Your SlideShare is downloading. ×
Plano Avaliacao A22 A25
Plano Avaliacao A22 A25
Plano Avaliacao A22 A25
Plano Avaliacao A22 A25
Plano Avaliacao A22 A25
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Plano Avaliacao A22 A25

243

Published on

Trabalho relativo à sessão :O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (PARTE I)

Trabalho relativo à sessão :O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES: METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO (PARTE I)

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
243
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. Domínio /Subdomínio de análise:<br />A.2 (Promoção das Literacias da Informação, Tecnológica e Digital)<br />Indicador de Processo<br />A.2.2. Promoção do ensino em contexto de competências de informação<br />Indicador de Impacto<br />A.2.5. Impacto da BE no desenvolvimento de valores e atitudes indispensáveis à formação da cidadania e à aprendizagem ao longo da vida. <br />PLANO DE AVALIAÇÃO<br />Diagnóstico /problema<br />A utilização dos recursos da BE pelos professores restringe-se a:<br />Requisição pontual de obras de referência para ilustração de conteúdos;<br />Requisição pontual de computadores para pesquisas rápidas durante o tempo lectivo;<br />Consulta rápida de dicionários, durante um pequeno período da aula (o aluno sai da aula para ver o significado de uma palavra);<br />Requisição de DVD, para uso nas aulas de substituição.<br />Os alunos dirigem-se à BE, essencialmente, para:<br />Visionar DVDs;<br />Utilizar jogos didácticos;<br />Fazer pesquisas (de imagens) nos computadores;<br />Realizar trabalhos de casa.<br />Os recursos da BE não são rentabilizados pelos docentes na sua prática lectiva.<br />Os alunos não incorporam, no seu trabalho, qualquer processo de pesquisa ou de tratamento da informação.<br />Por outro lado, os alunos, apesar de frequentarem a BE, nem sempre revelam comportamentos ou atitudes adequadas a um espaço que se pretende de informação e de formação.<br />Identificação do objecto da avaliação<br />Indicador de Processo<br />A.2.2. Promoção do ensino em contexto de competências de informação<br />Indicador de Impacto<br />A.2.5. Impacto da BE no desenvolvimento de valores e atitudes indispensáveis à formação da cidadania e à aprendizagem ao longo da vida. <br />Objectivos<br />A2.2. / A2.5.<br />Consciencializar os docentes das valências da BE enquanto espaço de fomento de aprendizagens;<br />Comprovar, junto dos docentes, que o trabalho colaborativo com a BE enriquece as suas práticas;<br />Salientar o papel formativo da BE junto dos alunos, enquanto espaço de disponibilização das ferramentas adequados ao seu sucesso;<br />Alertar os alunos para a indispensabilidade da adopção de comportamentos adequados no espaço da BE.<br />Limitações<br />A2.2 /A2.5. <br />A consecução deste plano de avaliação não poderá contar com a participação de uma equipa da BE, apenas com a Professora Bibliotecária e os demais intervenientes (restantes docentes/alunos), uma vez que a equipa é quase inexistente;<br />Os recursos informáticos na BE são obsoletos, não favorecendo uma explanação completa das mais-valias do seu uso;<br />A cultura da escola vai no sentido de que a BE é um espaço onde os alunos têm oportunidade de desenvolver actividades de carácter predominantemente lúdico.<br />Tipo de avaliação de medida a empreender<br />Indicador de ProcessoA.2.2. Promoção do ensino em contexto de competências de informaçãoFactores Críticos de SucessoA BE procede ao levantamento das competências transversais adequadas a cada ano de escolaridade;A BE promove a integração de um plano para a literacia da informação no Projecto Educativo de Agrupamento;A BE propõe um modelo de pesquisa de informação a ser usado pela escola;A BE estimula a inserção nas NAC do ensino e treino de competências da informação;A BE produz e divulga, em colaboração com os docentes, guiões de pesquisa e outros materiais de apoio ao trabalho de exploração dos recursos de informação pelos alunos;A BE participa, em cooperação com os docentes, nas actividades de ensino de competências de informação com turmas/grupos/alunos.Recolha de evidênciasPlano Anual de Actividades da BEProjecto Educativo de AgrupamentoRegistos de reuniõesMateriais de apoio produzidos e editadosIntervenientesProfessora BibliotecáriaDirectores de TurmaProfessores de Estudo Acompanhado e/ou Área de ProjectoCalendarização/ ProcedimentosPlanificação das actividades a realizar, de acordo com os problemas diagnosticados – Outubro;Reuniões com os docentes, nomeadamente os Directores de Turma, para apresentação das actividades planificadas – Novembro;Calendarização das actividades conjuntamente com os professores em cujas aulas as actividades serão realizadas (Estudo Acompanhado/Área de Projecto) – Novembro /Dezembro;Disponibilização de guiões de trabalho na BE para uso de professores com os alunos;Disponibilização de guiões de pesquisa para uso dos alunos;Apresentação do Modelo Plus às turmas, pela Professora Bibliotecária, nas NAC.Recolha de dados e análise das evidências - 2º período.<br />Indicador de ProcessoA.2.5. Impacto da BE no desenvolvimento de valores e atitudes indispensáveis à formação da cidadania e à aprendizagem ao longo da vida. Factores Críticos de SucessoOs alunos aplicam modalidades de trabalho diversificadas e realizam tarefas diferenciadas, de acordo com a estruturação espacial e funcional da BE;Os alunos estabelecem entre si um ambiente de confiança e de respeito mútuo, cumprindo normas de actuação, de convivência e de trabalho, inerentes ao sistema de organização e funcionamento da BE;Os alunos revelam valores de cooperação, autonomia e responsabilidade, conformes a uma aprendizagem autónoma, activa e colaborativa;Os alunos demonstram atitudes de curiosidade, iniciativa, criatividade e reflexão crítica, necessárias a uma aprendizagem baseada em recursos.Recolha de evidênciasObservação da utilização da BE (O1);Questionário aos professores (QP1) – 20% do número total de professores;Questionário aos alunos (QA1) – 10% do número de alunos em cada nível de escolaridade;Regimento da BE.Selecção dos instrumentos de recolha(restrição das questões e dos itens de observação)Observação da utilização da BE (O1)4- Localiza livros e outros recursos na biblioteca.12 – É autónomo e responsável, sem estar sempre a pedir ajuda, cumprindo prazos;13 – Trabalha individualmente, a pares, em grupo e colectivamente;14 – Ajuda e partilha ideias e conhecimentos com os outros colegas;15 – Assume um comportamento adequado na biblioteca, seguindo as orientações dos professores e as regras de utilização da biblioteca.Questionário aos professores (QP1)Na sua prática lectiva, promove a utilização da biblioteca nos trabalhos efectuados pelos alunos?Quando utilizam a BE, os seus alunos estão munidos das indicações sobre a tarefa a executar e de sugestões de bibliografia a consultar?Como classifica as suas competências pessoais para o uso autónomo da BE com os seus alunos?14 – Como classifica as suas competências para o uso autónomo da BE, por parte dos alunos?17 – Em que medida considera que a BE influencia, nos seus alunos, o desenvolvimento de valores e atitudes de convivência, iniciativa, cooperação e autonomia?Questionário aos alunos (QA1)9 – À medida que vais realizando mais trabalhos na BE, nas várias disciplinas, achas que os teus trabalhos de pesquisa vão melhorando e fazes progressos?10 – Como classificarias as tuas competências para o uso autónomo da BE?10.1. Competências para o uso dos serviços e equipamentos da BE10.2. Competências TIC10.3. Competências para a exploração dos diferentes recursos de informação11. O trabalho da BE contribui para que te vás sentindo mais seguro e confiante nas tarefas da pesquisa, consulta e produção de informação que tens de realizar?12- Consideras que o trabalho da BE exige de ti alguma capacidade de iniciativa, autonomia e cooperação com os teus colegas?13- Como avalias, em geral, o nível de aprendizagens que realizas na BE através do trabalho orientado que aí efectuas com os teus professores?IntervenientesProfessora Bibliotecária e professores que têm algumas horas do seu horário na BE;Professores das NACs e diferentes Departamentos;Alunos dos diferentes anos de escolaridade que frequentam a BE;Calendarização/ ProcedimentosReuniões com os docentes, nomeadamente os professores das Novas Áreas Curriculares Não Disciplinares, para apresentação do propósito e metodologias da avaliação;Divulgação dos instrumentos, junto dos professores, a serem utilizados para a recolha de evidências – início do segundo período;Calendarização da aplicação dos questionários – final do segundo período;Calendarização da aplicação da grelha de observação – terceiro período (início).Recolha e tratamento dos dados referentes à aplicação dos questionários e da grelha de observação – terceiro período.<br />Análise e comunicação da informação<br />Depois de recolhidos e tratados os dados, é altura de analisar, com eficácia, a informação recolhida.<br />Para isso, é preciso ter em atenção os descritores apresentados no Modelo de Auto - Avaliação, que balizam o nível de desempenho da BE no sub - domínio avaliado. Os descritores retratam o tipo de performance da BE em cada um dos 4 níveis de desempenho – Fraco/ Satisfatório/ Bom /Excelente.<br />Para que a BE se situe num determinado nível, deverá corresponder, no mínimo, aos descritores apresentados numa relação de 4/5, 5/6, 6/7, de acordo com o número de itens que o perfil de desempenho apresentar.<br />NívelDescrição4- ExcelenteA BE é muito forte neste domínio. O trabalho desenvolvido é de grande qualidade e com um impacto bastante positivo.3- BomA BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio mas ainda é possível melhorar alguns aspectos.2- SatisfatórioA BE começou a desenvolver trabalho neste domínio, sendo necessário melhorar o desempenho para que o seu impacto seja mais efectivo.FracoA BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste domínio, o seu impacto é bastante reduzido, sendo necessário intervir com urgência.<br />Depois de analisados os dados, resta comunicar os resultados à Comunidade Escolar. Esta comunicação é importante, uma vez que proporcionará uma análise colectiva e uma reflexão da escola sobre os resultados. Por outro lado, consciencializa as pessoas de que o seu comprometimento é essencial na delineação de um plano de melhoria, bem como na consecução do mesmo. <br />A comunicação da informação deverá ser feita em Conselho Pedagógico e deverá ficar disponível, para consulta da Comunidade, na página da escola.<br />Os resultados da avaliação deverão integrar o Relatório Final da Avaliação da Biblioteca Escolar, que, por sua vez, deverá integrar o Relatório de Auto-Avaliação do Agrupamento.<br />26 de Novembro de 2009<br />Ana Violante<br />Agrupamento de Escolas da Freixianda<br />

×