Your SlideShare is downloading. ×
0
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Uma QuestãO De Atitude
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Uma QuestãO De Atitude

486

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
486
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. Na vida temos que ter atitude .
  • 3. O João era o tipo de homem que qualquer pessoa gostaria de conhecer. Estava sempre de bom humor e tinha sempre qualquer coisa de positivo para dizer.
  • 4. Se alguém lhe perguntasse como estava, a resposta seria logo: - Cada dia melhor ... !!!
  • 5. Era um gerente especial, os empregados seguiam-no de restaurante em restaurante, só por causa da sua atitude. Era um motivador nato: se um colaborador tinha um mau dia, o João dizia-lhe sempre para ver o lado positivo da situação.
  • 6. Fiquei tão curioso com o seu estilo de vida. que um dia perguntei-lhe: - João, como podes ser uma pessoa tão positiva o tempo todo? Como é que consegues isso?
  • 7. Respondeu-me: - Cada manhã, ao acordar, digo para mim mesmo: "João, hoje tens duas escolhas, podes ficar de bom humor ou de mau humor, e escolho ficar de bom humor." Cada vez que algo de mau acontece, posso escolher fazer-me de vítima ou aprender alguma coisa com o ocorrido: escolho aprender algo. Sempre que alguém reclama, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida.
  • 8. _ Certo, mas não é fácil - argumentei. _ É fácil, disse-me o João. A vida é feita de escolhas. Quando examinas as coisas a fundo, há sempre uma escolha. E cabe-te escolher como reagir às situações: escolhes como as pessoas afectarão o teu humor. É tua a escolha de como viver a tua vida.
  • 9. Nunca mais me esqueci do que o João me disse, e lembrava-me sempre dele quando fazia uma escolha.
  • 10. Anos mais tarde soube que o João cometera um erro, deixando pela manhã a porta de serviço aberta, e foi surpreendido por assaltantes. Dominado, enquanto tentava abrir o cofre, a mão, tremendo com o nervosismo, desfez a combinação do segredo. Os ladrões entraram em pânico, dispararam e atingiram-no.
  • 11. Por sorte, foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital. Depois de 18 horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, teve alta, ainda com fragmentos de balas alojadas no corpo.
  • 12. Encontrei-o mais ou menos por acaso passado um tempo, e quando lhe perguntei como estava, logo me respondeu com o seu habitual ar bem disposto: - Óptimo, se melhorar estraga!
  • 13. Contou-me o que tinha acontecido, e perguntou se queria ver as suas cicatrizes. Recusei-me a ver os seus ferimentos, mas perguntei-lhe o que lhe tinha passado pela cabeça na ocasião do assalto.
  • 14. - A primeira coisa que pensei foi que devia ter trancado a porta das traseiras. Respondeu: - Então, deitado no chão, ensanguentado, lembrei-me que tinha duas escolhas: poderia viver ou morrer. Escolhi viver!!
  • 15. - Não tiveste medo? _ perguntei: - Olha, os paramédicos foram óptimos, diziam-me que tudo ia dar certo e que eu ia ficar bom. Mas quando cheguei à sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado: nas expressões deles eu lia claramente: Esse aí já era...
  • 16. - Decidi que tinha de fazer algo. - E o que fizeste?? perguntei:
  • 17. - Bem, havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas. Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa. Eu respondi que sim. Todos pararam para ouvir a minha resposta. Tomei fôlego e gritei: "Sou alérgico a balas!!" Entre a risota geral, disse-lhes: "Eu escolho viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto!!"
  • 18. O João sobreviveu graças à persistência dos médicos, mas, também graças à sua atitude. Aprendi que todos os dias temos a opção de viver plenamente e tomar decisões, pois serão essas atitudes que trarão benefícios agora e para a eternidade.
  • 19. Afinal de contas ... ... A ATITUDE É TUDO ...
  • 20. Agora tens duas opções: 1. ler esta mensagem e reflectir sobre ela, ou 2. transmiti-la aos teus amigos, para que possam reflectir como tu e eu fizemos.
  • 21.  

×