• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale
 

Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale

on

  • 1,884 views

Apresentação da VALE no 1º Fórum sobre Práticas com Inventários de Emissões de GEE no Setor de Energia no dia 19 de agosto de 2010. ...

Apresentação da VALE no 1º Fórum sobre Práticas com Inventários de Emissões de GEE no Setor de Energia no dia 19 de agosto de 2010.

Após a apresentação Renata Araújo, conta em vídeo o que a empresa está fazendo para reduzir sua pegada de carbono. Uma novidade, a partir deste ano, é a introdução do escopo 3, que mede as emissões em toda a cadeia do setor de atuação da Vale

Veja outras palestras, videos e documentos para download sobre as ações corporativas para redução de GEE no www.matrizlimpa.com.br

Statistics

Views

Total Views
1,884
Views on SlideShare
1,856
Embed Views
28

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

3 Embeds 28

http://www.matrizlimpa.com.br 22
https://www.matrizlimpa.com.br 4
https://mail.google.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale Presentation Transcript

    • 14/04/2009 Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale Renata Araujo – Coordenadora de Nova Economia e Mudanças Climáticas 1º Fórum sobre Práticas com Inventário de Emissões de GEE no Setor de Energia 19 de agosto de 2010
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 1
    • Em 2008, a empresa desenvolveu uma Política para Mudanças Climáticas Estabelece como plano de ação o Programa Carbono Vale, que está baseado em cinco pilares: 1. Avaliação estratégica do impacto da mudança do clima nos negócios, e capacitação da empresa para atuar no novo ambiente competitivo; 2. Suporte e indução de iniciativas de redução de emissões de GEE e seqüestro de dióxido de carbono; 3. Cooperação e parcerias para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e para a implementação de ações de mitigação e adaptação nos territórios em que atuamos; 4. Engajamento junto aos governos e setores produtivos para monitoramento e contribuição na elaboração dos marcos regulatórios necessários para o enfrentamento das mudanças climáticas; 5. Transparência e aprimoramento contínuo.
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 3
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) • Inventário anual (inserção escopo Transparência e Comunicação 3) • Identificação de projetos de redução Regulatória e Posicionamento Vale • Fomento a projetos de redução • Gestão do portfolio Disseminação do Conhecimento • Análise do potencial de geração de créditos • Desenvolvimento de projetos Planejamento Estratégico dentro do processo MDL • Due diligences Adaptação Nova Economia Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação • CDP Regulatória e Posicionamento Vale • GRI • Form 20 • Outros questionários (Época, Disseminação do Conhecimento Exame, Sustainability, etc.) • Entrevistas Planejamento Estratégico • Patrocínios: publicações e eventos Adaptação Nova Economia Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 5 Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação Regulatória e Posicionamento Vale • Monitoramento PLs Disseminação do Conhecimento • Participação em fóruns: Ethos, FAS, CEBDS (WBCSD), EPC (FGV- SP), FBMC, ICMM Planejamento Estratégico • Estruturação do posicionamento da Vale – compromissos voluntários Adaptação • Engajamento e recomendações ao setor público • Atuação COPs Nova Economia Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 6 Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação Regulatória e Posicionamento Vale Disseminação do Conhecimento • Treinamento áreas de negócios Planejamento Estratégico • Capacitação executivos - Valer • Boletim Mudanças Climáticas • “learning by doing” Adaptação • Criação de Grupos de Trabalho Nova Economia Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 7 Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação Regulatória e Posicionamento Vale Disseminação do Conhecimento Planejamento Estratégico • Projeto McKinsey 2009 Adaptação • Inserção da questão no ciclo de PE • Inserção da questão no mapa de riscos da Vale Nova Economia • Cálculo do value@risk • Monitoramento da competitividade Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 8 Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação Regulatória e Posicionamento Vale Disseminação do Conhecimento Planejamento Estratégico Adaptação • Relatórios INPE Nova Economia • Projeto piloto para operações Vale Pará e Maranhão – identificação, análise e plano de adaptação Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 9 Posicionamento Vale
    • Foram definidas sete grandes frentes de atuação para a área Gestão de Gases de Efeito Estufa (GEE) Transparência e Comunicação Regulatória e Posicionamento Vale Disseminação do Conhecimento Planejamento Estratégico Adaptação Nova Economia • Apoio ao desenvolvimento de negócios sustentáveis Gestão de riscos Identificação e fomento a oportunidades 10 Posicionamento Vale
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 11
    • O inventário das emissões de 2009 da Vale revela o efeito da crise econômica Emissões Diretas Emissões Indiretas Emissões por Fonte Indireta (Escopo 1) (Escopo 2) (Escopo 3) Mt CO2e Mt CO2e t CO2e 0,6 Mt CO2e Algumas unidades da Vale ficaram total ou parcialmente paralisadas (ex. usinas de pelotização e usinas de ferroligas). Encerramento das operações de fundição de alumínio na Valesul em abril. Escopo 1 - Queima de combustíveis fósseis (carvão, gás natural, óleo combustível e diesel); Processo de produção de ferroligas; Processo de produção de ferrogusa; Processo de produção de níquel; Processo de redução eletrolítica de alumínio; Processo de produção de pelotas queimadas; Processo de mineração (uso de explosivos); Processo de mineração de carvão (Austrália); Disposição de resíduo em aterro interno e incineração. Escopo 2 - Compra de energia que é consumida pela organização (eletricidade e vapor, por exemplo). Escopo 3 - Viagem de aeronave (Inco, Brasil, CADAM, PPSA, Alunorte, Albrás, RDMN, Corporativo); Transporte de funcionário, produto e matéria prima; Disposição de resíduo: 12 compostagem, Tratamento Biológico, Incineração e Aterros Sanitários como métodos de disposição final de resíduos (85% do Brasil).
    • A Vale é a grande mineradora mais competitiva no indicador emissões/receita 13 Fonte: McKinsey
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 14
    • Planos Setoriais – Setores que Deverão Reduzir Emissões até 2020 1. Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal Constam da Comunicação 2. Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento no Oficial do Cerrado Brasil à ONU: 3. Energia Prazo para Planos 4. Agropecuária Setoriais é Ago/10 5. Substituição do Carvão de Desmatamento por Florestas Plantadas na Siderurgia 6. Transportes Setores 7. Indústria de Transformação e de Bens de Consumo Duráveis mencionados na Política 8. Indústria Química Fina e de Base Nacional sobre 9. Indústria de Papel e Celulose Mudanças Climáticas 10. Mineração Prazo para Planos 11. Indústria da Construção Civil Setoriais é 2011 12. Serviços de Saúde
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 16
    • Carta Aberta ao Brasil sobre Mudanças Climáticas
    • Empresas e setor público devem contribuir no esforço global por uma economia de baixo carbono Às Empresas:  Publicar anualmente o inventário das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), bem como as ações para mitigação de emissões e adaptação às mudanças climáticas.  Incluir como orientação estratégica no processo decisório de investimentos a escolha de opções que promovam a redução das emissões de GEE nos nossos processos, produtos e serviços.  Engajar-nos junto ao governo, à sociedade civil e aos nossos setores de atuação, no esforço de compreensão dos impactos das mudanças climáticas nas regiões onde atuamos e das respectivas ações de adaptação.
    • Empresas e setor público devem contribuir no esforço global por uma economia de baixo carbono Ao Governo:  Produzir e publicar Estimativas Anuais de Emissões de GEE no Brasil e, a cada três anos, o Inventário Brasileiro de Emissões de GEE.  Priorizar a redução das emissões de GEE nas políticas e investimentos públicos, para consolidar o posicionamento do país numa economia de baixo carbono.  Promover a simplificação do processo de avaliação de projetos MDL no Brasil.  Definir e implementar uma política de apoio aos povos da floresta, produtores rurais, empresas e instituições, para as ações de conservação e manejo sustentável das florestas que promovam a redução das emissões de desmatamento e degradação florestal (REDD).  Estabelecer e implantar uma estratégia de adaptação do país às mudanças climáticas.
    • Agenda Política Frentes de Atuação Destaques Inventário de emissões Impacto regulatório Iniciativa da Carta Aberta ao Brasil Ações Vale 20
    • Lançamos a BioVale - Biocombustível Projeto Biodiesel Consórcio para produção de óleo de palma, matéria-prima do biodiesel. Nos permitirá em 2014 utilizar a mistura B-20 (20% de biodiesel puro e 80% de diesel comum) em nossa produção. Redução de emissões de GEE Possibilitará a redução de 12 milhões de toneladas de CO2 equivalente em 25 anos. Projeto • Geração de 6.000 empregos diretos Geração de Renda • Recomposição de áreas degradadas na região amazônica • 70 mil hectares de floresta natural Beneficiará cerca de 2 mil famílias de • 60 mil hectares de palma pequenos produtores no Estado do Pará.
    • Investimos na VSE, que desenvolve tecnologia na área de energia 52% 46% 4,5% do Brasil Geração de tecnologia e inovação Consumo de eletricidade Energia limpa e processos sustentáveis 1 bilhão de litros de diesel por ano Investimento nas plantas e na produção 1,7 milhão de toneladas de Geração de empregos de alto nível combustível pesado / ano Criação de valor Redução das emissões de CO2e IPO futuro Criação de valor A VSE foi criada em novembro de 2007. VSE: Tecnologia Avançada em Soluções de Geração de Energia Sustentável
    • Investimos em geração de energia de fonte renovável A Vale detém participação em 8 usinas hidrelétricas. Até o final de 2010, a potência total instalada será de 2.509 MW.
    • Reconhecimento  Líder mundial entre as mineradoras no ranking de mudanças climáticas do Goldman Sachs;  Avaliada entre as cinco empresas mais sustentáveis do setor de materiais básicos pelo Relatório GS-Sustain, da Goldman Sachs;  Prêmio Época, como uma das empresas que mais se destacaram em políticas climáticas em 2009;  Empresa latino-americana melhor posicionada no índice que avalia o grau de transparência das informações sobre mudanças climáticas, de acordo com o levantamento do Carbon Disclosure Project (CDP).  Mineradora de grande porte com menor intensidade de emissões de gases de efeito estufa por receita, de acordo com o levantamento do CDP.  Selo de Ouro do Programa GHG Protocol Brasil pelo inventário de emissões relativo a 2009. 24
    • 14/04/2009 Gestão Estratégica de Mudanças Climáticas na Vale Renata Araujo – Coordenadora de Nova Economia e Mudanças Climáticas 1º Fórum sobre Práticas com Inventário de Emissões de GEE no Setor de Energia 19 de agosto de 2010
    • apoio: