Your SlideShare is downloading. ×
Tabela D 1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tabela D 1

633
views

Published on

Trabalho relativo à sessão O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (PARTE II) …

Trabalho relativo à sessão O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (PARTE II)
01 de Dezembro a 06 de Dezembro

Published in: Technology, Business

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
633
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Domínio : D. Gestão da BESubdomínio : D.1. Articulação da BE com a Escola /Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE
    INDICADORESFACTORES CRÍTICOS DE SUCESSOINSTRUMENTOS DE RECOLHA DE EVIDÊNCIASEVIDÊNCIAS DOS INSTRUMENTOS DE RECOLHA – FRASES TIPOD.1.1. Integração/acção da BE na escola /agrupamentoA escola inclui a BE na formulação e desenvolvimento da sua missão, princípios e objectivos estratégicos e de aprendizagem.O professor bibliotecário tem assento no Conselho Pedagógico.São desencadeadas acções com vista à partilha, discussão e aprovação da missão e objectivos da BE nos órgãos de administração e gestão, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.O Regulamento Interno da escola contempla os seguintes aspectos:- Missão e objectivos da BE;- Organização funcional do espaço;- Organização e gestão dos recursos de informação;- Gestão dos recursos humanos afectos à BE;- Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do projecto educativo;- Regimento do funcionamento da BE.A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas.O plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica, o projecto educativo da escola e outros projectos.O plano anual de actividades da BE relaciona-se, em termos de objectivos operacionais, com o apoio ao currículo, com o plano anual de actividades da escola e com outros projectos em desenvolvimento. Determinações contidas na documentação institucional que define os objectivos e regula o funcionamento do agrupamento, referentes à BE:- Regulamento Interno;- Projecto Educativo de Agrupamento;- Projecto Curricular de Agrupamento.Actas do Conselho Pedagógico, actas dos Departamentos Curriculares; actas dos Conselhos de Turma.Projectos Curriculares de Turma e actas dos Conselhos de Turma.Documentos relativos à gestão da BE:- Plano de desenvolvimento da BE;-Plano anual de actividades da BE;- Regulamento da BE.Plano da Actividades do Projecto de Educação para a Saúde e Plano Tecnológico.Plano de Actividades dos Serviços de Psicologia da escola.- O Regulamento Interno integra a BE, contemplando:a caracterização e missão da mesma; a discriminação dos seus objectivos, bem como a sua articulação com o PEA;as actividades que estão a seu cargo no agrupamento.- O RI não contempla:a gestão dos recursos humanos afectos à BE;o Regimento Interno da BE.- O Projecto Educativo de Agrupamento:integra a BE enquanto espaço e recurso cuja missão é fundamental nas aprendizagens dos alunos.identifica a BE como parceira na implementação do Plano Nacional da Leitura no Agrupamento. põe em relevância a importância da BE na confluência da tecnologia com a informação.identifica como área que carece de melhoria o desenvolvimento de actividades de promoção da literacia, em interacção com os programas das disciplinas;- O Projecto Curricular de Agrupamento não integra a BE.- A Professora Bibliotecária tem assento no Conselho Pedagógico.- Os departamentos são informados das intervenções e actividades levadas a cabo pela BE.- As actividades da BE são integradas nos PCAs das turmas que participam nas actividades propostas pela BE.- A BE planifica as suas actividades em conformidade com o PEA.- A BE planifica as suas actividades tendo em conta os projectos existentes no Agrupamento, como o PES, PTE, Serviços de Psicologia.D.1.2. Valorização da BE pelos órgãos de direcção, administração e gestão da escola/ agrupamentoOs órgãos de administração e gestão apoiam a BE e envolvem-se na procura de soluções promotoras do seu funcionamento.Os órgãos de administração e gestão põem em prática uma política da afectação de recursos humanos adequados às necessidades de desenvolvimento da BE.Os órgãos de administração e gestão e os departamentos curriculares estabelecem estratégias visando a articulação entre a BE e as demais estruturas de coordenação e de supervisão pedagógica.A escola contempla a BE e os seus recursos nos projectos e actividades curriculares e educativas.Os órgãos de administração e gestão atribuem uma verba anual para a renovação de equipamentos, para a actualização da colecção e para o funcionamento da BE.A escola encara a BE como recurso fulcral no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar.Os docentes valorizam o papel da BE e integram-na nas suas práticas de ensino-aprendizagem.Documentos de gestão da escola/ Contactos e reuniõesConstituição da equipa ( horários; formação de origem)Planificação de actividades dos Departamentos Curriculares e Áreas Curriculares Não DisciplinaresConstituição das equipas dos vários projectos existentes na escola ( PNL;PTE;PES; Serviços de Psicologia)Excertos de actas de apresentação de projectos(CP; Conselho de DT; Conselho de Docentes; Conselho do Pré-Escolar)Orçamento da BERegisto de projectos/actividades envolvendo trabalho na BE e com a BE;Estatísticas de utilização da BE.Questionário a professores (QD3).- A Professora Bibliotecária encetou contactos com o órgão de gestão, por forma a optimizar o funcionamento da BE.- O órgão de gestão afectou a equipa da BE, tendo em conta a disponibilidade dos horários das pessoas e as necessidades/características do serviço.- Os departamentos curriculares realizaram, nas suas planificações, articulações com a BE. (Quais?)- A professora bibliotecária faz parte das equipas dos vários projectos do Agrupamento : PNL; PTE; PES e articula algumas das suas actividades com os Serviços de Psicologia.- A BE promove a circulação de Maletas Pedagógicas Itinerantes(fundo documental) pelas escolas do 1º ciclo e pré-escolar(nº de baús levantados)- A BE não conta com um orçamento definido pela escola.- A BE desenvolve e promove acções no âmbito do PNL (ver nº), da promoção da leitura(ver nº de participantes) e do desenvolvimento das diferentes literacias(ver turmas inscritas).- Questões 1/3/4 do questionário referido.D.1.3. Resposta da BE às necessidades da escola/agrupamentoA BE funciona num horário contínuo e alargado que possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo e acompanha as necessidades de ocupação em horário extra-lectivo.A BE é gerida de forma integrada, rentabilizando recursos, possibilidades de acesso a programas e projectos.Os recursos da BE respondem às metas e estratégias definidas no projecto Educativo, Projecto Curricular de Agrupamento e outros projectos.A BE cria condições e é usada como recurso e como local de lazer e de trabalho.A BE apoia os utilizadores no acesso à colecção, aos equipamentos, à leitura, à pesquisa e ao uso da informação.A BE planifica com docentes, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica.A BE desenvolve projectos com a escola/agrupamento.A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural.Horário da BE.Registos de projectos /actividades; Blog como divulgação das mesmas.Estatísticas de utilização da BE;Caixa de sugestões /livro de registosQuestionário aos professores (QD3)Registos de projectos /actividades- A BE funciona num horário contínuo, acompanhando as necessidades de ocupação dos utentes, tanto em horário lectivo, quanto extra-lectivo.- Através do blog da BE, toda a comunidade educativa tem acesso às informações relativas a este serviço.- A BE tem como preocupação fundamental alargar as suas actividades, quando não a todos os membros da Comunidades E, a todos os alunos do agrupamento.- (Apesar dos documentos do agrupamento não indicarem metas)- % de alunos que utilizam a BE informalmente e em actividades lectivas. - A BE está apetrechada com uma caixa de sugestões, ao inteiro dispor dos seus utentes, bem como com um livro de registos de impressões sobre as actividades desenvolvidas. - Questão 3- nº de turmas e escolas do agrupamento envolvidas nos projectos e actividades da BE.D.1.4. Avaliação da BE na escola/agrupamentoA BE implementa um sistema de auto-avaliação contínuo.Os órgãos de direcção, administração e gestão são envolvidos no processo de auto-avaliação da BE.Os instrumentos de recolha de informação são aplicados, de forma sistemática, e no decurso do processo de gestão.A informação recolhida é analisada e os resultados da análise/avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias, sendo integradas no processo de planeamento.Os resultados da auto-avaliação são divulgados junto dos órgãos de direcção, administração e gestão, estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica, e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento.São realizadas actividades de benchmarking.A auto-avaliação da escola integra os resultados da auto-avaliação da BE.Acta do Conselho Pedagógico para apresentação do Modelo.Registos de reuniões /contactos para escolha do domínio a avaliar.Registos de observação, questionários, entrevistas e outros usados no âmbito da avaliação da BE)Documentação recolhidaExcertos de actas de reuniões para divulgação de resultados.Plano de melhoriaDocumento de auto-avaliação da escola.- A Professora Bibliotecária apresenta, em sede de Conselho Pedagógico, o modelo de auto-avaliação das BE.- A Professora Bibliotecária reune com o órgão de gestão para, conjuntamente, seleccionarem o domínio a avaliar.- Foram criados e implementados instrumentos de recolha de dados quantitativos e qualitativos.- Os dados recolhidos são devidamente tratados.- Os resultados da análise efectuada foram divulgados ao Conselho Pedagógico, em sede própria, e à restante comunidade, através da sua disponibilização no Joomla.- O Conselho Pedagógico sugeriu…. como forma de superar alguns pontos fracos.- A BE integra as sugestões do Conselho Pedagógico no seu plano de melhoria.- O documento de auto-avaliação do agrupamento integra os resultados da auto-avaliação da BE.
    3) Análise dos instrumentos seleccionados e considerados mais relevantes
    Documentação Institucional
    Regulamento Interno
    A existência de Escolas como instituições simultaneamente educadoras, socializantes e instrutoras só é possível se todos os membros da comunidade educativa assegurarem a promoção de um ambiente físico e social que torne possível a aprendizagem e o ensino, a formação do carácter, de atitudes para a cidadania e o desenvolvimento de processos participativos. Como tal, as normas de funcionamento das diferentes estruturas deverão ser devidamente regulamentadas e os direitos e deveres de cada elemento da comunidade educativa deverão estar claramente definidos.
    Tendo presentes a Lei de Bases do Sistema Educativo e o Regime de Autonomia, Administração e Gestão dos estabelecimentos públicos da Educação Pré-Escolar e dos Ensinos Básico e Secundário consignado no Decreto-Lei n.º 75/2008 de 22 de Abril e em articulação com o Projecto Educativo do Agrupamento, o Regulamento Interno tem por objectivo definir, clarificar e divulgar o regime de funcionamento da , compreendendo os seus órgãos de gestão e administração, as suas estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os seus serviços técnico-pedagógicos, bem como os direitos e os deveres dos membros da comunidade educativa, compreendendo, desta forma, a Biblioteca Escolar como um dos seus serviços.
    Projecto Educativo
    O Projecto Educativo do Agrupamento da escola é um documento de carácter pedagógico, no qual se explicitam os princípios, os valores, as metas e as estratégias segundo os quais o agrupamento se propõe cumprir a sua função educativa».Este documento estabelece as orientações fundamentais para um período lectivo e resulta da necessidade de adequação de procedimentos para ultrapassar/corrigir as lacunas/constrangimentos detectadas na avaliação dos resultados escolares e estratégias de melhoria no ensino pré-escolar e básico.
    O Projecto Educativo integra a Biblioteca Escolar como um recurso fundamental das aprendizagens dos alunos e da vida das escolas, que tem como responsabilidade responder à missão da escola que se encontra no Projecto Educativo.
    A Biblioteca Escolar é o local onde ocorre a tradução da informação em conhecimento e há confluência entre informação e tecnologia.
    Documentação relativa à Gestão da BE
    Regulamento Interno da Biblioteca
    Este documento estabelece o funcionamento interno da Biblioteca Escolar, no que diz respeito à organização do espaço, às regras de prestação de serviços, às normas de utilização dos espaços/zonas e dos recursos existentes e, ainda, aos direitos e deveres dos utilizadores. É aprovado pelo Órgão de Gestão e pode ser revisto por decisão conjunta de ambas as partes. Deverá fazer parte do Regulamento Interno do Agrupamento.
    Plano Anual de Actividades da Biblioteca
    É parte integrante do Plano Anual de Actividades do Agrupamento e inclui os objectivos que norteiam as actividades a desenvolver pela biblioteca, os recursos humanos e materiais a mobilizar, as avaliações a realizar e a calendarização de todas as actividades. Incluem-se também neste plano as actividades necessárias à própria gestão da BE.O Plano de Actividades do Agrupamento poderá ser realizado à luz da organização do Modelo de Auto-Avaliação das BE, por forma a integrar a actividades nele inscritas na lógica da divisão por domínios.O Plano de Actividades da BE deverá ser norteado pelas finalidades do Projecto Educativo do Agrupamento.
    Plano de Desenvolvimento da BE
    O Plano de Desenvolvimento da Biblioteca Escolar é o instrumento orientador da acção da BE que, partindo da avaliação da situação da Biblioteca Escolar (traduzida, frequentemente, na identificação dos pontos fortes, dos pontos fracos e das acções de intervenção prioritária), inclui a análise das necessidades e dos objectivos do Agrupamento, definindo as metas a alcançar pela Biblioteca e as estratégias destinadas a concretizar as diferentes áreas de intervenção da mesma.
    Instrumentos de registos diversos
    Planificações /relatórios de projectos da escola e dos Departamentos Curriculares
    Nas planificações dos vários projectos do agrupamento poderá aferir-se a participação e o envolvimento da BE nas actividades levadas a cabo por cada estrutura. Nos respectivos relatórios, é possível verificar a pertinência e a eficácia da articulação efectuada.
    Actas / Registos de reuniões/contactos efectuados
    Constituem instrumentos que dão conta da actividade da Biblioteca Escolar. São documentos que se revestem de grande importância, na medida em que, a partir deles, nos apercebemos do desenvolvimento contínuo e das pequenas e grandes transformações que emergem da interacção permanente (através da reflexão e partilha constantes) entre os vários Professores/Educadores ao serviço da BE e/ou da Escola.
    Estatísticas produzidas pelo sistema da BE
    Constituem instrumentos de recolha de evidências quantitativas e tornam possível a localização percentual, ao nível da sua utilização, dos empréstimos, das consultas, das requisições efectuadas.
    Instrumentos para recolha de informação
    Os questionários, as entrevistas, as fichas de auto-avaliação e as grelhas de observação poderão ser os instrumentos que espelham de forma mais fidedigna a realidade da BE, se forem efectuados de forma sistemática, e não apenas num determinado momento e se incidirem sobre os vários níveis de escolaridade existentes na escola. Por outro lado, a utilização destes instrumentos criará alguma uniformidade em termos da informação recolhida nas escolas.
    Caixa de sugestões
    O livro/caixa de sugestões/reclamações poderá constituir um instrumento de resposta aberta, onde é dada uma maior liberdade de resposta aos utilizadores. Esta liberdade pode ser concretizada em propostas inovadoras para a própria gestão dos tempos, dos espaços ou dos recursos, desde que concebidas numa dimensão realista da Biblioteca Escolar.

×