Plano Anual de Actividades 0910
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Plano Anual de Actividades 0910

on

  • 3,242 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,242
Views on SlideShare
3,215
Embed Views
27

Actions

Likes
1
Downloads
55
Comments
0

2 Embeds 27

http://avagarouca.blogspot.com 23
http://www.slideshare.net 4

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Plano Anual de Actividades 0910 Plano Anual de Actividades 0910 Presentation Transcript

  • 2009/2010
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Índice Pág. 3 – Caracterização do Agrupamento Pág. 3– O Agrupamento em números Pág..5 – Metas a atingir Pág. 6 – Distribuição de serviço dos órgãos e actividades lectivas Pág. 25 – Plano de Actividades Pág. 26 – JI/1º Ciclo Pág. 29 – Educação Especial Pág. 30 – 2º e 3º Ciclos Pág. 35 - Reuniões Pág.36 - BE/CRes Pág. 40 – Anexos Pág. 41 – Distribuição do serviço/horários Pág. 57 – Critérios para a constituição de Turmas Pág.60 - Plano de Ocupação Plena das Actividades Lectivas 2
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento I – CARACTERIZAÇÃO DO AGRUPAMENTO Introdução Ano Lectivo 2009/2010 O Agrupamento de Escolas tem a sua sede na Escola EB2,3 de Arouca, sita na vila de Arouca. Integra a própria escola, 10 Jardins de Infância e 15 Escolas EB1 sitas nas freguesias de Arouca, Burgo, Canelas, Espiunca, Moldes, Rossas, Santa Eulália, Tropeço, Urrô e Várzea. A população escolar das freguesias de Albergaria da Serra, Cabreiros, Covêlo de Paivó e Janarde, que também pertence a este Agrupamento, é servida pelas escolas das freguesias confinantes e mais próximas. Bastante heterogéneo e disperso, integra tanto jardins e escolas que estão a 100 metros da sede, como outras que distam entre 2Km e 20 Km. Este Plano será objecto de uma avaliação contínua ao longo do ano lectivo e, no final, será elaborado um relatório da concretização das actividades previstas. De forma sucinta, apresentamos a seguir o Agrupamento em números: O Agrupamento em números Alunos: Alunos/Turma Pré-Escolar 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Alunos Turma Alunos Turma EFA Alunos Turma Alunos Turma CEF s s s s Total 277 13 703 44 25 437 18 230 10 33 (2)* (2)* NEE 3 22 18 4 1 Média 21,3 17,27 24.27 23 (*) Duas turmas EFA e CEF (Cursos de Educação e Formação) Total Alunos do Agrupamento 1762 Total Alunos NEE Agrupamento 48 3 View slide
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Pessoal docente: P. docente Pré-Escolar 1º Ciclo Outros 2º Ciclo 3º Ciclo Total cargos P. docente 13+1 44+4 51+1 31 145 Outro pessoal (Serviços Especializados de Apoio Educativo): Categorias Pré-Escolar 1º Ciclo 2º Ciclo/3º Total Ciclo Psicólogo* (1) 1 1 Prof. Apoio Ed.Especial 9 9 Apoio Educativo 4 4 Total 14 *(1) Horário distribuído pelo Agrupamento de escolas de Arouca e pela ESA Pessoal não docente: Categorias Pré- 1º Ciclo 2º Ciclo/3º Ciclo Total Escolar Chefe Ser. Adm.Escolar 1 1 Assist.Técnicos 8 8 Ass.Operacionais 8 23 31 62 Protocolo IEFP 4 Total 75 Direcção: E. Pré- 4 View slide
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Função Especial Escolar 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Total Director 1 1 Subdirec. 1 1 Adjunto 1 1 1 3 Total 1 1 3 5 Metas a atingir Este Plano, ao concretizar as orientações do Projecto Educativo de Agrupamento, procura alcançar as metas definidas no mesmo. Meta 1-Garantir a participação dos representantes dos pais e encarregados de educação no Conselho Geral, no Conselho Pedagógico e dos representantes dos pais e encarregados de educação e delegados de turma nas reuniões de Conselho de Turma. Para atingir esta meta os órgãos e estruturas de orientação educativa do agrupamento prevêem a convocação dos representantes dos pais, encarregados de educação e alunos nos termos definidos na lei. Meta 2 – Garantir o rastreio do nível de saúde de todos os alunos dos 2º e 3º ciclos e a prática de actividade física em todos os níveis de educação e ensino, a aplicação das normas de boa alimentação no bufete e cantinas dos vários estabelecimentos e a abordagem de conteúdos de educação sexual em todos os níveis de educação e de ensino. Para atingir esta meta o presente Plano prevê o desenvolvimento do Projecto Educação para a Saúde (PES) e dos Clubes Fitnessgram e do Desporto Escolar. Meta 3 – Garantir o envolvimento de pais e alunos sempre que se deparem problemas do foro disciplinar e da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Arouca, sempre que existam situações de abandono escolar. Para atingir esta meta o Plano prevê a actuação da Equipa do Plano Promotor de Disciplina e o envolvimento de professores, funcionários, pais e alunos. Meta 4 –Garantir uma descida do nível de insucesso escolar (comparativamente com 2007) nas disciplinas em particular de Língua Portuguesa e de Matemática e, concomitantemente, dos níveis de insucesso e abandono escolar (taxa de desistência e retenção) no 1º, no 2º e no 3º ciclos do Ensino Básico. Tendo em conta o peso dos factores ambientais e o perigo de afastamento dos conceitos, sucesso escolar / desenvolvimento das competências e aprendizagens, definem-se como metas para o insucesso escolar: - uma taxa de desistência e retenção no 1º ciclo de 5,2 pontos percentuais para 2008, 5,0 p.p. para 2009 e 4,8 p.p. para 2010; 5
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - uma taxa de desistência e retenção no 2º ciclo de 10,2 pontos percentuais para 2008, 10,0 p.p. para 2009 e 9,8 p.p. para 2010; - uma taxa de desistência e retenção no 3º ciclo de 27,2 pontos percentuais para 2008, de 26,7 p.p. para 2009 e de 26,2 p.p. para 2010. Meta 5 – Garantir o acesso semanal de todas as turmas do 1º, 2º e 3º ciclos a trabalho com computadores. Para garantir esta meta o Plano socorrer-se-á do Plano Tecnológico que está a ser implementado na Escola EB 2/3 e prevê, através dos PCT´s, a utilização em Área de Projecto, das salas TIC para os 2º e 3º ciclos e, no 1º ciclo, a dinamização do projecto “Tictando”que se destina sobretudo à utilização e aproveitamento do Magalhães em contexto de sala de aula. É ainda objectivo do Agrupamento equipar as salas de aula, com pelo menos um computador, com acesso à Internet. Meta 6 - Garantir que, até 2010, será estabelecida uma correcta caracterização dos alunos com Necessidades Educativas Especiais que abordará o domínio biopsicossocial de cada aluno. Distribuição do serviço dos órgãos e actividades lectivas Os quadros seguintes contêm as previsões para o presente ano lectivo e foram concebidos para, no final do ano, serem utilizados para realizar a avaliação. Órgãos de Gestão e Administração Escolar: Órgão Reuniõs Reuniões Aspectos a relevar prev realiz Conselho Geral 4 Direcção 10 Conselho Pedagógico 12 Conselho Administrativo 13 Estruturas de Orientação Educativa: Estrutura Reuniõe Reuniões Aspectos a relevar s prev realiz 6
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Conselho Docentes EPE 11 Conselho de Docentes 1º CEB 6 Cons. Docentes de Coordenação 1º e 2º 10 ano Cons. Docentes de Coordenação 3º e 10 4ºano Conselho dos Directores de Turma 7 Dep. Curric. de Línguas 11 Dep. Curric. Ciências Sociais e Humanas 11 Dep. Curric. Mat. e Ciênc. Experimentais 11 Dep. Curric. de Expressões 11 Núcleo de Apoios Educativos 10 Serviços Especializados Apoio Educativo 35 Conselhos de Turma: Turm Reuniões Reuniões Aspectos a relevar a prev realiz 5º A 7 (4+3AV) 5º B 7 (4+3AV) 5º C 7 (4+3AV) 5º D 7 (4+3AV) 5º E 7 (4+3AV) 5º F 7 (4+3AV) 5º G 7 (4+3AV) 5º H 7 (4+3AV) 5º I 7 (4+3AV) 6º A 7 (4+3AV) 6º B 7 (4+3AV) 6º C 7 (4+3AV) 6º D 7 (4+3AV) Turm Reuniões Reuniões Aspectos a relevar a prev realiz 7
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 6º E 7 (4+3AV) 6ºF 7 (4+3AV) 6º G 7 (4+3AV) 6º H 7 (4+3AV) 6º I 7 (4+3AV) 7º A 7 (4+3AV) 7º B 7 (4+3AV) 7º C 7(4+3AV) 8º A 7 (4+3AV) 8º B 7 (4+3AV) 8º C 7 (4+3AV) 8º D 7 (4+3AV) 9º A 7 (4+3AV) 9º B 7 (4+3AV) 9º C 7 (4+3AV) 8ºCEF Semanais 9ºCEF Semanais Actividade Lectiva:Pré-escolar Turma Dias Dias Activ. Sem Observações Previsto Efectivo Substituiçã Actividade s s o s Alvareng 193 a ARC1 193 ARC2 193 ARC3 193 Soto 193 Canelas 193 Paços 193 Sub-Rego 193 Boav 1 193 Boav 2 193 Bacelo 193 Urro 193 Várzea 193 8
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 1º Ciclo Turma Dias Dias Aulas Activ. Sem Observações Previsto Efectivo Substituiçã Substituiçã Actividade s s o o s PAL01 172 PAL02 172 PAL03 172 ARC01 172 ARC02 172 ARC03 172 ARC04 172 ARC05 172 ARC06 172 ARC07 172 ARC08 172 ARC09 172 ARC10 172 9
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento ARC11 172 ARC12 172 PES01 172 PES02 172 SOT01 172 SOT02 172 CAN01 172 CAN02 172 VCV01 172 VCV02 172 PMO01 172 PMO02 172 PMO03 172 PTE01 172 PTE02 172 PRO01 172 PRO02 172 PRO03 172 PVS01 172 PVS02 172 Turma Dias Dias Aulas Activ. Sem Observações Previsto Efectivo Substituiçã Substituiçã Actividade s s o o s BOV01 172 10
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento BOV02 172 BOV03 172 BOV04 172 BOV05 172 BOV06 172 BAC01 172 BAC02 172 SJO01 172 SJO02 172 URR01 172 URR02 172 SOC01 172 SOC02 172 ARC- 172 EFA BAC- 172 EFA 2º e 3º Ciclo Turm Aulas Aulas Aulas Activ. Sem Observações a Prevista Dadas Substituiçã Substituiçã Actividade s o o s 5ºA 1168 5ºB 1306 5ºC 557 5ºD 1183 5ºE 1166 5ºF 1169 5ºG* 897 5ºH 1174 5ºI 1125 6ºA 1140 6ºB 1169 6ºC 1100 Turm Aulas Aulas Aulas Activ. Sem Observações a Prevista Dadas Substituiçã Substituiçã Actividade 11
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento s o o s 6ºD 1167 6ºE 1169 6ºF 1171 6ºG 1172 6ºH 1132 6ºI 1183 7ºA 1240 7ºB 1308 7ºC 1308 8ºA 1303 8ºB 1312 8ºC 1274 8ºD 1306 9ºA 1191 9ºB 1188 9ºC 1186 8ºCEF 1308 9ºCEF 1083 *Turma do Ensino Articulado 8º CEF – Curso de Operador Florestal ( incluídas as horas de Formação em Contexto de Trabalho) 9º CEF – Curso de Educação e Formação de Área de Madeiras( incluídas as horas de Formação em Contexto de Trabalho) Apoios Pedagógicos Acrescidos Língua Portuguesa Matemática Inglês Turma Propostos Abrangidos Propostos Abrangidos Propostos Abrangidos 1ºP 2ºP 3ºP 1ºP 2ºP 3ºP 1ºP 2ºP 3ºP 5ºA 4 4 - 5ºB 7 6 6 5ºC 11 8 - 5ºD 3 4 1 5ºE 3 3 2 5ºF 12 12 12 5ºG 2 2 - 5ºH 7 7 2 Língua Portuguesa Matemática Inglês 12
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Turma Propostos Abrangidos Propostos Abrangidos Propostos Abrangidos 1ºP 2ºP 3ºP 1ºP 2ºP 3ºP 1ºP 2ºP 3ºP 5ºI 3 3 - 6ºA 7 9 10 6ºB 6 7 10 6ºC 7 8 9 6ºD 7 8 - 6ºE 6 6 6 6ºF 8 9 7 6ºG 8 8 5 6ºH 5 5 4 6ºI 1 4 1 7ºA 9 12 9 7ºB 8 5 3 7ºC 7 7 6 8ºA 7 7 8 8ºB 7 10 6 8ºC 6 9 9 8ºD 7 6 - 9ºA 5 11 10 9ºB 1 6 3 9ºC 3 7 7 Total 167 192 136 13
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Actividades de Complemento Curricular Pré-escolar Escola Animação lúdica Jogos motores Animação lúdica Avaliação em espaço interior em espaço exterior Total Freq Total Freq Total Freq Alvarenga 16 15 16 15 16 15 Arouca 75 53 75 53 75 53 Bacelo 25 25 25 25 25 25 Boavista 38 24 38 24 38 24 Canelas 25 25 25 25 25 25 Moldes 20 20 20 20 20 20 Rossas 23 18 23 18 23 18 Soto 24 22 24 22 24 22 Urro 18 13 18 13 18 13 Várzea 13 13 13 13 13 13 1º Ciclo Escola Inglês Ed.Física Ed.Musical Expressões Apoio ao Estudo Avaliação Total Freq. Total Freq. Total Freq. Total Freq. Total Freq. Arouca 224 224 224 224 224 224 224 224 224 224 Bacelo 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 Boavista 105 105 105 105 105 105 105 105 105 105 Canelas 44 44 44 44 44 44 44 44 44 44 Paço - Alv 41 41 41 41 41 41 41 41 41 41 Paço – Rossas 38 38 38 38 38 38 38 38 38 38 Paços – 24 24 24 24 24 24 24 24 24 24 Ponte de 31 31 31 31 31 31 31 31 31 31 Porto Escuro 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 Provizende 35 35 35 35 35 35 35 35 35 35 São João 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 Socorrais 21 21 21 21 21 21 21 21 21 21 Soto 34 34 34 34 34 34 34 34 34 34 Urrô 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 Vila Cova 07 07 07 07 07 07 07 07 07 07 Actividades de Articulação Vertical e Outras 14
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Projectos/Clubes Pré- 1º Ed.Esp. AEC/CAF 2º/3º ESA A. C M A/B Avaliação Escolar ciclo ciclo Escariz M Indo para a Escola x x Vou para a Escola x x x Hallowen x x x x São Valentim x x x x Desfile Carnaval x x x x Dia Mundial da Poesia –Leitura e x x x x Marcha da Liberdade (23 Abril) x x x Sensibilização à Língua Francesa x x x Boxing WeeK - x x x x Fauna e Flora – Expo. de Máscaras x x x x x x Semana “Easter Bonets” – Expo. x x x x Semana da Cor/Concurso x x x x Semana Matemát/Ciências ? x x Promover Aprendizagens com as B.E. x x x x BECRECinema0910 x x x Missão Língua Portuguesa x x x Jornal Escolar x x x x D.Flora x x x Livro DUDH – Expo B.M. x x Clube de Artes x x x Clube da Arte Noé x x x Clube Célula Ecológica /Eco Escola x x x x x x Clube das Expressões x x x Clube de Imagem x x x Clube Desporto Escolar/ Corta-Mato x x x Clube de Línguas – Francês e Inglês x x x x Clube As Vozes da Nossa Escola x x x x x Clube do Espaço e do Tempo x x x Clube Desafios de x x x Comunidade Interactiva 0910-Moodle x x x Promoção de Educação para Saúde x x x x x x Plano de Acção para a Matemática x x ? TICEscola Interactiva-portáteis/ x x Projecto para a Educação Sexual x x x Passeio Final do Ano x x Semana Cultural x x x x x x Apoio Sócio-Económico: 15
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Pré-escolar e 1º Ciclo A Câmara Municipal atribui uma verba única por aluno/ano, no valor de 12€, para aquisição de material escolar. Também tem atribuído uma verba por aluno/ano, no valor de 5€, para apoio a visitas de estudo. Existe também o apoio à família, ao nível do pré-escolar, na base de um protocolo existente entre o município, a DREN e o CRSSC, que possibilita a existência do serviço de prolongamento de horário e o fornecimento de refeições. Quanto ao 1º Ciclo, existe também o serviço de refeições em todas as escolas na base de um protocolo entre a DREN e o Município. 2º e 3º Ciclos - Alunos apoiados Escalão 5º 6º 7º 8º 9º Total % A 84 98 30 53 33 288 B 77 55 18 34 18 202 Alunos com suplemento alimentar 2 0 Núcleo de Apoio Educativo: Objectivos a alcançar pelo docente (na perspectiva do aluno) - Cultivar a amizade, o respeito e a solidariedade entre toda a comunidade; - Criar condições para que todos os alunosTenham qualidade de vida na Escola, promovendo a aprendizagem; - Sensibilizar os alunos para o sentido de responsabilidade, sentido de respeito, respeito pelos pares e adultos; - Promover a preserverânsa e maior rendimento escolar dos alunos; - Promover, através de acções diversificadas, o sucesso educativo; - Executar acções inovadoras, no âmbito pedagógico / educativo e a nível cultural. Actividades a desenvolver 16
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento De acordo com o exposto, consideramos necessário desenvolver as seguintes actividades: a) Planificação do ano lectivo: - Reuniões com professores / educadores; - Análise dos processos individuais dos alunos; - Reuniões com Encarregados de Educação; - Colaboração na formação de turmas e colaboração na elaboração de horários; - Contactos prévios com os órgãos de gestão e administração do Agrupamento, docentes, auxiliares de acção educativa, bem como outros agentes e técnicos exteriores ao Agrupamento que acompanham os alunos, fomentando intervenções em parceria; - Participação na recepção aos alunos com N.E.E. - Antes do início das actividades lectivas ou o mais atempadamente possível, promover reuniões formais, esclarecendo os fundamentos e contextualização do processo de integração / inclusão e nele envolvendo todos os participantes, bem como discutindo a caracterização e intervenção com os alunos com N.E.E. integrados no grupo/turma. b) Participação em: - Reuniões gerais; - Reuniões de ano; - Reuniões doNúcleo de Apoio Educativo; - Reuniões dos Seviços Especializados de Apoio Educativo; - Reuniões de Directores de Turma; - Reuniões de Conselhos de Turma; - Reuniões com Técnicos exteriores à Escola sempre que necessário. c) Disponibilidade activa para: - Colaborar na elaboração do Programa Educativo Indidualizado dos alunos; - Análise conjunta de possíveis estratégias a implementar em contexto de sala de aula; - Apoio indirecto e directo aos alunos com N.E.E. em sala de aula, com a turma, sempre que se torne necessário; - Participação dos alunos com N.E.E. em todas as actividades do Plano Anual de Actividades do Agrupamento de Escolas de Arouca; 17
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - Participação dos alunos NEE da Escola Secundário de Arouca em algumas actividades de articulação com os da Escola EB 2/3 de Arouca; - Participação em visitas de estudo sempre que o Encarregado de Educação autorize; - Colaboração no planeamento e acompanhamento a alunos na Transição para a Vida Activa; - Elaboração de relatórios e contactos directos para troca de informações com os médicos assistentes dos alunos, serviços de reabilitação e outros serviços formais e informais de suporte social Programação e trabalho directo com os alunos ao nível das áreas Sócio- Autonomia Comportamental Motricidade Linguagem Cognitiva Desenvolvimento afectivo- Desenvolvimento da Cuidados pessoais Socialização sócio-motor linguagem Desenvolvimento cognitivo Independência pessoal e Desenvolvimento da social Auto-conhecimento motricidade global LLinguagem receptiva Leitura Desenvolvimento da Atitudes face às tarefas motricidade fina Linguagem expressiva Escrita Comportamentos Matemática e cálculo indesejáveis funcional RECURSOS DO NÚCLEO DE APOIO EDUCATIVO Auxiliare Docentes de Docentes s de Inserção Total Alunos com Assalariado Ciclos % Educação de Apoio Acção + alunos NEE s de Apoio Especial Educativo Educativ a Pré- 1 Escolar 277 3 1,08 4 1 1º Ciclo 703 22 3.12 9 2 1 2º Ciclo 437 18 4.11 3º Ciclo 228 5 2.19 Total 1645 48 2.91 9 4 3 1 1 18
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Formação do Pessoal Docente e Não Docente 19
  • Acção/Necessidades de Proponente Destinatários Formador Registo Calendário Formação/Actividade (previsão) 1. Quadros Interactivos 2. Pedagogia de projecto Plano Anual de Actividades de Agrupamento Docentes do Pré- 3. Portfólios escolar 4. Matemática no Jardim de Infância 5. Expressão Musical 1.TIC 2. Matemática – Área de Geometria 3. Língua Portuguesa – Novo acordo ortográfico 4. Quadros Interactivos 5. Educação Ambiental 6.Identificação de dificuldades de aprendizagem Docentes do 1.º - Expressões Ciclo 7. Alunos com NEE 8. Apoio ao Estudo 9. Colocação da Voz em sala de aula 10. Escrita criativa 1. TIC 2.Quadros Interactivos 3. Indisciplina/Violência na Escola 4. Utilização da plataforma Moodle 5. PCT 6. Identificação de DA e NEE 7. Pedagogia diferenciada 8. Educação Ambiental Docentes do 2º 9. Primeiros socorros Ciclo 10. Actividades Experimentais em Ciências da Naturza e Matemática 11. Educação para a Saúde 12. Educação Cívica 13. Iniciação ao Exel 14. Gestão de Conflitos 1.TIC - Didácticas 2. Quadros Interactivos 3. Identificação de NEE 4. Utilização da plataforma Moodle 5. ADD 6. Educação Ambiental Docentes do 3º 7. Cidadania Ciclo 8. Indisciplina /Violência na Escola 9. Formação Civica 20 10. Educação para a Saúde 11. Práticas pedagógicas nos CEF 12. Leccionação das ACND
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AROUCA Plano de Actividades 2009/2010 25
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Actividades/Projectos JI / 1º Ciclo ANO MÊS DIA ACTIVIDADE PROMOTORES DESTINATÁRIOS OBS 09 09 09/11 Recepção aos alunos ESCOLAS/JI/ COMUNIDADE ESCOLAR 26
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 09 09 FEIRA DAS COLHEITAS 09 / ESTAÇÕES DO ANO 10 DIA NACIONAL DA ÁGUA 09 10 DIA MUNDIAL DO ANIMAL 09 10 IMPLANTAÇÃO 09 10 REPÚBLICA 09 10 DIA LAVAGEM DAS ESCOLAS/JI MÃOS 09 10 VINDIMAS/DESFOLHAD 09 10 A 09 10 DIA DA ALIMENTAÇÃO ALUNOS 09 10 DIA INTERN.CONTRA 09 10 POBREZA 09 11 DIA INTERNACIONAL 09 11 DAS BIBLIOTECAS E.B.1 Boavista, Alvarenga 09 12 ESCOLARES 10 01 HALLOWEN PROFESSORES 10 02 10 02 10 03 ESCOLAS/JI 10 03 10 03 10 04 COMUNIDADE Comemoração datas Festivas 10 04 10 05 10 04 10 04 10 04 10 06 10 06 10 06 MAGUSTO 10 06 DIA DO NÃO FUMADOR 10 06/07 19/05 FESTA DE NATAL CANTAR AS JANEIRAS CARNAVAL DIA DOS NAMORADOS DIA DO PAI DIA DA ÁRVORE 27
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento * Actividades de Cooperação com a Autarquia ACTIVIDADE PROMOTORES DESTINATÁRIOS PROJECTO “Ler por prazer” ( ao longo do EB1 de Ponte de Telhe ano) ALUNOS PROJECTO “Atelier de Expressão Plástica” EB1 de Ponte de Telhe ( ao longo do ano ) PROJECTO "Preservação da EB1 de Ponte de Telhe biodiversidade"( ao longo do ano) PROJECTO " Leitura para todos"( ao longo do ano) EB1 de Ponte de Telhe PROFESSORES PROJECTO “Atelier de Teatro” ( ao longo do ano) EB1 de Ponte de Telhe PROJECTO "Um Período, uma Obra" EB1 de Arouca PROJECTO "Um aluno, um Texto" EB1 de Arouca PROJECTO "As vozes da Escola" EB1 de Arouca PROJECTO "Vamos Pesquisar" EB1 de Arouca PROJECTO “Oficina de Leitura” EB1 de Bacelo COMUNIDADE PROJECTO “O bom Português” EB1 de Bacelo PROJECTO “Lê-me um Livro, Conta-me uma história” JI / EB1 de Bacelo PROJECTO “ Brincar com a Matemática” EB1 de Bacelo PROJECTO “Formar Leitores” EB1 de Porto Escuro PROJECTO “Sou poeta…sou escritor” EB1 de Porto Escuro PROJECTO Alimentação/higiene EB1 de Provezende PROJECTO “Eu começo e tu continuas” EB1 de Provezende CAF/ AECs PROMOTORES DESTINATÁRIOS Animação Lúdica Interior JI / AUTARQUIA Animação Lúdica Exterior JI / AUTARQUIA Jogos Motores JI / AUTARQUIA Actividade de Enriquecimento Curricular – EB1 Apoio ao Estudo Actividade de Enriquecimento Curricular – A.E. de Arouca em parceria com oInst. de ALUNOS Inglês Línguas de V. Cambra Actividade de Enriquecimento Curricular – A. E. de Arouca em parceria com o Inst. de Música Línguas de V.Cambra Actividade de Enriquecimento Curricular – A. E. de Arouca em parceria com o Inst. de Activ.Física e Desportiva Línguas de V.Cambra Actividade de Enriquecimento Curricular - A. E. de Arouca em parceria com o Inst. de Expressões Línguas de V.Cambra 28
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento ACTIVIDADE PROMOTORES DESTINATÁRIOS 09 12 21 Higiene Mental - Teatro PES JI 09 12 21 Reuniões de Avaliação EB1 09 12 22 Reuniões de Avaliação EB1/JI 09 12 23 Reuniões de Avaliação EB1 10 03 29 Reuniões de Avaliação EB1 PROFESSORES 10 03 30 Reuniões de Avaliação EB1 10 03 31 Reuniões de Avaliação EB1 10 06 21 Reuniões de Avaliação EB1 10 06 22 Reuniões de Avaliação EB1 10 06 23 Reuniões de Avaliação EB1 10 07 1a5 Actividades lúdicas e desportivas JI ALUNOS Educação Especial ANO MÊS DIA ACTIVIDADE PROMOTORES DESTINATÁRIOS 1º Período 09 09 Recepção aos alunos Professores e Assistentes Operacionais Alunos 09 10 17 Comemoração Dia Internacional da Erradicação da Biblioteca Municipal e AE Alunos Pobreza – construção estrelas de papel NEE/Comunidade Ed. 09 12 03 Dia do Deficiente – Projecção Filmes Núcleo de Apoio Educativo /Clube Cinema/BE Comunidade Educativa 09 12 Elaboração Livro Colectivo - DUDH Biblioteca Municipal/BECREs/Núcleo Alunos NEE/Comunidade Ed. 09 12 10 Leitura Livro Ilustrado/colectivo por 2 crianças Núcleo/BE Alunos/Comunidad NEE e Educativa Leitura Livros com Projecção de Imagens para Núcleo/BE Alunos do AE e alunos NEE – PNL(Biblioteca de Livros Digitais) outros 2º Período 10 01 Família+ - Encontro com as Famílias Núcleo Comunidade Educativa 10 02 09 Elaboração de Máscaras – alunos ESA EB 2,3 Núcleo/Clube Artes/Expressões/BE Alunos NEE/Comunidade Ed. – Exposição na BM 3º Período 10 03/0 Semana da Leitura/Dia Mundial da Poesia Núcleo/BE/LP/ESA Comunidade 4 Educativa 10 04 23 Exposição do livro criado e ilustrado no 1º Núcleo Comunidade período sobre DUDH/BM Educativa 29
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 10 05 Mês do Coração Comunidade Educativa 10 06 01 Dia Mundial da Criança AE/CM Comunidade Educativa 10 06 Festa BE 2,3 (poesia, música, exposições..) Núcleo/BE 2,3 Comunidade Educativa 10 06 Ida à Praia Núcleo Alunos da UAEM 10 06 Família + - Palestra Testemunho de Vida – relatos Núcleo Comunidade na 1ºpessoa como viver com a deficiência Educativa 10 06 Passeio Final do Ano Núcleo ( AE Arouca, ESA, AE Escariz) Alunos NEE 10 06 Participação Actividades Encerramento do Ano Núcleo/EB 2,3 Comunidade Lectivo Educativa 2º e 3º CICLOS ANO MÊS DIA ACTIVIDADE PROMOTORES DESTINATÁRIOS 09 10 11 Recepção aos alunos 5º ano EB2,3 de Arouca 5º ano 09 10 Realização de provas de avaliação diagnóstica EB23 de Arouca 2º e 3º ciclos (2ª semana de aulas) 30
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Plano de Acção para a Matemática EB2,3 – Dep.M. C.E. - Caren Castro Todos os Ciclos Olimpíadas da Matemática EB2,3 - Dep. M. C. E. 3º ciclo Plano Promotor de Disciplina EB2,3 – Carlos Pinho, Alda Esteves Comunidade Escolar Todo o Ano Biblioteca Escolar EB2,3 – Equipa da B.E. ,Elza Sanches e Ana Comunidade Escolar Isabel Bastos Projecto “Missão Língua Portuguesa” EB2,3 - Dep. de Línguas – Grupo Português 2ª e 3º Ciclos Clube de Línguas Estrangeiras EB2,3 - Dep. de Línguas – Elvira T.,Cidália 2º e 3º Ciclos T.,Sandra C., Rosa M. Clube das Expressões EB2,3 – Dep.Exp .– José Miguel, Agostinho, 2º e 3º Ciclos Graça Peres, Ana Clara Clube de Artes - ArteNoé EB2,3 – Dep. Exp.– Arlete Silva,Carlos Gomes 2º e 3º Ciclos Célula Ecológica EB2,3 – Dep.M. C.E. - Joana Condesso, Todos os alunos Benvinda Brandão Clube do Espaço e do Tempo EB2,3 - Dep. C.H.S. – Hugo F., Joaquina V., Pré, 1º,2º e 3º Fátima Reimão (Biblioteca) Ciclo Clube Cinema EB2,3 - Dep. C.H.S. – Elza Sanches, Mª do Pré, 1º,2º e 3º Céu, Biblioteca Ciclo Concurso “Orientar a Escola” EB2,3 - Dep. C.H.S. – Elza Sanches 5º e 7ºanos Olimpíadas de Ortografia EB2,3 - Dep. de Línguas – Grupo Português 2ª e 3º Ciclos Concurso de declamação de poesia EB2,3 - Dep. de Línguas- Grupo Português 2º e 3º Ciclos Jornal escolar EB2,3 - Dep. de Línguas – Grupo Português 2ª e 3º Ciclos TIC Escola Interactiva – computadores EB2,3 – José Cerca Alunos/Professores portáteis ComunidadeInteract iva EB2,3 – José Cera Agrupamento PES EB2,3 – Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Escolar Rosário, José Gomes GIAA ( Gabinete de Informação e Apoio ao PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 2ª e 3º Ciclos Aluno) Rosário, José Gomes Projecto “Educação Sexual” PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 2ª e 3º Ciclos Rosário, José Gomes Clube Fitnessgram / Ed.Física PES - Marília Pinto, Benvinda B., Paula R., José 2ª e 3º Ciclos Gomes / Francisco G. Desporto escolar E.F. – Sérgio Brandão 2ª e 3º Ciclos Plano Contingência Educadora Leila/ PES Comunidade Escolar Vozes da Nossa Escola EB2,3 – Nuno Bessa Alunos Desafios de Matemática EB2,3 - Dep. M. C. E. 2º Ciclo Desafios das Ciências EB2,3 - Dep. M. C.E.- Caren Castro e Paula 2ª Ciclo 31
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 1º período 1º período Planetátio Portátil na Escola EB2,3 - Dep.M. C.E. – Magda Rêgo 7º e 8º anos ? ? ? Aldeias Neolíticas (Exposição Maquetas) EB2,3 - Dep. C.H.S. – Hugo Fernandes 7º ano ? ? ? Visita estudo – Coimbra – Igreja e museu de EB2,3 - Dep. C.H.S. – F. Reimão, Eva R., 2º Ciclo Santa Clara-a-Velha Palmira S., Elza Sanches ? ? ? Visita estudo – Lisboa - Grandes Templos, EB2,3 - Dep. C.H.S - Marco Costa e Nuno 9º ano Grandes Regiões Bessa ? ? ? Visita estudo – Ílhavo - Museu Marítimo e EB2,3 - Dep. C.H.S. –Hugo Fernandes, Mª do 7º e 8º anos Navio Santo André Céu, , Elza Sanches ? ? ? Visita estudo – Pavilhão da Água EB2,3 - Dep. C.H.S - Marco Costa e Nuno 5º ano Bessa ? ? ? Visita estudo – Encontro de Alunos Moral EB2,3 - Dep. C.H.S - Marco Costa e Nuno 6º ano Bessa ? ? ? Visita estudo – S.Jacinto – Viver Aventura EB2,3 - Dep. C.H.S - Marco Costa e Nuno 7º ano Bessa ? ? ? Visita estudo – Porto – Grandes Templos, EB2,3 - Dep.C.H.S - Marco Costa e Nuno 8º Grandes Regiões Bessa 09 10 15 Dia Mundial de lavagem das Mãos PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Escolar Rosário, José Gomes 09 10 16 Dia Mundial da Alimentação PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Escolar Rosário, José Gomes 09 10 31 Halloween EB2,3 - Dep. de Línguas - Inglês Comunidade Educativa 09 11 Basquetebol - Formação de Árbritos EB2,3 – Grupo Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 09 11 Natação- Formação de Árbritos EB2,3 – Grupo Ed. Física- Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 09 11 Futsal - Formação de Árbritos EB2,3 – Grupo Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 09 11 Ténis de Mesa - Formação de Árbritos EB2,3 – Grupo Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Cicloa 09 11 13 Atletismo – Corta-Mato (Masc./Fem.) EB2,3 – Grupo Ed. Física - Sérgio Brandão 4º ano /2º/3º Ciclos 09 11 11 Célula Ecológica –S.Martinho EB2,3 - Dep.M.C.E. - Joana Condesso, 2º e 3º Ciclos Benvinda Brandão 09 12 Higiene oral e Saúde- - formação PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 7º ano Rosário, José Gomes 09 12 Dia Mundial da Luta Contra a Sida – 1 PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Dezembro Rosário, José Gomes Educativa 09 12 05 Inauguração das Luzes – Actuação na Vila EB2,3 – Clube “Vozes da Nossa Escola” Comunidade 09 12 15 a Natal: Boxing WeeK - Troca de postais / EB2,3 - Dep. de Línguas 2º e 3º Ciclos 32
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 18 recolha Brinquedos/Alimentos 09 12 11 Actividades de Natal – Decoração EB2,3 - E.V.T.,E.V., E.T. 2º e 3º Ciclos 09 12 18 Teatro Interactivo “Miguel + Rita = ??? PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 7º e 8º anos Rosário, José Gomes 09 12 18 Festa de Natal – interpretação de canções de EB2,3 – Ed. Musical 2º e 3º Ciclos Natal 09 12 18 Basquetebol -Torneio (Jogo professores vs EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos alunos) 09 12 18 Animação de Natal – Concerto EB2,3 – Clube “Vozes da Nossa Escola” e Ed. Comunidade M. Educativa 2º período 10 01 ? Higiene Oral – cheques dentista/formação EE PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Rosário, José Gomes Educativa 10 02 02 La Chândeleur EB2,3 – Dep. de Línguas - Francês 2º e 3º Ciclo 10 02 16 Carnaval –exposição de máscaras EB2,3 – EVT,EV Comunidade Escolar 10 02 10 S. Valentim – Criação e troca de postais/cartas EB2,3 - Dep. de Línguas Estrangeiras- Inglês Comunidade Escolar de amor 10 02 Futsal (torneio) EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 10 02 12 Atletismo (torneio ) EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 10 02 11 Teatro “Deixemos o Sexo em Paz” PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 9ºano Rosário, José Gomes 10 02 20 Mega Sprinter EB2,3 – Ed. Física – Desporto Escolar 2º e 3º Ciclos 10 02 20 Mega Km EB2,3 – Ed. Física - Desporto Escolar 2º e 3º Ciclos 10 02 20 Mega Salto EB2,3 – Ed. Física - Desporto Escolar 2º e 3º Ciclos 10 02 16 Concurso de expressão escrita interturmas EB2,3 - Dep. de Línguas- Português 2º e 3º Ciclos 10 03 ? Higiene Mental – Sessão Esclarecimento PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Pais, EE, Rosário, José Gomes Professores 10 03 ? Sessão Esclarecimento “Adolescência e Tu” PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula 8º ano Rosário, José Gomes 10 03 22 a “Easter Bonets” – exposição de chapéus EB2,3 - Dep. de Línguas - Inglês 2º e 3º Ciclos 27 10 03 26 Andebol –Torneio (Jogo professores vs alunos) EB2,3– Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 10 03 27 Participação nas Act. de Final de Período – EB2,3 – Clube As Vozes da Nossa Escola Alunos Músicas celebrativas 10 03 14 Concurso “Canguru Matemático sem fronteiras EB2,3 – Dep. M.C. E. – Caren Castro, Fernando 2º, 3º Ciclo 33
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - 2010” Teixeira 10 04 Olimpíadas do Ambiente EB2,3 - Dep.M. C.E. 2º/3º Ciclos 10 03 Olimpíadas da Química/Física EB2,3 - Dep.M.C. E. – Sandra Espírito Santo 3º ciclo 10 03 Olimpíadas da Matemática EB2,3 - Dep. M.C.E. – Amélia Martingo, Helena 3º ciclo Pinho 3º período 10 04 19 a Semana da Matemática e das Ciências EB2,3 - Dep. M.C.E. Todos os ciclos 23 10 04 07 Futsal (torneio) EB2,3 – Dep. Ed. Física e Ed. Musical 2º/3º Ciclos 10 04 23 Comemoração Datas Históricas – 25 de Abril EB2,3 - Dep. C.H.S. – Hugo F., António Óscar, 2º/3º Ciclos Biblioteca – F. Reimão 10 04 23 Dia 25 de Abril EB2,3 – Dep. Expressões - EVT, EV, ET, EM/ Comunidade Escolar DCSH 10 04 23 Marcha da Liberdade EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º e 3º Ciclos 10 05 Mês do Coração PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Comunidade Escolar Rosário, José Gomes 10 05 ? Palestra “Agricultura Biológica a Saúde” PES - Marília Pinto, Benvinda Brandão, Paula Pais, EE, Rosário, José Gomes Professores 10 05 7 Dia da Europa EB2,3 - Dep. de Línguas- Português 2º e 3º Ciclos 10 05 18 Cncurso de leitura com questionário EB2,3 - Dep. de Línguas - Português 2º e 3º Ciclos interactivo de escolha múltipla 10 06 ? Dias com Arte EB2,3 – Dep. Exp. EVT, EV, ET Comunidade Escolar 10 06 ? Semana da Cor/Concurso Quem é Quem EB2,3 - Dep. de Línguas- Português 2º e 3º Ciclos 10 06 Sensibilização Língua Francesa EB2,3 - Dep. de Línguas - Francês 2º e 3º Ciclos 10 06 19 Voleibol –torneio (Jogo Professores vs alunos) EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º Ciclo 10 06 ? Visita estudo – Centro de Educação Ambiental, EB2,3 - Dep.M.C. E.– Alírio Jorge, Magda Rego 8º ano Gaia 10 06 19 Actividades de Final de Ano - Exposições EB2,3 – Dep. Exp. EVT, EV, ET Comunidade Escolar 10 06 19 Actividades de Final de Ano - Canções EB2,3 – Ed. Musical 2º Ciclo 10 06 19 Actividades de Final de Ano – Exposições EB2,3 de Arouca 2º Ciclo, 7º e 8º ( A.P./ Clubes) anos 10 06 19 Actividades de Final de Ano – Entrega de Biblioteca e Dep.C.H.S. Todos os ciclos prémios 34
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 10 06 19 Participação nas Act. de Final de Ano – Sarau EB2,3 – Clube As Vozes da Nossa Escola Alunos Musical 10 06 19 Peddy Paper EB2,3 - Dep. M.C.E. – Caren C., Isabel B, Alda E., Paula Rosário 10 06 19 Participação nas Act. de Final de Ano EB2,3 – Ed. Física - Sérgio Brandão 2º Ciclo, 7º e 8º anos ANO MÊS DIA Reuniões PROMOTORES DESTINATÁRIOS 35
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 09 09 8 Reuniões Conselho de Turma 09 09 9 Reuniões Conselho de Turma 09 10 26 Reuniões intercalares 09 10 27 Reuniões intercalares E.B 2,3 de Arouca 2º e 3º Ciclos 09 10 28 Reuniões intercalares 09 10 29 Reuniões intercalares 09 10 30 Reuniões intercalares 09 11 2 Reuniões intercalares 09 11 3 Reuniões intercalares 09 11 4 Reuniões intercalares 09 11 5 Reuniões intercalares 09 11 6 Reuniões intercalares 09 12 21 Reuniões de avaliação 09 12 22 Reuniões de avaliação 09 12 23 Reuniões de avaliação 10 02 01 Reuniões intercalares 10 02 02 Reuniões intercalares 10 02 03 Reuniões intercalares 10 02 04 Reuniões intercalares 10 02 05 Reuniões intercalares 10 02 08 Reuniões intercalares 10 02 09 Reuniões intercalares 10 02 10 Reuniões intercalares 10 02 11 Reuniões intercalares 10 02 12 Reuniões intercalares 10 03 29 Reuniões de avaliação 10 03 30 Reuniões de avaliação 10 03 31 Reuniões de avaliação 10 06 08 Reuniões de avaliação 10 06 09 Reuniões de avaliação 9º ano 10 06 11 Reuniões de avaliação 10 06 21 Preparação das reuniões de avaliação 10 06 22 Reuniões de avaliação 2º e 3º Ciclos 10 06 23 Reuniões de avaliação 10 06 24 Reuniões de avaliação BE/CREs 36
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AROUCA – BE/CREs Promover Aprendizagens com as Bibliotecas Escolares • A – Apoio ao desenvolvimento curricular articulação com as estruturas pedagógicas e os docentes promoção das literacias da leitura e da informação • Articulação com os depart.s curriculares para integrar os recursos da BE/CRE e para a sua boa utilização – ao longo do ano • Reuniões com todos os departamentos curriculares, DT e conselhos de docentes – Setembro, Outubro e Novembro • PNL – informações gerais; motivação para a leitura com o início dos projectos “Li, aprendi e cresci…” e “Ler para querer” para alunos do 1.º e do 5.º anos com as actividades: apresentação da Biblioteca aos alunos do 5.º ano – zonas funcionais, funcionamento e organização, horário, regras, etc.; divulgação do Guia do Utilizador (com o DT para trabalhar em FC); divulgação do Regimento; sessão de leitura nas turmas com 1.º ano e na BE para o 5.º ano com a biblioteca de livros digitais do PNL; entrega de livros/oferta do PNL - Setembro • Divulgação da Biblioteca de Livros Digitais em todos os dep/cons de docentes e na página Web do Agrupamento – Setembro/Outubro e ao longo do ano Coordenação do PNL – planeamento, aquisição, tratamento, circulação por todo o Agrupamento e intercâmbio das obras – Ao longo do ano • Aplicação do Plano de Continência sobre a Gripe A – Exploração da História “O Nuno escapou à Gripe A” e ”Lavo as minhas mãos”; elaboração de cartazes e marcadores com endereços electrónicos para consulta e utilização – ao longo do ano • Mês Internacional das Bibliotecas Escolares – elaboração de cartazes e marcadores de leitura; continuação dos projectos – “Li, aprendi e cresci…” e “Ler para querer” nos anos de escolaridade para além do 1.º e do 5.º anos: leitura com bolsa de leitores – última semana de Outubro (Mês das BE), prolongando-se por todo o ano • “Ler mais para comer melhor” – Exposição bibliográfica sobre a alimentação - 16 de Outubro • Actividades para o desenvolvimento de hábitos de leitura: sessões de leitura da BE; projecto”Ler para querer”; semanas da leitura; bolsa de leitores • Prémio “O superleitor”; - atribuição na última semana de aulas semana de aulas • PNL – desenvolvimento de actividades de promoção de leitura em todo o Agrupamento – Ao longo do ano • Dramatizações, produção de textos, poesias, artigos, etc. – Ao longo do ano • PNL – informações gerais; motivação para a leitura com o início dos projectos “Li, aprendi e cresci…” e “Ler para querer” para alunos do 1.º e do 5.º anos com as actividades: apresentação da Biblioteca aos alunos do 5.º ano – zonas funcionais, funcionamento e organização, horário, regras, etc.; divulgação do Guia do Utilizador (com o DT para trabalhar em FC); divulgação do Regimento; sessão de leitura nas turmas com 1.º ano e na BE para o 5.º ano com a biblioteca de livros digitais do PNL; entrega de livros/oferta do PNL - Setembro • Divulgação da Biblioteca de Livros Digitais em todos os dep/cons de docentes e na página Web do Agrupamento – Setembro/Outubro e ao longo do ano Coordenação do PNL – planeamento, aquisição, tratamento, circulação por todo o Agrupamento e intercâmbio das obras – Ao longo do ano • Aplicação do Plano de Continência sobre a Gripe A – Exploração da História “O Nuno escapou à Gripe A” e ”Lavo as minhas mãos”; elaboração de cartazes e marcadores com endereços electrónicos para consulta e utilização – ao longo do ano • Mês Internacional das Bibliotecas Escolares – elaboração de cartazes e marcadores de leitura; continuação dos projectos – “Li, aprendi e cresci…” e “Ler para querer” nos anos de escolaridade para além do 1.º e do 5.º anos: leitura com bolsa de leitores – última semana de Outubro (Mês das BE), prolongando-se por todo o ano 37
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento • “Ler mais para comer melhor” – Exposição bibliográfica sobre a alimentação - 16 de Outubro • Actividades para o desenvolvimento de hábitos de leitura: sessões de leitura da BE; projecto”Ler para querer”; semanas da leitura; bolsa de leitores • Prémio “O superleitor”; - atribuição na última semana de aulas semana de aulas • LER+ ciência – parceria entre o PNL e a Ciência Viva - concurso para apresentar livro (ficção científica) – Ensino Básico e Secundário – Apresentação de texto escrito ou gravação vídeo • Colaboração com pais/ee para divulgação e desenvolvimento de actividades: visita à BE, bolsa de leitores - Ao longo do ano Semana da Cultura científica (para os 7ºanos) – exposição bibliográfica e sessão de sensibilização para a Ciência, em parceria com a Associação Geoparque - De 26 a 31 de Outubro • Hora do conto semanalmente nas BEs do JI/1.ºciclo de Alvarenga e Boavista • Promoção de obras/de autores – Ao longo do ano • Projecto “a Ler Mais” – todo o ano • Sessões com escritores: a agendar, possivelmente em Abril de 2010 • Projecto “Geoteca e Interteca. Arouca como recurso” (candidatura de mérito) – desenvolvimento em todas as disciplinas de turmas aderentes – Ao longo do ano - Projecto “ D.Flora ” – preservação da Biodiversidade existente em Arouca – JI e 1.ºciclo – Sessões de esclarecimento/trabalho sobre o tema “A Biodiversidade”- Ao longo do ano • Actividades de Natal: exposição e árvore em construção com motivos da flora local em ligação como projecto anterior – Mês de Dezembro • DUDH – Actividade: leitura ao mesmo tempo em todas as turmas de um artigo e reflexão com alunos – 10 de Dezembro • Acções sobre literacia da leitura e da informação com os alunos na Be e em todos os dep. e DT– Ao longo do ano • Elaboração e disponibilidade de materiais de apoio – Ao longo do ano • Promoção, organização e gestão da leitura domiciliária, para sala de aula e presencial – Ao longo do ano • Elaboração de cartão de leitor nas BEs 1.ºciclo • Dia da Poesia , da Árvore e da Primavera – Concurso de Poesia com a Colaboração do Departamento de Ling. Port.. Divulgação do livro “A Árvore Generosa” e pequeno filme sobre a história; decoração das BE – 19 de Março • Semana da Leitura – Mês de Março • Feira do livro – De 1 a 5 de Março • II Exposição de ilustração – com o dep. de Expressões – Março • I Encontro “Arouca como espaço e cenário de cultura” (Projecto Geoteca e Interteca) – Mês de Abril • Ateliê “A maior Flor do mundo” – dia 20 de Abril • Dia do Livro e da Leitura - Actividade de leitura no Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor – 23 de Abril. • • B - Desenvolvimento de Projectos/Actividades em parceria e de abertura à comunidade • Projecto “Geoteca e Interteca: Arouca como recurso” – actividades de acordo com o próprio projecto - Ao longo do Ano • Projecto Geoteca e Interteca: Arouca como recurso” – participação na semana Cultural e outros eventos – Mês de Junho/Julho • Encontro – Geoteca e Interteca “Arouca na obra de Abel Botelho : o conto Frecha da Mizarela e o filme Mulheres da Beira”; A Biodiversidade no concelho de Arouca- Mês de Abril/Maio • Projecto “Missão Língua Portuguesa” – Ao longo do ano • Exposição: II Encontro de Ilustração – parceria com a CMA, Junta de Freg. S.J. Madeira, BM, MM, Departamentos de expressões e escolas e JI que adiram - Mês de Fevereiro/Março • Ateliê “A maior Flor do Mundo” de José Saramago – dia 20 de Abril 38
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento • Parceria com o clube de Artes/Expressões - Ao longo do ano • Semana da Cultura Científica (23 a 27-11) oficinas para 7.ºs anos – com ass. Geoparque Arouca e Célula Ecológica • “Na Primavera, a Poesia e a Natureza” concurso de declamação de Poesia e decoração do espaço da BE – com D. L. e D. E. – Mês de Março • Projecto Cinema na Escola “Do filme ao livro” • Clube do Espaço e do Tempo – com D. CSH – Ao longo do ano • Organização e concretização de acções de formação sobre a BE/CRE • junto de alunos, docentes: formação de utilizadores para as turmas; • Concurso Nacional de Leitura – com a disciplina de LP e BM • C - Gestão da BE/CRE e dos recursos • Organização e planeamento das actividades - reuniões semanais da Equipa • Avaliação e acompanhamento das actividades – reuniões mensais da Equipa • Articulação curricular, de actividades e de projectos - reuniões com coordenações de ano, conselhos de docentes pré-escolar e 1.ºciclo, conselhos de directores de Turma, departamentos curriculares e conselho Interciclos (uma por período) • Reuniões na BE/CRE para informação, organização, recursos e funcionamento • Reuniões concelhias das BEs e da BM (mensal) • Reuniões Interconcelhias com Coordenadora da DREN • Gestão dos recursos do PNL, coordenação das actividades – Ao longo do ano • Intercâmbio Solidário entre JI e 1.Ciclo – Ao longo do ano • Promoção, organização e gestão da leitura dom. e presencial – Ao longo do ano • Participação no Conselho Pedagógico • Planeamento dos recursos financeiros com a Equipa e com a Direcção • Estabelecimento de princípios para as aquisições • Auscultação dos docentes sobre a utilização das verbas em fundo documental • Gestão dos recursos materiais – espaço, organização, equipamentos, etc. • Gestão do fundo documental – selecção, tratamento, catalogação do fundo, sua organização e difusão • Elaboração e utilização de instrumentos de recolha de informação • Elaboração e aplicação de instrumentos de avaliação • Elaboração de relatórios e estatísticas trimestrais • Elaboração e divulgação do Regulamento das Bibliotecas - mês de Setembro/Outubro • Articulação com os DT – utilização da BE, Regimento, Guia do utilizador, actividades conjuntas – Ao longo do ano • Divulgação da informação nas BE/CREs, nas salas de professores, pág. Web e noutros espaços • Acompanhamento das actividades dos alunos nas BEs - Ao longo do ano • Participação e colaboração na revisão e/ revisão do PE, PC, RI e PAA • D - Avaliação da BE/CRE • Relatórios trimestrais do funcionamento 39
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento • Actas das reuniões da Equipa • Registo das acções/actividades desenvolvidas • Registo de opiniões sobre acções/actividades • Estatísticas trimestrais de empréstimos e de actividades presenciais • Avaliação do PNL – ficha trimestral • Registos fotográficos – Ao longo do ano • Materiais produzidos – arquivados em dossiês – Ao longo do ano _____________________________________________ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AROUCA Plano de Actividades 2009/2010 • Recolha de evidências de todas as actividades: registos escritos e fotográficos, filmes, instrumentos de recolha de informação sobre o funcionamento das BEs, estatísticas, actas, etc. - Ao longo do ano • Auto – avaliação da BE Aprovado em Conselho Pedagógico em 14 /10 /2009 O Presidente do Conselho Pedagógico 40
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento II- ANEXOS Distribuição de Serviço / Horários 2009/2010 Distribuição de Serviço A distribuição de serviço tem como princípios orientadores a qualidade do ensino e os interesses dos alunos. Há, portanto, a necessidade de, previamente, serem definidos critérios para a sua execução tendo em consideração, os recursos humanos, as disponibilidades físicas de cada uma das escolas do Agrupamento e a sequencialidade dos ciclos e anos de escolaridade. Normas: A distribuição do pessoal docente é da competência do Director. O serviço deve ser distribuído considerando alguns pressupostos: - Na distribuição do pessoal docente pelos estabelecimentos deve ser tida em conta a continuidade pedagógica. - Possibilitar a cada professor o acompanhamento dos seus alunos ao longo dos diferentes anos de escolaridade do ciclo; - Garantir, em cada turma, um número equilibrado de professores profissionalizados; - Sempre que possível o horário não deve incluir mais que três conteúdos programáticos; - Não devem ser atribuídas mais que oito turmas por horário com excepção da disciplina de E.M.R.C.; 41
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - Só excepcionalmente um professor terá mais que uma direcção de turma; - O director de turma deverá ser, preferencialmente, um professor profissionalizado do Quadro de Escola ou do Quadro de Zona Pedagógica; - Deve ser possibilitado a cada professor a sua direcção de turma do ano lectivo anterior; - A distribuição do serviço docente, no 2.º ciclo, deve assegurar que cada docente leccione à mesma turma as disciplinas, ou áreas disciplinares, relativas ao seu grupo de recrutamento; - No 2º ciclo as áreas curriculares não disciplinares de Área de Projecto e Estudo Acompanhado são asseguradas por uma equipa de dois professores da turma, de áreas científicas diferentes, sendo um deles o Director de Turma; - A Área de Estudo Acompanhado deve ser assegurada pelo professor titular de turma, no caso do 1.º ciclo e, preferencialmente, pelos grupos de recrutamento de Língua Portuguesa e de Matemática, nos 2.º e 3.º ciclos; - O desdobramento de turmas nas disciplinas de Ciências da Natureza do 2.º ciclo e nas disciplinas de Ciências Naturais e Físico- Química do 3.º ciclo, no tempo correspondente a um bloco de noventa minutos, exclusivamente para a realização de trabalho prático ou experimental; - No 2º ciclo o meio bloco contemplado na Área de Projecto deverá ser leccionado na sala TIC, para deste modo os alunos contactarem com as tecnologias da informação e comunicação; - De acordo com as orientações do despacho n.º 16 149/2007, de 25 de Julho, no 8.º ano de escolaridade, a Área de Projecto deve destinar um tempo lectivo de noventa minutos à utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC); - Os coordenadores de Departamento não devem ser Directores de Turma; - A Formação Cívica é assegurada pelo Director de Turma, em um tempo lectivo correspondente a um bloco no 5º ano e meio bloco nos restantes anos; - No 2º ciclo a distribuição da carga horária será 8+8+8+5+5 ou 8+7+7+6+6; - Os docentes que não dispõem de tempos na sua componente não lectivo de trabalho de estabelecimento para o desempenho de cargos de coordenação têm direito à redução da componente lectiva utilizando, para tal, as horas do crédito da escola; - As aulas de apoio educativo e acompanhamento específico dos alunos NEE devem ser leccionadas preferencialmente pelo professor da turma; 42
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - Os directores de turma têm um crédito de 2 horas lectivas semanais + 1hora da componente de estabelecimento; - Os professores responsáveis pelo grupo / equipa do desporto escolar têm uma redução da sua componente lectiva. - Aos professores titulares, sempre que possível, serão atribuídas as tarefas de coordenação de estabelecimentos de ensino, de departamentos e sub-departamentos, de projectos e de equipas de trabalho. - No ano lectivo de 2009/2010, por força da extinção dos quadros de escola e da criação do quadro de agrupamento, a distribuição do serviço e a afectação do pessoal docente do ensino pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico aos lugares disponíveis dos diversos estabelecimentos que ministrem o respectivo nível de ensino, deve ser feita de acordo com os seguintes critérios e prioridades: a) Na distribuição dos docentes pelos estabelecimentos de ensino, devem ser consultados os docentes, auscultando-os sobre as suas possíveis intenções de mobilidade, permitindo, assim, a aproximação à residência dos que se encontravam, por força das circunstâncias impostas pela anterior lei, a aguardar em quadros de escolas mais afastadas; b) Deve sempre ser respeitada a graduação profissional, obedecendo aos mesmos critérios de seriação usados para os concursos de âmbito nacional; c) O docente com nomeação definitiva que se encontra colocado em lugar de anterior quadro de escola que não tenha sido nem venha a ser extinto, apenas poderá ser reafectado a lugar diferente daquele que ocupa actualmente com o seu consentimento expresso; d) Em caso de extinção, fusão, suspensão ou reestruturação do lugar ocupado por docente de nomeação definitiva pertencente ao quadro de escola a reafectação do mesmo é feita para lugar vago do agrupamento, de acordo com a preferência manifestada pelo docente; e) Havendo mais do que um docente na situação prevista no número anterior que tenha optado pelo mesmo lugar vago, será colocado obrigatoriamente o que tiver mais tempo de serviço total prestado num ou vários lugares dos anteriores quadros de escola que integraram o agrupamento; f) Em caso de empate no tempo de serviço referido no número anterior, a reafectação obedece aos seguintes critérios, graduados de forma decrescente: ff) a continuidade pedagógica; fff)a graduação prevista no artº 14º do DL. 20/2006, de 31 de Janeiro, com a redacção que lhe foi dada pelo DL. 51/2009, de 27 de Fevereiro. 43
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento g) O docente colocado em quadro de agrupamento, sem lugar anterior em quadro de escola, deverá ser afectado a um lugar vago do agrupamento, após os docentes referidos nos números anteriores, de acordo com a graduação profissional, após consultadas as suas preferências. Serviço Docente da Educação Pré-Escolar As Educadoras têm um horário semanal de 35 horas distribuído do seguinte modo: Componente lectiva - 25 horas Componente não lectiva - 10 horas Componente não lectiva de trabalho no estabelecimento: Minutos Seman SERVIÇO a 45 Realização de trabalho cooperativo entre educadoras e professores do 1º CEB das escolas/JI da freguesia para planificação e articulação de actividades, projectos e clubes que promovam a integração e desenvolvimento de competências nas crianças 30 Supervisão pedagógica e acompanhamento da execução de actividades de animação e de apoio à família 15 Reunião de acompanhamento com a entidade promotora da CAF (trimestral =180 minutos) 30 Atendimento aos encarregados de educação (a realizar no J.I semanalmente) 60 ( não marcados no horário),a serem utilizados mensalmente em: 44
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento - 1 reunião do Conselho de Docentes de Educação Pré-escolar ( 2 horas=120m) - 1 reunião de articulação vertical (2 horas=120m) 180 TOTAL SEMANAL (3 Horas) As restantes 7 horas são da componente não lectiva de trabalho individual Serviço Docente do 1º Ciclo do Ensino Básico Os professores titulares de turma têm um horário semanal de 35 horas distribuído do seguinte modo: Componente lectiva - 25 horas Componente não lectiva - 10 horas Componente não lectiva de trabalho no estabelecimento: Minutos Seman SERVIÇO a 90 Apoio ao Estudo 10 Planificação e articulação de actividades com J.I. e outros professores (40 minutos usados mensalmente) 10 Supervisão pedagógica e acompanhamento da execução de actividades de enriquecimento curricular -AEC (40 minutos usados mensalmente) 10 Atendimento aos encarregados de educação (40 minutos usados mensalmente) 60 (não marcados no horário), a serem utilizados mensalmente em: - 1 reunião do Conselho de Docentes do 1º Ciclo ( 2 horas=120m) - 1 reunião de Coordenação de ano (2 horas=120m) 180 TOTAL SEMANAL (3 Horas) As restantes 7 horas são da componente não lectiva de trabalho individual Serviço Docente do 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico 45
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Os professores têm um horário semanal de 36 ou 37 tempos distribuídos do seguinte modo: Componente lectiva - 22, 20, 18, 16 ou 14 tempos lectivos, em função da redução da componente lectiva nos termos previstos no artigo 79.º do ECD. Considera-se ainda os tempos lectivos, resultantes da aplicação da tabela constante no n.º1 do Despacho n.º13781/2001 (2ª série), de 3 de Julho, para as medidas de apoio educativo. O apoio educativo deve ser dado preferencialmente às disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Língua Inglesa. Componente não lectiva Os professores de Educação Especial utilizam esta componente prioritariamente na avaliação dos alunos. Componente não lectiva de trabalho no estabelecimento - entre 2 e 11 tempos lectivos. • Actividades de enriquecimento e complemento curricular – atribuição de tempos conforme o projecto apresentado e de acordo com o tempo não lectivo disponível. Na determinação do número de horas destinadas a trabalho individual e à participação nas reuniões, deve ser tido em conta o número de alunos, turmas e níveis atribuídos ao docente, não podendo ser inferior a 10 horas para os docentes com menos de 100 alunos e 11 horas para os docentes com 100 ou mais alunos. Horários dos alunos O Conselho Pedagógico define os critérios gerais para a elaboração dos horários e no final do ano procede a uma avaliação tendo em conta os resultados obtidos pelos alunos. 46
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Princípios a considerar: 1. As disciplinas de Língua Estrangeira e de Educação Física não devem ser leccionadas em dias seguidos; 2. Sempre que as actividades escolares decorram no período da manhã e da tarde, o intervalo para almoço não poderá ser inferior a uma hora para estabelecimentos de ensino dotados de refeitório e de uma hora e trinta minutos para os restantes; 3. As aulas de Educação Física só poderão iniciar-se uma hora depois de findo o período que a escola definiu para almoço; 4. O horário deve ter uma distribuição equilibrada, de modo que não existam dias muito sobrecarregados; 5. Nos dias com um maior número de aulas, os horários deverão ter uma distribuição onde se integrem disciplinas de carácter teórico e disciplinas de carácter prático; 6. No mesmo dia não podem ser leccionados mais de oito tempos lectivos; 7. A falta de qualquer docente deve ser colmatada, sempre que possível, por um professor que tenha incluído no seu horário o tempo para substituição/sala de estudo; 8. Devem ser tidos em consideração os horários das turmas que incluem alunos matriculados no Ensino Articulado Horário de Funcionamento dos Estabelecimentos de Educação Jardins-de-infância a) Horário das actividades educativas 09.00h - 12.00h 13.30h - 15.30h b) Horário das actividades da componente de apoio às famílias 15.30h - 17.30h As actividades da CAF são assegurados pela Câmara Municipal, Associações de Pais e Encarregados de Educação ou outras entidades. Escolas do 1º ciclo do ensino básico 47
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento As escolas do 1º ciclo funcionam em regime normal a) Horário das actividades lectivas: a. 09.00h - 15.30h b. Intervalo para almoço com a duração de uma hora e trinta minutos b) Horário das actividades de enriquecimento curricular 15.30h - 17.30h inclui intervalo para lanche e recreio As actividades de enriquecimento curricular serão asseguradas pelo Agrupamento (via parceiro - Insituto de Línguas de Vale de Cambra). Carga horária semanal das actividades de enriquecimento curricular do 1º e 2º anos: ♦ Actividade física e desportiva - 2 tempos ♦ Expressão Musical - 2 tempos ♦ Ensino de Inglês - 2 tempos ♦ Outra actividade - 2 tempos ♦ Apoio ao estudo - 2 tempos Carga horária semanal das actividades de enriquecimento curricular do 3º e 4º anos: ♦ Actividade desportiva - 2 tempos ♦ Expressão Musical - 2 tempos ♦ Ensino de Inglês - 3 tempos ♦ Outra actividade - 1 tempos ♦ Apoio ao estudo - 2 tempos ♦ 48
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Escola E.B.2,3 de Arouca As actividades escolares decorrem de segunda-feira a sexta-feira, distribuídas de acordo com o horário de funcionamento da escola, a seguir designado, apesar de condicionado pelos circuitos de transportes, pelo elevado número de turmas e insuficiente número de salas. : Manhã Tarde Início Fim Início Fim 8.30 9.15 13.30 14.15 9.15 10.00 14.15 15.00 10.15 11.00 15.10 15.55 11.00 11.45 15.55 16.40 11.55 12..40 16.55 17.40 12.40 13.25 17.40 18.25 Desenhos Curriculares 49
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Pré-Escolar Área de Formação Pessoal e Social Áreas de Conteúdo Área de Expressão e Comunicação • Domínio das expressões: ⇒ Motora ⇒ Dramática ⇒ Plástica ⇒ Musical • Domínio da linguagem oral e abordagem à escrita • Domínio da matemática Área do Conhecimento do Mundo TOTAL: 25 horas semanais 1º Ciclo 50
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Áreas curriculares disciplinares Educação para a Cidadania • Língua Portuguesa • Matemática • Estudo do Meio • Expressão /Educação Plástica • Expressão /Educação Físico-Motora • Expressão /Educação Dramática • Expressão /Educação Musical Áreas curriculares não disciplinarem • Área de Projecto Formação • Estudo Acompanhado pessoal • Formação Cívica e Total: 25 horas Social Educação Moral Religiosa Católica •• Actividades de enriquecimento curricular ttEnsino da Música, Ensino do Inglês, Actividade t Física/Desportiva e ou Ciências Experimentais, TIC Animações Sócio – Educativas e Culturais Carga Horária Semanal no 1º ciclo Áreas curriculares disciplinares Nº de horas Língua Portuguesa 8 horas Matemática 7 horas Estudo do Meio 5 horas Expressão/Educação Plástica Expressão/Educação Físico-Motora Expressão/Educação Dramática 5 horas Expressão/Educação Musical Carga Horária Semanal no 2º Ciclo 51
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Carga horária semanal (× 90 min.) Componentes do currículo Total 5º ano 6º ano ciclo Áreas curriculares disciplinares Língua Portuguesa 2 2,5 4,5 cidadania Educação para a Língua Estrangeira 2 2 4 História e Geografia de Portugal 1,5 1,5 3 Matemática 2 2 4 Ciências da Natureza 1,5 1,5 3 Educação Visual e Tecnológica 2 2 4 Educação Musical 1 1 2 Educação Física 1,5 1,5 3 Formação Pessoal e Social Áreas curriculares não disciplinares Área de Projecto 1 1 2 Estudo Acompanhado 1 1 2 Formação Cívica 1 0,5 1,5 Educação Moral e Religiosa 0,5 0,5 1 17 17 34 Total 52
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Carga Horária Semanal no 3º Ciclo Carga horária semanal (× 90 min.) Componentes do currículo 7º 8º 9º Total ano ano ano ciclo Áreas curriculares disciplinares 2 2 2 6 Língua Portuguesa 1,5 1 1,5 4 Língua Estrangeira I Educação para a cidadania 1,5 1,5 1 4 Língua Estrangeira II 1 1,5 1,5 4 História 1 1,5 1 3,5 Geografia 2 2 2 6 Matemática 1,5 1 1 3,5 Ciências Naturais 1 1 1,5 3,5 Ciências Físico-Químicas 1 1 1,5 3,5 Educação Visual 1(a) 1(a) - 1 Educação Tecnológica/Outra disciplina (oferta de escola) 1,5 1,5 1,5 4,5 Educação Física - - 1 1 TIC Formação Pessoal e Social Áreas curriculares não disciplinares 1 1 3 Área de Projecto 1 1 0,5 2,5 Estudo Acompanhado 1 0,5 0,5 1,5 Formação Cívica 0,5 Educação Moral e Religiosa 0,5 0,5 0,5 1,5 18 18 18 Total 54,0 0 0 0 (a) 1 Bloco semestral cada Oferta de Escola – Artes Decorativas e Educação Musical 53
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 3º Ciclo – Cursos de Educação e Formação Operador de Acabamentos de Madeiras e Mobiliário Componentes de Áreas de Identificação das Total de Horas Formação Competência Disciplinas/Domínios Disciplinas/Unidades (fase 1 e fase 2) Língua Portuguesa — 192 Língua Estrangeira Línguas, Cultura e Inglês 192 Comunicação Tecnologias de Informação e — 96 Comunicação Sociocultural Cidadania e Mundo Actual — 192 Higiene, Saúde e Cidadania e Segurança no Trabalho — 30 Sociedade Educação Física — 96 Matemática Aplicada — 192 Ciências Científica Aplicadas Desenho — 141 Trabalhos Simples em Madeira Técnicas Simples de Tecnologias Tecnológica Área Técnica Acabamentos 768 Específicas Polimentos de Mobiliária Estágio em contexto de Trabalho Prática — 210 Curso de Produção Florestal 54
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Componentes de Áreas de Identificação das Total de Horas Formação Competência Disciplinas/Domínios Disciplinas/Unidades (fase 1 e fase 2) Língua Portuguesa — 192 Língua Estrangeira Línguas, Cultura e Inglês 192 Comunicação Tecnologias de Informação e — 96 Comunicação Cidadania e Mundo Sociocultural Actual — 192 Higiene, Saúde e Cidadania e Segurança no Trabalho — Sociedade 30 Educação Física — 96 Matemática Aplicada — 210 Ciências Científica Aplicadas Ciências Naturais — 123 Preparação de terreno agrícola 300 Instalação e manutenção de 320 Tecnologias povoamentos florestais Tecnológica Área Técnica Específicas 148 Recursos Cinegéticos Estágio em contexto de Trabalho Prática — 210 55
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Arouca, 6 de Julho de 2009 O Director _________________________________ (António Cândido Dias Costa) CRITÉRIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE TURMAS 2009/2010 56
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Na constituição das turmas devem prevalecer critérios de natureza pedagógica definidos no projecto educativo da escola, competindo ao director aplicá-los no quadro de uma eficaz gestão e rentabilização de recursos humanos e materiais existentes e no respeito pelas regras constantes do Despacho nº 13170/2009 - DR , 2ª Série, nº 108, de 4 de Junho 2009 A - Educação Pré-escolar As turmas terão um máximo de 25 crianças e, no caso da presença de crianças com NEE, as turmas serão constituídas por 20, desde que tal situação esteja contemplada no P.E.I. Serão organizadas tendo em consideração: 1. as crianças que frequentaram, no ano anterior, o estabelecimento de educação em que se pretendem matricular; 2. as crianças que se encontrem no ano anterior ao 1º ano da escolaridade obrigatória; 3. as crianças com necessidades educativas especiais; 4. as crianças filhas de pais estudantes menores; 5. as crianças com irmãos já matriculados no estabelecimento de educação pretendido; 6. as crianças cuja residência dos pais e encarregados de educação se situe na freguesia em que se localiza o estabelecimento de educação pretendido; 7. as crianças cuja actividade dos pais e encarregados de educação se desenvolva na freguesia em que se localiza o estabelecimento de educação pretendido; 8. a inscrição de crianças que completem 3 anos de idade entre 16 de Setembro e 31 de Dezembro é aceite condicionalmente e ordenada de acordo com as prioridades definidas anteriormente. B - 1º Ciclo do Ensino Básico Critérios para a constituição das turmas: 1. as turmas são constituídas por um número máximo de 24 alunos; 57
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 2. as turmas com mais de dois níveis e de lugar único são constituídas por um máximo de 18 alunos; 3. nas escolas com mais de um lugar e cujas turmas incluam alunos de mais de dois anos de escolaridade são constituídas por 22 alunos; 4. as turmas com alunos com NEE de carácter prolongado são constituídas por um número máximo de 20 alunos, não podendo incluir mais de dois alunos nestas condições. Esta situação pode não ser contemplada quando os Serviços Especializados de Apoio Educativo considerarem que os alunos não necessitam de adequação de turma; 5. as turmas devem incluir, sempre que possível, alunos provenientes do grupo do ano anterior; 6. as turmas do 1º ano são constituídas por alunos que frequentaram o mesmo Jardim-de-infância e o mesmo grupo; 7. as turmas mistas (mais que um ano de escolaridade) , sempre que possível, são formadas por alunos do 1º e 2º anos conjuntamente, e alunos do 3º e 4º anos, para permitir a organização e desenvolvimento das actividades de enriquecimento curricular de forma mais harmoniosa; 8. os professores do 1º ciclo são solicitados para colaborarem na formação de turmas. C - 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico Critérios para a constituição das turmas: 1. as turmas são constituídas por um número mínimo de 24 alunos e um máximo de 28 alunos; 2. as turmas com alunos com NEE de carácter prolongado de qualquer nível de ensino, são constituídas por 20 alunos, não podendo incluir mais de 2 alunos nestas condições desde que tal situação esteja contemplada em P.E.I. 3. o grupo de trabalho encarregado de efectuar esta tarefa deverá ter em conta as indicações propostas pelos conselhos de turma e as seguintes prioridades de formação: 1º - Opções dos alunos ou pais/encarregados de educação nos anos iniciais de ciclo, nomeadamente a inscrição no ensino articulado; 2º - Sempre que possível, a permanência dentro do mesmo grupo, quando provêm de outros estabelecimentos; 3º - O horário dos transportes; 58
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 4º - O local de onde os alunos são oriundos, de modo a proporcionar um relacionamento dos mesmos e facilitar as suas tarefas escolares. 5º - Os alunos que ficaram retidos devem ser equitativamente distribuídos pelas turmas. As turmas do 2º e 3º ciclos serão afixadas até ao dia 31 de Julho. Os Encarregados de Educação poderão solicitar a mudança de turma, devidamente fundamentada e por escrito, até ao dia 14 de Agosto. Arouca, 7 de Julho de 2009 O Director _______________________________________ (António Cândido Dias Costa) PLANO DE OCUPAÇÃO PLENA DAS ACTIVIDADES LECTIVAS ANO LECTIVO 2009/2010 59
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento I – ENQUADRAMENTO De acordo com o Despacho nº 13599/2006, alterado pelo Despacho nº 17860/2007, a Ocupação Integral dos Tempos Escolares aplica- se, no ano lectivo de 2009/2010, aos alunos do Ensino Básico e Secundário e recorre à figura da substituição do docente em falta por um outro docente. Ainda segundo o mesmo despacho, “os tempos registados no horário individual dos alunos devem ser prioritariamente preenchidos com a realização de actividades lectivas”. “O docente que pretenda ausentar-se do serviço deve, sempre que possível, entregar ao órgão de direcção executiva do respectivo agrupamento/escola o plano de aula da turma a que irá faltar”. “A não comunicação da intenção de faltar e a não apresentação do plano de aula constituem fundamento bastante para a injustificação da falta dada, sempre que a mesma dependa de autorização ou possa ser recusada por conveniência ou necessidade de funcionamento do serviço”. II – CONCEITOS A – Bolsa de substituição A bolsa de substituição é constituída pelo conjunto de professores que, em cada tempo lectivo, se encontra disponível para suprir a ausência de qualquer docente a uma ou mais aulas de qualquer turma. B – Falta por motivos previstos As faltas por motivos previstos são aquelas que ocorrem com previsão do docente, devendo este dar conhecimento da intenção de faltar ao Director, com a antecedência prevista. Estão neste caso, por exemplo, as faltas por casamento, para consultas médicas, para tratamentos ambulatórios, para formação, ao abrigo do nº 2 do art.º 102 do ECD, para cumprimento de obrigações legais, etc. C – Falta por motivos imprevistos A falta por motivos imprevistos é aquela que ocorre por causas alheias à vontade do professor sem possibilidade da sua previsão. Estão neste caso as faltas por atraso de transporte, por doença súbita, etc. Apesar disso, o professor deve, também nestes casos, procurar avisar o mais rapidamente possível os serviços da escola. D – Permuta A permuta é a transposição recíproca de posição de duas ou mais aulas de diferentes disciplinas/áreas curriculares no horário da turma. 60
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento E - Compensação A possibilidade de um professor, de acordo com a turma e o seu horário, compensar aulas não leccionadas em horário diferente. (Despacho nº 16872/2008, Anexo XVI, ponto 15). F – Plano de aula Instrumento de organização prévia da aula que deve referir objectivos, conteúdos, estratégias e formas de avaliação, de forma a permitir a leccionação de uma aula de uma determinada disciplina/área curricular, a uma determinada turma. III – OPERACIONALIZAÇÃO A – Pré-escolar A Educadora que pretenda faltar deve comunicar ao Director e ao Coordenador de Estabelecimento a(s) data(s) da sua ausência e entregar, ao Coordenador de Estabelecimento, o(s) plano(s) de actividades lúdico-pedagógicas. A educadora deve substituída por uma educadora de apoio. Se não existir, as crianças deverão ser distribuídos pelas diferentes salas, quando existam, e reforçado o apoio com uma auxiliar. B – 1º Ciclo O Professor que pretenda faltar deve comunicar ao Director e ao Coordenador de Estabelecimento a(s) data(s) da sua ausência e entregar, ao Coordenador de Estabelecimento, o(s) plano(s) de aula(s). O Coordenador deve proceder do seguinte modo: 1 - caso exista um professor a prestar as funções de Apoio Educativo, o plano de aula será entregue a esse docente que substituirá o professor titular de turma nas actividades planificadas; 2 - caso não exista professor a prestar as funções de Apoio Educativo, os alunos deverão ser distribuídos pelas restantes turmas onde realizarão as actividades previstas no plano de aula. C – 2º e 3º Ciclos Será constituída uma bolsa de professores de substituição para o efeito (Mapa Anexo). 1 – Falta por motivos previstos a) – O professor que prevê faltar pode efectuar, em situações devidamente justificáveis, uma permuta com um professor de outra disciplina da mesma turma. Para tal, deve ser preenchido impresso próprio com a indicação das aulas e dos professores que podem permutar, que deverá ser entregue na Secretaria, com a antecedência mínima de dois dias úteis. 61
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento A autorização da permuta será autorizada quando confirmada: - a existência de sala adequada; - a não duplicação da disciplina no mesmo dia; - a permuta directa e realizada na própria semana. Nestas condições não haverá lugar à marcação de falta. Os professores deverão informar os alunos com antecedência, para que estes sejam portadores do material didáctico necessário. b) – Caso não seja possível efectuar uma permuta, o professor que pretenda faltar deve comunicar ao Director a(s) data(s) da sua ausência e entregar ao mesmo o(s) plano(s) de aula(s), com um dia útil de antecedência. Nesta circunstância recorrer-se-á à Bolsa de Professores de Substituição, de acordo com os seguintes critérios: 1º – Professor da turma – desenvolverá actividades pedagógicas de substituição; 2º – Professor da disciplina - desenvolverá o plano de aula; 3º – Outro professor – desenvolverá actividades pedagógicas de substituição. Nota: Em caso de substituição consecutiva no mesmo horário e turma, deve haver alternância entre os professores disponíveis na Bolsa. 2 – Falta por motivos imprevistos Recorrer-se-á obrigatoriamente aos professores que fazem parte da Bolsa de Professores de Substituição, de acordo com os seguintes critérios: 1º – Professor da turma – desenvolverá actividades pedagógicas de substituição; 2º – Professor da disciplina - desenvolverá actividades pedagógicas de substituição; 3º – Outro professor – desenvolverá actividades pedagógicas de substituição. 3 - O professor que faltar por motivos imprevistos pode compensar aulas não leccionadas desde que: 1º - garanta a presença de todos os alunos; 2º - tenha sala disponível e adequada; 3º - não se verifique a duplicação da disciplina no mesmo dia; 4º - dê conhecimento Director, através de impresso próprio entregue na Secretaria, dessa intenção. O professor deve assinar e numerar a aula no respectivo livro de ponto, no final do horário da turma desse dia. A falta não é relevada, contando esta compensação apenas para avaliação do empenho do professor na concretização efectiva das aulas previstas. 4 – Inexistência de faltas Neste caso os professores da Bolsa de Substituição ficam na Sala de Estudo a apoiar os alunos que aí se encontrem. 5 – Inexistência de professores na Bolsa de Substituição 62
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento Neste caso os alunos devem ser encaminhados pelo Auxiliar de Acção Educativa do respectivo Bloco para: 1º - a Sala de Estudo, verificadas as condições para o seu acolhimento; 2º - a Biblioteca Escolar, verificadas as condições para o seu acolhimento; 3º - os Clubes em que previamente se inscreveram e que se encontram em funcionamento àquela hora; IV CONTROLO DA EXECUÇÃO A - Ficará um funcionário responsável pelo controlo da Ocupação Integral dos Tempos Lectivos. O funcionário deverá: 1 – verificar qual o(s) docente(s) que está a faltar; 2 – verificar se existe Plano de Aula deixado pelo docente que está a faltar; 3 – contactar o(s) docente(s) para realizar a substituição e entregar-lhe o Plano de Aula, caso exista. B – Os docentes da Bolsa de Substituição são avisados da sua actividade: 1 – até 5 minutos antes do início da actividade lectiva (1º tempo da manhã e da tarde); 2 – durante o intervalo, nos restantes tempos. C – Os docentes de substituição devem cumprir integralmente o tempo lectivo, sumariar as actividades, numerar as lições de substituição de acordo com tabela de controle de cada disciplina, que será colada no verso da capa do livro de ponto (para facilitar a verificação do cumprimento do serviço lectivo do professor titular da disciplina) e assiná-las. Ex. Actividade de Substituição nº… (Realizada por professor de outra disciplina ou área curricular) , Aula de substituição nº…(Com plano de aula e realizada por professor da disciplina ou da mesma área curricular). REQUERIMENTO (ANEXO I) PERMUTA DE AULAS 63
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento ___________________________________________________________________(nome), professor da disciplina de __________________________________ do ___º ano, turma ___, vem por este meio solicitar ao Senhor Director do Agrupamento autorização para permutar as aulas do próximo dia _____, a realizar-se na mesma semana e de acordo com o indicado na tabela seguinte: AULAS AULAS DO PROFESSOR QUE SOLICITA A PERMUTA DO PROFESSOR QUE VIABILIZA A PERMUTA HORA DIA DISCIPLINA DISCIPLINA DIA HORA 8:30 8:30 9:15 9:15 10:15 10:15 11:00 11:00 11:55 11:55 12:40 12:40 13:30 13:30 14:15 14:15 15:10 15:10 15:55 15:55 16:55 16:55 17:40 17:40 Assinatura de concordância ______________________________________________ Motivo:_________________________________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________________________________ Pede deferimento, ________________________________________________________ Arouca, ____ de _______________________de 200__ (Entregar na Secretaria) INFORMAÇÃO (ANEXO II) COMPENSAÇÃO DE AULAS ___________________________________________________________________(nome), professor da disciplina de __________________________________ do ___º ano, turma ___, vem por este meio informar o Senhor Director do Agrupamento que vai compensar uma aula, a realizar de acordo com o indicado na tabela seguinte: DIA HORA SALA HORÁRIO DA TURMA NESSE DIA AULA(s) DE COMPENSAÇÃO 64
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 8:30 9:15 10:15 11:00 11:55 12:40 13:30 14:15 15:10 15:55 16:55 17:40 Nota: Foram verificadas todas as condições exigidas. Pede deferimento, ________________________________________________________ Arouca, ____ de _______________________de 200__ (Entregar na Secretaria) BOLSA DE PROFESSORES DE SUBSTITUIÇÃO SALA DE ESTUDO Tempos 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª Tempos lectivos lectivos 8:30 8:30 9:15 9:15 9:15 9:15 10:00 10:00 10:15 10:15 11:00 11:00 11:00 11:00 11:45 11:45 11:55 11:55 65
  • Plano Anual de Actividades de Agrupamento 12:40 12:40 12:40 12:40 13:25 13:25 13:30 13:30 14:15 14:15 14:15 14:15 15:00 15:00 15:10 15:10 15:55 15:55 15:55 15:55 16:40 16:40 16:55 16:55 17:40 17:40 17:40 17:40 18:25 18:25 A BOLSA deve ser constituída por um máximo de dois professores por hora. Sempre que fique apenas um professor na Sala de Estudo e se verifique a necessidade de uma substituição, a turma com necessidade de professor substituto desloca-se para a Sala de Estudo. 66