A ARGUMENTAÇÃO ORAL E A CONSTRUÇÃO DE ENUNCIADOS CONCRETOS POR MEIO DE DEBATE REGRADO Prof. Ms. Amarildo Pinheiro Magalhãe...
OBJETIVOS <ul><li>Desenvolver a habilidade de argumentação oral dos educandos; </li></ul><ul><li>Oportunizar a sua partici...
OBJETIVOS <ul><li>Despertar sua atenção para a necessidade de se considerar as diversas posições enunciativas quando da co...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>Essa orientação da palavra em função do interlocutor tem uma importância muito grande. Na re...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>“ a enunciação realizada é como uma ilha emergindo de um oceano sem limites, o discurso inte...
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>O ouvinte, ao perceber e compreender o significado (lingüístico) do discurso, ocupa simultan...
FATO GERADOR
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Projeção de reportagens sobre o caso: o resgate do bebê e entrevista com a mãe sobre a guarda do b...
ENCAMINHAMENTOS
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Organização da turma em seis equipes e definição das posições enunciativas por sorteio:  </li></ul...
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Equipe 4: responsável por questionar os  argumentos favoráveis à mãe;  </li></ul><ul><li>Equipe 5:...
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Pesquisa em material impresso ou na internet de informações que possam subsidiar a construção dos ...
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Organização do tempo : </li></ul><ul><li>Exposição dos argumentos pelas equipes 1, 2, 3: 10 minuto...
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Atvidades Posteriores : </li></ul><ul><li>Plenária com avaliação da prática pelos alunos; </li></u...
ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Atividade repositiva/de recuperação : </li></ul><ul><li>Organização dos alunos (ausentes ou com ba...
FATO GERADOR
AVALIAÇÃO <ul><li>Instrumentos </li></ul><ul><li>Observação e anotações por parte do professor quanto aos seguintes aspect...
RESULTADOS <ul><li>Os alunos demonstraram comprometimento em relação à posição enunciativa assumida, mesmo quando esta não...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>BAKHTIN/VOLOCHINOV.  Marxismo e Filosofia da Linguagem .  6ed. São Paulo: HUCITEC, 1992...
REFERÊNCIAS DAS IMAGENS <ul><li>http://oglobo.globo.com/fotos/2007/01/16/16_MHG_pais_bebe_Pampulha.jpg </li></ul><ul><li>h...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Debate

1,583

Published on

Proposição e resultados de um trabalho realizado com o gênero discursivo oral "debate" com alunos do Curso de Formação de Docentes do Colégio Estadual Guilherme de Almeida de Loanda-PR.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,583
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Debate

  1. 1. A ARGUMENTAÇÃO ORAL E A CONSTRUÇÃO DE ENUNCIADOS CONCRETOS POR MEIO DE DEBATE REGRADO Prof. Ms. Amarildo Pinheiro Magalhães Colégio Estadual Guilherme de Almeida – EFMN Loanda - 2008
  2. 2. OBJETIVOS <ul><li>Desenvolver a habilidade de argumentação oral dos educandos; </li></ul><ul><li>Oportunizar a sua participação em uma atividade interlocutiva aproximada do real; </li></ul><ul><li>Sensibilizá-los quanto à necessidade de comprometimento argumentativo com os textos que produzem; </li></ul>
  3. 3. OBJETIVOS <ul><li>Despertar sua atenção para a necessidade de se considerar as diversas posições enunciativas quando da construção de argumentos; </li></ul><ul><li>Destacar a importância da leitura crítica como forma de alcançar os objetivos práticos pretendidos; </li></ul><ul><li>Prepará-los para a produção de textos escritos que exijam engajamento argumentativo-discursivo. </li></ul>
  4. 4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>Essa orientação da palavra em função do interlocutor tem uma importância muito grande. Na realidade toda palavra comporta duas faces . Ela é determinada tanto pelo fato de que procede de alguém, como pelo fato de que se dirige para alguém. Ela constitui justamente o produto da interação entre o locutor e o ouvinte. </li></ul><ul><li>(BAKHTIN/VOLOCHINOV,1992, p.113). </li></ul>
  5. 5. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>“ a enunciação realizada é como uma ilha emergindo de um oceano sem limites, o discurso interior. As dimensões e as formas dessa ilha são determinadas pela situação da enunciação e por seu auditório. A situação e o auditório obrigam o discurso interior a realizar-se em uma expressão exterior definida, que se insere diretamente no contexto não verbalizado da vida corrente, e nele se amplia pela ação, pelo gesto ou pela resposta verbal dos outros participantes na situação de enunciação.” </li></ul><ul><li>(BAKHTIN/VOLOCHINOV, 1992, p. 125). </li></ul>
  6. 6. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA <ul><li>O ouvinte, ao perceber e compreender o significado (lingüístico) do discurso, ocupa simultaneamente em relação a ele uma ativa posição responsiva: concorda ou discorda dele (total ou parcialmente), completa-o, aplica-o, prepara-se para usá-lo, etc.; essa posição responsiva do ouvinte se forma ao longo de todo o processo de audição e compreensão desde o seu início, às vezes literalmente a partir da primeira palavra do falante. </li></ul><ul><li>( BAKHTIN/VOLOCHINOV , 2003, p. 271). </li></ul>
  7. 7. FATO GERADOR
  8. 8. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Projeção de reportagens sobre o caso: o resgate do bebê e entrevista com a mãe sobre a guarda do bebê; </li></ul><ul><li>Leitura de notícias sobre o fato; </li></ul><ul><li>Atividades escritas de leitura dos textos; </li></ul><ul><li>Produção de argumentos escritos com alternância das posições enunciativas. </li></ul>
  9. 9. ENCAMINHAMENTOS
  10. 10. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Organização da turma em seis equipes e definição das posições enunciativas por sorteio: </li></ul><ul><li>Equipe 1: responsável pelos argumentos favoráveis à mãe; </li></ul><ul><li>Equipe 2: responsável pelos argumentos favoráveis ao avô; </li></ul><ul><li>Equipe 3: responsável pelos argumentos favoráveis à família substituta. </li></ul>
  11. 11. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Equipe 4: responsável por questionar os argumentos favoráveis à mãe; </li></ul><ul><li>Equipe 5: responsável por questionar argumentos favoráveis ao avô; </li></ul><ul><li>Equipe 6: responsável por questionar argumentos favoráveis à família substituta; </li></ul><ul><li>Outra possibilidade: a troca de perguntas mútuas entre as equipes. </li></ul>
  12. 12. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Pesquisa em material impresso ou na internet de informações que possam subsidiar a construção dos argumentos (pode incluir consulta a profissionais); </li></ul><ul><li>Preparação dos argumentos e questões prévias ; </li></ul><ul><li>Explicação e discussão das regras e do funcionamento do debate; </li></ul><ul><li>Escolha, por cada equipe, do debatedor e seu(s) auxiliar(es); </li></ul>
  13. 13. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Organização do tempo : </li></ul><ul><li>Exposição dos argumentos pelas equipes 1, 2, 3: 10 minutos </li></ul><ul><li>Formulação das perguntas pelas equipes 4,5,6: 7 minutos </li></ul><ul><li>Respostas às perguntas pelas equipes 1,2.3: 7 minutos </li></ul><ul><li>Réplica pelas equipes 4,5,6: 3 minutos </li></ul><ul><li>Tréplica pelas equipes 1,2,3: 3 minutos </li></ul><ul><li>Considerações finais pelo moderador: 10 minutos. </li></ul>
  14. 14. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Atvidades Posteriores : </li></ul><ul><li>Plenária com avaliação da prática pelos alunos; </li></ul><ul><li>Produção de ata ou relatório do debate, em duplas ou trios, preferencialmente com integrantes oriundos de equipes diferentes; </li></ul>
  15. 15. ENCAMINHAMENTOS <ul><li>Atividade repositiva/de recuperação : </li></ul><ul><li>Organização dos alunos (ausentes ou com baixo desempenho) em duas equipes; </li></ul><ul><li>Equipe 1: defesa do pai; </li></ul><ul><li>Equipe 2: acusação do pai; </li></ul><ul><li>Demais alunos: platéia; </li></ul><ul><li>Equipes questionam-se entre si; </li></ul><ul><li>Possibilidade de perguntas por parte da platéia; </li></ul><ul><li>A platéia decide o vencedor do debate; </li></ul><ul><li>Produção de ata do debate, em duplas ou trios </li></ul>
  16. 16. FATO GERADOR
  17. 17. AVALIAÇÃO <ul><li>Instrumentos </li></ul><ul><li>Observação e anotações por parte do professor quanto aos seguintes aspectos: consistência dos argumentos, engajamento discursivo dos relatores, adequação da linguagem ao contexto enunciativo, postura vocal e corporal durante a exposição, organização e comprometimento da equipe; </li></ul><ul><li>Auto-avaliação por equipe e individual durante a sessão plenária a partir dos aspectos já apresentados. </li></ul>
  18. 18. RESULTADOS <ul><li>Os alunos demonstraram comprometimento em relação à posição enunciativa assumida, mesmo quando esta não coincidia com a sua posição pessoal; </li></ul><ul><li>Em função disso, os argumentos apresentaram-se coerentes e consistentes, com características de enunciados concretos; </li></ul><ul><li>A qualidade dos argumentos conduziu a um efetivo debate processo interlocução por meio do debate; </li></ul><ul><li>Os textos produzidos após o debate configuram-se igualmente como enunciados concretos à medida em que se referem a experiências efetivamente vivenciadas pelos alunos; </li></ul><ul><li>Enfim, os alunos assumiram a posição de sujeitos do seu dizer. </li></ul>
  19. 19. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <ul><li>BAKHTIN/VOLOCHINOV. Marxismo e Filosofia da Linguagem . 6ed. São Paulo: HUCITEC, 1992. </li></ul><ul><li>BAKHTIN, M. Estética da Criação Verbal . São Paulo: Martins Fontes, 2003. </li></ul>
  20. 20. REFERÊNCIAS DAS IMAGENS <ul><li>http://oglobo.globo.com/fotos/2007/01/16/16_MHG_pais_bebe_Pampulha.jpg </li></ul><ul><li>http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/foto/0,,7015174,00.jpg </li></ul><ul><li>http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/foto/0,,7015174,00.jpg </li></ul><ul><li>http://www.jornaldamidia.com.br/noticias/imagens/2006/01/Brasil/beberesgate.jpg </li></ul><ul><li>http://www.catedraldasnacoes.com.br/site/fotos/foto_noticia_310.jpg </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=rgxX97NMiAk </li></ul><ul><li>javascript:GmcPlay('http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM794294-7823-MAE+QUE+ATIROU+A+FILHA+NA+LAGOA+DA+PAMPULHA+QUER+O+BEBE+DE+VOLTA,00.html'); </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×