Your SlideShare is downloading. ×
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Ativ 3 andreajosecosta
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ativ 3 andreajosecosta

937

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
937
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Curso: Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TIC Unidade: 3 Atividade: 3 Cursista: Andréa Geraldo Sacramento Scheffer Tutora: Maria Madalena Pereira da Silva  
  • 2.  
  • 3.  
  • 4. Centenas de milhares de escravos africanos foram trazidos para o Brasil. E assim surgiu o país mestiço e mesclado, rico e pobre, de diversidade e dos contrastes.
  • 5.  
  • 6. Dia Nacional da Consciência Negra           O nosso País é conhecido pelo sol e pelas belezas naturais. O brasileiro não é "branco" que nem o europeu, nem "amarelo" como o asiático, nem "negro" como africano: somos uma misturada geral. Desde a época dos escravos (e até muito antes), esses nomes de raças causam muita confusão. Já que não tem cor que mude o fato que todas as pessoas são iguais perante a lei. Essa é a consciência da igualdade. E por isso, existe um dia dedicado para lembrar que negro, branco, roxo, amarelo, azul e vermelho são iguais, nem melhores nem piores. Zumbi dos Palmares A data, dia 20 de novembro, tem tudo a ver com o orgulho de ser negro. Lembra um grande nome que lutou e deu a vida pela libertação dos escravos: era o Zumbi dos Palmares. Ele foi escravo, mas acabou fugindo e foi morto por ajudar muitos outros escravos a fugir, como ele, neste mesmo dia no ano de 1695. Xô preconceito! Viva a brasilidade e a mistura de cores
  • 7. Zumbi dos Palmares foi um guerreiro que lutou muito contra a escravidão dos negros no Brasil. Foi em 20 de novembro de 1695 que o grande líder perdeu a vida, numa emboscada. Peraí... mas o que tem a ver o Dia da Consciência Negra com Zumbi? Tem tudo a ver! Você reparou a data em que o rei do Quilombo dos Palmares foi morto? É isto aí: comemoramos hoje (20) o dia da Consciência Negra em homenagem ao aniversário de morte desse guerreiro. Qual a importância da data? A nossa deputada Légis lembra que, no passado, os negros foram muito injustiçados no Brasil. Durante a escravidão, sofreram todo o tipo de humilhação e violência. Por isso, hoje é preciso relembrar todas as dificuldades que eles enfrentaram e definir meios de compensar as injustiças e preconceitos. Légis acredita que ainda há muito o que fazer para que exista igualdade racial no Brasil! Por esse motivo, muitas entidades organizam nesta semana palestras, exposições e eventos educativos. Temas importantes - como a inclusão do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, discriminação, moda e beleza negra, entre outros - estão em debate por todo o País.
  • 8.  
  • 9.  
  • 10.  
  • 11.  
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15.  
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.  
  • 19.  
  • 20.  
  • 21.  
  • 22.  
  • 23.  
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30.  
  • 31.  
  • 32.  

×