Moinhos de souto stª maria

487 views
348 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
487
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
119
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Moinhos de souto stª maria

  1. 1. MOINHOSDESTªMARIAREPORTAGEM DE ANA LUÍSA ANTUNES - 6º B, E.B. 2,3 deBriteirosColaborador: informações fornecidas pelo Sr. Secretário daJunta de Freguesia de Souto STª Maria, José Luís Ribeiro
  2. 2. Na Revista de Guimarães, n.º 108, de 1998, páginas 571 a 576, o pároco ManoelJoaquim Roiz, escreveu em 1842:“… há um ribeiro que tem alguns moinhos, mas só trabalham de Inverno, de Verãofalta-lhe a água e mesmo é muito necessária para a produção do pão “.Assim, podemos afirmar que os Moinhos do Ribeiro de Ramos têm cerca de 200anos.
  3. 3. A Junta de Freguesia de SoutoSanta Maria recuperou um moinho que,está em perfeito funcionamento.
  4. 4. Os moinhos de água apareceram no século IID. C. através os gregos e os romanos, quedepois o espalharam por toda a Europa.
  5. 5. Restam também as ruínas de 4 desses moinhos que, antes damecanização do sistema, eram a única forma de transformaros cereais (milho, trigo, centeio) em farinha e a azeitona emazeite. Dai a sua grande importância para a população.
  6. 6. Restam também as ruínas de 4 desses moinhos que, antes damecanização do sistema, eram a única forma de transformaros cereais (milho, trigo, centeio) em farinha e a azeitona emazeite. Dai a sua grande importância para a população.
  7. 7. O termo"moinho" deriva doLatim molium, de molo,que significa moer,triturar cereais ou dar àmó.Aqui é onde se transformao milho em farinha.
  8. 8. A água entra por aqui.
  9. 9. Obras de melhoria no enquadramento da zona dosmoinhos
  10. 10. Outro aspeto das obras de melhoria noenquadramento da zona dos moinhos
  11. 11. Saída da água para o 2º moínho
  12. 12. Moinho ainda em ruínas
  13. 13. E.B. 2-3 de Briteiros,Maio 2013É urgente preservar o nosso património!

×