize todos os pontos desejados, ou seja, clique na linha no ponto que quiser e posicione-a como desejar.11. Clique em OK. Trecho Trecho com original Fade In.4.4. Ajustando a Música para um TempoPredeterminado O Sound Forge possui uma ferramenta (Time Stretch) muito útil paraprofissionais de estúdio na criação de spots, jingles e fundos musicais quenecessitam de um tempo exato na duração. Assim você pode pegar um trecho66 Sound Forge 5.0 - Restauração de Sons de LPs e Gravação de CDs

×