Portugal slide

  • 1,855 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,855
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
34
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Palácio Nacional da Pena  em Sintra, uma das expressões do Romantismo arquitectónico do século XIX no mundo.
  • 2. ROMANTISMO EM PORTUGAL
    • A literatura romântica em Portugal teve como marco inicial a publicação do poema "Camões", de Almeida Garrett , em 1825 , e durou cerca de 40 anos terminando por volta de 1865 com a Questão Coimbrã .
  • 3.
    • Em Portugal o Romantismo durou cerca de 40 anos 1825 a 1865.
    • A Invasão de Napoleão fez com que a corte portuguesa fugisse para o Brasil.
    • Absolutistas versus Liberais
    • D. Pedro IV foi defensor de uma constituição liberal e seu irmão D. Miguel defendia idéias absolutistas. Por isso D. Pedro reuniu um exército para enfrentar seu irmão.
    • Independência do Brasil
    • D. Pedro IV declara a independência do Brasil e se proclama imperador, como D. Pedro I.
  • 4. CARACTERÍSTICAS Subjetivismo Sentimentalismo Culto ao fantástico . Byronismo Idealização Egocentrismo Escapismo psicológico Medievalismo Nativismo Liberdade de criação Religiosidade Pessimismo Fusão do grotesco e do sublime Luta entre o liberalismo e o absolutismo
  • 5. interior  neoárabe  do  Palácio de Monserrate , projectado pelo arquitecto James Knowles , Sintra.
  • 6.
    • ALEXANDRE HERCULANO
    • Alexandre Herculano nasceu em 1810 e faleceu em 1877 . Ficou conhecido por suas narrativas históricas. Lutou contra democratas e tornou-se defensor das idéias liberais conservadoras.
    • Tendências: Medievalismo, Ficção e Nacionalismo.
    • Obras:
      • Historiografia :
        • História de Portugal
        • História da origem e estabelecimento da inquisição em Portugal
      • Polémicas
        • Eu e o Clero
        • Opúsculos
        • Estudo sobre o casamento civil
        • A voz do profeta
        • A ciência arábica-acadêmica
      • Poesia
  • 7. Poesia : A semana Santa A voz Poema : A Harpa do Crente Prosa: Eurico, o Presbítero O Monge do Cister Lendas e Narrativas O Bobo " A adoração dos Magos" de Domingos Sequeira.
  • 8.
    • ALMEIDA GARRET
    • Nasceu em 1799 em Porto . Faleceu em 1854 em Lisboa . Considerado o iniciador do romantismo. Dedicou-se também a literatura e ao jornalismo . Lutou contra absolutismo ao lado de D. Pedro I . Foi exilado duas vezes.
    • Tendências: Nacionalismo e Ideologia Liberal.
    • Obras:
      • Poesia
        • Camões
        • Dona Branca
        • Lírica de João Mínimo
        • Flores sem fruto
        • Folhas caídas
  • 9. Prosa Viagens na minha terra O Arco de Sant'Ana Teatro Catão Mérope Um auto de Gil Vicente O alfageme de Santarém Frei Luís de Sousa D. Filipa de Vilhena Falar verdade a mentir
  • 10. António Feliciano de Castilho
    • Nasceu em 1800. Faleceu em 1875. Perdeu a visão quase completamente aos 6 anos. Contou com o apoio de seu irmão, Augusto Frederico de Castilho, que o incentivou a continuar a estudar. Com muita força de vontade conseguiu se formar em Direito na Universidade de Coimbra. Além disso era tradutor. A partir de 1842 passou a dirigir a "Revista Universal Lisbonense", o que lhe permitiu exercer influência sobre o meio cultural português.
    • Obras:
          • Cartas de Eco a Narciso, 1821
        • A Primavera, 1822
        • Amor e Melancolia ou a Novíssima Heloísa, 1828
        • A Noite do Castelo, 1836
        • Os Ciúmes do Bardo, 1836
        • Quadros Históricos de Portugal, 1838
        • Escavações Poéticas, 1844
  • 11.
          • Mil e Um Mistérios, 1845
        • Crónica Certa e Muito Verdadeira de Maria da Fonte, 1846
        • A Felicidade pela Agricultura, 1849
        • Tratado de Versificação Portuguesa, 1851
        • Felicidade pela Instrução, 1854
        • A Chave do Enigma, 1861
        • O Outono, 1863!
  • 12. Camilo Castelo Branco
    • Nasceu em 1825. Faleceu em 1890. Acontecimentos de sua vida são retratados no enredo de seus livros.
    • Tendências: situações ridículas e originais, novelas passionais, acontecimentos dramáticos e finais trágicos.
    • Obras:
      • Ultra românticas
        • Amor de Perdição
        • Amor de Salvação
        • Carlota Ângela
        • O romance de um homem rico
        • A Doida do Candal
      • Obras satíricas
        • A Queda de um Anjo
        • Coração, Cabeça e Estômago
        • Eusébio Macário
        • A Corja
  • 13.
    • Soares de Passos
    • Nasceu em Porto em 1826. Faleceu em 1860. Estudou na Universidade de Coimbra onde fundou o jornal " O Novo Trovador " . Nele muitos poetas da época publicaram algo. E em 1856, Soares Passos reuniu todas essas poesias publicadas em um livro chamado "Poesias" . Mesmo tendo uma vida curta, é considerado um dos poetas ultra-românticos portugueses mais importantes.
    • Tendências: Liberdade, exaltação cívica, confiante na vitória do homem, poesia delicada, reflexo da dor pessoal.
    • Obras:
      • Poesia
        • O firmamento
        • A Camões
  • 14. Júlio Dinis
    • Nasceu em 1839. Faleceu em 1871. Visão detalhada do ambiente. Romances ambientados no campo.
    • Tendências: Pré-realista.
    • Obras:
      • Romances
        • As Pupilas do Senhor Reitor
        • Uma família inglesa
        • Sertões da província
        • A Morgadinha dos canaviais
        • Os fidalgos da Casa Mourisca
          • Poesias
            • Poesias
          • Teatro
            • Teatro inédito
  • 15. João de Deus Nasceu em 1830. Faleceu em 1896. Retomou a tradição lírica portuguesa. Foi admirado pelos realistas. Teófilo Braga foi quem reuniu seus poemas e os publicou sob o título "Campos de Flores" (1893). Tendências: Pré-Realistas, Idealismo amoroso, a visão espiritualizada da mulher. Grande parte da sua obra poética está presente em Flores do Campo ( eBook ) (publicada em 1868 ), Folhas Soltas ( 1876 ) e Campos de Flores . Esta última obra, publicada em 1893 , além de conter outros poemas, engloba também o conteúdo de "Flores do Campo" e "Folhas Soltas", pelo que funciona como uma colectânea da sua obra poética.
  • 16. Foi, ainda, autor de fábulas e de obras destinadas ao teatro, estas na maior parte dos casos traduções e adaptações de autores estrangeiros. Grande parte da sua produção em prosa foi reunida na coletânea Prosas .
  • 17.