Pacto nacional pela alfabetização pontes e lacerda

5,332

Published on

Pacto Nacional Pela Alfabetização Na Idade Certa - Pontes e Lacerda - MT

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,332
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
189
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Pacto nacional pela alfabetização pontes e lacerda

  1. 1. Professora Formadora da AlfabetizaçãoAndréa Perez Leinat
  2. 2. MENSAGEM:
  3. 3. Estados Unidos da América – 1923CONTRATOPADRONIZADOPARA DOCENTES DEESCOLA ELEMENTAR
  4. 4. Este é um acordo entre aSenhorita......., professora, e o Conselho deEducação da Escola......., pelo qual aSenhorita...... concorda em ensinar por umperíodo de oito meses, começando em 1º desetembro de 1923. O Conselho de Educaçãoconcorda em pagar à Senhorita..... a somade 75 dólares por mês. A Senhoritaconcorda com as seguintes cláusulas:4
  5. 5. 1. Não casar-se. Este contrato torna-senulo imediatamente se a professora secasar.2. Não andar em companhia de homens.3. Estar em casa entre as 8 horas da noitee as 6 horas da manhã, a menos queesteja assistindo a alguma função daescola.4. Não ficar vagando pelo centro emsorveterias.5
  6. 6. 5. Não deixar a cidade em tempo algumsem a permissão do presidente doConselho de Curadores.6. Não fumar cigarros. Este contrato setorna nulo imediatamente se a professorafor encontrada fumando.7. Não beber cerveja, vinho ou uísque. Estecontrato se torna nulo imediatamente se aprofessora for encontrada bebendocerveja, vinho ou uísque.6
  7. 7. 8. Não andar de carruagem ou automóvelcom qualquer homem, exceto seu irmão oupai.9. Não vestir roupas demasiadamentecoloridas.10. Não tingir o cabelo.11. Vestir ao menos duas combinações.12. Não usar vestidos mais de duaspolegadas acima dos tornozelos.7
  8. 8. 13. Conservar a sala de aula limpa.a) varrer o chão da sala de aula ao menosuma vez por dia;b) esfregar o chão da sala de aula aomenos uma vez por semana com águaquente e sabão;c) limpar o quadro-negro ao menos uma vezpor dia;8
  9. 9. 14. Não usar pó no rosto, rímel ou pintar oslábios.http://lendoeescrevendonaalfabetizacao.blogspot.com.br/2010_12_01_archive.html9
  10. 10. CONTRATO DIDÁTICO
  11. 11. 1- Ter ética com os colegas.2- Ser solidário com as pessoas do grupo.3- Estarmos abertos as criticasconstrutivas dos colegas do grupo.4- Saber ouvir o que os outros desejamfalar (pedidos de ajuda, sugestões).CONSTRUIR O CONTRATO DIDÁTICO
  12. 12. 5- Controlar o tom e o volume da voz.6- Respeitar horários e espaços coletivos.7- Criar oportunidades de interação entreos colegas do grupo através de atividadesplanejadas.8- Compreender o outro, se colocando nolugar dele. O que não quero para mim,não devo fazer aos outros.
  13. 13. 09- Entregar as tarefas no prazocombinado e com a identificaçãoadequada, comunicar-se via internet etelefone.10- Colaborar e contribuir com os trabalhoscoletivos.11- Respeitar a opinião do outro, mesmodiscordando, pois discordar não significadesrespeitar.
  14. 14. 12- Manter um ambiente harmonioso,ninguém tem culpa dos nossosproblemas. Sorrir faz bem para alma.
  15. 15. CALENDÁRIOSOCIOCULTURAL
  16. 16. CALENDÁRIO CULTURAL DA ESCOLA TADARIMANA
  17. 17. MÊS DATAS COMEMORATIVAS AÇÕES PLANEJADASFevereiro Carnaval Cartaz contando a história;Vídeos;Artes Populares;Confecção de máscara e fantasia;Pesquisa na internet ;Músicas;Danças;Confecção de convites;Convidar a comunidade para festa deencerramento de carnaval.Quarta feira de cinza.CONFECÇÃO DO CALENDÁRIOSOCIOCULTURAL
  18. 18. MÊS DATAS COMEMORATIVAS AÇÕES PLANEJADASJaneiroFevereiroMarçoAbrilMaioJunhoJulhoAgostoSetembroOutubroNovembroDezembroCONFECCIONANDO O CALENDÁRIOSOCIOCULTURAL DESENVOLVIMENTO DEHABILIDADES DE LEITURA E ESCRITA
  19. 19. DESCULPE-ME
  20. 20. LEITURAS
  21. 21. CURRÍCULO NA ALFABETIZAÇÃO: CONCEPÇÕES E PRINCÍPIOS -Ano 01 ; Unidade 01 (objetivos /Currículo no ciclo dealfabetização: princípios gerais/Concepções de alfabetização: o que ensinar no ciclo de alfabetização/Avaliação no ciclo dealfabetização. Caderno de Educação Especial - A ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇASCOM DEFICIÊNCIA: UMA PROPOSTA INCLUSIVA(objetivos/Aprofundando o tema/ A pessoa com deficiênciamotora frente ao processo de alfabetização/Pensando aalfabetização da pessoa com deficiência intelectual.CURRÍCULO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO: PERSPECTIVAS PARAUMA EDUCAÇÃO DO CAMPO - Educação do campo UNIDADE 01;
  22. 22. SOCIALIZAÇÃO DASLEITURAS DOSGRUPOS
  23. 23.  Identificar as ideias principais do texto; Exposição dos grupos, com socializaçãosobre as ideias apresentadas; Discussão sobre quais são as ideiascomuns aos cadernos sobre as diferençasentre eles por meio de exposiçãodialogada.
  24. 24. CURRÍCULO
  25. 25. O ponto principal é a relação entrecurrículo e métodos utilizado paraalfabetizar, pois existem até hojeprofessores que aplicam métodosdescontextualizado, ensinando a ler eescrever, utilizando letras, palavras, frasese pequenos textos sem nenhum contexto deletramento e significado para a criança.
  26. 26. Currículo se refere: a criação, recriação, contestação etransgressão; são experiências escolares que sedobram em torno do conhecimento;
  27. 27. Métodos Sintético e Analítico Sintético – letras fonemas sílabaspalavrastextos; Analítico – textos palavras sílabas Fonemas textos.
  28. 28. Seguiam as cartilhas a risca garantindoque todos os alunos vivenciavam asmesmas atividades, pois acreditava, quetodos aprendiam do mesmo jeito,seguinte a mesma sequência presente nacartilha.
  29. 29. VÍDEO - CURRÍCULO
  30. 30. ALFABETIZAÇÃOELETRAMENTO
  31. 31. Vem enfatizando os direitos a aprendizagem decada criança de acordo com sua necessidade,sem distinção de cor, de raça, de ritmo e tempopra aprender.Tais princípios nos chamam a atenção para odesafio de educar na diversidade, para isso,necessário se faz: conhecer cada estudante(suas necessidades, potencialidades, interesses,experiências passadas, etc); identificarnecessidades de aprendizagem específicas;planejar as aulas por meio de uma didática e degestão do tempo, de modo que todos participemefetivamente da aula. Último paragrafo do texto.
  32. 32. A seguir voltar a discutir sobre anecessidade da construção de um currículoque tenha como base a diversidade culturalConcepções de alfabetizaçãoFaz uma abordagem sobre a concepçãotradicional de alfabetizar e as novasdefendidas por Ferreiro, Teberosky, Magda...e o resultados que ainda não é satisfatório.
  33. 33. VÍDEO – ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTOCONCEITOS E RELAÇÕES
  34. 34. AVALIAÇÃO
  35. 35. Na avaliação, também discuti, as finalidadesque já tivera, a de medir, punir, excluir.Em perspectiva atual construtivista einteracionista de ensino, e também naperspectiva exclusivista, avaliam-se asconquistas e as possibilidades dosestudantes ao longo do ano escolar, e nãoapenas os impedimentos e as condutas finaise acabadas.
  36. 36. AVALIAÇÃO
  37. 37. EDUCAÇÃOESPECIAL
  38. 38. Objetivo do caderno – discutir sobre aeducação especial na perspectiva daeducação inclusiva para ampliar epotencializar as possibilidades deensino, orientar a utilização de jogos ebrincadeiras em contexto inclusivo dealfabetização.A ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS COMDEFICIÊNCIA: UMA PROPOSTA INCLUSIVA
  39. 39. Abordar a diferença entre incluir e integrar;Romper com a homogeneidade e adotarestratégias para o aprendizado de todos,pois o professor não encontrará receitasprontas e precisará pensar em um currículocapaz de revolucionar sua praxis,atendendo e respeitando ás peculiaridadesdos alunos.IDÉIAS PRINCIPAIS:
  40. 40. Não se fala mais portador de necessidadesespeciais, mas sim criança comnecessidades especiais e em se tratando dealunos, criança com necessidadeseducacionais especiais.
  41. 41. A inclusão tem como eixo norteador: alegitimação (tornar aceitável por umacomunidade) da diferença. Utilização dediferentes práticas pedagógicas, em umamesma sala de aula para que o aluno comdeficiência possa acessar o objeto deconhecimento.
  42. 42. A pessoa com deficiência procura sempreoutros percursos de desenvolvimentodistinto daquele que está impedidobiologicamente. (a pessoa cega, porexemplo, utiliza-se do braile e de recursosde tecnologia de informação ecomunicação acessível para sedesenvolver).
  43. 43. O professor deve trabalhar com as habilidadesdos alunos e não com as necessidades.A escola deve promover condições deacessibilidade, assegurando assim a plenaparticipação da aprendizagem em igualdade.O professor deve fazer uso dos recursos datecnologia assistiva para facilitar oacompanhamento por parte do aluno.
  44. 44. Tecnologia Assistiva: recursos de altatecnologia com sistema de comunicaçãoalternativa.O professor deve usar a criatividade eutilizar recursos simples para garantir ocesso do aluno a aprendizagem.
  45. 45. O professor deve fazer um levantamento dequais recursos à escola tem disponível, issodará um direcionamento na hora de planejar.(desde as condições físicas comorampa, banheirosadequados, sinalizações, cadeiras de rodas ecorrimões, materiais pedagógicos comoalfabeto móvel, pranchas de letras epalavras, ortosé de mão funcional paraescrita e digitação, ponteiras de boca oucabeça.)
  46. 46. A aprendizagem dos alunos comnecessidades educacionais especiais podeser garantida, sobretudo porque aaprendizagem da leitura e da escrita éconceitual e não mecânica.
  47. 47. Vídeo:
  48. 48. ADMIRAVELMUNDOLOUCO
  49. 49. DIREITOS GERAIS DEAPRENDIZAGEM DELINGUA PORTUGUESA
  50. 50. Compreender e produzir textos orais eescritos de diferentes gêneros, veiculadosem suportes textuais diversos, e paraatender a diferentes propósitoscomunicativos, considerando as condiçõesem que os discursos são criados erecebidos
  51. 51. Apreciar e compreender textos douniverso literário(contos, fábulas, crônicas, poemas, dentre outros), levando-se em conta osfenômenos de fruição estética, deimaginação e de lirismo, assim como osmúltiplos sentidos que o leitor podeproduzir durante a leitura.
  52. 52. Apreciar e usar em situaçõessignificativas os gêneros literários dopatrimônio cultural da infância, comoparlendas, cantigas, trava línguas.
  53. 53. Participar de situações de leitura/escutae produção oral e escrita de textosdestinados à reflexão e discussão acercade temas sociais relevantes(notícias, reportagens, artigos deopinião, cartas deleitores, debates, documentários...).
  54. 54. Compreender e produzir textos destinadosà organização e socialização do saberescolar/científico (textos didáticos, notasde enciclopédia, verbetes, resumos,resenhas, dentre outros) e à organizaçãodo cotidiano escolar e não escolar(agendas, cronogramas, calendários,cadernos de notas...).
  55. 55. Produzir e compreender textos orais eescritos com finalidades voltadas para areflexão sobre valores e comportamentossociais, planejando e participando desituações de combate aos preconceitos eatitudes discriminatórias (preconceitoracial, de gênero, preconceito a grupossexuais, preconceito linguístico, dentreoutros).
  56. 56. APRESENTAÇÃODOS EIXOS ECAPACIDADES
  57. 57. Leitura Ano 1 Ano 2 Ano 3Ler textos não-verbais, em diferentes suportes. I/A A/C A/CLer textos (poemas, canções, tirinhas, textos de tradição oral,dentre outros), com autonomia.I/A A/C CCompreender textos lidos por outras pessoas, de diferentesgêneros e com diferentes propósitos.I/A A/C A/CAntecipar sentidos e ativar conhecimentos prévios relativos aostextos a serem lidos pelo professor ou pelas crianças.I/A A/C A/CReconhecer finalidades de textos lidos pelo professor ou pelascrianças.I/A A/C A/CLer em voz alta, com fluência, em diferentes situações. I A CLocalizar informações explícitas em textos de diferentesgêneros, temáticas, lidos pelo professor ou outro leitorexperiente.I/A A/C CAPRESENTAÇÃO DOS EIXOS ECAPACIDADES
  58. 58. Leitura Ano 1 Ano 2 Ano 3Localizar informações explícitas em textos de diferentesgêneros, temáticas, lidos com autonomia.I A/C A/CRealizar inferências em textos de diferentes gêneros etemáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente.I/A A/C A/CRealizar inferências em textos de diferentes gêneros etemáticas, lidos com autonomia.I I/A A/CEstabelecer relações lógicas entre partes de textos dediferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outroleitor experiente.I/A A/C A/CEstabelecer relações lógicas entre partes de textos dediferentes gêneros e temáticas, lidos com autonomia.I A A/CApreender assuntos/temas tratados em textos de diferentesgêneros, lidos pelo professor ou outro leitor experiente.I/A A/C CApreender assuntos/temas tratados em textos de diferentesgêneros, lidos com autonomia.I A A/CInterpretar frases e expressões em textos de diferentesgêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitorexperiente.I/A A/C A/C
  59. 59. Leitura Ano 1 Ano 2 Ano 3Interpretar frases e expressões em textos de diferentes gênerose temáticas, lidos com autonomia.I/A A/C A/CEstabelecer relação de intertextualidade entre textos. I I/A CRelacionar textos verbais e não-verbais, construindo sentidos. I/A A/C A/CSaber procurar no dicionário os significados das palavras e aacepção mais adequada ao contexto de uso.I A
  60. 60. Produção de textos escritos Ano 1 Ano 2 Ano 3Planejar a escrita de textos considerando o contexto deprodução: organizar roteiros, planos gerais para atender adiferentes finalidades, com ajuda de escriba.I/A A/C A/CPlanejar a escrita de textos considerando o contexto deprodução: organizar roteiros, planos gerais para atender adiferentes finalidades, com autonomia.I A A/CProduzir textos de diferentes gêneros, atendendo a diferentesfinalidades, por meio da atividade de um escriba.I/A A/C CProduzir textos de diferentes gêneros com autonomia,atendendo a diferentes finalidades,I I/A A/CGerar e organizar o conteúdo textual, estruturando os períodose utilizando recursos coesivos para articular ideias e fatos.I I/A A/COrganizar o texto, dividindo-o em tópicos e parágrafos. I A/CPontuar os textos, favorecendo a compreensão do leitor. I A/CUtilizar vocabulário diversificado e adequado ao gênero eàs finalidades propostasI/A A/C A/C
  61. 61. Produção de textos escritos Ano 1 Ano 2 Ano 3Revisar coletivamente os textos durante o processo de escritaem que o professor é escriba, retomando as partes já escritase planejando os trechos seguintes.I/A A A/CRevisar autonomamente os textos durante o processo deescrita, retomando as partes já escritas e planejando ostrechos seguintes.I/A A/CRevisar os textos após diferentes versões, reescrevendo-os demodo a aperfeiçoar as estratégias discursivas.I A
  62. 62. OralidadeAno 1 Ano 2 Ano 3Participar de interações orais em sala de aula, questionando,sugerindo, argumentando e respeitando os turnos de fala.I/A A/C CEscutar com atenção textos de diferentes gêneros, sobretudoos mais formais, comuns em situações públicas, analisando-oscriticamente.I/A A/C A/CPlanejar intervenções orais em situações públicas: exposiçãooral, debate, contação de história.I A/C CProduzir textos orais de diferentes gêneros, com diferentespropósitos, sobretudo os mais formais comuns em instânciaspúblicas (debate, entrevista, exposição, notícia, propaganda,relato de experiências orais, dentre outros).I I/A A/CAnalisar a pertinência e a consistência de textos orais,considerando as finalidades e características dos gêneros.I A A/CReconhecer a diversidade linguística, valorizando as diferençasculturais entre variedades regionais, sociais, de faixa etária, degênero dentre outras.I A C
  63. 63. OralidadeAno 1 Ano 2 Ano 3Relacionar fala e escrita, tendo em vista a apropriação dosistema de escrita, as variantes linguísticas e os diferentesgêneros textuais.I A CValorizar os textos de tradição oral, reconhecendo-os comomanifestações culturais.I/A/C A/C A/C
  64. 64. Análise linguística:discursividade, textualidade e normatividadeAno 1 Ano 2 Ano 3Analisar a adequação de um texto (lido, escrito ou escutado)aos interlocutores e à formalidade do contexto ao qual sedestina.I/A A/C A/CConhecer e usar diferentes suportes textuais, tendo em vistasuas características: finalidades, esfera de circulação, tema,forma de composição, estilo, etc.I/A/C A/C CReconhecer gêneros textuais e seus contextos de produção. I/A/C I/A/C I/A/CConhecer e usar palavras ou expressões que estabelecem acoesão como: progressão do tempo, marcação do espaço erelações de causalidades.I A A/CConhecer e usar palavras ou expressões que retomamcoesivamente o que já foi escrito (pronomes pessoais,sinônimos e equivalentes).I A A/CUsar adequadamente a concordância e reconhecer violações deconcordância nominal e verbal.I C
  65. 65. Análise linguística:discursividade, textualidade e normatividadeConhecer e fazer uso das grafias de palavras comcorrespondências regulares diretas entre letras e fonemas (P, B,T, D, F, V).I/A A CConhecer e fazer uso das grafias de palavras comcorrespondências regulares contextuais entre letras ou gruposde letras e seu valor sonoro (C/QU; G/GU; R/RR; SA/SO/SU eminício de palavra; JA/JO/JU; Z inicial; O ou U/ E ou I em sílabafinal; M e N nasalizando final de sílaba; NH; Ã e ÃO em final desubstantivos e adjetivos).I A/CConhecer e fazer uso de palavras com correspondênciasirregulares, mas de uso frequente.I CSaber usar o dicionário, compreendendo sua função eorganização.I A/CSaber procurar no dicionário a grafia correta de palavras. I A/CIdentificar e fazer uso de letra maiúscula e minúscula nos textosproduzidos, segundo as convenções.I A A/C
  66. 66. Análise linguística:discursividade, textualidade e normatividadeAno 1 Ano 2 Ano 3Pontuar o texto. I A/CReconhecer diferentes variantes de registro de acordo com osgêneros e situações de uso.I A CSegmentar palavras em textos. I A/C
  67. 67. Análise linguística:Apropriação do Sistema de Escrita AlfabéticaAno 1 Ano 2 Ano 3Escrever o próprio nome. I/A/CReconhecer e nomear as letras do alfabeto. I/A/CDiferenciar letras de números e outros símbolos. I/A/CConhecer a ordem alfabética e seus usos em diferentesgêneros.I/A/CReconhecer diferentes tipos de letras em textos de diferentesgêneros e suportes textuais.I/A A/CUsar diferentes tipos de letras em situações de escritade palavras e textos.I A/C CCompreender que palavras diferentes compartilham certasletras.I/A/C
  68. 68. Análise linguística:Apropriação do Sistema de Escrita AlfabéticaAno 1 Ano 2 Ano 3Perceber que palavras diferentes variam quanto ao número,repertório e ordem de letras.I/A/CSegmentar oralmente as sílabas de palavras e comparar aspalavras quanto ao tamanho.I/A/CIdentificar semelhanças sonoras em sílabas e em rimas. I/A/CReconhecer que as sílabas variam quanto às suas composições. I/A/CPerceber que as vogais estão presentes em todas as sílabas. I/A/CLer, ajustando a pauta sonora ao escrito. I/A/CDominar as correspondências entre letras ou grupos de letras eseu valor sonoro, de modo a ler palavras e textos.I/A A/C CDominar as correspondências entre letras ou grupos de letras eseu valor sonoro, de modo a escrever palavras e textos.I/A A/C C
  69. 69. Sugestão dos eixoscapacidade do Sigae PactoEIXOSCAPACIDADES DO SIGA E PACTO
  70. 70. PORTANTO....
  71. 71. Nos quadros acima de Língua Portuguesanos mostram a importância da avaliaçãono processo de alfabetização, focandodiferentes eixos do ensino da língua.Desse modo, oportunizar na práticadocente momentos em que diferentesaspectos sejam avaliados é fundamental.
  72. 72. Para isso, o professor pode utilizardiferentes instrumentos que possamidentificar os conhecimentos e habilidadesjá alcançadas pelos estudantes e o queeles ainda precisam dominar, bem como,as dificuldades encontradas nessepercurso, lembrando sempre de consideraras especificidades de cada criança,garantindo, assim, a progressão entre osanos do ciclo de alfabetização.
  73. 73. No ciclo da alfabetização é muitoimportante ter clareza quanto aosconhecimentos subjacentes a cada ano.Sabendo o que devemos ensinar em cadaetapa de escolarização, fica mais fácilsaber que ações devem ser desenvolvidaspara que essa aprendizagem sejapossível.
  74. 74. É preciso também ter clareza do que se vaiavaliar em cada uma dessas atividades epara que se está avaliando.
  75. 75. AVALIAÇÃODIAGNÓSTICA DETURMA
  76. 76.  AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORTUGUESA ESCOLA_________________________________________________ PROFESSORA:___________________________________________ ALUNO ((A):_____________________________________________IDADE:______ CICLO: _____ TURNO:_____ 1. ESCREVA NO QUADRO O SEU NOME :Eixo – Análise linguistica: Apropriação do Sistema de Escrita AlfabéticaCapacidade – Escreve o próprio nome.SUGESTÃO
  77. 77. 2- O SEU NOME COMEÇA COM A LETRAO SEU NOME TERMINA COM A LETRAO SEU NOME TEM LETRAS.Eixo – Análise linguística: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Reconhece e nomeia as letras do alfabeto.
  78. 78.  3.ABAIXO VOCÊ ENCONTRA O CONJUNTO DE LETRAS DO ALFABETO. CIRCULE LETRAS QUE APARECEM EM SEU NOME. Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabética Capacidade – Reconhece e nomeia as letras do alfabeto.A B C D E F G H IJ K L M N O P Q R ST U V W X Y Z A B C D EF G H I J K L M H
  79. 79. 4- DITADO DE LETRAS ESCREVA NOS QUADRINHOS ABAIXO ASLETRAS QUE SEU(SUA) PROFESSOR(A) DITAR. SE VOCÊ NÃOSOUBER ALGUMA LETRA, DEIXE O QUADRINHO VAZIO:Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Reconhece e nomeia as letras do alfabeto.
  80. 80. 5- AGORA, COLOQUE AS LETRAS EM ORDEM ALFABÉTICA:Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Conhece a ordem alfabética e seus usos em diferentesgêneros.
  81. 81. 6 - LEVE CADA FIGURA A SUA LETRA INICIAL:CVCGPGAEixo - Análise linguística:Apropriação do Sistema deEscrita AlfabéticaCapacidades– Reconhecediferentes tipos de letras emtextos de diferentes gêneros esuportes textuais;Domina correspondênciasentre letras ou grupos deletras e seu valor sonoro, demodo a ler palavras e textos.
  82. 82. 7- LEIA O TEXTO:ESTE TEXTO SERVE PARA: ( ) O DIA DA FAMÍLIA ( ) UMA FESTA EM AGOSTO ( ) O DIA DA VACINAÇÃO ( ) UMA FESTA NO SÁBADO
  83. 83.  O TEXTO FALA: ( )AVISAR AS PESSOAS ( )ENSINAR UM JOGO ( )ENSINAR UMA COMIDA ( ) DIVERTIR AS PESSOAS Eixo - Leitura Capacidades –Lê textos não-verbais, em diferentes suportes; Reconhece a finalidade do texto lido pelo professor pela criança; Compreende textos lidos por outras pessoas, de diferentesgêneros e com diferentes propósitos; Localiza informações explícitas em textos de diferentes gêneros,temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente.
  84. 84. 8 - QUE ANIMAL É ESTE?LIGUE A FIGURA AO QUADRO EM QUE O NOME DO ANIMAL ESTÁESCRITO.CAVALOCAMELOCAVEIRAEixo - Análise linguÍstica: Apropriação do Sistema de Escrita AlfabéticaCapacidade – Domina as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valorsonoro, de modo a ler palavras e textos.Eixo - LeituraCapacidade – Lê textos não-verbais, em diferentes suportes
  85. 85. 9- LIGUE AS ETIQUETAS AS CARTELAS COM NÚMERO, DESENHOOU LETRA:Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Diferencia letras de números e outros sinais esímbolos.NÚMERO DESENHO LETRAA 9 B U 7
  86. 86. 10 - ENCONTRE A PALAVRA QUE A PROFESSORA DITAR E MARQUEUM “X”: ( ) ( )Eixo – LeituraCapacidade – Lê texto não-verbal, em diferentes suportes.Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Domina as correspondências entre letras ou gruposde letras e seu valor sonoro, de modo a ler palavras e textos.BOI FORMIGA
  87. 87. 11. ESCREVA NO QUADRO A FRASE QUE A SUA PROFESSORADITAR:Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabéticaCapacidade – Domina as correspondências entre letras ou gruposde letras e seu valor sonoro, de modo a escrever palavras e textos.
  88. 88. 12 - LOCALIZE NO TEXTO A PALAVRA QUE A PROFESSORA DITARE ESCREVA-A NOS QUADRINHOS AO LADO. DEPOIS, PREENCHA ATABELA:NÚMERODELETRASLETRAINICIALLETRAFINALVOGAL CONSOANTENÚMERODESÍLABAS
  89. 89.  Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de EscritaAlfabética Capacidade –Domina as correspondências entre letras ou gruposde letras e seu valor sonoro, de modo a escrever palavras etextos. Eixo - Análise linguistica: discursividade, textualidade enormatividade Capacidade Reconhece gêneros textuais e seus contextos deprodução. Eixo – Leitura Capacidades –Compreende textos lidos por outras pessoas, dediferentes gêneros e com diferentes propósitos; Localiza informações explítias em textos de diferentes gêneros,temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor. Eixo - Oralidade Capacidade –Escuta com atenção textos de diferentes gêneros,sobretudo os mais formais, comuns em situações públicas,analisando-os criticamente.
  90. 90. 13. CIRCULE A FIGURA QUECOMEÇA COM “F” TERMINA COM “O”COMEÇA COM “GI” TERMINA COM “TO”
  91. 91. Eixo - Análise linguistica: Apropriação doSistema de Escrita AlfabéticaCapacidade –Domina as correspondências entreletras ou grupos de letras e seu valor sonoro, demodo a ler palavras e textos.Eixo – LeituraCapacidade –Leitura de textos não-verbais;
  92. 92.  14 - OBSERVE AS FIGURAS E ESCREVA OS SEUS NOMES. Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de Escrita Alfabética Capacidades – Lê, ajustando a pauta sonora ao escrito; Domina as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valorsonoro, de modo a escrever palavras e textos. Eixo - Análise linguistica: discurvidade, textualidade e normatividade Capacidade – Conhece e faz usos das grafias de palavras comcorrespondências regulares entre letras e fonemas. Eixo - Leitura Capacidade- Lê textos não-verbais, em diferentes suportes.
  93. 93.  15 – ESCOLHA UM ANIMAL QUE VOCÊ MAIS GOSTAOU GOSTARIA DE TER E ESCREVA UMA HISTÓRIA SOBRE ELE.DEPOIS, ILUSTRE. ILUSTRAÇÃO
  94. 94. Eixo - Análise linguistica: Apropriação do Sistema de Escrita AlfabéticaCapacidades – Compreende que palavras diferentes compartilham certasletras;Domina as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valorsonoro, de modo a escrever palavras e textos;Lê, ajustando a pauta sonora ao escrito;Eixo - Análise linguística: discurvidade, textualidade e normatividadeCapacidade – Conhece e usa diferentes suportes textuais, tendo em vista suascaracterísticas: finalidades, esfera de circulação, tema, forma de composição,estilo, etc...Eixo – Produção de textos EscritosCapacidade – Planeja a escrita de textos considerando o contexto deprodução:organiza o roteiros, planos gerais para atender a diferentes finalidades, comajuda de escriba.
  95. 95. AVALIAÇÃO DOENCONTRO
  96. 96. PARAFINALIZAR....
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×