Psicologia do Trabalho e das organizações

34,393 views

Published on

Published in: Technology, Travel
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
34,393
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
502
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Psicologia do Trabalho e das organizações

  1. 1. PSICOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES Prof. Dr. José -António Carochinho Origens da Psicologia das Organizações Origens da Psicologia das Organizações Diferentes designações Diferentes designações PTO: perspectivas micro e macro PTO: perspectivas micro e macro PTO: disciplina básica e aplicada PTO: disciplina básica e aplicada 1
  2. 2. Origens da Psicologia das Organizações De acordo com Ferguson (1961) a Psicologia Industrial surge como disciplina no dia 20 de Dezembro de 1901, quando Walter Dill Scott expõe a um grupo de empresários de Chicago, argumentos persuasivos e convincentes sobre a utilização da Psicologia na Publicidade. Nasce o termo Psicologia Industrial Origens mais remotas: I Guerra Mundial – 1917 testes Army Alpha e Army Beta / aplicações colectivas/Psicologia nas Org. Em 1926 Walther, propõe a terminologia “Psicologia do Trabalho” como equivalente ao de “Psicologia Industrial” Trata-se de um termo não tão restritivo Trabalho agrícola como o anterior, na medida em que contempla o trabalho não industrial Trabalho artístico Trabalho voluntário Trabalho sector serviços Psicologia Psicologia Industrial Ocupacional Psicologia das Psicologia do Diferentes terminologias Organizações Trabalho Escola Psicologia Comportamento Francesa Organizacional Social Psicologia vocacional Ergonomia Industrial / Organizational Psychology Psicologia do Trabalho e das Organizações 2
  3. 3. A Psicologia do trabalho e das Organizações abrange uma grande área de conteúdos. Em termos gerais o seu objecto de estudo é constituído pelas condutas e experiências dos sujeitos numa perspectiva individual, social e grupal em contextos relacionados com o trabalho. Podemos dizer que o seu objectivo consiste em descrever, explicar e prever os fenómenos psicossociais que ocorrem nesses contextos, assim como prever ou solucionar os possíveis problemas que aí se apresentam. O seu objectivo último consiste em melhorar : a QVL, a produtividade e a eficácia laboral. Da definição anterior podemos assinalar o seguinte: 1º: A PTO estuda a conduta e a experiência humana em contextos relacionados com o trabalho – o conceito experiência é um conceito amplo que abarca processos psicológicos e sociais, tais como: aprendizagem motivação Percepção atitudes Representações sociais Do trabalho e relacionadas com o trabalho 2º: O contexto laboral mais estudado é o organizacional. A PTO faz no entanto apelo a outros contextos de trabalho ou com ele relacionados: trabalho por conta própria, escola, família, desemprego, tempo livre … 3º: A PTO estuda os fenómenos na perspectiva individual, social e grupal. 3
  4. 4. A Psicologia do trabalho Interessa-se pelos processos na perspectiva micro e pela conduta do indivíduo A Psicologia do trabalho na perspectiva macro Interessa-se pelos processos e pela conduta dos grupos, e pela interacção indivíduo-grupo A Psicologia do trabalho na perspectiva micro Interessa-se pelos processos e pela conduta do indivíduo. Por exº o estudo das suas aptidões, conhecimentos, motivações, satisfação no trabalho, stresse, rendimento, absentismo entre outros…. A Psicologia do trabalho na perspectiva macro Interessa-se pelos processos e pela conduta dos grupos, pela interacção indivíduo-grupo e pelos fenómenos relacionados com a conduta e os processos individuais face a estímulos sociais do trabalho. Exº grupos e equipas de trabalho, liderança, papéis, clima e cultura organizacionais, relações interpessoais … 4
  5. 5. Psicologia do Psicologia do Trabalho Trabalho e das Organizações e das Organizações Disciplina básica ou aplicada ? A PTO é uma disciplina básica e aplicada A PTO é uma disciplina básica e aplicada BASICA - porque o psicólogo do trabalho está interessado na descrição, explicação e predição dos fenómenos que acontecem em contexto laboral mediante teorias cientificas comprovadas. Utilizam o método cientifico: teorias -> mé problema – formulam hipóteses que guiam as suas hipó investigações investigaç compreender APLICADA - porque o psicólogo do trabalho está interessado em aplicar os conhecimentos que esta disciplina foi acumulando aos problemas reais que se produzem em contexto de trabalho intervir 5
  6. 6. A Psicologia das Organizações ocupa-se do estudo das organizações e dos processos organizacionais. É tanto uma disciplina descritiva, como normativa, é tanto básica como aplicada e interessa-se tanto pelo desenvolvimento das teorias do comportamento organizacional, como nas formas de melhorar as práticas organizacionais. (Pfeffer, 1982, p. 36) A Psicologia das Organizações é uma disciplina básica e aplicada, que trata de compreender o comportamento humano através do estudo tanto dos processos individuais, como interpessoais / grupais, como organizacionais que ocorrem no seio de determinadas envolventes e intervir nelas com o objectivo de optimizar o seu funcionamento e os seus resultados, tanto para os indivíduos, como para as organizações e para a sociedade em geral. (Alcover de la Hera & Gil Rodrígez, 2003) 6

×