A presentação do Modelo de Auto - Avaliação da BE
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,073
On Slideshare
1,073
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
4
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ACÇÃO DE FORMAÇÃO « PRÁTICAS E MODELOS DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES» MÓDULO AUTO-AVALIAÇ « O MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES NO CONTEXTO DA ESCOLA/AGRUPAMENTO » Formanda: Anizabel Oliveira 2008/2009
  • 2. AUTO - AVALIAÇÃO APRESENTAÇÃO « Não há, não duas folhas iguais em toda a criação Ou nervura a menos, ou célula a mais, não há, de certeza, duas folhas iguais. » António Gedeão, Pastoral ( excerto )
  • 3. AUTO - AVALIAÇÃO CONTRIBUTO DA BIBLIOTECA ESCOLAR Essencial para o sucesso educativo Essencial para a promoção da aprendizagem ao longo da vida A Biblioteca Escolar Essencial para as aprendizagens dos alunos
  • 4. AUTO - AVALIAÇÃO Orientada para a análise dos processos e dos resultados Avaliaç Avaliação da BE: Numa perspectiva formativa Abordagem Qualitativa Permite identificar necessidades, os pontos fracos com vista à melhoria AVALIAÇÃO como: Encarada como → instrumento de regulação e de melhoria contínua → instrumento de reflexão orientada para a mudança através do envolvimento colectivo → processo e não como algo ocasional → processo de auto-responsabilização da BE/Escola → oportunidade para o reconhecimento da BE no panorama educativo nacional → documento que fornece indicadores de performance: → envolve os utilizadores; → identifica impactos dos utilizadores → permite ver o que está a ser feito, o que é preciso fazer e o que é preciso melhorar.
  • 5. AUTO - AVALIAÇÃO -Conhecer e e -Conhecer validar o o que validar que Estabelecendo Estabelecendo estamos a a fazer estamos fazer prioridades prioridades -Melhorar -Melhorar -Planear -Planear AVALIAR AVALIAR o o perfil perfil para para PARA QUÊ? de PARA QUÊ? de COMO? oo desempenho desempenho COMO? desenvolvimento desenvolvimento Articulando Articulando elementos elementos quantitativos quantitativos Identificando com Identificando com asas -Definir qualitativos qualitativos evidências -Definir evidências osos caminhos a a seguir caminhos seguir
  • 6. AUTO - AVALIAÇÃO Factores críticos de sucesso Evidências Indicadores temáticos Organização do para cada subdomínio Modelo de Auto - Avaliação da BE Acções para melhorias Subdomínios Quatro domínios: - A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular - B. Leitura e Literacias - C. Projectos, Parcerias e Actividades livres e de Abertura à Comunidade - D. Gestão da BE
  • 7. AUTO - AVALIAÇÃO Integraç Integração na escola e no processo de ensino/aprendizagem: -institucional e programática de acordo com os objectivos educacionais e da escola -desenvolvimento de competências de leitura e de um programa de literacia da informação integrado no desenvolvimento curricular -articulação com os Departamentos, Professores, Alunos na planificação e desenvolvimento de actividades educativas e de aprendizagem Gestão da BE: Acesso. Qualidade: -Professor Bibliotecário que -Disponibilização de um articule e trabalhe com a conjunto Escola, Professores e Alunos de recursos de informação em -Liderança do Professor diferentes Bibliotecário e da Equipa ÁREAS CHAVE suportes e adequado às -Desenvolvimento de A QUE SE REPORTAM OS DOMÍNIOS necessidades estratégias de gestão e de dos alunos. integração da BE na Escola e no desenvolvimento curricular
  • 8. AUTO - AVALIAÇÃO ETAPAS DO PROCESSO Selecção do domínio a ser objecto de aplicação dos instrumentos Identificação do problema ou desafio Recolha de evidências Análise da informação recolhida mediante cruzamento de dados Realização de mudanças necessárias Recolha de novas evidências Divulgação dos resultados ao Conselho Executivo Divulgação dos resultados ao Conselho Pedagógico Elaboração do Relatório de Auto – Avaliação que deve ser discutido e aprovado em Conselho Pedagógico, bem como o Plano de Melhoria Elaboração da síntese do Relatório de Auto - Avaliação para integração na avaliação da Escola
  • 9. AUTO - AVALIAÇÃO Envolvimento dos Utilizadores Conselho Executivo ( PEE,PCE,RI ) Departamentos -viabiliza o processo Acç (Planos de Acção -providencia Pedagó Conselho Pedagógico Planos de recursos humanos ( PEE,PCE,RI, Actividades) e materiais Acç Planos de Acção) -planificam em -apoia o Coordenador -sensibiliza a escola articulaç articulação -comunica -divulgam acç acções e resultados actividades Biblioteca Escolar -Trabalho em articulação e de colaboração na identificação Pais de recursos e no desenvolvimento -encorajam os de actividades conjuntas orientadas Professores filhos a participar para o sucesso dos alunos ( PCT ) nas actividades da BE -participam -planificam nas actividades da BE e dinamizam actividades articulaç em articulação com a BE Alunos (Sala de Aula, BE) -realizam actividades e -participam nas actividades
  • 10. AUTO - AVALIAÇÃO Impacto na Biblioteca Escolar Valorização da Reconhecimento BE do pela trabalho da BE Comunidade Educativa Auto Responsabilização da BE
  • 11. AUTO - AVALIAÇÃO IMPACTO NAS APRENDIZAGENS Melhorar a qualidade das aprendizagens dos alunos MELHORAR Operar A QUALIDADE mudanç mudanças DO prá nas práticas SUCESSO EDUCATIVO dos Professores Operar mudanç mudanças prá nas práticas dos Alunos
  • 12. AUTO - AVALIAÇÃO COMUNICAÇ COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS RESULTADOS NA AVALIAÇÃO DA ESCOLA INTEGRAÇ AVALIAÇ • Elaboraç Elaboração da síntese do Relatório de Auto - Avaliação para sí Relató Avaliaç integraç avaliaç integração na avaliação da Escola. • Avaliaç Inspecç poderá A Avaliação externa da Biblioteca Escolar pela Inspecção poderá mencionando- relató avaliar o impacto da mesma na Escola, mencionando-a no relatório Avaliaç final da Avaliação da Escola. estraté - Valor estratégico para a Escola com a qual a Biblioteca se relaciona Indispensá - Indispensável à tomada de decisões do PROGRAMA RBE
  • 13. Bibliografia consultada - Texto da sessão, disponibilizado na plataforma - Scott, Elspeth (2002) “How good is your school library resource centre? an introduction to performance measurement”. 68th IFLA Council and General Conference August. http://www.ifla.org/IV/ifla68/papers/028-097e.pdf [20/08/2008] - Todd, Ross (2002) “School librarian as teachers: learning outcomes and evidence-based practice”. 68th IFLA Council and General Conference August. http://www.ifla.org/IV/ifla68/papers/084-119e.pdf> [20/08/2008] - Johnson, Doug (2005) “Getting the Most from Your School Library Media Program”, Principal. Jan/Feb 2005 http://www.doug-johnson.com/dougwri/getting-the-most-from-your-school-library-media-program-1.html [20/08/2008]