D1 Ana Silva
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

D1 Ana Silva

on

  • 537 views

 

Statistics

Views

Total Views
537
Views on SlideShare
535
Embed Views
2

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

2 Embeds 2

https://www.mturk.com 1
http://briteirosemformacao.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    D1 Ana Silva D1 Ana Silva Presentation Transcript

    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) D. Gestão da BE D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE Indicadores Factores Críticos de Instrumentos de Recolha de Evidências extraídas dos instrumentos Sucesso Evidências sugeridos (frases tipo) D.1.1 A escola inclui a BE na Excertos da documentação As referências à BE no PE e RI e PCA provam a Integração/acção da formulação e desenvolvimento institucional em que é referida a BE: sua institucionalização, integração e da sua missão, princípios e reconhecimento do valor. BE na objectivos estratégicos e de Projecto Educativo do Agrupamento, escola/agrupamento. aprendizagem. Regulamento Interno, Projecto Curricular de Agrupamento O professor bibliotecário tem assento no conselho O professor bibliotecário é membro do CP e integra pedagógico. Excertos das actas de CP referentes a a equipa PTE, representando-a no referido órgão. assuntos da BE levados pelo São desencadeadas acções coordenador a discussão, com vista à partilha, discussão apresentações de planos ou e aprovação informações. da missão e objectivos da BE nos órgãos de administração e Registos de contactos/planificações A BE articula com os projectos do agrupamento, gestão (conselho geral, com coordenadores de departamento, promove o trabalho colaborativo, apoia o currículo. director, conselho pedagógico) coordenadores PTE, coordenador de departamentos curriculares e Projectos, coordenadores de Cursos demais estruturas de CEF e EFA, Ensino Especial, coordenação educativa e de coordenadores de 1º ciclo e de supervisão pedagógica. Educadores, coordenadores de ano O regulamento interno da escola contempla os seguintes aspectos: - Missão e objectivos da BE; - Organização funcional do Excertos do regulamento interno do espaço; Agrupamento e do regimento das BE - Organização e gestão dos Plano de Acção da BE e Plano de recursos de informação; actividades Ana Silva DREN 8 Novembro 2009 
    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) - Gestão dos recursos humanos afectos à BE; - Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito do projecto educativo; - Regimento do funcionamento das BE. A BE adequa os seus objectivos, recursos e actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular de escola e aos projectos curriculares das turmas. O plano de desenvolvimento da BE acompanha, em termos de acção estratégica, o projecto educativo da escola e outros projectos. O plano anual de actividades da BE relaciona-se, em termos de objectivos operacionais, com o apoio ao currículo, com o plano anual de actividades da escola e com outros projectos em desenvolvimento. Ana Silva DREN 8 Novembro 2009 
    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) D.1.2 Os órgãos de administração e Registo de reuniões/ contactos Determinado nº de projectos foram analisados em Valorização da BE gestão (conselho geral, CP director, conselho pedagógico) pelos órgãos de apoiam as BE e envolvem-se Entrevista ao director Realizaram-se determinadas (nº) direcção, na procura de soluções reuniões/contactos com os órgãos de gestão administração e promotoras do seu Inserção de uma verba a atribuir à BE gestão da funcionamento. contemplada no orçamento anual escola/agrupamento. A BE possui uma equipa constituída ( ou não) Os órgãos de administração e segundo as orientações da RBE gestão põem em prática uma Relatório de Auto-avaliação da BE política de afectação de A direcção auscultou a opinião da professora recursos humanos adequada Inquérito aos professores bibliotecária para a sua constituição às necessidades de desenvolvimento da BE. Relatórios de projectos e actividades A BE possui (ou não) uma assistente operacional a envolvendo trabalho na e com a BE tempo inteiro Os órgãos de administração e Gestão (director, conselho Estatísticas de utilização da BE em Os órgãos de gestão estão atentos e são rápidos pedagógico) e os contexto de sala de aula ou (ou não) na resolução dos problemas da BE. departamentos curriculares actividades de aulas de substituição estabelecem estratégias A escola integrou a BE em determinado número de visando a articulação entre a projectos e actividades BE e as demais estruturas de coordenação educativa e de À BE foi atribuído (ou não) um orçamento próprio supervisão pedagógica. Determinada percentagem de docentes utilizou a A escola contempla a BE e os BE, nas suas práticas lectivas. seus recursos nos projectos e actividades educativas e Determinada percentagem de professores avaliou o curriculares. trabalho articulado da BE com os docentes e o apoio ao desenvolvimento curricular como … Os órgãos de administração e (nível) gestão atribuem uma verba anual para a renovação de Determinada percentagem de professores foi de equipamentos, para a opinião que a BE contribuiu para melhorar a actualização da colecção e qualidade do trabalho escolar e o nível de para o funcionamento da BE. competências dos alunos. Ana Silva DREN 8 Novembro 2009 
    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) A escola encara a BE como Determinada percentagem de professores foi de recurso fulcral no opinião que a BE contribuiu para a promoção da desenvolvimento do gosto pela leitura e da literacia. leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na Determinada percentagem de professores progressão nas aprendizagens considerou o impacto da BE no apoio ao seu e no sucesso escolar. trabalho e no progresso dos alunos como… (nível) Os docentes valorizam o papel da BE e integram-na nas suas práticas de ensino/aprendizagem D.1.3 A BE funciona num horário Horário da equipa da BE Determinada percentagem de utilizadores Resposta da contínuo e alargado que Estatísticas de utilização dos recursos considera o horário da BE adequado. possibilita o acesso dos e do espaço BE às necessidades utilizadores no horário lectivo e Caixa de sugestões Foram realizadas determinadas actividades em da escola / acompanha as necessidades Questionários aos professores, aos conjunto (nº) /agrupamento de ocupação em horário extra alunos e Encarregados de Educação. lectivo. Fichas de observação. Os recursos x foram partilhados pelo Agrupamento Entrevistas As BE no agrupamento são Plano de Acção da BE Determinada percentagem de professores geridas de forma integrada, Registo de reuniões e contactos mais consideraram … (nível) as condições de acesso e rentabilizando recursos, informais com os representantes de acompanhamento aos utilizadores na pesquisa e possibilidades de acesso a todos os ciclos do agrupamento e com uso da informação. programas e projectos. os professores e educadores Registo das actividades realizadas A BE possui uma colecção de acordo com o gosto Os recursos e serviços da BE (balanços) e necessidades dos utilizadores. respondem às metas e estratégias definidas no A BE realizou determinadas sessões (nº) de projecto educativo, projecto formação e orientação para alunos e professores curricular e outros projectos. Determinada percentagem de utilizadores (nº) A BE cria condições e é usada considera a BE como um local aprazível para Ana Silva DREN 8 Novembro 2009 
    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) como recurso e como local de trabalho e lazer lazer e de trabalho. A BE apoia os utilizadores no acesso à colecção, aos equipamentos, à leitura, à pesquisa e ao uso da informação. A BE planifica com docentes, departamentos curriculares e demais estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica. A BE desenvolve projectos com a escola/agrupamento. A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural. D.1.4 A BE implementa um sistema Plano de Acção da BE Avaliação da de auto-avaliação contínuo. Questionários Vários registos de utilização e A BE analisou a informação recolhida produzindo, BE na Os órgãos de direcção, actividades relatórios intermédios, final e plano de melhoria em escola/agrupamento administração e gestão são … e divulgou os mesmos aos órgãos de gestão, envolvidos no processo de Relatório de auto-avaliação da BE. Conselho Pedagógico e comunidade em geral auto-avaliação da BE. Excertos de actas dos diversos órgãos através de (actas, mail, página da internet, moodle onde são apresentados os resultados …) Os instrumentos de recolha de da auto-avaliação da BE e escolha do informação são aplicados, de novo domínio . forma sistemática, e no Grelhas de identificação de pontos Os resultados da auto-avaliação da BE integraram decurso do processo de fortes e fracos a avaliação do agrupamento, conforme se pode gestão. verificar em … Plano de melhoria A informação recolhida é Relatório de avaliação do Ana Silva DREN 8 Novembro 2009 
    • O Modelo de Auto-avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de Operacionalização (parte II) analisada e os resultados da agrupamento análise/avaliação originam, quando necessário, a redefinição de estratégias, sendo integrados no processo de planeamento. Os resultados da auto- avaliação são divulgados junto dos órgãos de direcção, administração e gestão (conselho geral, director, conselho pedagógico), estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica, e da restante comunidade, com o objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE e de alertar para os pontos fracos do seu funcionamento. São realizadas actividades de benchmarking. A auto-avaliação da escola integra os resultados da auto- avaliação da BE. Ana Silva DREN 8 Novembro 2009