Briofitas E Pteridofitas

108,185 views

Published on

Aula síntese de Botânica

10 Comments
36 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
108,185
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9,328
Actions
Shares
0
Downloads
1,706
Comments
10
Likes
36
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Briofitas E Pteridofitas

  1. 1. Briófitas e Pteridófitas De uma maneira geral, podemos dizer que os dois grupos de vegetais são formados por plantas que não têm flor.
  2. 2. Briófitas <ul><li>Plantas pequenas, geralmente com alguns poucos centímetros de altura, que vivem em lugares úmidos e sombrios. </li></ul><ul><li>Uma das características mais marcantes das briófitas é a ausência de vasos para a condução de nutrientes . </li></ul>
  3. 3. Briófitas <ul><li>Os nutrientes são transportados de célula a célula por todo o vegetal. </li></ul><ul><li>Por essa razão não são encontradas plantas deste grupo muito grandes </li></ul>
  4. 4. Briófitas <ul><li>O transporte de água de célula a célula é muito lento. </li></ul><ul><li>O musgos e as hepáticas são os principais representantes das briófitas. </li></ul><ul><li>As briófitas não tem raízes. Fixam-se ao solo por meio de filamentos chamados rizóides, que absorvem a água e os sais minerais de que o vegetal necessita. </li></ul>
  5. 5. Briófitas <ul><li>A reprodução das briófitas apresenta duas fases: uma assexuada e outra sexuada.Os musgos verdes que podemos ver num muro, por exemplo, são plantas sexuadas que representam a fase chamada de gametófito, isto é, fase produtora de gametas. </li></ul>
  6. 6. Briófitas <ul><li>O gametófito masculino produz gametas móveis, com flagelos, chamados de anterozóides. Já o feminino produz gametas imóveis, chamados de oosferas . </li></ul><ul><li>Levados pelas gotas de chuva, os anterozóides alcançam a planta feminina e nadam em direção à oosfera. Da união de um anterozóide com uma oosfera, surge o zigoto, que, sobre a planta feminina cresce e forma um embrião </li></ul>
  7. 7. Briófitas <ul><li>O embrião se desenvolve originando a fase assexuada chamada de esporófito, isto é, fase produtora de esporos. </li></ul><ul><li>O esporófito possui uma haste e uma cápsula, no interior da qual formam-se os esporos. Quando maduros, os esporos são liberados e podem germinar no solo úmido </li></ul><ul><li>Cada esporo, então, pode formar uma espécie de &quot;broto&quot; chamado de protonema. Cada protonema, por sua vez, desenvolve-se e origina um novo musgo verde (gametófito). </li></ul>
  8. 8. Briófitas Reprodução - Esquema
  9. 9. Pteridófitas <ul><li>As pteridófitas foram os primeiros vegetais a apresentar um sistema de vasos para conduzir nutrientes. Assim, possuem raiz, caule e folha verdadeiros. </li></ul>
  10. 10. Pteridófitas <ul><li>São traqueófitas, o que as diferencia das algas e dos musgos. A água das raízes é transportada para as folhas por meio dos condutores, constituídos por células modificadas. </li></ul>
  11. 11. Pterodófitas <ul><li>A maioria das Pteridófitas é terrestre e habita, de preferência, lugares úmidos e sombrios. A samambaia e a avenca podem viver sobre outras plantas, mas sem prejudicá-las. </li></ul><ul><li>São plantas sem sementes. </li></ul>
  12. 12. Pteridófitas <ul><li>As pteridófitas, como as briófitas, se reproduzem por meio de um ciclo que apresenta uma fase assexuada e outra sexuada. </li></ul><ul><li>O esporófito é a planta propriamente dita. Possui folhas separadas em folíolos na forma de penas. </li></ul>
  13. 13. Pteridófitas - Reprodução <ul><li>Em certas épocas, na superfície inferior das folhas da samambaia, formam-se pontos escuros chamados de soros, onde se produzem os esporos. </li></ul><ul><li>Quando os esporos amadurecem, os soros abrem-se, deixando-os cair no solo úmido. </li></ul><ul><li>Cada esporo, então, pode germinar e originar um prótalo, uma plantinha bem pequena em forma de coração. O prótalo é uma planta sexuada, produtora de gametas; por isso, ele representa a fase chamada de gametófito. </li></ul>
  14. 14. Pteridófitas - Reprodução <ul><li>No prótalo, formam-se os anterozóides e as oosferas. O anterozóides, deslocando-se em água, nada em direção à oosfera, fecundando-a. Surge, então, o zigoto. </li></ul><ul><li>O Zigoto se desenvolve, transformando-se em uma nova samambaia. Quando adulta, esta planta forma soros, iniciando novo ciclo de reprodução. </li></ul>
  15. 15. Pteridófitas- Reprodução <ul><li>Esquema: </li></ul>
  16. 16. Mapa Conceitual
  17. 17. Mapa Conceitual

×