Mecanismos de defesa do corpo
humano
Prof. Ana Lucia Farias
1E.M.
Mecanismos de defesa do corpo humano
• São 3 as linhas de defesa do corpo humano
contra os agentes invasores, a saber:
– P...
Mecanismos de defesa do corpo
• Mecanismos de defesa inespecíficos:
São a primeira e a segunda linhas de
defesa do organis...
Mecanismos de defesa do corpo humano
• Sistema imunitário: diferencia-se dos
mecanismos inespecíficos devida à
especificid...
Mecanismos de defesa do corpo humano
• Antígenos podem estar presentes
nos envoltórios de vírus,
bactérias, protistas, ver...
Mecanismos de defesa do corpo humano
• Sistema imunitário: diferencia-se dos
mecanismos inespecíficos devida à
especificid...
Mecanismos de defesa do corpo humano
• Imunologia é a ciência que estuda as
reações do sistema imunitário.
• Com o desenvo...
Mecanismos de defesa do corpo humano
Vacinas
• Desencadeiam um mecanismo
de imunização ativa.
• O antígeno que causa a
doe...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sistema linfatico

8,481

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
8,481
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
104
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema linfatico

  1. 1. Mecanismos de defesa do corpo humano Prof. Ana Lucia Farias 1E.M.
  2. 2. Mecanismos de defesa do corpo humano • São 3 as linhas de defesa do corpo humano contra os agentes invasores, a saber: – Primeira linha de defesa, formada pelas barreiras de proteção, que são: pele, pelos e secreções (suco gástrico, lágrimas e saliva); – Segunda linha de defesa, onde estão substâncias químicas e células que destroem qualquer agente infeccioso que penetre no organismo, sem distinção; – Terceira linha, onde participam os órgãos linfóides (timo, baço, linfonodos e tonsilas palatinas), linfócitos e plasmócitos, constituindo o sistema linfático.
  3. 3. Mecanismos de defesa do corpo • Mecanismos de defesa inespecíficos: São a primeira e a segunda linhas de defesa do organismo. • Mecanismos de defesa específicos: Constitui a terceira linha de defesa do corpo, ou seja, o sistema imunitário.
  4. 4. Mecanismos de defesa do corpo humano • Sistema imunitário: diferencia-se dos mecanismos inespecíficos devida à especificidade e à memória. – Especificidade é a capacidade do sistema imunitário de reconhecer e eliminar certos microrganismos ou substâncias estranhas. – O elemento estranho capaz de estimular a resposta imune é o antígeno, para o qual o sistema imunitário produzirá a proteína específica para aquele antígeno, que é o anticorpo.
  5. 5. Mecanismos de defesa do corpo humano • Antígenos podem estar presentes nos envoltórios de vírus, bactérias, protistas, vermes parasitas e materiais estranhos ao corpo (pólen e tecido transplantado) • Anticorpos são chamados Imunoglobulinas (Ig), e cada um reconhece apena o antígeno que induziu a sua formação (são altamente específicos). O corpo humano é capaz de produzir grande número de anticorpos diferentes.
  6. 6. Mecanismos de defesa do corpo humano • Sistema imunitário: diferencia-se dos mecanismos inespecíficos devida à especificidade e à memória. –Memória é a capacidade que o sistema imunitário tem de reconhecer novamente um antígeno e reagir contra ele, com a rápida produção de mais anticorpos específicos.
  7. 7. Mecanismos de defesa do corpo humano • Imunologia é a ciência que estuda as reações do sistema imunitário. • Com o desenvolvimento da Imunologia surgiram várias vacinas para a prevenção de muitas doenças, e também os soros, sendo que o princípio de atuação dos dois é diferente.
  8. 8. Mecanismos de defesa do corpo humano Vacinas • Desencadeiam um mecanismo de imunização ativa. • O antígeno que causa a doença é introduzido no corpo do indivíduo sadio, havendo então a produção de anticorpos específicos para esse antígeno. • Adquirimos imunidade contra doenças sem que as tenhamos contraído. • É uma imunização duradoura, pois será ativado o sistema imunitário e a informação ficará registrada na “memória” do organismo. Soros • Desencadeiam um mecanismo de imunização passiva. • São introduzidos no organismo os anticorpos já prontos para o combate a um antígeno. • É um tipo de imunização utilizada quando se deseja uma resposta rápida do organismo. • É uma imunização passageira, porque, ao receber os anticorpos prontos, a informação não ficará registrada na “memória” do organismo.
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×